*Destaque *Featured Fiat Hatches Lançamentos

Fiat 500 2017 retorna com mais itens por R$ 61.396

fiat-500-cult-2017-1 Fiat 500 2017 retorna com mais itens por R$ 61.396

Após um ano fora do mercado, o Fiat 500 volta a ser oferecido no Brasil (sob importação do México). O hatch “pequenino” da marca italiana reestreia em nosso mercado em versão única de acabamento, a Cult com motor 1.4 flex e transmissão manual. O preço é de R$ 61.396, mais alto que o da linha anterior, mas com uma lista de equipamentos mais recheada.



Entre as novidades, o Fiat 500 2017 passa a oferecer a nova central multimídia Uconnect, dotada de uma tela colorida sensível ao toque de cinco polegadas, Bluetooth e comandos de voz.

fiat-500-cult-2017-2 Fiat 500 2017 retorna com mais itens por R$ 61.396

Outro item é o indicador de troca de marchas no painel de instrumentos, que ajuda o motorista a dirigir sempre na marcha mais indicada para o momento, priorizando a redução no consumo de combustível e emissão de poluentes. Há ainda o monitoramento da pressão dos pneus, que avisa quando um ou mais pneus estão com a pressão inadequada.

A lista inclui também teto solar elétrico Sky Wind de série. Há também controle eletrônico de estabilidade, assistente de partida em rampas, rodas de liga-leve de 15 polegadas, direção elétrica Dual Drive (com dois níveis de assistência), modo de condução Sport, volante multifuncional com revestimento em couro e faróis com ajuste elétrico de altura.

fiat-500-cult-2017-6 Fiat 500 2017 retorna com mais itens por R$ 61.396

Sob o capô, há o conhecido motor 1.4 litro Fire Evo flex, de quatro cilindros, que consegue gerar 85 cavalos de potência com gasolina e 88 cv com etanol, a 5.750 rpm, e torque de 12,4 e 12,5 kgfm, respectivamente, a 3.500 rpm. Junto a ele está uma transmissão manual de cinco marchas.

Pelo menos por enquanto, ainda não se sabe se a Fiat voltará a oferecer, posteriormente, os modelos Abarth (equipado com motor 1.4 turbo de 167 cv e 23 kgfm) e o Cabrio (versão conversível da linha), além das configurações equipadas com a transmissão automatizada Dualogic de cinco velocidades.

Galeria de fotos do Fiat 500 Cult 2017

  • Diogo Augusto

    O 500 já vendia pouco, tiram ele de linha por um tempo, e retornam ele com o mesmo visual ultrapassado em um país em que carros desse tamanho não vendem muito… Tipo… ??????????????????

    • Paulo Lustosa

      Pior que ele é assim no México e USA, visual atualizado só na Europa com o modelo polonês

      • Handlay P.B.

        Pelo que li a Fiat ainda vai fabricar o 500 reestilizado no México.

        • Thales

          Era melhor a Fiat ter aguardado mais um pouco e lançar o modelo reestilizado.
          Sempre fui fã desse carrinho, porém chegou caro e desatualizado.

      • Anderson Giovani

        Entra no site da Fiat do Chile que vc verá o 500 reestilizado por lá. Infelizmente (para nós) o mercado do Chile é mais internacionalizado devido às poucas barreiras comerciais que aquele país coloca. Eu tenho um Cult 2012/13 e estou esperando ansiosamente a nova versão chegar, que foi confirmada no salão de buenos aires.

        • Paulo Lustosa

          O chileno é importado da Polônia

        • negsintheair

          A versão AT 1.4 + Couro + Teto Panorâmico sai mais barato que este que virá do Brasil!! Convertendo, o 500 no Chile daria R$ 53.666,00. Que absurdo!

      • Diogo Augusto

        A Fiat tá mais perdida que Cego em tiroteio…

    • Robison Adada

      Quem disse que tinha saído de linha? Ele nunca saiu do site.

      • Diogo Augusto

        Mas parou de ser importado por um bom tempo, e o preço dele ficou indisponível no site… assim como o configurador do próprio

        • Robison Adada

          Sim. Mas não saiu de linha. Mesmo assim se procurasse nas concessionárias tinha a possibilidade de verificar no estoque de fábrica as unidades disponíveis.

          • Diogo Augusto

            Tá eu falei com a palavra errada, mas ele parou de ser importado, e consequentemente parou de ser vendido por um tempo…

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    “O Fiat 500 2017 passa a oferecer a nova central multimídia Uconnect, dotada de uma tela colorida sensível ao toque de cinco polegadas, Bluetooth e comandos de voz. Outro item é o indicador de troca de marchas no painel de instrumentos, Há ainda o monitoramento da pressão dos pneus.”
    Nossa, que recheio de equipamentos pra passar de 60 mil

    • Edson Fernandes

      Exatamente…rs

      A Fiat só esqueceu de enxergar o mercado e ver que compactos já tem o mesmo recheio que o 500 pode ofertar ainda mais por R$60000. Só a exemplo o Argo que custa R$53000 já tem. O Ka pode ter… entre outros.

      • Luciano RC

        Fiat 500 bom, era o Polonês com motor 1.4 16V e cambio manual de 6 marchas.

        • Edson Fernandes

          Ou automatico para ser mantido no lugar do dualogic….

          • Luciano RC

            Com certeza.

    • Gran RS 78

      Ele tbm ganhou o teto solar de série.

  • Cleidson

    Nem pra botar o 1.3 Firefly?

    • Silvio

      Era o mínimo a se fazer, já que até o Uno usa o Firefly.

    • Anderson Giovani

      Concordo…Vamos esperar a nova versão que a Fiat confirmou no Salão de B.A. que provavelmente chegará em Dezembro 2017 ou Janeiro de 2018. Se vier com o 1.4 fire, eu desisto do 500. Tenho um Cult 12/13 e amo ele.

    • invalid_pilot

      Ou o 1,4 MultiAir

      • Luciano RC

        Voltar com esse motor, que tinha até Flex.

  • Diego G. de Lima

    Tem doido pra tudo.

    • Anderson Giovani

      Tem mesmo, o brasileiro prefere comprar UP TSI pelado por 60mil, HB20, com a metade dos itens de segurança do 500 por 60 mil do que um carrinho completíssimo e seguro por 60 mil…eu sou doido, pq eu tenho um 500 e não troco por nenhum UP, HB20 ou qqr outro nacional na faixa dos 60 mil.

      • Humberto Braga

        Up tsi custa menos, tem manutenção mais barata, MUITO mais potente, MUITO mais seguro (5 estrelas no Ncap) e MUITO mais espaçoso…
        Pelo jeito você não entende muito de carro né jovem, mas ah… Pra vc nao falar que é implicância: o 500 é mais bonito :)

        • Anderson Giovani

          É…manutenção programada realmente é mais barata. Mas VW (se tem ou um dia tiver um) vai pagar muito mais por manutenção ALÉM da programada pelos problemas crônicos dos VW. Minha familia sempre teve VW…e sempre foi MUITO mais dispendioso manter um VW do que um Fiat. Acho que quem precisa se informar mais do meio automotivo (de forma prática), é vc meu jovem. Sobre motores VW, não tenho do q reclamar, são realmente mais potentes e econômicos. Mas infelizmente a construção e acabamento não é o forte da VW. Para populares nacionais hoje, Fico com novo Ka, HB20 e Argo. 500 não entra nessa lista por não ser popular.

          • Humberto Braga

            Bom, pode pesquisar ai que você vai ver que o up tem o menor custo de reparo do Brasil. Meu up ta com 50000 km e ainda não deu problema nenhum! Não to falando de gol e etc, to falando de VW com projeto europeu (UP). Não gostava da VW e sempre tive GM, mas eu fiquei surpreso com o carrinho, assim como todo mundo que tem…
            De fato o acabamento da VW não é dos melhores, mas em momento nenhum citei isso…
            Agora, acho que você não percebeu que eu comparei o fato de “ser popular” e sim pelo espaço e proposta do carro… E quem comparou o 500 com o Up primeiramente foi voce…
            Se voce perguntar a cada 10 pessoas 7 preferem o up TSI que o 500 que aliás é um belo carro de muiézinha hahahahahahhaha

            • Anderson Giovani

              É…depois do seu comentário percebi o quanto é infantil. Não dá pra discutir com gente assim. Up! veio com uma proposta bem diferente do 500. Veio pra ser o pé d boi da VW. Nem isso conseguiu por ser feio e pobre demais. Compra de um Up é totalmente racional (pelo consumo do mesmo), porém perde em vendas até pelo feioso Mobi. Fico feliz em ter um carro de “muiézinha” como disse. Sinal que tenho bom gosto, como a maioria das mulheres (pensamento machista o seu). Desculpe…fico por aqui, pessoa como vc não tem credibilidade para falar de carros.

          • Diego Sampaio

            Infelizmente tenho que discordar. Manutenção da Fiat só é barato nos motores 1.0 e 1.4. Nos motores 1.6/1.8 só leva facada. No meu Palio 1.6 (carro popular!!!) uma revisão “básica” não sai por menos de 600. Uma revisão completa passa dos 1000 fácil.

            Atualmente estou tentando fazer a troca da embreagem e me cobraram a bagatela de 2.800,00 (Dualogic). É brincadeira? Pensei em vender o carro mas não querem pagar mais de 18 mil em um carro que vale 30 na fipe.

            Em resumo, comprei um carro popular que não tem consumo de carro popular, não tem manutenção de carro popular e não tem seguro de carro popular pra as Css da Fiat vir na minha cara e dizer que dos 30 que ele vale só podem pagar 18 pq é um carro que “não tem sido bem visto no mercado”. Então porque vendem?

            Fiat nunca mais.

        • Vinícius

          Então colega, o UP! Tirou 5 estrelas noa antigos parâmetros do Latin Ncap, mas agora com critérios mais rígidos, sem ESP, quero ver tirar 5 estrelas, se muito, ele tira 3 estrelas!

          • Edson Fernandes

            Pois é… não adianta dizer. Qdo alguem quer defender sem comparar na pratica fica dificil. E se eu não engano esse Fiat 500 é 4 estrelas

        • Igor Pricandi

          O up foi 5 estrelas no padrão anterior do NCAP, não no atual. Todos os carros que foram retestados pelo padrão atual e não adotaram a sopa de letrinhas esp, etc. foram rebaixados. O fiat 500 pelos atuais padrões no EuroNCAP que é mais rigoroso que o LatinNCAP, foi 3 estrelas, isso mais pelos passageiros ou crianças no banco traseiro. Que convenhamos para quem usa esse tipo é quase como um 2+2, dificilmente há alguém no banco de trás, que serve mesmo é de porta-malas. O 500 ainda conta com esp e tc. O UP não, ainda, espero que a vw coloque em breve. O antigo padrão da NCAP não levava em consideração a segurança ativa, o peso das notas era basicamente segurança passiva e carroceria. Foi bacana a mudança. Para os que não sabem, e há quem não saiba, a segurança passiva é aquela que funciona apenas em caso de acidente. A ativa é aquela que evita o acidente, como controle de estabilidade, alerta de colisão, etc. Traduzindo, não adianta ter um carro bom de porrada, se ele também não a evitar. Segundo a consumer report o esp evita 80mil mortes por anos nos EUA. E há situações em que o mais hábil dos motoristas não conseguirá segurar o carro, como uma mancha de óleo, areia ou aquaplanagem. Pegue uma operação descida pela anchieta e saberá do estou falando. A pista da esquerda era de descida é a de subida dos caminhões, cheia de óleo. Passei alguns apuros e pude sentir a atuação do controle de estabilidade. Aprendi, por isso, a descer pela faixa da direita. Penso também que a fiat pisou na bola por não oferecer a versão nova. Mas para carro de nicho e remaker, como ele, dizer que é velho é meio que chover no molhado. É cult, ou você gosta ou não gosta. A fiat bem que ofereceu uma boa versão dele a preço bom antes, com o motor 1.4air e cambio at6 aisin, era a lounge. Não vendia e foi tirada de linha quando veio o inovar auto e o carro ainda era feito na polônia. Quem tem essa versão não vende, não troca, não dá.

          • Junio Tavares Silva

            Já disse aqui e vendo seu comentário volto a afirmar, o controle de estabilidade junto com o abs são para mim os itens mais importantes com relação a prevenção de acidentes em um veículo. São importantes os airbags? sim, obviamente, mas nesse caso a cagada já esta feita!

      • Diego G. de Lima

        Seu dinheiro suas regras, mas eu não compraria.

  • Guilherme Batista

    Voltou com o modelo antigo ainda.. pra que?

    • Deadlock

      A fábrica do 500 no México ainda não se pagou, tem que vender na banânia. Até o motor é velho. Mas é carro de nicho, premium subcompacto. Deveria ter opção automática, já que seu uso é essencialmente urbano.

      • Rodrigo

        A fábrica do México já existia muito antes de ser Fiat (era Chrysler antes). De lá saiam os modelos PT Cruiser, Neon e Stratus. Morei bem próximo dela em 2009.

        • Deadlock

          É, mas o que tem que se pagar é a linha de montagem específica do 500, que é o que comumente se adota na indústria automobilística. Realmente me expressei mal, mas o que tem que se pagar é a fábrica do 500, que teve um investimento específico.

      • Guilherme Batista

        Só pode ser isso, o dificil é acreditar que tem gente que compra

    • Paulo Lustosa

      Porque no México e nos EUA não tem o modelo facelift

  • Fanjos

    Deveria ter colocado uns 120 mil pelo menos né

    • ViniCarvalho77

      mas tem teto solar… deixa por 59990 :D
      Até pq esse motor 1.4 é excelente né… IRONIA, por favor…

  • Leandro Balmant

    Se já não vendia, agora então…
    Poderiam ter atualizado o visual e adicionado o motor 1.3, que traria mais agilidade e economia ao modelo.
    Se vender uns 50 por mês será muito.

  • Duh

    Ainda deviam ter peça do velho e resolveram despejar aqui cobrando preço de novo.

  • Elfo Safadão.

    Podem me apedrejar, mas eu queria um desses, é fácil achar vagas para estacionar um carro dessa dimensão.

    • Marcel

      Melhor uma moto, mais fácil ainda e bem mais barata.

      • Elfo Safadão.

        Cara, até tenho uma moto, mas nem compensa pelo risco.
        Sem falar que, em dias de chuva chegar no trabalho molhado não rola.

      • Robison Adada

        aff

    • Wellington Myph13

      Gosto não se discute, mas 500 tem 3,55 e up! tem 3,60…
      VW up! 1.0 TSI 105cv e 16,8kgfm = 54k
      Fiat 500 1.4 88cv e 12,5kgfm = 61k

      500 tem vários mimos interessantes e até importantes como seletor de modo de condução, CMM (mesmo que de apenas 5″ o up! nem tem como ter), teto solar e ESP, mas quem andar em um up! TSI e depois em um 500… Não da pra levar o 500…

      Maior pecado mesmo é a VW pisar no tomate e não oferecer ESP no up! TSI, que devia ser de série ou no minimo do minimo, opcional…

      E pra finalizar, se “achar vaga fácil” é o ponto do carro, Mobi e QQ são melhores ainda pra isso.

