EUA Manutenção Mercado

EUA: furacão Harvey destrói um milhão de carros só em Houston

texas-harvey EUA: furacão Harvey destrói um milhão de carros só em Houston

O furacão Harvey já passou – embora Flórida e Caribe voltem a se preparar para o Irma, que já está em categoria 4 – mas deixou um rastro de destruição e morte pelo sul dos EUA. No tocante aos automóveis, a supertempestade destruiu pelo menos um milhão de carros, mas esse número não é uma estimativa nacional, sendo referente apenas à cidade de Houston, Texas.



A cidade foi uma das mais atingidas pelo furação que, destruiu pelo menos 40 mil casas na cidade de pouco mais de 2 milhões de habitantes, mas Houston tem uma área metropolitana com 5,9 milhões de pessoas e milhões de carros em circulação. O número de carros danificados – em sua maioria por alagamento – pode ser ainda maior, visto que muitos moradores ainda estão retornando para suas casas e muitos veículos ainda podem estar submersos.

Houston é uma das cidades americanas onde os habitantes mais dependem do carro. Por anos, políticos locais tentam implementar um sistema de transporte mais eficiente, mas 94,4% das famílias da mais populosa do Texas – considerada a quarta maior dos EUA – possuem pelo menos um carro. A média é de 1,8 carro por habitante.

Em apenas um dia, 100 mil pedidos de seguro foram feitos em Houston, sendo que 75% de perda total. Especialistas dizem que os números ficarão ainda maiores nos próximos dias. Já se calcula o impacto no mercado automotivo da cidade de US$ 2,7 bilhões a US$ 4,9 bilhões. Sem muitos de seus carros, a cidade parou e até os serviços de emergência e assistência estão sofrendo com déficit em suas frotas.

Por isso, locadoras dos EUA estão enviando milhares de carros alugados para a região. Serviços como Uber e Lift não dão conta do recado. Com o desastre, muitos estão mesmo é colhendo frutos com o aluguel de veículos, pois a maioria dos proprietários com carros danificados inicialmente alugarão automóveis até que os seguros cubram as perdas e entreguem um carro novo.

Embora a previsão seja de um impacto negativo nas vendas de carros nos EUA em 2017, por conta desse furacão, o mercado de usados e frotas de aluguéis, que estavam em níveis elevados e gerando prejuízos de milhões de dólares agora poderão respirar aliviados com a crise automotiva do Texas. Mas as marcas de automóveis também estão de olho em Houston. Pelo menos Ford e Volvo já começaram a dar bons descontos para seus modelos na região.

Uma pesquisa apontou que apenas 15% dos carros do Texas não possuem seguro, mas entre os 85% restantes, pelo menos três quartos tem seguros que cobrem danos por inundação. Assim, estima-se que uma pequena parte dos proprietários de veículos terá de arcar com os gastos para reparar ou adquirir um carro novo. Mas, há outra preocupação: fraude. A Carfax, consultoria automotiva, estimou em 2014 uma frota de 800 mil carros fraudados em seguros, sendo que 650 mil deles por inundação. Mas, uma coisa é certa, os seguros em Houston irão subir enormemente nos próximos meses.

[Fonte: Wired]Foto: Marcus Yam/LA Times]

 

 

  • Mr. Car

    Se já me dói ver os carros comuns que são destruídos em enchentes no Rio ou São Paulo, imagina pensar no tanto de coisa bacana que se perdeu com a passagem deste furacão.

    • Bruno Alves

      Né… Imagina o que deve ter de V8 que foi pro cemitério por lá esses dias…

      • th!nk.t4nk

        Tenho amigos que deixaram carro e casa pra trás. O seguro cobre o carro geralmente, mas a casa não. Perderam praticamente todos os móveis e eletrodomésticos, virou tudo lixo. Por outro lado, sabem que em pouco tempo trabalhando recuperam tudo. E se fosse no Brasil, como teria sido? Se bobear nem estariam vivos.

        • Depende das posses de cada um mas se trabalharem como trabalharam antes também podem sim muito bem conseguir tudo de novo, não sejamos levianos. Todo país é igual, vcs ficam nesse mi mi mi todo por causa dos governos, mas lembra da epoca do Katrina como criticaram Bush por não fazer nada, até agora não vi ninguem chamar o Trump de racista, não sei se ele esta ou não fazendo algo.

          • th!nk.t4nk

            Nao é bem assim Liberlander. Pra conseguir tudo de volta, no Brasil o cara teria que trabalhar muitos anos. Já nos EUA em poucos meses dá pra voltar à normalidade. Sem essa de “todo país é igual”. Quisera fosse assim mesmo, ninguém iria querer cair fora. Quanto ao Trump, ele mandou bastante ajuda sim, embora eu nao seja fã do cara.

            • Toda generalização é burra, não se sabe das posses de cada um aqui ou lá pra ficar falando. Isso é uma bobagem, mas pra eles tanto faz, eles sabem que de tempos em tempos isso irá acontecer e ja contam com isso no seu “orçamento”.

              • Luis Burro

                Eh vdd,muita gente nao saiu pq nao tinha condicoes nem de fugir,imagina comprar tdo de volta.

              • th!nk.t4nk

                Que generalizaçao Liberlander? Conheço bem a região, tenho muitos amigos em Houston, e conheço também bem a realidade brasileira. Nao tem essa de “posses” nao, em início de carreira e pagando financiamento da universidade, ninguém consegue guardar tanto assim nos EUA nao (e depois com filho muito menos). O que ocorre é que é simplesmente barato comprar tudo de volta, enquanto no Brasil tomam-se anos da vida pra pagar por estes bens. Sonha que o povo de Houston tem um orçamento especial pra furacoes! Isso nao existe cara :)

            • Luis Burro

              Mas no final foi omisso como o outro,pelo tamanho deveria ter mandado bem mais.E olhe q ele teve o q aconteceu com o busch como exemplo.
              Apesar do estrago maior,no katrina a situacao me pareceu um pouco pior.O estado da Louisiana deve ser bem mais pobre q o texas.

        • MMM

          Em geral vc pode contratar coberturas suplementares nas apolices. Principalmente se mora em regioes de risco de enchentes, etc.

        • Luis Burro

          Como eh q o seguro nao cobre casa,qm vai morar dentro do carro?

          • th!nk.t4nk

            Luis, em regiao costeira no sul dos EUA normalmente você nao consegue ter cobertura contra enchentes de sua casa. Isso é meio que padrão. Nao estou dizendo que nao exista seguradora que cubra, mas boa sorte pra achar alguma que se arrisque. Esse lance de “ah é só contratar cobertura suplementar” nao é bem assim, o produto simplesmente nao é oferecido pela grande maioria das empresas.

  • Fabio Marquez

    Seguro é igual air bags, controle de estabilidade ou cinto de segurança, quando você menos imagina vai precisar muito de um. Dois meses atrás precisei acionar o seguro de meu carro depois de ser atingido por um motociclista (que veio a óbito), o impacto foi tão forte que meu carro deu perda total, não teria a menor coragem de acionar a família do falecido para arcar com as despesas do meu carro, ainda mais depois de saber a história dele, ficaria com o prejuízo de mais de 40 mil.

    • Allan MB

      Complicado em amigo, que situação difícil você passou. Concordo 100% com seu pensamento.

    • Mas vale lembrar que nem toda apólice de seguro cobre desastres ambiental, como furacão, enchentes e terremoto. E no caso de enchentes, se você por opção sua passar em um alagamento e der perda total a seguradora pode negar o pagamento. Algumas seguradoras também possuem cláusulas específicas no caso de vandalismo sofrido em manifestações públicas. Cada caso é um caso, sei que no Brasil existem restrições quanto a cobertura.

    • Antonio_Brust

      Um tempo atrás fui fazer o retorno em uma estrada e um ônibus em alta velocidade me assustou quando eu fui entrar na rodovia, então chamei no freio. Um C3 velho atrás de mim não conseguiu parar a tempo, bateu na minha traseira, amassando o capô e quebrando a grade e os faróis. Meu carro não teve um arranhão. Mas naquela discussão de quem tá certo e quem tá errado, vi que o cara era mais novo que eu, ralava pra caramba como motorista de ônibus (era num domingo e ele estava indo trabalhar), sustentava a família e a mãe desempregada, além de ter uma bíblia de prestações do carro ainda a pagar. Acionei o seguro e assumi o prejuízo. O cara ficou visivelmente nervoso com a possibilidade de eu dar um cano nele na hora, lembro que até pediu para tirar foto da minha habilitação. No fim, ele ficou muito grato com a situação. Certas coisas não valem a pena discutir ou correr atrás, o universo nos dá em dobro. Bela atitude, Fábio.

      • leomix leo

        Vc só errou em deixar ele tirar foto de sua habilitação. No mais agiu de boa fé.

      • Luis Burro

        Eh uma atitude louvavel,mas ele estava errado por nao manter distancia.

  • AntonioReis

    Parece até castigo. E está vindo outro furação maior. Aguenta Trump!

    • Malikoff

      Parece, mas não é. Trata-se de um fenômeno climático que acontece nesse região do planeta há, sei lá, milhares de anos.

    • thi

      tem nada de castigo.

    • Huang Sen

      Certeza, tenho muita saudade da época de FHC, a economia ia de vento em popa, não havia criminalidade nem violência, todas as mulheres eram virgens (até mesmo as mães) e ainda não havia corrupção em Brasília.

      • Dario Lemos

        Pois é, só que criminalidade, violência, corrupção e todas as mazelas cresceram, no mínimo, umas 10 vezes, aliás, institucionalizaram a corrupção no país, não é mesmo? Na verdade, devemos parar de ficar comparando este ou aquele governo e começarmos a combatê-los, seja de qual partido for.

        • Huang Sen

          “Institucionalizaram a corrupção”, típica expressão de bobo da corte da Impresa vendida.

          “Mimimi… FHC era elogiado pela imprensa, que é honesta e patriota, logo ele também era honesto e patriota”

          • Ernesto

            Imprensa vendida…são aquelas emissoras que receberam e ainda recebem milhões através de publicidade das estatais?

        • Huang Sen

          Como você sabe como era a corrupção antes ?? Você estava lá ? Ou é só mais um papagaio da imprensa venal ??

        • AntonioReis

          Hã?????

      • AntonioReis

        Ô! Lembro dessa tragédia, digo, período do FHC muito bem.

      • Louis

        O governo FHC teve vários defeitos, mas não quebraram e saquearam o país como seus queridinhos pettistas fizeram. Dizer que todos foram iguais, é o mesmo de defender o Petê.
        Na época do FHC, certamente havia corrupção. Na era PT, era saque de tudo que é lado, roubaram e deixaram roubar, institucionalizaram a bandidagem.

        • AntonioReis

          Vixe! Quebrou três vezes. Lembro que o Brasil entrou em default com a crise cambial da Indonésia.

          • Louis

            As condições eram outras, cenário externo, inflação, situação fiscal… Compare a situação em que cada um pegou o país, e o que fez para melhorar.

            • AntonioReis

              E teve a crise cambial da Rússia também. Outro default.
              Pense bem antes de exteriorizar seus pensamentos. Sempre há muitas considerações a serem feitas.

              • Angelo Lucca

                Lula, nada mais foi do que a pessoa errada na hora e lugar certos… nunca mais ele dará essa sorte… A grosso modo: achou uma carteira cheia de dinheiro, pegou metade pra sí e seus comparsas e o restante dividiu entre os pobres… Não soube aproveitar a crise externa de 2008 para investir em infra-estrutura e atrair investimentos ao mercado interno. Atualmente, vemos a tal “crise mundial” que insistem em dizer, ser a culpada pelo que enfrentamos hoje…. Qualquer pessoa que tenha um pouco de noção de economia, imparcialidade e bom senso, sabe que a culpa não vem de “fora”.

