Ecologia EUA Mercado Mercedes Benz

EUA: Daimler desiste de aprovação para vender carros diesel da Mercedes-Benz

Mercedes-Benz-C-200-Avantgarde-2016 EUA: Daimler desiste de aprovação para vender carros diesel da Mercedes-Benz

A Volkswagen já desistiu de vender carros diesel nos EUA e parece que a Mercedes-Benz está seguindo o mesmo caminho. Após o Dieselgate, que custou US$ 25 bilhões para o fabricante de Wolfsburg, a Daimler decidiu colocar as barbas de molho. Afinal, qualquer irregularidade poderia custar bilhões de dólares para a Mercedes-Benz.

Assim, a Daimler anunciou que desistiu do pedido de aprovação da EPA para comercialização de carros diesel da linha 2017 da Mercedes-Benz. A montadora insiste em dizer que não tomou uma posição sobre o futuro das vendas de veículos movidos por óleo combustível no mercado americano, mas afirma que as vendas em 2016 representaram apenas 1% do total.

O fabricante alemão anda sendo investigado por fraude e publicidade enganosa na Alemanha, mas também por emissão de NOx em seus motores diesel oferecidos no mercado americano. Após meses de conversas com EPA e CARB, a Daimler conseguiu a aprovação para venda da Sprinter diesel nos EUA. O temor da Mercedes, declarado abertamente, é que possíveis irregularidades possam acarretar em possíveis multas e compensações, que como já sabemos, chegam a cifras de nove dígitos ou mais.

[Fonte: Autoblog]

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend