Elétricos Governamental/Legal Renault Trânsito

Fernando de Noronha: único lugar no Brasil somente com elétricos

Fernando de Noronha: único lugar no Brasil somente com elétricos

Ela é pequena e paradisíaca. Fernando de Noronha, que fica 360 km distante do continente (Natal-RN) e sob jurisdição estadual de Pernambuco (545 km de Recife), será o único lugar no Brasil onde não haverá mais carros movidos por combustível.


Com o Projeto Noronha Carbono Zero, até dia 10 de agosto de 2022, será vetada a entrada de veículos com motor a combustão na ilha de 17 km² (26 km² com o arquipélago). O decreto foi assinado pelo governador Paulo Câmara e será enviado para votação na Assembleia Legislativa de Pernambuco.

Além disso, a administração da ilha também emitiu um decreto-lei proibindo a circulação de veículos a gasolina, etanol, gás ou diesel, bem como regulando a entrada e saída de carros elétricos no lugar.

Fernando de Noronha: único lugar no Brasil somente com elétricos


O governador Paulo Câmara disse: “A agenda ambiental tem que ser uma prioridade em todos os países, em todos os estados. Ficamos felizes em decidir iniciar essa opção sustentável por Fernando de Noronha, um local paradisíaco, que tem todo um simbolismo nessa questão ambiental. Temos certeza que essa iniciativa vai se espalhar pelo Nordeste e para o restante do Brasil”.

Apenas os automóveis de passeio serão eletrificados, deixando assim que aeronaves, tratores, embarcações e outros que prestam algum tipo de serviço civil não serão obrigados a ter propulsão elétrica. As operações aeroportuárias e portuárias não serão alteradas com a nova lei.

Mas, no caso dos automóveis, a ilha já beneficiou uma marca francesa de carros. O governo firmou uma parceria com a Renault para fornecimento de carros elétricos e implantação de infraestrutura na ilha. Serão concedidas 130 autorizações para posse de desse tipo de veículo na região, sendo 100 para pessoa física e 30 para jurídica.

A Administração Distrital de Fernando de Noronha receberá da Renault seis veículos, sendo três unidades do hatch Zoe, dois city cars Twizy e uma van utilitária Kangoo. A autonomia varia de 100 a 300 km.

[Fonte: Diário de Pernambuco]

Fernando de Noronha: único lugar no Brasil somente com elétricos
Nota média 4.5 de 4 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Fellipe Z

    É, vai funcionar certinho. Parabéns aos envolvidos.

    • FrankTesl

      Em 1890: não queremos trocar nossos cavalos, charretes e carruagens por essa engenhoca sem cavalos, barulhenta e que para funcionar depende de um treco sebento, fedido e inflamável.
      Não existem postos em cada esquina!!! Enquanto isso, para os cavalos bastam água e capim que nasce em qualquer lugar.
      E a manutenção? Há ferreiros para fazer ferraduras para os cavalos, seleiros para as selas, charreteiros, mestres artesãos que fazem rodas, eixos, sem falar que as carruagens são muito mais luxuosas e confortáveis.

      O que será de todos esses empregos se o transporte por tração animal for substituído por essas máquinas fumacentas e barulhentas??

      • Elves Alencar

        É um caminho inevitável, mas muitos são intolerantes a mudanças.

  • PPRoach

    O simbolismo é legal. Neste sentido, vai funcionar bem.

    Agora, em relação a emissão de carbono em si, a mudança deve ser pequena. O que todos os carros de lá deixarão de emitir em um mês, embarcações e aviões que frequentam o local emitem num dia.

  • Guh MDNS

    É uma pena que nesse meio deve ter muita “politicagem” e favorecimentos de algum lado. Alias, como tudo no Brasil!
    Mas é inegável que a iniciativa é maravilhosa!!! E ainda estimula a produção de motores eletricos para estes que estão fora das exigencias da lei (tratores, embarcações, etc)

  • Capitão Caverna

    Na realidade em Noronha o custo do combustível e sua distribuição é muito alto. Não sei quanto está atualmente, mas estimo que seja próximo ao dobro de uma capital. Além de que a autonomia de um veículo elétrico atende muito bem a serem percorridas na ilha. Então faz todo sentido este “incentivo” aos elétricos por lá.

    • FrankTesl

      e se forrarem os telhados das casas e instalações com painéis solares, além de sistemas de baterias.
      Até os próprios carros elétricos podem servir como baterias de emergência

      • T1000

        Quem vai pagar?

    • TchauQueridos

      Não precisa ir muito longe.
      São Paulo x Rio de Janeiro já é um absurdo a diferença de preços.

  • T1000

    A ilha não tem energia nem para subsistência, agora vão colocar elétricos?
    Alguém avise o governador que precisam queimar mais diesel para alimentar os elétricos.
    Queria saber quem.fez a conta do carbono zero kkkkkk

    • FrankTesl

      painéis solares. A ilha fica praticamente embaixo da linha do Equador

      • T1000

        Rapaz onde está escrito painéis solares?

        • tiago

          A energia em Fernando de Noronha é gerada pela queima de Diesel.
          Seria melhor deixar os veículos a Etanol, que é sustentável.

        • Julio Alvarez

          “onde está escrito painéis solares?”
          Na resposta do FrankTesl. Basta implantar na ilha até 2022.

          • T1000

            Kkkkkkkkk só pode ser piada.

        • Victor Hugo Pinheiro Cunha

          precisa escrever? se não forem solares serão pelas ondas do mar num futuro próximo..

          • T1000

            Claro que precisa; não está escrito em nenhum release.
            A energia pode vir até de carvão meu amigo; eles tem que falar de onde vai vir e quem irá pagar.

            • Victor Hugo Pinheiro Cunha

              Pelo que já lí, eles já produziam energia somente com biodiesel, e já instalaram energia solar, no primeiro ano 10%, no ano passado 20%, e vai aumentar a cada ano… inclusive já instalaram baterias de íons de lítio para que a energia solar acumulada de dia possa ser usada à noite… e quem paga a conta é o consumidor de energia elétrica, oras…

      • lucas

        isso pra bobo acreditar pqp. carro polui nada. a energia da ilha é praticamente apenas da usina termoelétrica movida a óleo diesel. Só bobo acredita nessa iniciativa. quero ver os verdadeiros habitantes, tipo os que dão role de bugre, boletar esses carros eletricos ai. uma piada. cada um devia escolher oq dirigir e não o estado.

    • TchauQueridos

      Puro marketing midiático! Eficiência zero!
      Como vc mesmo já comentou, esqueceram de contabilizar as emissões para geração de energia elétrica…

      • Victor Hugo Pinheiro Cunha

        pelo que li são geradas com biodiesel…

  • Alvarenga

    Boa iniciativa. Se conseguirem balancear a produção eólica e solar com o consumo vai ser ótimo. Economicamente tambem deve ser viavel pois o combustivel lá é bem caro devido logistica. Independente disto precisa limitar a quantidade de gente que visita por lá. Quem conheceu 30 anos atras e volta agora fica preocupado com toda razão. Progresso é preciso e os locais dependem disso, mas por se tratar de uma ilha com recursos limitados a quantidade de pessoas tem que ser controlada.

  • R. Rover

    Muito legal.

  • Alfredo Araujo

    Em uma pesquisa rápida, achei aqui que mais da metade da matriz elétrica de Fernando de Noronha é proveniente de geradores a diesel…
    Sobre adotar carros elétricos ? Realmente para inglês ver…

    • tiago

      Isso proibindo o etanol, uma solução brasileira e sustentável.

      • FrankTesl

        quantos canaviais e usinas tem na ilha?
        será necessário transportar em navios tanque, armazenar na ilha em tanques enterrados

    • Julio Alvarez

      dá pra trocar por solar ou eolica tranquilo até 2022. Espero que isso esteja no projeto.

      • tiago

        Como carrega quando não estiver fazendo sol, o quando não estiver ventando?

        • Alfredo Araujo

          Nas duas situações, existem “reservas” de energia, para esses casos. E para casos mais extremos, sempre vão existir os geradores a diesel…
          Mas é por isso q existem estudos de viabilidade, antes de se adotar esses modais mais ecológicos… No caso de Noronha, acredito, que vento não seja um problema… Sol então… nem se fala !

          • tiago

            Reservas? como se, aparentemente, o sistema não é interligado ao continente?
            Necessitaríamos de baterias, que sairiam muito, mas muito caro.

            O etanol tem baixa emissão de Nox, reabsorve o CO2, é produzido no Brasil e tem opções de carros a partir de R$ 30.000,00, por outro lado os elétricos custam acima de 150.000 e, o turismo de aventura, que parece o perfil de Fernando de Noronha, deve utilizar Jipes como o Troller, Wrangler, Land Rover, não vejo substitutos elétricos neste caso, apenas para hatch compacto (zoe, bolt, leaf).

            Me parece um ato direcionado por propaganda ou interesses escusos de lobby.

            • Ducar Carros

              Eles já estão usando baterias para armazenar o excesso de energia solar, para usar nos momentos em que o céu fica nublado, e no final do dia, quando a força do sol diminui. Mas, de qualquer maneira, será preciso ter os geradores a diesel de backup.

        • Ronaldo Prado

          Aí você estoca o vento.

        • Victor Hugo Pinheiro Cunha

          já descobriram como captar energia geotérmica

    • Mateus

      já entenderam o que aconteceu né? uma montadora francesa teve uma conversa com um governador…

      • Alfredo Araujo

        Entendi desde o primeiro momento..rsrs
        Se tem uma coisa q o Brasil nos ensina, é que sempre se deve esperar o pior das pessoas.

  • Bikudin

    Parabens a todos q tiveram essa ideia, esperamos q isso contamine o Brasil todo.

  • rodneigf

    Pessoal achando legal…
    Imagina se na cidade q vc mora o governo te proíbe de comprar outro carro q não o elétrico! Loucura isso, uma coisa e educar ou incentivar, outra é proibir.

    • T1000

      Na verdade aqui é o governo proibindo você de continuar tendo seu carro e obrigando você a comprar o carro que ele quer que você compre.
      Isto é constitucional??

  • kirig

    Fantástico! deve haver muita renda lá para pagar o valor do veículo elétrico! A energia lá é gerada como mesmo?

  • Alisson Bona

    Em Fernando de Noronha 100km da uma semana facim.

  • Ricardo Blume

    Fernando de Noronha, a Noruega brasileira. Não, pera.

  • Gerson Borini

    Será que alguem avisou esse governador oportunista que a energia eletrica na ilha é gerada através de diesel ? Ele deveria primeiro anunciar qual o tempo e investimentos para mudar essa matriz energetica, para depois vir fazer teatrinho com veículos automotor.

  • Dante Moore

    Nunca fui em Noronha, mas a ilha é pequena. Não acredito que tenha tanto carros assim. A poluição, com certeza, é muito maior oriundas dos aviões e embarcações. Além disso, alguém sabe como é gerado a energia lá? É heolica, solar?

    • T1000

      90% da geração de lá é Diesel meu amigo.

  • Cromo

    Gosto muito da frente do Zoe, com seus faróis espichados que lembra os Peugeot de algum tempo atrás, impossível não lembrar do 206. Seria + legal se a grade inferior se esticasse até quase as rodas dianteiras.

    • Victor Hugo Pinheiro Cunha

      não sei nem pra quê grade num carro elétrico…

  • Ⓜ️arcelo

    pra onde irão os buggys? Pra capital?

  • T1000

    Os pernambucanos não tem capacidade para administrar uma ilha pqp. É incompetência demais!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email