      • EDU

        Ande no meu 500 sport air com o motor multiair e voce mudara de opniao rss

        • Wellington Myph13

          Cara, eu quase comprei um. Tinha um seminovo Sport Air com o 1.4 Multi air de 16v, e honestamente, aquilo nem parece Fiat… O carro tinha 90mil km, e estava excelente ainda, rodei dois dias com o carro. O 1.4 16v é gostoso mas não é lá tudo isso, o cambio é gostoso, e a posição dele é excelente. Não gostei dos comandos do vidro no painel. Som era bom e não fazia barulho. E tinha teto solar também.

          Agora, eu sei que você reclama de up!, mas seja um curioso pelo menos, e vá na VW testar o up! TSI… O cambio é uma manteiga, o carro é uma caixa de isolamento acustico excelente que você nem ouve direito o motor mesmo até 4-5mil RPM, o TSI empurra muito gostoso o carro… O acabamento da Move-up! pra cima não é ruim igual a Take… Quem reclama do up! só pode estar falando da Take ou por gosto pessoal de não ter gostado do painel, porque da Move pra cima os materiais usados são bem melhores, tons mais agradáveis, sem rebarbas e bem encaixadas. Eu tive um, o carro é tudo de bom. E se vc entrar no Best Cars, a avaliação que eles fazem de publico, o up! é detentor de 90% de satisfação. Não é atoa, sem fanatismo, faça o teste, o carro conquista no rodar.

      • Anderson Giovani

        Nossa…q comparação infeliz a sua. 500 é outro nicho de mercado. Up! era para ser popular, mas não pegou. Up! tem construção pobre, plásticos pobres, interior e isolamento espartano e pouquissimos itens de segurança, TSI! por 54k, é compra 100% emocional. Mas o que se esperar de um país em que os valores são invertidos. Só pegar a pirâmide de Maslow e entender o q estou falando. Não é atoa que o 500 na Europa é sucesso de vendas e possui diversas versões e motores.

        • Wellington Myph13

          Nossa não né amigo, vamos lá…
          500 não usa material soft touch nem nada, ele é apenas um sub compacto bem montado com materiais decentes como no Argo hoje por exemplo.
          O up! usa materiais pobres na Take up, não discuto com isso mesmo, acho que a Take up só serve pra acabar com a imagem do carro de tão espartano que é.
          Da Move up! pra cima, o painel colorido usa o mesmo material do painel colorido ali do 500. Bancos e os materiais cinzas todos de boa qualidade igual o 500… Construção pobre é outro chute forte também, ele é muito bem montado, sem rebarbas ou peças soltas…
          Você certamente nunca teve/andou em um por tempo suficiente pra tirar melhores conclusões, porque pra falar que o Isolamento é ruim… O up! deve ser tão silencioso ou até mais que o 500, eu tive um e não se ouve quase o motor até 4-5mil rpm, é uma caixa acústica que você fica fechado lá dentro, é muito bom.

          Se você não gostou do painel do up!, do estilo externo e interno dele, dos bancos e etc, tudo bem, fale que vc por gosto pessoal não gosta, mas falar tanta besteira assim é demais né… Se você lesse mais comentários em blogs, opiniões de donos, veria que NADA do que vc usou de critério bate com o up!, no máximo o “pouquíssimos itens de segurança” que infelizmente já é falta da VW mesmo…

          Ao menos seja curioso o suficiente, pra ir em uma VW testar o up! TSI, e verá que sem fanatismo, o carro é excelente…

        • invalid_pilot

          Me desculpe, mas o 500 tá longe de ser carro de luxo e de nicho diferente do up!

          Ambos são carros citadinos.

          Botou pirâmide de Maslow nessa discussão pra embasar tudo, Meu Deus!

        • Ernesto

          Quando foi que você andou no Up TSi?

    • EDU

      Se comprar nao ira se arrepender.

      • Elfo Safadão.

        falam mal de mais desse carrinho.
        mas queria experimentar pela curiosidade e pela praticidade.

        • Edson Fernandes

          Eu fui conhecer o 500 numa epoca que procurava modelos pequenos para usar no dia a dia.
          Na pratica: Eu com 1,87m não coube.

          Confesso que na epoca me desanimei, obviamente um carro dessa forma para minha necessidade nõa daria certo.