                • AntonioReis

                  Não entendi. ‘Carteira cheia de dinheiro’. O Brasil não tinha reservas externas e vivia pendurado no FMI. A cada pequena crise externa (Indonésia, Rússia e etc) já corria pare pedir socorro aos órgãos internacionais. E isso, ninguém me contou. Eu ‘vivi’ essa época.

                  • Angelo Lucca

                    Eu tb vivi, tanto essa como outras, desde 86… Lula, trocou a divida externa do FMI com juros relativamente baixos por uma divida com bancos a juros mais altos, apenas pra dizer que tinha pago a divida, ele quadriplicou a divida interna com essa conversa que muitos acreditaram que foi a salvação… sobre a carteira cheia de dinheiro: ele pegou uma moeda estabilizada (que NUNCA rivemos) e ao invés de atrair investimentos usando a economia favorável, saiu gastando tudo o que o governo arrecadava sem medir consequências… hoje vemos o resultado… o Brasil demorará décadas pra se reerguer, mesmo que hoje tivéssemos a oportunidade de atrair investimentos, não temos o que oferecer aos interessados… não temos malha viária decente, não temos distribuição de energia elétrica eficiente, não temos malha ferroviária e nem hidroviária, ou seja… não temos como crescer a economia, que não seja a passos bem tímidos… entendeu agora ou precisa decmais algum esclarecimento?

                    • AntonioReis

                      Em 2002 a Divida interna era 76% do PIB (fim de FHC). Em 2010 era 62% (fim de Lula) e 2015 era 73%
                      Hoje está em 81% e espera-se que feche 2018 em 100%

                    • Angelo Lucca

                      Procure fontes isentas e verá que ele quase quadruplicou nossa dívida interna para “pagar” a divida externa. E surpresa! Hoje temos dívida externa novamente. Os bancos nunca ganharam tanto dinheiro como no governo Lula/Dilma. Dinheiro pago pelo governo que poderia ter sido investido em outras coisas, mas não… viraram fumaça em forma de juros, e concessões de empréstimos a fundo perdido para países aliados à esquerda… Mas vamos desconsiderar tudo isso e me diga alguma medida econômica que Lula aplicou em prol da melhora da economia que ele, você e mais um pessoal ai diz que “nunca na história desse país…” aconteceu? Inclusive sobre o plano real que ele e todo o pessoal do PT foram contra na época.

                    • leomix leo

                      Fruto dos roubos desenfreados do PT.

                    • AntonioReis

                      Hããã?

            • Eu lembro do FHC que é um socialistazinho barato pior que o Lula, que falou mal dos aposentados (mesmo ele sendo um) e que praticava aquele salário minimo de menos de 100 dolares (me lembro pq meu primeiro salario em 1998 foi R$150,00, tem registro na minha carteira). E todos os programas popularescos que tanto criticam Lula e o PT por fazer começaram foi com FHC.

    • Cesar Oliveira

      Pois é disse tudo.

    • AntonioReis

      E agora, 2 anos de Temer. É para acabar, né?

      • Louis

        Temer ou qualquer outro que entrasse, pegaria um país quebrado. Isso não se arruma em 1 ou 2 anos. Vai 10 anos no mínimo para voltarmos ao nível de 14 anos atrás.

        • AntonioReis

          Do jeito que estamos, não haverá recuperação.

        • Mr. Pennybags

          o esquema é um só: nao reeleger ninguem. Política não é profissão. Qto menso tempo, mais difícil de roubar. E já que é pra chutar o balde, dá vez pra outro roubar tb, vamos democratizar isso aí!

      • AntonioReis

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Fanjos

      Novos usuários esquerdistas detectados e devidamente bloqueados!
      Obrigado por colocarem as patinhas de fora e lembre-se: Esquerdismo é doença.

      • leomix leo

        Nem vale a pena discutir com esses acéfalos, vão querer sempre justificar uma roubalheira com outra, e se falar do 9 dedos vc tem grandes chances de ser amaldiçoado.

    • Angelo Lucca

      A grande diferença é que lá quando acontecem essas tragédias, o governo e toda a comunidade se une para que todos os envolvidos tenham suas vidas normalizadas o mais rápido possível.. Aqui, quando acontece algo parecido, a comunidade no entorno aumenta o preço da água, aumenta o preço dos hotéis para alocação dos atingidos, aumenta o preço do aluguel por conta do auxilio dado pelo governo pra pessoa se reestabelecer… Vide os casos de Mariana e Região serrana do Rio uns tempos atrás… Brasileiro tem que colocar uma coisa na cabeça: NUNCA seremos uma nação de 1º mundo. NUNCA teremos uma qualidade de vida digna… E o principal, NUNCA tripudie sobre a desgraça alheia…. Lá o furacão vai passar e a vida deles voltará ao normal em algum tempo… aqui o normal é isso que vemos todos os dias…

      • Antonio_Brust

        O que faz um país ser de 1º mundo é a clara constatação de pouca disparidade social entre as pessoas, de forma que a renda e as oportunidades são iguais para todos ou a maioria. Basta passear em algumas cidades da Europa para verificar que é virtualmente impossível você identificar a “classe social” da pessoa apenas por meras constatações visuais. Por qual motivo? Lá, todos possuem acesso a uma boa educação de base. A média salarial é planificada, não há muita variação. Uma série de serviços e profissões realizadas por pessoas de baixa escolaridade comuns aqui no Brasil, lá são simplesmente inexistentes, ou de valor muito elevado, já que a empregada doméstica, o porteiro e o serviços gerais pode frequentar o mesmo restaurante e beber o mesmo vinho que você.

  • vicegag

    Que prejú para as seguradoras, se não alegarem, catástrofe da natureza, para tentar negar a indenização, ( apesar que nos EUA esta tática não deve ser usada).

  • V12aero

    “Mas as marcas de automóveis também estão de olho em Houston. Pelo menos Ford e Volvo já começaram a dar bons descontos para seus modelos na região.”
    Se é em certo pais que conheço a notícia seria essa.
    “Com a tragédia o preço dos carros estão subindo.”

    • Marcelo Nascimento

      Mas preço subir por aumento de demanda é o esperado em todo o mundo. Montadora fazendo caridade é que eu nunca vi!

    • ObservadorCWB

      Cultura lá é diferente. No Brasil haveria saques nas casas alagadas abandonadas. Lá formou-se filas intermináveis de carros rebocando barcos…o sujeito abandona tudo para ir ajudar o próximo. Primeiro mundo é outra coisa.

      • AntonioReis

        Inocente. Lá, a polícia ficou de olho para evitar saques. Isso ocorre no mundo inteiro.

        • ObservadorCWB

          Negativo. Seria totalmente IMPOSSÌVEL isto que você escreveu. Você tem ideia do tamanho da área afetada ? Tem ideia do contingente exigido para “ficar de olho” ? Com certeza não. Morei lá entre 2015 e 2016. Uma coisa que ficou gravada foi UM policial tomando conta de carreta acidentada com eletrônicos na rodovia. E todo o redor na mais perfeita ordem. No Brasil, mesmo com meia dúzia de policiais, uma carga ainda é saqueada, na frente da “lei”. Leia sobre o Katrina em New Orleans, houve muitos arrombamentos, mas roubava-se comida. O pessoal devia viajar mais. Conhecer o que é primeiro mundo. É contra os yankees ? Tudo bem. Eles são arrogantes mesmo. Conheça o Japão. A Austrália. Pena que a Europa está em franca decadência.

          • AntonioReis

            Lembre-se do black out de Los Angeles que foi o caos total. Saques, incêndios, homicídios e etc.

            • ObservadorCWB

              Agora entendi. Você é o que eu chamo de Historiador de Jornal Nacional. Você confundiu NY com LA…. Costas totalmente diferentes. Uma é Oceano Atlântico e outra Pacífico. Pesquise melhor este fato bem pinçado (eu escrevi pinçado e não fato bem pensado). Se formos expor o que realmente houve, onde houve, e com quem houve, seremos taxados de racistas. Façamos assim: deixemos de citar o tio Sam (que por si só já gera polêmica), e vamos nos atentar a catástrofes naturais nos alpes suíços, na Itália, na Austrália e até na pobre Portugal. Veja a reação popular nestes países. Pesquise “o que significam sacos plásticos pendurados em árvores” no Japão. Ainda no Japão veja quantos voluntários se apresentaram para auxiliar no desastre de Fukushima. Os caras sabiam que iam morrer devido a radiação, e mesmo assim, pelo bem da comunidade, se voluntariaram. Resumo os maiores blackouts: Em 66 – quase 30 milhões ficaram sem luz. DUAS mortes – acidentais (queda e ataque cardíaco) NE dos EUA. Em 77 – Nova Iorque. Em 1995, costa oeste dos EUA. Em 2003 – novamente hackearam NE dos EUA e parte do Canadá (este é considerado o segundo MAIOR apagão da história). Sabia que o Brasileiro de 1999 é considerado o maior ?

              • AntonioReis

                Menos. Não se deprecie e não deprecie os outros.

              • Que diferença pra nós faz saber sobre isso do “primeiro mundo” heheh sabemos que no fim se virar The Walkind Dead todo esse “humanismo” acaba e o caos reina.

          • Fanjos

            “Pena que a Eurocuck ou Cuckropa está em franca decadência.”

            Correção.

            • Senhora Liberdade

              Did you mean Eurabia ?

  • zekinha71

    Aqui nossas ruas, avenidas e combustíveis fazem a mesma coisa todos os dias.

    • ObservadorCWB

      Mega verdade…mas também triste realidade. E todo dia caixotes e mais caixotes de dinheiro vivo vão aparecendo. E a Receita Federal preocupada com o seu “carrinho” do Aliexpress ou Ebay.

      • Fanjos

        Porque ameaça nacional é vc que trazer uma placa de vídeo nova para seu PC para brincar com uns joguinhos, sem problemas é um apartamento cheio de grana desviada…ai tudo bem

        • leomix leo

          Poxa Fanjos não fale das malas de Gedel não, sou da Terrina da preguiça e isso é coisa da mídia golpista. Rsrsrsrsrsrs

  • Rafael Santos

    Houston, we have a problem…

    • João Cagnoni

      Houston, you have a problem…

    • Senhora Liberdade

      A big problem and this time is not plays by a female hurricane

  • Zé Mundico

    O furacão Harvey já passou – embora Flórida e Caribe VOLTEM a se preparar para o Irma.

    • ObservadorCWB

      Que até agora, segundo previsões locais, será mais forte.

  • Snake Green

    Americanos tem uma recuperação rápida, agora aqui na terra dos tupiniquins…

  • Luis Burro

    Mimimi…efeito estufa…
    Agora sofram as consequencias!

  • Luis Burro

    Pq q enchente pode dar perda total no veiculo desligado?

    • zekinha71

      Porque tem que revisar todo o motor, pra ver se não entrou água e outras coisas dentro, tem toda a parte eletrônica que pode ser afetada, tem que trocar todos os bancos e forrações.
      Um carro que ficou embaixo de água depois de alguns dia fica um cheiro horrível, e muita coisa enferruja, fica mais barato dar pt mesmo.
      Um carro antigo tipo Fusca, Kombi, é fácil, só lavar, dar uma geral no motor e trocar forração, já os carros atuais cheios de eletrônica, molhou, morreu.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend