Europa Governamental/Legal Segurança Tecnologia Trânsito

Europa: chamada de emergência automática será obrigatória em março de 2018

ford-ka-samu Europa: chamada de emergência automática será obrigatória em março de 2018

 



Batizado de eCall, o serviço de chamada de emergência automática será padrão na Europa em 31 de março de 2018. A partir dessa data, todos os automóveis e comerciais leves nos 28 países do bloco terão de portar essa tecnologia, que tem como objetivo reduzir as mortes no trânsito ao prover socorro médico em menor tempo.

De acordo com estimativas, a implementação obrigatória do eCall poderá reduzir as mortes no trânsito em 10% no continente europeu. Segundo especialistas, os primeiros minutos após um acidente são vitais para a sobrevivência das vítimas. Por conta disso, a tecnologia permite acionar nada menos que 112 serviços de emergência na União Europeia, reduzindo assim enormemente o tempo de resgate.

Todos esses serviços podem ser acionados apenas em caso de acidente grave, onde a chamada “hora dourada” são os primeiros 60 minutos após um acidente, onde a taxa de sobrevivência é maior com intervenção médica. O eCall permite localizar o veículo acidentado e enviar rapidamente o resgate mais próximo. Os dados enviados para a central são limitados devido à proteção contra rastreamento do veículo antes da ocorrência.

chevrolet-cruze-onstar-4 Europa: chamada de emergência automática será obrigatória em março de 2018

Assim é resguardada a liberdade dos usuários, sem o temor de estarem sendo monitorados pelo eCall fora de sua função original. Com isso, somente tipo de veículo, combustível, número de passageiros, tempo do acidente e a localização são enviados aos atendentes da central. Com apenas estes dados é possível prover o resgate de forma imediata. Os dados são protegidos e sua transferência só podem ser feitos com autorização da pessoa.

De acordo com a norma da União Europeia sobre a proteção de dados pessoais, a nova lei diz que “o fabricante também deve garantir que os dados na memória interna desse sistema ou unidade técnica sejam abolidos de forma automática e contínua, e que nenhuma entidade fora do sistema ou a unidade técnica separa a bordo do veículo tenha acesso a esses dados antes que o eCall seja ativado “.

No veículo, a tecnologia também terá acionamento por um botão, que pode ser instalado em qualquer lugar de fácil acesso do habitáculo, inclusive ao lado dos assentos. Aprovada pelo Parlamento Europeu em 2015, a nova regra teve um prazo de três anos para testes e homologação da tecnologia. A regulamentação também prevê que futuramente caminhões e ônibus terão essa tecnologia, mas por ora está sob análise técnica sua viabilidade. Nas motos, a BMW foi a primeira a instalar o eCall como opcional, em julho.

Aqui no Brasil, algumas marcas oferecem essa tecnologia, sendo a Volvo a mais conhecida com seu sistema OnCall, enquanto a Ford com o Assistente de Emergência (que liga diretamente para o SAMU 192) e a GM com seu OnStar (que aciona a central do sistema, assim como na Volvo), as mais populares.

[Fonte: Guia Motor]

 

  • V12 for life

    A idéia é ótima para países onde o resgate realmente responde rápido, aqui onde nas grandes cidades demora-se horas para o resgate chegar, só aumenta o valor do carro, infelizmente.

    • Djalma

      Se você pega o celular e liga e os caras demoram 40 minutos,imaginem um sistema autônomo! Brincadeiras à parte, é algo importante sim, mas tem que ser implementado junto com uma série de outras medidas, principalmente uma aperfeiçoamento no nível de atendimento pelos serviços públicos.

    • Sempre tive a idéia contrária, até onde sei em grandes cidades o resgate costuma ser rápido em acidentes de trânsito. Já li sobre o assunto e o Brasil inclusive é elogiado nessa parte. Um exemplo se você acompanha os jornais de tv mais populares. Volta e meia é noticiado um acidente e o resgate chega logo. Fora que em São Paulo é usual o uso de helicóptero. Sempre lembrando que chegar ao acidente é uma coisa, agora tirar a vítima das ferragens, imobilizar e levar ao hospital é outra coisa.

  • matheusguila

    Vou nem comentar em relação ao Brasil.
    Talvez em 2020 o ESP passe a ser obrigatório aqui. E em 2050 a chamada de emergência.

    • PEDAORM

      Ao menos ja sao oferecidos.

      • André Luis Versiani

        Verdade, a Ford e a GM oferecem desde modelos mais simples aos mais caros.

  • vicegag

    Não sei quanto tempo deram para sua implementação junto às montadoras, mas deve ser bem menos que dão na bananalândia.
    E o custo deste serviço, os donos dos carros serão obrigados a pagar a mensalidade desta rede?

    • Khusller

      A chamada de emergência não tem custo. O concierge, opcional, é pago.

      • vicegag

        Mas não é preciso manter uma rede? Quem paga esta conta? Serviços tipo 190 são “gratuitos”, mas utilizam uma rede que é paga por todos utilizadores de celular.

        • th!nk.t4nk

          Cara, pelo que me consta paga-se 1 vez só e vale “pra sempre”. Esse custo é então embutido no preço do carro. Na época aqui falavam em algo em torno de 100 € (equipamento + rede + infra-estrutura). O uso da rede na verdade é mínimo, já que ele só conecta em caso de acidente, e como na Europa não existe taxa extra pra ligar de outro país (nao importa onde você esteja na UE, é sempre o custo de uma ligaçao local) sai barato. O custo maior é pra manter a infra-estrutura dos data/call centers na verdade. Mas vao automatizar ao máximo tudo isso, pode ter certeza.

      • th!nk.t4nk

        A chamada em si tem um pequeno custo sim neste caso (existe sim um repasse às operadoras, mas é barato). O que pesa é o custo dos data centers, pois afinal os dados precisam ser processados e a requisiçao direcionada pras autoridades locais. Nao é você no telefone falando, é seu carro mandando um SMS com todos os dados da colisão, mesmo que você esteja desacordado. Alguém precisa processar isso pra saber a gravidade da situaçao e tomar decisoes.

      • Zé Mundico

        Até onde eu sei, na Europa o custo é de ligação local, mesmo você usando chips entre operadoras diferentes.

  • Maycon Farias

    O máximo que as montadoras ti darão aqui é o o DVD do filme ”Chamada de Emergência” pra você assistir no player do carro.

    • Doyle

      “Aqui no Brasil, algumas marcas oferecem essa tecnologia, sendo a Volvo a mais conhecida com seu sistema OnCall, enquanto a Ford com o Assistente de Emergência (que liga diretamente para o SAMU 192) e a GM com seu OnStar (que aciona a central do sistema, assim como na Volvo), as mais populares.”

  • No_Name

    É uma recurso importante. Em muitos dos acidentes os feridos acabam ficando inconscientes ou perdem os celulares na batida. O carro telefonando automaticamente após a colisão deve ajudar muito nesses casos.
    O sistema da Ford não é completo pois só liga mediante um celular conectado via Bluetooth no sistema. Provavelmente a União Européia vai determinar que o carro tenha um chip GSM instalado no carro.

    • th!nk.t4nk

      Exatamente, é um chip GSM. Na verdade já tem na maioria dos carros médios (ou todos a essa altura).

  • Zé Mundico

    Excelente medida… lá na Europa.
    Mas acho que aqui no Brazilsão velho de guerra esses dados privados seriam devidamente vendidos a terceiros e o painel ( ou CMM) do nosso carro se transformaria num outdoor com propagandas e todo tipo de baboseira para vender produtos e serviços.
    Basta ver o que somos obrigados a receber de mensagens e ligações de call-centers nos nossos celulares.

  • REDDINGTON

    Aqui ainda discutimos se a luz diurna vai ser LED ou pode ser halógena mesmo….

    • Schack Bauer

      E o mais vendido vira latinha de cerveja numa batida.

  • João Cagnoni

    Parabéns para a Ford que popularizou este recurso entre os carros de entrada.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend