EUA Mercado

EUA: Ford, Nissan e Toyota subiram em outubro

escape-2016-1 EUA: Ford, Nissan e Toyota subiram em outubro

As vendas de automóveis e comerciais leves nos EUA caiu 1% em outubro, quando foram emplacados 1.329.802 veículos. No acumulado do ano, o mercado americano caiu 1,6% com 13.957.767 unidades. No fechamento do mês, estimado em 2% a 4% de queda pelo mercado, o resultado final mostrou que houve queda média de 1% para cada grupo, exceto a BMW, que atrasou a divulgação de seus números. Mas, como tem apenas 2% de market share, acredita-se que seu desempenho não influiu no resultado final.



A previsão mais otimista fala em 18,1 milhões de carros para o ano de 2017 nos EUA, algo compartilhado pela GM, que espera 18 milhões. A mais pessimista é a da associação dos fabricantes de veículos dos EUA, que prevê um mercado de 17,5 milhões de unidades este ano. No mês passado, Ford, Nissan e Toyota, bem como Honda, Subaru e Volkswagen subiram no mercado americano. FCA, GM e Hyundai-Kia caíram.

Em volume, a GM ficou em primeiro com 252.813 emplacamentos, enquanto a Ford ficou com 199.698 unidades. A Toyota fechou com 188.434 e a FCA com 154.513 veículos. A Nissan-Mitsubishi fechou com 130.393 vendidos. A Ford cresceu 6,4% no mês de outubro, enquanto a Toyota ficou com 1,1% positivos. A GM caiu 2,2%, mas a FCA despencou 13,2% no período, sendo a maior perda da Dodge com 41%.

Aparentemente recuperada do Dieselgate, a Volkswagen fechou outubro com alta de 10% nos EUA, acompanhada pela Volvo com 10,5%. A Honda subiu discretos 0,9%, assim como a Subaru ficou apenas com 0,5% de alta, enquanto a Mercedes-Benz caiu 0,8%. Já a Hyundai-Kia desabou 12,6% e a Mazda caiu outros 8,4%. Mesmo com queda de 3,4% na Mitsubishi, a Nissan teve alta de 7,6%. Mas, entre as marcas mais renomadas, a Tesla foi a que mais subiu: 44,1%.

No segmento de luxo e superesportivos, a Bentley despencou 39,1%, enquanto a Smart caiu 66,5%. A Maserati caiu 12,6% e a Porsche subiu 4,6%, com mais 1,1% da Lamborghini. Mas foi a McLaren que mais cresceu: 98,3%. No caso da Jaguar Land Rover, a queda foi de 4,4%. A alta mais expressiva do mercado americano continua sendo a Alfa Romeo com 5139.1%, enquanto a mais baixa ainda é da Scion, que emplacou 2 carros e tem 99,5% de queda. Outras marcas menores cresceram 1,2%, incluindo Aston Martin, Ferrari e Lotus.

Confira abaixo os 20 grupos e as 20 marcas mais vendidas nos EUA em outubro de 2017:

Grupos

  1. GM – 252.813 unidades
  2. Ford – 199.698
  3. Toyota – 188.434
  4. FCA – 154.513
  5. Nissan-Mitsubishi – 130.393
  6. Honda – 127.353
  7. Hyundai-Kia – 97.407
  8. Subaru – 54.045
  9. Volkswagen – 52.148
  10. Mercedes-Benz – 31.541
  11. Mazda – 20.811
  12. Jaguar Land Rover – 8.368
  13. Volvo – 7.008
  14. Tesla – 4.900
  15. McLaren – 115
  16. Outros – 255

Marcas

  1. Ford -190.789
  2. Chevrolet – 175.110
  3. Toyota – 165.538
  4. Honda – 114.655
  5. Nissan – 112.796
  6. Jeep – 67.074
  7. Subaru – 54.045
  8. Hyundai – 51.224
  9. RAM – 47.831
  10. GMC – 44.630
  11. Kia – 44.397
  12. Mercedes-Benz – 31.401
  13. Volkswagen – 27.732
  14. Dodge – 24.476
  15. Lexus – 22.894
  16. Mazda – 20.811
  17. Audi – 19.425
  18. Buick – 19.142
  19. Cadillac – 13.931
  20. Acura – 12.698

[Fonte: Automotive News]

  • haventreportersjaps

    picape (truck) e SUV vende mais

  • th!nk.t4nk

    “No segmento de luxo e superesportivos (…) a Smart caiu 66,5%”.
    Estou tentando entender se a Smart (marca de carros semi-populares, geralmente usados pra entrega de pizza) se encaixa como “luxo” ou “esportiva” 😆 Desculpa, mas essa não aguentei.

    • zekinha71

      É luxo porque entregar pizza com popular seria Gol caixa, Chevectra, Mille caranguejo (só anda de lado). logicamente que aqui.
      Entre 2001 e 2007 tive uma pizzaria, e as vezes um motoboy se atrapalhava no sábado e tinha que fazer umas entregas pra não dar prejuízo e as vezes ia de Astra, precisava ver a cara dos clientes quando viam o carro.
      Teve um até que comentou que era pizzaria era de luxo porque o entregador andava de Astra zero.

    • Luis Burro

      Pelo fato de ser da Mercedes é de luxo,alem disto não são baratos.

      • Diego Amaral

        Apenas pelo fato de estar atrelado a Mercedes não significa ser de luxo, o emblema na frente é outro. Fora que o preço dele nos EUA apesar de ser caro, é de cerca de U$ 15.000,00 isso não é luxo nunca, concorrente de 500 e até do Spark, sem contar o interior desse carro, nem aqui é de luxo.

        • Luis Burro

          mas se for por luxo,os mini da bmw tbm não.aquilo só é o básico.

          • th!nk.t4nk

            Mini é um premium de entrada sim. Já entrou no modelo atual? Você nao vai achar interior com aquela qualidade de acabamento em Ford, GM, PSA, etc. Nem em sonho. Em termos de projeto mecânico também nao tem nada de básico. O Mini é cheio de detalhes caprichados de projeto desde o “básico” (mesmo que perca em equipamentos de série). É isso que é premium nesse segmento, um veículo sólido, bem projetado e fabricado com competência, nao luxo estilo “ostentação”.

            • Luis Burro

              Sim,mas tem a qualidade de um Sistema.Soh q não chega aos pés dos modelos maiores em equipamentos.

      • th!nk.t4nk

        Pera lá. A matéria é sobre os EUA. Por lá o Smart é semi-popular sim.

  • eduardo_

    eita, o povo americano compra carro heim, números altos.

    • V12 for life

      Ja foi um mercado de mais de 20 milhões, antes da crise de 2008 a F150 vendia em um mês o mesmo que o Gol no ano.

  • Marcio Almeida

    hyundai ainda um longo caminho ainda

    • Pedro Evandro Montini

      Pois é! VW mais ainda.

  • AugustoSeide

    Em 2012, melhor ano da indústria automotiva brasileira, foram vendidas 3.8 milhões de carros. Ano passado, nosso mercado (que é o mais poderoso da América do Sul) consumiu 2.05 milhões de carros. O mercado dos EUA em um mês de vendas fracas consumiu 1.3 milhões!

    Para comparar, em 2016, China (país asiático mais poderoso) vendeu mais de 25.5 milhões, os EUA (mais poderoso da América do Norte) venderam 17.5 milhões, a Alemanha (país europeu mais poderoso) vendeu 3.6 milhões.

    O mercado brasileiro é ridiculamente pequeno quando comparado com o potencial de consumidores. Nunca vamos ter a mesma oferta de veículos e tecnologias de outros mercados. Sempre vamos receber tecnologias e métodos construtivos adaptados, de baixo custo. Não compensa investir no mercado brasileiro (se esse cenário se mantiver), basicamente é dinheiro jogado fora por parte das indústrias.

  • Cosi fan Tutti

    Me impressiona a VW atrás de Hyundai, Kia e Subaru.

    • Filipo

      Na América, o buraco é mais embaixo! E a Fiat, que não aparece nem na vigésima posição?

      • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

        Estados Unidos, América é o continente

        • Filipo

          Além de “fãboy”, é ignorante!
          Leia e se informe, jovem: https://en.wikipedia.org/wiki/United_States
          Pena de você.

          • Mark

            Na verdade os 2 tem razão, o oficial é Estados Unidos e na arrogância dos Americanos eles tomaram posse do nome do continente.

            • Pedro Evandro Montini

              Não é arrogância. É o mais prático pra eles. Os Estados Unidos Mexicanos fazem a mesma coisa. Simplesmente México. Lembre-se que também já fomos Estados Unidos do Brasil.

          • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

            Li e vi que ele é um país da América do Norte, como Canadá r México.

        • th!nk.t4nk

          “América” nao é o continente neste caso, é apenas a forma curta do nome do país. Nao tem nada de arrogância, sao palavras iguais com significados totalmente diferentes. Está corretíssimo se referir aos EUA como “América” sim.

          • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

            Ata, o Nome do País é Estados Unidos da América, não América dos Estados Unidos.

      • Cosi fan Tutti

        Mas a Fiat vende o que lá, 3 modelos? Mas se considerar FCA estão relativamente bem!

    • afonso200

      VW la nos EUA, meu tio mora la desde 1978 sempre teve cadillac,,,,ele diz que VW é comprar e ser chamado de POBREEEE.

      • MarcioMaster

        Sim,. kia e principalmene Hyundai tambem.

      • th!nk.t4nk

        Nos EUA de fato imagem é tudo. Em nenhum lugar do mundo me senti tão julgado pelo que tinha. A meu ver este é o maior defeito do país (e infelizmente o Brasil está copiando cada vez mais o que a América tem de pior).

  • octavio cesar godoy

    Tenho um Subaru forester, e americano tbem gosta de carro confiavel, e nisso a Subaru não perde p ninguem

  • afonso200

    Acura sao lindos, aluguei lá e sao top, proxima vez alugar um Lincoln Continental

  • CONSTANTINO PAULO ABDALLA FILH

    A BMW não vende nada lá? Não vi a quantidade de carros vendidos por esta marca.

    • th!nk.t4nk

      Nao foram divulgados os dados. Eles vendem consideravelmente bem. BMW é um dos maiores símbolos de luxo por lá.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend