Nissan

“Extremamente lamentável”, diz Nissan sobre fuga de Carlos Ghosn

"Extremamente lamentável", diz Nissan sobre fuga de Carlos Ghosn

Na última segunda-feira, 06 de janeiro, a Nissan se posicionou sobre a fuga de seu ex-presidente, Carlos Ghosn, 65. A montadora se posicionou após uma semana do ocorrido, declarando como “extremamente lamentável”. Vale lembrar que o brasileiro era presidente da Renault-Nissan-Mitsubishi, considerado como o magnata da indústria automobilística.


“A fuga de Carlos Ghosn para a República Libanesa sem a permissão do tribunal, violando suas condições de fiança é um ato que desafia o sistema judicial do Japão”, disse a Nissan em nota. Ghosn estava em prisão domiciliar e aguardava julgamento que deve ocorrer nos próximos meses em um tribunal de Tóquio, no Japão.

"Extremamente lamentável", diz Nissan sobre fuga de Carlos Ghosn

No país, ele é acusado por omitir das autoridades remunerações oriundas da Nissan e por usar recursos da empresa ilegalmente para cobrir despesas pessoais. O ex-CEO foi preso pela primeira vez em 19 de novembro de 2018. Depois foi liberado após pagar fiança. O acordo de liberação previa comunicação e movimentos restritos e não podia sair do país.

"Extremamente lamentável", diz Nissan sobre fuga de Carlos Ghosn

Carlos Ghosn deixou o Japão afirmando ser vítima de um “sistema judicial tendencioso” e fugiu para o Líbano, onde tem cidadania. De acordo com a imprensa local, Ghosn saiu de Tóquio em uma caixa de instrumento musical num jatinho privado e fez conexão na Turquia antes de chegar no Líbano.

“A Nissan continuará fazendo a coisa certa, cooperando com as autoridades judiciais e reguladoras sempre que necessário”, acrescenta a nota da montadora. Com relação às consequências para empresa, a Nissan diz: “A investigação interna encontrou evidências incontestáveis de vários atos de má conduta por Ghosn, incluindo declarações errôneas de sua compensação e apropriação indevida dos ativos da empresa para seu benefício pessoal”. “As consequências da má conduta de Ghosn têm sido significativos”.

Japão e Líbano não têm acordo de extradição. Entretanto, Yoshihide Suga, chefe de gabinete e ministro porta-voz do Japão, disse que fará todo o esforço diplomático para conseguir que o Líbano entregue Ghosn.

[Fonte: UOL]

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • Murilo Soares de O. Filho

    Lógico que é preciso ser punido, mas é preciso julgar os executivos japoneses envolvidos também, Japão, um peso, duas medidas, lamentável também.

    • L.M.

      Vamos trazê-lo para o Brasil e dar a ele 4 instâncias de julgamento. Assim não há possibilidade de erro, pois muitos juízes analisam o processo, e ele terá então sua pena justa (daqui 50 anos, se não prescrever).

      Ou quem sabe ele poderia ser julgado nos Estados Unidos, onde é possível fazer um “acordo de não persecução”, pagar uma multa em dinheiro e sair ileso, sem cadeia ou com apenas alguns meses de xadrez, como acontece em 96% dos casos criminais daquele país, até mesmo estupros, onde se paga USD 250.000 para ter uma pena de prisão de apenas 6 meses.

      Mas não… O Japão (e sua criminalidade de 0,2 homicídios por 100.000) é que é o problema… Justiça muito rigorosa!
      Bom mesmo deve ser morar em Detroit, com taxa de 39 ou no Rio com cerca de 35. Pelo menos tem direitos humanos…

      • omaisbanidodona

        Nao conheço o teor dos autos pra julgar ,masss, que a fuga foi cinematografica isso foi…..e a cara de Me@$a do advogado japones que nao estava entendendo nada kkkkkkk Nos Brasileiros ninguem pode….. kkkkkk

      • kkk, no Brasil, eles não conseguem nem coordenar o tanto de casos que tem, e querem aumentar as instancias kkk, prevalecendo o julgado, dando tempo de achar provas sem fundamentos.

      • Chap

        Nos EUA tudo é transformado em comércio, é impressionante! “Dinheiro acima de tudo, ‘Deus’ acima de todos”, deveria ser o lema de lá.

        • th!nk.t4nk

          Nos EUA só fica na cadeia quem é pobre, basicamente. Justiça passa longe daquele país.

          • omaisbanidodona

            Nao é bem assim: tem muito artista e atleta que “pucharam” CADEIA

        • Marcos Carvalho

          Verdade, Mike Tyson na epoca agrediu a esposa e era um dos homens ricos do mundo foi solto no outro dia….#SQN

      • Murilo Soares de O. Filho

        Como eu disse, tem que ser punido sim, mas que a punição sirva pra todos os executivos envolvidos, pois os executivos nativos do Japão, nenhum foi preso, justíssima a justiça japonesa.

  • Eskarmory .

    De acordo com a imprensa local, Ghosn saiu de Tóquio em uma caixa de música num jatinho privado

    O que seria sair em uma caixa de música?

    • É uma caixa de instrumento musical. Corrigimos a notícia.
      Obrigado!

    • L.M.

      O ladrão se escondeu dentro de um estojo de contrabaixo.

      Há relatos de que o Flávio “rachadinha” e o Luís “nine fingers” estão brigando para ver quem filia ele primeiro em seus respectivos partidos políticos, caso venha pedir asilo no Brasil

      • johndoe1981

        kkkkkk

      • Fernando

        Pela quantidade de deslikes, o povo ainda tem político de estimação…..de ambos os lados…Depois reclamam que o país é travado, sendo que o próprio povo ajuda a ser assim.

    • Samluzbh

      Talvez um Kwid com um bom kit de auto falantes, não os originais é claro!

  • Schack Bauer

    Independentemente do que ele fez no passado, a Nissan parece ter ódio dele.

  • Samluzbh

    O sujeito teve em mãos; Renault S.A.S – Automobile Dacia (99.43%) – Renault Samsung Motors (80.1%) – Nissan (43.4%) – AvtoVAZ (37%) – Dongfeng Renault (50%) – Mitsubishi Motors (34%), além de influencia direta sobre; Motrio Internacional – Oyak/Renault – Renault Argentina – Renault España – Renault Portugal – Renault do Brasil – Renault Índia Private Limited – Renault México – Renault Russia – Revoz – Sofasa – Somaca, e foi fazer falcatrua só com a Nissan? Tem muita água pra passar debaixo dessa ponte, tô ansioso pelo filme!

    *dados podem não ser atuais, fonte Wikipédia.

    • L.M.

      E mesmo assim não conseguiu resistir e desviou R$ 180 mil para comprar ternos.
      Além, é claro, dos 11 milhões para o iate e as festas no palácio de Versalhes à custa da Renault-Nissan

      • Julio Alvarez

        Não foi caixa 2 ou dinheiro na cueca. Tudo aprovado pela empresa, passou pela contabilidade, auditoria, conselho fiscal, departamentos e mais departamentos. Mas para o governo do Japão foi crime.

        • Sino Weibo

          Vale lembrar que a Renault tem parte do governo francês como acionista, então devem tolerar estes descalabrios. Já os japoneses, não.

          • Julio Alvarez

            mas aí que está o problema… é uma empresa privada. Se for aprovado terno, viagem, festa etc, qual o crime do diretor?

            • Edson Fernandes

              As vezes, é melhor esquecer que teve todo um corpo de executivos que dentre eles muitos japoneses que sequer são citados nessas “provas incontestaveis”. E o mais estranho disso tudo: Para ele “orquestrar” tudo, ele simplesmente fez tudo sozinho. Incrivel como tudo aconteceu e nada e nem ninguem sofreu respingo.

              • Cesar

                Pois é o povo parece não saber como as coisas funcionam em uma empresa deste porte. Acreditam que o Goshn tinha a chave do cofre e podia tirar o que quisesse de lá sem falar com ninguém.

                • Edson Fernandes

                  Não só isso….

                  Eu me imaginando um presidente de uma empresa desse porte:
                  – Tenho cartao corporativo
                  – Tenho carro corporativo
                  – Tenho motorista corporativo(é comum principalmente no Japão que entende que é um risco esse tipo de executivo dirigir e ter influencia de estresse sobre suas opiniões e direcionamentos)
                  – Tenho Beneficios ligados a empresa como contas de casa pagas, entre outros

                  Normalmente tudo isso se o presidente não tem um secretario(o que eu duvido) ele presta contas de tudo. E nem é dificil, ele tem as contas que paga, principalmente as que ele gasta na hora de comer.

                  É caro? Sim, mas ele pode, está dentro do limite que ele tem imposto. Além do que, ele pode tbm arcar com despesas qdo se faz um almoço/janta com executivos ou funcionários da empresa.

                  Parece uma atividade comum para um presidente. Entretanto, tratado de forma que ele fez tudo isso na surdina como se pegasse o dinheiro da empresa para fazer o que ele mesmo declarou, mas fizesse o mesmo escondido. Dá para entender isso?

        • Murilo Soares de O. Filho

          E os Japas com o seu orgulho ferido, não querem ser submissos a Renault que o salvou, ridículo.

  • Chap

    Eu acho que tem politicagem/conflitos de interesses no meio disso aí, muito embora o Ghosn também não me pareça santo. Mas que todos sejam punidos, principalmente estes que usam da Justiça instrumento para alcançar objetivos espúrios.

  • As vezes me pergunto se as teorias de conspiração que vagam pela Internet tem algum fundamento. Será que é possível corromper um sistema judiciário de um país como o Japão e condenar um inocente?

    • th!nk.t4nk

      Como assim? A justiça do Japão é famosa justamente por ser bem corrompida. Pesquise sobre a influência da Yakuza no governo e polícia do Japão. É um país onde você tem que colaborar com os mafiosos se quiser fazer qualquer negócio dar certo.

    • Cesar

      Por outro lado você sabe como funciona os sistemas de controle de uma grande empresa?
      Não tem como o cara colocar um monte de dinheiro sozinho na bolsa e sair por aí.
      Muita gente tem que autorizar.

    • leitor

      A empresa sob seu comando deveria assumir os gastos porque é privada e estava sob seu comando. Ele não era um empregado a se submeter a todas normas lá dentro, ele tinha o poder de determinar normas. Se a empresa não quisesse que rescindisse o contrato.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Sim, tudo é possível…mas não acredito na Inocência do Ghosn, só acho que a conduta seria diferente se fosse um Japonês no comando. Japonês só tem cara de bonzinho.

  • El Cabron

    Japonês é racista, não adianta, os caras derrubaram ele procurando picuinhas. A gota d’água foi o plano de fusão com a Renault.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Toda empresa é Japonesa é assim, só quem trabalhou em uma para saber.

  • Victor Nunes

    Algo que me diz que existiu conspiração dos japoneses contra o brasileiro. Não significa que ele seja 100% honesto; todavia, para um julgamento justo, digno; não restou alternativa.

    Não o culpemos sem a legitima defesa, duplo grau de jurisdição.

    Aguardemos a elucidação dos fatos com cautela!

  • RKK

    “Japão e Líbano não têm acordo de extradição. Entretanto, Yoshihide Suga, chefe de gabinete e ministro porta-voz do Japão, disse que fará todo o esforço diplomático para conseguir que o Líbano entregue Ghosn.”

    -> Piada…

    • Cesar

      Piada mesmo. Até porque o Líbano não extradita seus naturais.

  • DF48 Fixo

    Nesse nível de CEO’s e executivos poderosos e grandes corporações não há
    pés limpos, são todos imundos, ele quanto Nissan e Renault. Nesse mundo
    não se consegue esse tipo de sucesso sem se comprometer com o sistema.

  • Murilo Soares de O. Filho

    A Renault está com um belo abacaxi nas mãos, tem quase cinquenta por cento das ações, porém não tem o controle, devido ao contrato na época definido como RAMA, que não deixa ela ter controle total da Nissan. Pelas Leis Japonesas, uma empresa nativa ou estrangeira, que possui mais de 30% das ações de outra empresa, ela tem direito ao controle, porém com o contrato feito na época, o tal RAMA há clausulas que impedem a Renault de ter o controle total…

  • HENRY ME

    Isso dele fugir ficou estranho para controle de saída do Japão

  • Peter Bishop

    Salvou a empresa da falência e é escorraçado igual a cachorro

  • Paulo

    De herói a vilão prla mídia em segundos.
    Não estou dizendo que ele é inocente. Mas tem muuuita coisa por trás de tudo isso que nunca saberemos.

  • Julio Junior

    Eu espero não estar falando bobagem, mas se bem lembro este grupo Renault/Nissan estava quebradinho, com carros que não vendiam e beirando a falência, e este cara fez a empresa voltar a ser uma potência mundial. Quem é que comprava Renault e Nissan no fim dos anos 90? Nem europeus e japoneses. Lembro de ler matérias e pensar que orgulho era um brasileiro tirar uma empresa tão grande da crise e torna-la referência mundial. Eu concordo que ele deva pagar por seus erros, se roubou tem que ser preso, mas ta sendo tipo uma traição isto, a justiça local e os próprios membros do grupo empresarial estão jogando toda a culpa em cima do cara que salvou eles do fracasso, e digo mais, deve ter muito mais gente envolvida.

    • Cesar

      Na verdade era a Nissan que estava praticamente falida.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email