EUA Híbridos Hyundai Mercado

EUA: Hyundai quer vender Ioniq apenas como um carro econômico

hyundai-ioniq-usa-1 EUA: Hyundai quer vender Ioniq apenas como um carro econômico







A Hyundai planeja uma estratégia diferente para seu híbrido Ioniq (visto aqui no Salão do Automóvel) no mercado americano. Ela não focará no segmento de carros elétricos ou híbridos, mas declara que seu carro é um modelo “compacto” com bom nível de consumo de combustível. O modelo é o principal concorrente do Prius.

A estratégia é não divulgar que o Ioniq é um carro “verde”, pois o segmento de carros elétricos e híbridos está sendo mais afetado pela gasolina barata nos EUA do que o segmento de carros pequenos no padrão americano. É aí que a Hyundai quer colocar seu híbrido, já que é nesse mercado que o consumidor está mais propenso a tornar-se fiel à marca, diferente do que acontece com os carros verdes.

Em 2016, o mercado de carros compactos (médios aqui) caiu 5,2% e emplacou 2,1 milhões de unidades. Já os carros híbridos e elétricos, perderam 19% nas vendas em relação ao ano anterior, somando pouco mais de 242 mil unidades. Por conta disso, o marketing da Hyundai não o colocará como um concorrente do Prius, mas como mais um do segmento tradicional.

O mercado consumidor é avaliado em 1,1 milhão de pessoas contra um número bem menor de consumidores com foco na ecologia. Porém, o maior problema na comercialização do Ioniq nesse mercado é o preço. Ele custa a partir de US$ 23.035, bem acima dos concorrentes “compactos”, que tem preços iniciais abaixo de US$ 20.000. Explicar o preço maior será um desafio para a Hyundai.

[Fonte: Automotive News]

 




Send this to friend