Existem mais de 30 mil carros incompletos nos pátios das montadoras

patio montadora
patio montadora

Com falta de peças, na maioria decorrente das inundações no Rio Grande do Sul, onde se concentra boa parte dos fornecedores do setor automotivo nacional e regional, os pátios das montadoras passaram a acumular carros incompletos.

Embora o mercado automotivo tenha crescido 14,6% no primeiro semestre, emplacando 1,144 milhão, as montadoras perderam terreno e não apenas para as importações em grande volume, lideradas pelos chineses.

Com mais de 30 mil carros incompletos, segundo o site Auto Indústria , a indústria nacional está com um grande prejuízo nas mãos, já que os veículos não podem ser liberados para a venda no mercado nacional ou no exterior.

Sendo para o mercado interno, três dias de vendas, conforme média diária de pouco mais de 10 mil carros, o Brasil poderia fechar qualquer mês com um bom resultado se estes carros fossem finalmente acabados.

Márcio Lima Leite, presidente da Anfavea, comentou: “Por causa das chuvas no Rio Grande do Sul, os fornecedores do Estado até hoje não conseguiram regularizar o abastecimento. São cerca de 20 mil a 30 mil veículos parados por falta de peças produzidas lá”.

Trata-se de um volume considerável num mercado que briga para manter a sustentabilidade diante da queda nas exportações e do enorme volume de carros importados que estão chegando.

A VW destacou que não sofre com falta de peças por trocar os fornecedores gaúchos por de outros estados rapidamente, evitando assim ter que produzir carros incompletos.

Sobre o crescimento nas vendas do mercado interno, a Anfavea é categórica a afirmar que a culpa é dos chineses. Lima Leite argumentou: “A questão é que boa parte desse crescimento vem sendo absorvida por veículos importados, em especial da China”.

Diante disso, a entidade pede a antecipação dos 35% de imposto de importação, a imposição de cotas de importação de 4.800 carros por ano e exclusão dos carros do Imposto Seletivo, conhecido como Imposto do Pecado.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




unnamed
Autor: Ricardo de Oliveira

Com experiência de 27 anos, há 16 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz testes e avaliações. Suas redes sociais: Instagram, Facebook, X