Acura

Explicação detalhada sobre a Acura

Acura_logo Explicação detalhada sobre a Acura

Acura é um nome de uma marca de carros japonesa usada pela Honda nos Estados Unidos, Canadá, México e Hong Kong desde 1986 para vender automóveis de luxo. A marca será expandida para o mercado chinês em 2006 e para o mercado japonês em 2008. Com a marca Acura, a Honda foi a primeira marca a vender automóveis de luxo japoneses fora do Japão. Antes da Acura, carros japoneses eram primariamente carros econômicos e simples.

Outras marcas de luxo, como a Lexus, que é da Toyota, e a Infiniti, que é da Nissan, entraram na América depois da introdução do Acura Legend, um cupê e sedã com motor V6, e o Integra, que era oferecido apenas com motor quatro cilindros. Jornalistas automotivos ficaram muito impressionados especialmente com o Acura Legend.

Em 1989, a Acura introduziu o Acura NSX, um carro esportivo de duas portas com 276 cv. O NSX, acrônimo de “New Sports eXperimental”, foi elegido como o primeiro (e provavelmente o único) carro japonês a conseguir bater Ferrari e Porsche. Alguns até mesmo chegaram ao ponto de dizer que o único carro esportivo de verdade vinha do Japão. A extrema qualidade de engenharia e também a grande confiabilidade do carro ajudaram muito.

Infelizmente, depois deste grande começo, lá pelo meio da década de 1990, a linha de modelos da Acura foi decaindo aos poucos e ficando cada vez menos atraente, e então as vendas começaram logicamente a cair. Dirante este tempo, a Acura mudou sua metodologia de nomenclatura dos carros para uma fórmula alfa numérica. O 3.5RL, que em 1996 substituiu o amado Legend, foi visto como um fracasso da Acura. Seu lerdo motor V6 de 210 cv (mais tarde melhorado para 225 cv) e tração dianteira, junto com um estilo pouco inspirado, fizeram com que o carro fosse esmagado pelo mais potente e mais atrativo Lexus LS400. Até mesmo o Acura NSX caía muito nas vendas, pelo fato de não ter mudado nada desde 1989.

Apesar destes deslizes, a Acura ganhou proeminência na década de 1990 com um grupo de jovens americanos, os que eram chegados em um tuning.

A reputação de sua companhia-mãe, a Honda, como criadora de motores bons, fáceis de tunar, fizeram com que a Acura ganhasse um certo fôlego, com o Integra se tornando um carro popular entre os tuners. Esta reputação continua até hoje, especialmente com os novos RSX e TSX.

Lá pelo ano de 2000, a Acura experimentou um renascimento, que foi ajudado pelo lançamento de vários modelos novos. O primeiro deles foi o Acura 3.2 TL, um sedã feito para competir com Lexus ES300, Infiniti I30 e os BMW Série 3. Apesar de o 3.2 TL não ter ganhado dos seus concorrentes em nenhuma área, ele ofereceu um bom conjunto de esportividade e luxo, que combinados com seu relativamente baixo preço, levaram a muitos consumidores satisfeitos.

Modelos posteriores da Acura tem seguido uma filosofia parecida, de oferecer um carro de luxo por um preço baixo, com muitos equipamentos de série e poucos opcionais.

Outro lançamento da Acura nos anos 2000 foi o MDX, um crossover popular com três fileiras de bancos, baseado na minivan Honda Odyssey. O MDX substituiu o SLX, que não vendia quase nada, e que era nada menos do que um Isuzu Trooper com outra marca. O MDX era um crossover parecido com um carro, e bem divertido de se dirigir, com poucas habilidades de um off-road. Ele recebeu avaliações honrosas da Car and Drive em sua comparação com outras sete SUVs. Outros carros da Acura nesta mesma época são os 3.2 TL, 3.2 CL, RSX (antes era o Integra), e o super carro, NSX.

Um novo TL apareceu em 2004, equipado com um estilo meio italiano, e um motor V6 de 270 cv, com transmissão manual de seis marchas. Este modelo aumentou bastante as vendas da empresa nos EUA. No mesmo ano, a Acura introduziu o TSX, um Honda Accord europeu cheio de equipamentos, e uma alternativa barata aos BMW Série 3. Este modelo se tornou o único sedã de quatro cilindros da linha da Acura, substituindo o Integra.

Um novo RL apareceu em 2005, dessa vez com um motor V6 de 300 cv, estilo mais agradável, e um sistema inovador chamado de “Super Handling All-Wheel Drive (SH-AWD)”, um sistema capaz de mandar quase toda a potência do motor para apenas uma roda, no caso de uma curva.

Os novos modelos da Acura, particularmente os RL e TSX, tem sido bem recebidos pela imprensa especializada. Contudo, recentemente as três grandes americanas, Ford, GM e Chrysler, relançaram vários modelos V8 com tração traseira, fazendo com que muitos achem que a Acura, sendo a única dos EUA a não oferecer motores V8, e junto com a Saab, sendo as únicas com a linha toda oferecida com tração dianteira.

No futuro próximo, a Acura introduzirá o RDX, uma SUV pequena, que usará aquele sistema do RL, o “SH-AWD (Super Handling All Wheel Drive)”. Ela deverá aparecer no meio de 2006, como modelo 2007.

Enquanto o devagar de vendas NSX foi descontinuado no ano de 2006, a Acura promoete um modelo redesenhado entre 2007 e 2009, conhecido como Honda HSC.

[Fonte: Wikipedia]

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend