EUA Ford Hatches Sedãs

EUA: Ford saberia de Powershift defeituoso antes de Fiesta e Focus

EUA: Ford saberia de Powershift defeituoso antes de Fiesta e Focus

De acordo com o site americano The Detroit Free Press, a Ford tinha conhecimento dos problemas com a caixa automatizada de dupla embreagem Powershift antes mesmo de lançar os modelos Fiesta e Focus no mercado norte-americano. Lá, como aqui, os proprietários destes modelos tiveram problemas com essa transmissão.


Pelo que foi revelado, um fator que teria contribuído para tornar a situação pior para a Ford é o fato da montadora ter centrado seu investimento nesse câmbio Powershift nos dois projetos (Fiesta e Focus) sem ter uma opção anterior em caso de problemas. A Volkswagen, em caso semelhante, preferiu utilizar a mais confiável caixa Tiptronic com conversor de torque que a moderna DSG nos EUA.

O relatório diz que a engenharia da Ford chegou a alertar o comando da empresa sobre os problemas não resolvidos com a Powershift. Porém, mesmo assim, a direção decidiu por lançar o câmbio em 2011, a partir do Fiesta e também do Focus, recém-chegados. Logo que chegaram ao mercado, a dupla da marca de Detroit começou a gerar reclamações na NHTSA.

EUA: Ford saberia de Powershift defeituoso antes de Fiesta e Focus


Foram nada menos que 4,3 mil reclamações sobre o Powershift no órgão federal dos EUA. A Ford teria dito que resolveria a questão, mas cinco anos depois, nada foi feito e uma ação coletiva pedia indenização para 1,9 milhão de consumidores que teriam adquirido, novos ou usados, os modelos Fiesta e Focus.

Uma das reclamações mais recorrentes era a entrada do câmbio em neutro, durante a condução. O problema era bem grave, já que expunha os clientes ao risco de acidentes. A Ford teria apenas informado aos revendedores sobre como proceder e ainda revelar aos compradores que outros carros estavam rodando sem problemas.

Sem um recall declarado, o Powershift deu muita dor de cabeça no mercado brasileiro também. Nos EUA, a empresa ofereceu um acordo para liquidar a questão por US$ 35 milhões. Entretanto, os autores da ação coletiva deverão entrar com apelação contra a decisão, que nesse caso, favoreceu muito a Ford.

[Fonte: The Detroit Free Press via Carscoops]

EUA: Ford saberia de Powershift defeituoso antes de Fiesta e Focus
Nota média 4.4 de 9 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • matheus

    17 dólares pra cada um do processo coletivo,rsrs

  • CanalhaRS

    E depois o pessoal fica pegando no pé só da VW…as outras não são falcatruas também…

    • Robinho

      exatamente, todas são, neste mundo não tem ninguem santo.

    • th!nk.t4nk

      Não gosto muito da VW, mas de fato nisso concordo: todas fazem falcatruas. Tem que ser muito ingênuo pra achar que existem montadoras que só agem corretamente. A GM ignorou um problema grave em cintos de segurança e morreram vários. A Volvo foi pega fraudando crash-tests. A Ford deixou gente morrer no caso da Explorer também. A Tesla quando liberou o Autopilot, era um recurso em desenvolvimento e que causou vários acidentes feios. A Mitsubishi usava aços fora do padrão, fraudando análises de qualidade. E por aí vai, nenhuma escapa.

      • Ducar Carros

        O sistema de gestão das empresas sem dono definido gera esse tipo de coisa: como os tomadores de decisão só respondem pelas ações tomadas em sua gestão, e ganham bônus milionários em cima disso, tomam decisões baseadas apenas no curto prazo, que é o período em que ele estará a frente do negócio. E torce para que a bomba estoure no colo do sucessor.

        Os acionistas também tendem a se preocupar apenas com o curto prazo, pois se a ação valorizar muito, ele passa ela para a frente.

        • C. Ramiro

          Exatamente !!!!!!!

      • Rodrigo Rodrigues

        Os acidentes da tesla foram culpa dos proprios condutores, que ignoraram o aviso da tesla de que o autopilot NÃO poderia ser usado sem supervisão, pois não se trata de um sistema totalmente autônomo.

        Não houveram varios acidentes feios, até agora 4 fatalidades, porém,causadas por situações muito especificas com as quais o sistema nao estava apto a lidar, e que nao teriam acontecido se os condutores estivessem supervisionando o sistema, como a tesla requeriu

        Sim, existem situações onde o sistema pode falhar, e justamente por isso,a tesla requer que seja usado somente sob supervisão.

        Sem falar que ja existem mais de 300 mil teslas equipados com autopilot.

        • th!nk.t4nk

          Mais ou menos heim. Tiveram sim situaçoes onde o motorista nao teria tempo de reagir. Em um dos vídeos o Model S do nada puxa pra divisória de concreto na entrada da highway e o motorista nao teve tempo de fazer nada. Em outro caso o carro fez isso mais cedo e foi possível evitar. Enfim, nao concordo que em 100% dos casos foram culpa dos condutores. A tecnologia ainda estava crua demais quando foi colocada no mercado, e isso foi pilantragem sim.

      • Francisco Helio

        Bota os airbags da Takata dos indestrutiveis Toyotas nessa conta…

        • Cesar

          Nesse caso, entrou todo mundo na dança e não só a Toyota.

        • Ernesto

          E que foi feito (e creio que ainda está fazendo) recall no Mundo todo. Porém, a Ford não fez recall do câmbio, né?

        • Tommy

          Teve os Toyota que aceleravam sozinhos

      • Aristênio Catanduva

        tem essa da GM também com o Chevrolet Tavera na Índia
        “O recall do popular modelo, fabricado e vendido somente na Índia, ocorreu após empregados da montadora terem alegadamente trocado os motores em modelos novos do Tavera por motores de emissões menores para cumprir as normas. O recall, anunciado na última quarta-feira, é um dos maiores da história do país.”

    • Ronaldo Prado

      Todas não. O EasyTronic da Meriva funciona perfeitamente… kkk

    • Murilo Soares de O. Filho

      Cada uma com o seu escândalo, vamos assim dizer.

  • Corujinha Feliz

    A grande diferença é que lá nos EUA o negócio vai feder pra Ford, já aqui no BR… É, FORD sempre tomando as piores decisões. Não é à toa que está ferrada.

    • Gilberto Mariani

      Feder por 35 milhões de dólares em uma ação coletiva que envolve 1,9 mil envolvidos??

      parece que cheirou foi muito bem para ela…

      • Corujinha Feliz

        Cada um dos envolvidos estaria levando cerca de US$ 18.400. Porém para padrões americanos de indenização é baixo. Para valores de carro não tanto. Mas vão recorrer e vai feder sim. É só esperar pra ver.

        • TchauQueridos

          Que conta maluca…

          • Corujinha Feliz

            Tem razão são 1,9 milhões de pessoas e não 1.900. US$ 18,42 por cabeça. Indenização ridícula.

            • Ric53

              Corujinha, grandes corporações se safam em qualquer lugar do mundo

    • Alaor

      A indenização é ridícula. 35 milhões pra quase 2 milhões de pessoas.

      • Corujinha Feliz

        Exato, fiz a conta errada como expliquei acima..

    • Edson Fernandes

      Aqui no BR ela esta pagando por má administração.

      • Rodrigo Pasini

        Aqui o governo estaria multando ela e o dinheiro ficaria pra algum orgão autuador.
        Os consumidores, esses que se lasquem.

  • Danilo

    Não tem pra onde correr, dificilmente haverá uma grande empresa sem qualquer ilegalidade ou falcatrua, isso praticamente em qualquer ramo, o negócio é pesquisar bastante e ter paciência na hora de escolher o próximo carro.

    • Lucas de Lucca

      A pesquisa é possível em produtos com mais tempo de mercado, agora em produtos novos é uma roleta russa. Por isso que as montadoras que soltam veículos sabidamente com problemas crônicos tem mais é que serem processadas mesmo e o mercado deveria responder não comprando os produtos delas por um tempo.

      • Danilo

        Sim, foi por isso que eu disse que além da pesquisa precisa ter paciência. Meu carro atual eu comprei na data do lançamento, mas pesquisando sobre o mesmo meses antes, projeto, desenvolvimento, equipamentos, engenharia e analisando as opções do mercado. No caso da Ford, acho merecido a fama e a posição dela no mercado nacional, fizeram merd@ das feias com esse câmbio e pagaram por isso! No meu ponto de vista o brasileiro correspondeu bem.

    • The_Prosecutor

      É que nem o Maluf: “rouba mas faz”

    • TchauQueridos

      Pois é…quanto maior a empresa maior é a proporção das gambi…

  • Lucas de Lucca

    Mas ainda tem gente que jura de joelhos que não dá problema, é mito, lenda da internet, invenção de quem nunca teve para denegrir a marca. Vai vendo.

    • Romualdo Vieira

      Com o DSG é a mesma porcaria. Fiz um vídeo do meu passat na internet que esse câmbio tranqueira dá pau, e tem alguns fan boys que me criticam por expor, dizem que chipei o carro, que fiz alterações, sendo que era tudo original. É de doer na alma até aonde vai o amor incondicional por uma empresa. Não dá pra entender!

      • th!nk.t4nk

        Na verdade estatisticamente o DSG não é problemático. Houveram casos no Brasil, mas na Europa foram raríssimos. Tanto é que esse é o câmbio mais vendido de toda a Europa há muitos anos, e continua com excelente fama. Eu nao sei que cagada fizeram no Brasil com algumas unidades (montagem incorreta?), mas nesse caso o importante é que a empresa te dê todo o suporte necessário pra resolver o problema. Se eles fizeram isso, tá dentro do aceitável pra um problema que não é generalizado.

        • Romualdo Vieira

          Aqui no BR é problemático sim (ou foi pelo menos até 2014 ~ 2015, porque abandonei de vez qualquer vontade de ter um carro com câmbio DCT). Devem ter errado grotescamente na tropicalização então, já que na Europa isso não ocorre. Na época, eu era funcionário de uma rede de concessionárias e dentre elas, tínhamos uma VW. Era comum Jetta 2.0 tsi a rodo com problema de programação no dsg ou mecatrônica ferrada. Especialmente clientes que usavam em trânsito pesado (capital paulista). Os relatos das pessoas que ainda entram em contato comigo pelo meu vídeo (que já tem muitos anos no ar) corroboram com isso igualmente.

          • Marcos Megda

            Eu OUVI falar que o caso dos DSG banhados a óleo, o problema era a questao da temperatura que chegava devido o calor das regiões mais quentes. Quando li isso, foi falando de problemas recorrentes na áfrica, onde as temperaturas estavam sendo muito altas, causando danos ao cambio. Estavam tentando óleos alternativos para resolver.
            O DSG a seco o problema mais encontrado era em lugar com pavimentação ruim. No meu caso, que tive o Golf com DSG 7, nunca teve problemas. Rodava majoritariamente em estrada, e estrradas boas. Quando vendi, ele foi pro Sul, tambem em estradas boas. Está no terceiro dono, com 150mil km rodados e em perfeitas condições ainda.

            • Romualdo Vieira

              Excelente relato. No meu caso, eu vendi o passat com quase 100k km, mas fiz manutenção várias vezes no câmbio. Meu uso era severo no dia a dia (SP com trânsito a dar com pau) e viagem aos finais de semana. Não aguentou. A VW teve a cara de pau de falar que era porque eu mantinha o auto hold ligado o tempo todo (se é função do carro não pode simplesmente danificar o câmbio por estar ligado). Mas excelente seu relato. De repente o câmbio é bom para quem usa com estas características que mencionou.

        • Rogério R P Jessy

          O DSG 6 banhado a óleo sim, o amigo de cima deu azar, pois realmente é raro dar problemas mas o DSG7 a seco, esse sim deu problema, inclusive na Europa, no Brasil houveram mais casos por conta das nossas vias que são precárias mas o problema foi geral.

        • FocusmanBA

          Olha, a VW não tem boa fama quanto a suporte aos clientes. Nos EUA ela teve bastante problemas com Audis equipados com DSG7 e por causa disso lançou o Golf Mk7 com cambio tiptronic.

          No Brasil a VW nega que o DSG7 que equipou o Golf dá problema (geralmente ligado a corrosão causada por chuvas fortes) e não fornece garantia adequada.

          No caso da Ford é lamentável o ocorrido, mas como conheço bem a Ford como empresa e em todos os valores que ela preza, acredito que todo o time deve ter pensado que a solução viria de maneira rápida e que os clientes não seriam prejudicados. O suporte dado pela Ford no caso Powershift é exemplar e nunca vi na história da indústria moderna nenhuma companhia fazer o que Ford fez quando não obrigada. Temos diversos casos e nenhuma ação dos fabricantes quanto a campanha e troca de peças, mesmo quando o cliente estragou o carro por mau uso.

          Um dado que muitos não sabem. Muitios clientes estragam seus veículos de propósito na ansia de receber um conjunto de embreagem novo, principalmente quando compram os veículos usados.

      • Lucas de Lucca

        Cara fanboy existe em todo lugar e de todas as marcas infelizmente, assim como os haters.
        O DSG molhado óbvio que também da problema, mas pelo que leio a respeito aconteceu mais em caixas de veículos mais antigos, hoje em dia quase não vejo reclamações de defeitos e os que dão, realmente são por abuso com preparações muito agressivas. E também, comparado ao DSG seco os problemas são bem menores, é uma transmissão bem mais robusta e confiável. Trocando o óleo no tempo ou km especificado no manual não terá muitos problemas.
        Hoje eu teria um DCT molhado sem medo nenhum, mas não teria um DCT seco nem de graça, da marca que for.

        • Romualdo Vieira

          Eu sei lá. Depois da canseira que a VW me deu, não compro mais DCT nem f.*.

          • Lucas de Lucca

            Te entendo e não tiro sua razão hehehe. É muito desagradável passar pelo transtorno e realmente te leva a pegar birra e não querer a razão dos seus problemas nem de graça. Para a sua felicidade (e de todos) estão chegando essas novas transmissão AT8 que conseguem se aproximar da velocidade do DSG e nos inspiram mais confiabilidade. Aí dá para fugir mais tranquilo das DCTs sem perder tanto em eficiência.

            • Marcos Megda

              Eu particularmente nunca dirigi um Automático convencional tão bom quanto os DSG. O melhor que já usei foi a 320i e compass diesel. Outro muito bacana é do mini cooper S. Ainda assim a esportividade do DSG foi fantastica. Gostei muito do Multitronic do A4. Achei que ia ser xoxo, mas me surpreendeu bastante. Foi foda sair dele pro AT6 ainsin kkk

              • Lucas de Lucca

                Com certeza, o funcionamento dos DSG para mim também não tem igual. Tenho curiosidade de guiar esse A4 CVT para ver como é a pegada dele, mas nunca tive oportunidade. E sim, sair de um DSG para o Aisin é um baque mesmo, acho uma sacanagem terem adotado ele no A3. Nos VW tudo bem é até aceitável, mas na linha Audi deveriam ter feito o mesmo que fizeram na Tiguan 1.4 que usa o DSG6, resolvendo assim os problemas do DSG7 sem perder desempenho e eficiência.

                • Marcos Megda

                  Penso a mesma coisa cara. No A3 tinham que ter colocado o DSG6, ia ser outro carro. Eu relevei a suspensão traseira por eixo de torção, pq realmente a diferença é pequena. O aumento da altura da suspesão ajudou no conforto na cidade, mas na estrada tende a flutuar um pouco a traseira, mas nada alarmante.
                  Esse cambio do A4 é muito bom. Nunca me deu problema e sempre fiz a manutenção bem certa. Na cidade o conforto é imenso e na estrada dá pra ter esportividade com a simulação de marchas e as borboletas. Achei um equilíbrio fenomenal. E conseguia ser economico tambem.

    • Na verdade o problema não ocorre em 100 por cento dos carros equipados com esse câmbio, por tal motivo tem pessoas que dizem que não dá problema. É como o cigarro, não é porque você fuma que vai pegar câncer, conheço pessoas que fumam há 40 anos e nada de problemas de saúde, mas seria tolice afirmar que cigarro não causa câncer.

      • Ernesto

        Mas o problema é que essas pessoas juram que é tudo balela, que é coisa de hater.

    • FocusmanBA

      Se você ler a reportagem original verá que o problema afeta os carros até 2016. Depois disso conseguiram finalmente resolver o problema, No Brasil a mesma atualização ficou disponível ao menos para o Focus após março de 2017. Para o Fiesta e Eco eu não sei.

      • André Andrews

        Tudo bem Focusman? Meu Focus foi comprado em 01/17, mas fiz as revisões fora de concessionária, exceto a primeira.

        Aquela garantia estendida do câmbio é somente para quem está com o plano de manutenção feito em concessionária, correto?

        • FocusmanBA

          Olá André, tudo bem e você?

          A garantia extendida do câmbio e módulo de controle cobre carros que não receberam manutenção programada também. Entretanto nem todos os carros recebem essa garantia. Para ter certeza que o seu recebeu, entre em contato com o Ford Assistente com o número do chassis do seu carro e confira. Grande abraço.

          • André Andrews

            Ok, muito obrigado. Meu carro vez ou outra, em subida, ao arrancar, dá tipo uns “soquinhos”, como se fosse umas interrupções na aceleração. Tomara que demore a piorar.

            • FocusmanBA

              Isso é normal no sistema. Lembre-se que é uma embreagem acoplando no volante do motor, como num carro manual, então tem muitas variáveis para o sistrma interpretar e acoplar a mesma numa velocidade que não cause tranco. É uma característica que você vai encontrar em qualquer veículo com câmbio DCT. Com fé em Deus seu carro n terá nenhum problema.

              • André Andrews

                Entendi. Valeu!

  • Carlos AM

    Notícia que não surpreende ninguém.
    Infelizmente por pressa e redução de custos quiseram lançar o câmbio mesmo assim, com defeitos com a estratégia do consumidor fazer o teste do produto para eles, para que fossem ir ajustando ao longo do tempo mas o projeto se mostrou tão defeituoso que mesmo assim não conseguiram corrigir.

    Além do mais mostra para os fiéis fãs do câmbio que ele não quebra não, é papo da internet, dos pilotos de teclado que são fã boy da VW e inventaram isso.

    • Lucas de Lucca

      Pois é… sempre que falo mal desse lixo de transmissão os fanáticos do “o meu nunca deu problema, você é mentiroso e nunca teve o carro” aparecem para me xingar. Chego até “tremer” aqui hehehehehe

      • Alaor

        Pra minha felicidade, uma hora a conta vai chegar pra esses fanboys sem noção. Faz parte do projeto do câmbio rsrsrs

  • JCosta

    Câmbio automatizado é isso mesmo: porcaria. Podem ser modernos e tal (os amantes da esportividade amam a DSG, por exemplo), mas são pouco confiáveis. Prova disso é a escolha da VW pelo Tiptronic em desfavor da DSG em alguns mercados, como os EUA e até no BR também.

    • Cesar

      Aqui eles trouxeram o DSG também. Quando viram que ia dar buxa,tiraram de linha. Bem diferente da Ford que deu uma banana para o povo.

      • Lucas de Lucca

        Pior de tudo foi querer enganar o comprador quando mudaram o nome para AT Sequencial, ninguém falava mais em Powershift e os vendedores juravam de pés juntos que não era mais a famigerada caixa problema. Me lembro que numa revisão do meu Fiesta no começo de 2017 eu estava no show room vendo um Focus e disse ao vendedor que era uma pena ele ainda usar o câmbio DCT e que provavelmente iria pegar um carro da concorrência devido a isso, nossa, ele fez de tudo para me convencer que não era. Até chamou o chefe da oficina para me explicar que era uma transmissão nova. O mais cômico foi o chefe que ao perceber que eu sabia de mecânica e não era bobo, dizer que realmente era o mesmo câmbio e só tinha mudado o nome. Foi impagável a cara do vendedor. A Ford foi muita rata, e hoje paga nas vendas pífias esse tratamento para com o consumidor e para completar a desgraça ainda vê a VW rodeando como um urubu para destrinchar os restos da carniça.

    • Danilo

      Não é bem assim, grandes marcas como Ferrari e cia usam automatizados de dupla embreagem. Calma lá jovem! A Vw tirou o DSG caixa seca, o banhado a óleo se mostrou bastante competente e confiável, tanto em modelos com “baixa” potência como os mais parrudos.

      • th!nk.t4nk

        O DSG é o câmbio automático mais vendido de toda a Europa há muitos anos, e sua fama é ótima. Mas como tudo nessa vida, pegou má fama no Brasil por conta de falta de “tropicalização” e outras cagadas. Agora já era, o povo vai ficar usando as caixas antigas pra sempre nesse país.

        • Danilo

          Pois é, fama aqui no Brasil beira o estúpido, tanto pro bem quanto pro mal, vide Toyota que vende absurdos por causa da fama e o DSG6 que é tão criticado por causa da fama do DSG7. Coisa de louco!

        • FocusmanBA

          Vai ser igual motor 16V….

      • JCosta

        Estamos falando de veículos como Fiesta e Focus. Quem tem uma Ferrari, pouco se importa com a durabilidade de uma caixa automatizada.

        É como comparar alhos com bugalhos.

        • Danilo

          Ledo engano! Não se de onde as pessoas tiraram que rico não liga pra durabilidade do carro, não liga pra consumo de combustível, não liga pra gasto de energia. Quem não liga pra isso é quem não suou e trabalhou duro para ser rico, quem ganhou herança ou prêmios, qualquer pessoa que tenha dado duro pra ter seu dinheiro se importa sim com durabilidade, consumo, etc… Se não fosse assim Ferrari não seria carro de final de semana e sim carro pro dia a dia.

      • João Senff

        Câmbio Ferrari não é exemplo de durabilidade nenhuma kkkkkkkk.

    • Lucas de Lucca

      Não confunda automatizado de dupla embreagem seco (bombas do tipo Powershift e DSG7 DQ200) com os que trabalham imersos como o DSG6 DQ250 que estes são muito mais confiáveis, duráveis e eficientes. O problema é que se tornam caros para isso e o erro foi justamente esse: querer simplificar e baratear uma tecnologia tão complexa. O resultado foi essa enxurrada de problemas.
      Pelo menos a VW ao ver o pepino correu tirar de linha. A Hyundai Tucson que também usa uma DCT seco é outra bomba relógio, tanto é que nos EUA há vários relatos de problemas idênticos ao do Powershift e se não me engano li em algum lugar que a mesma já foi substituída lá.

      • Ernesto

        Lucas, e esse câmbio automatizado que a Chery está usando nos Tiggo5 e 7, é embreagem a seco? Sabe dizer? Me parece que é o mesmo fornecedor do powershift, a Gertrec.

      • JCosta

        Considerando que a reportagem está falando de veículos quase populares, o custo de reparo e manutenção preventiva é preponderante. E é exatamente por isso que esse tipo de câmbio não presta.

        É como você falou: simplificaram algo complexo sem se atentar para a confiabilidade.

    • Rogério R P Jessy

      Engano seu, tiraram o DSG7 a seco, mas o DSG6 continua firme e forte (GTI e GLI)

  • Hodney Fortuna

    A própria Ford montou sua morte antecipada! Apostou numa receita fracassada de dispositivo afim de cometer suicídio corporativista! Não é de hoje que tenho pensado que a Ford desejava sair de vez do mercado automotivo para apostar em outros setores que ela planejava executar.

  • leandro

    Quero ver aparecer aqui:
    “Tenho o meu Focus a X anos e o câmbio é maravilhoso, nunca tive problemas. Isso é com um ou outro caso isolado..”

    Minha resposta a você:
    Sorte! Se livre o quanto antes pois é apenas uma questão de tempo!

    • Ducar Carros

      É possível que esses que não tiveram problemas tenham rodado pouco sob trânsito severo. Parece que a maioria dos problemas são justamente de carros que ficam a maior parte do tempo parados no trânsito.

    • João Ricardo da Silva

      Leandro, tenho fastback titanium plus 2016 que está com 56.000 km rodados e até agora não tive problema algum. Estou muito satisfeito com o carro.

    • Tinha um maluco ai que sempre que tocavam nesse assunto era o primeiro a aparecer…agora nem aparece.

      • 4lex5andro

        O que tinha Focus até no nick-name né.. Pois é, esse brother ainda não apareceu nos comentários.

        Mas também, no caso do Powershift, a Ford é indefensável.

        • Ernesto

          Esse é o Focusman. Mas tinha um outro, se não me engano, Jander ou Vander, algo assim, que dizia ter 3 carros da Ford, todos com câmbio automatizado, e nenhum dava problema. Eram carros que inspiraram os comerciais da Caoa, sabe? Os melhores do Mundo! Rsrsrsrs

  • Hodney Fortuna

    O conjunto atual do Ka poderia ter dado uma sobrevida ao modelo Fiesta, bastava acoplar o mesmo câmbio AISIN do Ka no Fiesta, já que ambos usam a mesma plataforma. Mas a Ford queria mesmo era matar o modelo intermediário compacto aqui.

    • Felipe Cit

      Verdade… O Fiesta com a caixa da aisin seria uma excelente alternativa, inclusive para o futuro mercado de usados…

    • Lucas de Lucca

      Só uma correção, a transmissão do Ka não é Aisin e sim uma 6F15 de origem GM/Ford. No mais concordo com você, se tivessem acoplado ela ao Ecoboost 1.0 e tivessem flexibilizado o propulsor o Fiesta ainda teria lenha para queimar. E também não deveria ter feito esse último facelift que ficou de gosto bem duvidoso.

      • Hodney Fortuna

        Bom saber! Pensei que o cambio fosse origem AISIN. A VW usa o AISIN até no Gol.

  • Chap

    Toyota, VW, Mitsubishi, Ford… Não dá para confiar em ninguém, hein.
    É o “livre mercado”, não ter o Estado a parte para regular/controlar certas atividades que são sensíveis e de âmbito mundial e aí acontece isso, porque o ser humano infelizmente precisa de controle, ele é por natureza inclinado para o mal.
    Em 2008 o governo dos EUA pouco controlava o setor bancário daquele país e deu no que deu… Hoje em dia eles monitoram muito mais essa atividade, para impedir que novos desastres aconteçam.
    Eu espero que essa notícia caia como uma bomba para a Ford e afete seu caixa (com novos processos e diminuição de vendas), pois no momento só assim para fazer uma empresa e seus executivos repensarem suas condutas.

    • Lucas

      O controle foi feito pelo próprio mercado. Se por esse e outros motivos a Ford está à beira da falência no Brasil, que é um país de tolos, imagina como ficou a fama nos lugares mais desenvolvidos.

    • Lucas de Lucca

      Quem faz esse controle é o mercado amiguinho, como o fez. Basta ver os prejuízos que a Ford tomou no Brasil e mundo a fora com o decréscimo das vendas. Você está de brincadeira de achar que algo corrupto como é o Estado controlar isso seria benéfico. Sabemos muito bom que o controle estatal é baseado em quem molha a mão de quem. O Estado deveria apenas se preocupar com educação básica, segurança pública, saneamento e infraestrutura. O resto quanto menos se meter é melhor.

      • Me desculpe, mas se essa regra se aplicasse na aviação ou medicina? Tipo um fabricante cria um avião mais barato e depois de cair 10 aeronaves ninguém mais compraria? E as mortes que ocorreram até então? Ou um laboratório lança um medicamento e esconde do público que ele não pode ser usado por pacientes com diabetes (mero exemplo ) causando a morte desses? Eu concordo que um estado não deva controlar tudo, mas alguns setores como aviação, medicamentos, alimentação e grandes obras ( como barragens ) precisam ser altamente fiscalizadas. Lembra da boate Kiss? Como o livre mercado vai impedir de que isso não ocorra novamente? Simples, o governo fiscaliza e fecha o estabelecimento se não estiver dentro das normas, livre mercado jamais faria isso.

        • Cesar

          A Boeing fez um desses recentemente. Caiu dois.

          • Ernesto

            E por isso ela perdeu (ou perderá) o posto de maior fabricante de aviões do Mundo para a Airbus.

        • Aristênio Catanduva

          737 max lotam o estacionamento dos funcionários da fabrica nos EUA

  • Zé Mundico

    Que o câmbio dá problema, isso é inegável. Basta pesquisar os milhares de casos aqui mesmo no Brasil. Mas também é bom lembrar que tem gente com esse câmbio e que nunca teve problema. E o que isso quer dizer?
    Quer dizer que o câmbio não foi desenvolvido nem testado o suficiente em diferentes condições de uso, ou que faltaram sistemas de aferição dos materiais empregados.E para piorar, negligenciaram evidências de que a câmbio estava bichado e empurraram o problema com a barriga apostando num cala-boca para os consumidores.
    Enfim, fizeram um câmbio na bacia das almas, cortando despesas e pulando etapas para lançar o produto na praça. Trabalho de amador, resultado de amador. Tomaram lá dentro sem graxa.

    • Alaor

      Essa decisão de lançar esse câmbio nas coxas acabou por enterrar as finanças e a imagem da Ford mundo afora.

    • Paulo Lustosa

      Nessa acho que deveria responder solidariamente a Getrag também, pois é dela o câmbio Powershift.

  • Alvarenga

    A verdade é uma só: Caixas automatizadas são péssimas a menos que tenham uma execução primorosa ( e cara ). Um exemplo são as caixas de Porsche ( ou o sistema da caixa de 6 marchas da VW ). O que acontece é que para baixar custos varias montadoras adotam sistemas mais simples em seus veiculos de custo baixo / medio, e o resultado é muito próximo de um lixo em termos de durabilidade e / ou atributos.
    E abram o olho tambem com caixas CVT pois é outro “monstro” que só da certo sob parametros muito estreitos. Não admite tolerancias abertas, qualquer coisinha vira lixo tambem. Principalmente cuidados com o óleo, do qual é muito dependente pra funcionar direito.

    • Edson Fernandes

      Vc esta certo qto a CVT. A diferença abissal aqui é que o CVT só tem um unico ponto que no futuro será prejudicial: A não manutenção. Nisso a Honda acerta em dizer da necessidade de troca do oleo da caixa.

      Aí vejo o cara que pagou R$100000 num HRV chorando manutenção de troca de oleo da transmissão. E ainda diz no clube dela: “Vou deixar para o proximo dono e não farei a manutenção”.

      E prevejo que isso pode ser um forte indicio de mtos problemas de fato. Foi o que ocorreu no passado com a Nissan (e elka trocou a trnasmissão para uma geração mais nova que requer até um oleo mais duradouro e melhor adaptado que é o NS3).

      • Lucas de Lucca

        E complementando o mesmo vale para o DSG e PDK que trabalham imersos no óleo citadas por ele. Se não trocar o óleo vai ter dor de cabeça. E por mais que alguns digam que não, para mim caixas epicíclicas convencionais com conversor também devem trocar o óleo. Me revolta por exemplo a GM do Brasil não indicar a troca da 6T40 do Cruze e nos EUA a mesma mandar trocar a cada 40 mil milhas. Óleo long-life é meus “zóvos”.

        • Paulo Lustosa

          eu troco óleo de caixa manual, quanto mais de AT

          • leomix leo

            Fiz isso em um C4 Hatch 2011que peguei, o mecânico disse que não precisava, mais mesmo assim troquei.

        • Matheus Girelli

          No manual do Cruze manda trocar. Até já falei com meu advogado e se der pau e a concessionária não tiver feito a manutenção aí o pepino passa a ser deles

          • Lucas de Lucca

            O manual do meu que é 17/17 não fala nada de troca, não sei se atualizaram então nos novos. Outra curiosidade, no manual do meu manda usar óleo de motor 5w30 e no do 18 em diante pede o 0w20. Me pergunto se de fato mudaram algo no motor ou se veio errado no manual dos 17.

            • Matheus Girelli

              O meu é 2012 e pede manutenção. Não sei se por preguiça eles só traduziram o manual ou se na segunda geração tiraram, mas de qualquer forma o 6t30/40 pede manutenção

        • Edson Fernandes

          Infelizmente as concessionarias por conta do fabricante tm que dizer que é oleo long life pq nõa querem dar garanta de transmissão. Qtos atingem 100000km em dois anos? (dizendo um tempo médio de garantia)

          Então quem pega carros que podem dar problemas pela falta de manutenção, podem ser terceiro ou quarto donos já….

          Dureza.

        • Edson Fernandes

          Ahhh esqueci de dizer… Dizem ser long life, mas tem o oleo a venda.

          A renault mesmo diz que só troca o oleo qdo tem alguma anormalidade…rs bizarro.

      • Diego G. de Lima

        Os Honda mandam trocar a cada 40km ou dois anos, não? O meu tava com 20 km, mas bateu dois anos e a Css trocou o óleo.
        Só me questiono se esse é realmente o único cuidado que tem que ter.
        Nem brinca com problema no CVT, um novo sai a bagatela de uns 7 mil reais, ou mais.

        • Matheus Girelli

          Ainda é barato. Uma caixa do cruze é 10 pau e tem orçamento de dsg beirando os 20 mil facilmente

        • Edson Fernandes

          Te confesso que nõa sei lhe dizer por tempo. Talvez tenha no manual essa indicação, ok?

          Mas se chegar nos 40000km se troca sim. Eu memso no Fluence estou chegando na minha terceira troca de oleo CVT.

    • Romualdo Vieira

      A DSG não é confiável nem a banhada a óleo (que é a mesma Stronic da audi). O que tem de Jetta 2.0 tsi / audi A3 fudido não tá escrito. Meu passat fudeu a mecatrônica aos 50k. Mesmo sendo tudo original e manutenções na concessionária. Automatizado nunca mais!

      • Alvarenga

        Me surpreende um pouco ler isso porque nunca tive informação de tantos problemas na de 6 marchas, apenas na de 7 marchas, que ja é uma outra configuração.
        Inclusive tem muito maluco por ai aumentando potencia e torque e mantendo a caixa original sem problemas, pelo menos de imediato. Soube de aumentos para até cerca de 320CV e 38Kg.m de torque sem estourar ( nos primeiros Km pelo menos, depois eu ja não sei ).

        • Lucas de Lucca

          Esses 38 kgfm para a DQ250 original está tranquilo pois ela suporta até 40,7 kgfm e provavelmente ainda tem uma margem.

    • Marcelo Alves

      Esse CVT é aquela transmissão que demorou muitos anos para ser desenvolvida no Japão e só deu certo por uma sequência de “milagres”, lembro de ter visto um documentário contando a história dos japoneses da Nissan no desenvolvimento desse câmbio. Qualquer coisa mínima fora dos parâmetros fazia o câmbio CVT quebrar ainda durante os testes!

      Segundo o documentário que eu vi, essa transmissão só deu certo quando um engenheiro químico conseguiu desenvolver um tipo de óleo bem específico para atender a todas as necessidades de atrito, temperatura e proteção, pois se tentasse usar qualquer outro óleo que possuísse uma configuração molecular diferente o câmbio simplesmente quebrava depois de vários Km de testes!

  • Rodolfo Deo

    Montadora pilantra

  • André

    Não sabia de nada. Até os vendedores das concessionárias falam que é cambio Automático para não perder venda(e se perguntar se é automatizado eles desconversam). Não sabia de nada que era automatizado de dupla embreagem e que era problemático.

  • RKK

    Não é à toa que agora a Ford está sendo absorvida pela VW.

    • Lucas de Lucca

      Não sabia que a Magna havia absorvido a GETRAG. Boa informação.

    • Fanjos

      >Chines
      >Powershit
      >tá

      Qual a chande de isso dar uma fossa séptica imensa para os donos no futuro? Sem contar que esses carros não vão valer uma batata rançosa em fim de feira na hora de passar essa Hiroshima para frente

    • Cesar

      Coragem de quem comprar.

    • Triton

      Mas já tem um tempo que o Tiggo 7 foi lançado na China com esse câmbio e, ao que parece, não há relatos de problemas.
      Mesma coisa aconteceu com o Tiggo da geração anterior, que usou câmbio AL-4 por muitos anos e não se ouve falar dos problemas que tal câmbio dava nos PSA e Renault.
      Parece que a engenharia da Chery tá melhor que a dessas marcas mais tradicionais.

      • RKK

        Nós temos acesso à dados da República Popular da China ?

        • Triton

          Temos sim. www . baidu . com ; www . youku . com . Se não souber mandarim, só usar um mecanismo de tradução. Brincadeiras à parte, se houvesse problemas, já teriam dado um jeito de espalhar. A concorrência sempre tem interesse nesse tipo de notícia.

  • beto

    Câmbio automático confiável continua sendo o velho conversor de torque, mesmo assim nem todos.

  • V12 for life

    Era de se esperar que uma empresa aprendesse com os erros, mas pelo jeito a Ford não só esqueceu do Pinto como resolveu repetir o erro.

    • 4lex5andro

      Pois é, um dos casos mais imorais da história da indústria automotiva mundial em todos os tempos.

      Mas como a Ford não era Tucker, continuou no mercado.

  • Fabio Vieira

    A multa deveria ser dobrava, já que a Ford ágil com más intenções, pois sabia do problema antes mesmo do lançamento, poderia ter evitado mas não quis, preferiu colocar a vida das pessoas em risco, total falta de respeito com o consumidor, a multa deveria ser bilionária e exposta ao mundo como forma de aprendizado para todos os demais que também fazem o mesmo.

    • Francisco Helio

      Multa bilionária, empresa quebra e governo (americanos) socorrem… é bem assim.

  • Ric53

    Tal lá como cá.. acaba servindo de consolo, grandes corporações se safam em qualquer lugar do mundo

  • Leonardo Vasconcelos

    Roda do Fiat Stilo
    Tanque de combustível do Chevrolet Vectra
    Barra estabilizadora da suspensão do VW Logus

    Não tem santo nesse mercado.

    • Francisco Helio

      Amortecedores dos Renegade/Toro/Compass.

      • Leonardo Vasconcelos

        O que há com eles?

      • Vae Victis

        ???

  • Rafael Neves

    Ainda bem que deu tempo pra me livrar do meu Sedan… apesar de ser um carro gostoso de dirigir trocou de cambio por 2 vezes antes dos 25.000 kms…adeus a esse cambio para NUNCA mais ter outro

  • Benny Blanco

    E ainda há quem defenda este lixo de câmbio.

  • E tinha um cego e surdo nos comentários que achava que as reclamações eram infundadas….
    Quem não tinha problemas, pq ele tinha…Cadê o PALHAÇO? Sumiu?
    kkkkkkk Era um comedia.

  • zeh

    …prevejo Ford’s com Powershift encalhados em estacionamento no futuro….um futuro nada bom…kkk

  • Agora veremos se o patriotismo americano vai influenciar nas punições já que o defeito em questão coloca vidas em risco.

  • Ronni Reis

    Estou com meu terceiro Focus, porém é o manual 1.6L SE Plus, gosto muito do carro, porém é tanta notícia ruim que to querendo vender, pois creio vou ter uma depreciação enorme.

    • Ernesto

      Na verdade, se você pesquisar na Webmotors, verá que o seu carro tem praticamente o mesmo preço de um 2.0 SE Plus pois este tem o complicado câmbio powershift.

    • Lucas de Lucca

      Mas o seu é bom poxa, o problema é o câmbio PS, o seu é manual, excelente carro. Não esquente a cabeça e curta o bichão.

  • delvane sousa

    Motores THP: corrente do motor, turbina que bebe óleo.

    • e3965

      Sinto dó dos desavisados que compram usado um PSA com esse motor.

  • Thyago Vieira Alves

    Focus powershit, já tive e posso falar, se não teve problema um dia ainda vai ter.
    Simples assim, só espere…

  • Whering Alberto

    Uma curiosidade…se o câmbio mudar para N durante a condução o carro para na hora ou vai reduzindo (drasticamente) a velocidade? Ou algo mais? Quebra tudo?

    • cepereira2006

      É como se uma marcha de um câmbio manual escapasse e a alavanca pulasse para o ponto morto. Se você estiver no meio de uma ultrapassagem seria um baita problema. Em uma condução normal, ao menos um susto o cara leva. Fora a perda da confiança no carro, que é o pior.

  • Danilo Soave

    F.O.R.D : Fix Or Repair Daily

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email