          • Elfo Safadão.

            Poxa vida, eu tenho um 1,85m….
            Mas nem se afastar os bancos no talo cabe?
            Por que passar aperto em carro, o Fusca (antigo) foi o único modelo que me fez ficar com os joelhos encostando no queixo, mas foi mais por causa dos bancos de molas que eram altíssimos…

            • Edson Fernandes

              No meu caso não.

              Tem gente que diz que já conseguiu. Eu na epoca quis olhar os carros subcompactos (na epoca era ka, 500, smart…). No 500, eu levei o banco todo para trás, baixei o maximo que dava e minha cabeça torta encostando no teto.

              Era o carro de test drive! Daí falei para o vendedor: “Posso até andar mas só me cabe com o teto aberto”. Ele achou que tinha mais ajuste, mas não coube mesmo.

              E o Smart o problema foi que além de caro para oque ofertava, a suspensão era uma PEDRA. Parecia não ter molas e nem amortecedor de tão duro. No fim resolvi continuar com meu compacto que nem era tão diferente e desisti do Ka porque minha irmã teve e achei que seria um retrocesso perante o C3 da epoca.

  • Cincinato

    Caramba que oportunidade!

  • Wagner Lopes

    Beleza…mais um patético no nosso patético mercado…1.4 manual com 85/88CV por “apenas” 61K…

  • Mr. Car

    Bem que eu queria, he, he! Sempre achei muito bacana este carrinho, que considero talvez a mais feliz (re)criação da onda retrô, da qual sou grande fã. Não me lembro de nenhum carro deste “segmento”, que eu não tenha gostado. Infelizmente, um que ficaria sensacional, não virou realidade nas ruas: o Ford Forty-Nine.

    • Duh

      Desse estilo retro o mais bonito era o novo fusca pra mim. Do 500 gosto mais da versão X.

      • Mr. Car

        Também gostei demais do Novo Fusca. Ficou muito mais “Fusca” que o New Beetle, he, he!

    • Gio

      O Ford não acabou dando origem ao Thunderbird???

  • Daniel Albuquerque

    Já chegou ultrapassado, no mínimo deveria vir com o firefly 1.3 no lugar desse dinossauro embaixo do capô

  • Paulo Lustosa

    Acho que ao menos podia receber o motor Firefly 1.3 né dona Fiat?

  • Ricardo Blume

    Pequeno no tamanho, grande no preço. O 500 me lembra muitos modelos que no começo de suas vendas todos queriam um, mas ao longo do tempo seus preços foram subindo, subindo, subindo até cair no esquecimento do povo. A Fiat matou o 500 no Brasil e ainda quer vendê-lo depois de um ano completamente desaparecido? Algo que realmente não consigo entender. Pode ter os acessórios que for que 61k não vale nem ferrando.

  • thi

    esses carros são caros! de se produzir… up!(tsi) e 500 ,carros de nincho..mas pq a fia nao atualizou ??

  • Sérgio Henrique de Castro Mati

    Minha esposa comprou o mais simples, cult mecânico, em 2012, modelo 12/13, cerca de 40 e poucos mil doletas o bichinho na época. Estamos com ele há 5 anos e na hora de vender, faltou coragem. O pequeno conquista pela praticidade.
    Pena que o mercado piorou muito e pra levar um zero se pague bem mais do que antes.

    • EDU

      Foi por isso que comprei um Sport air branco de unica dona 2012 . Repleto de equipamentos de segurança , conforto , bom acabamento economico e anda muito bem . Acabei largando o SUV na garagem , que dirige o 500 se apaixona pelo carrinho.

    • Anderson Giovani

      Só troco o meu Cult 12/13 por um do modelo Europeu (segundo a Fiat chega no final do ano) e se vier com motor 1.3 Firefly. Caso não venha, prefiro pagar um pouco mais por um Abarth 15/15 ou 15/16 e tê-lo como carro de final de semana para diversão. Não seria um carro para o dia-a-dia como atualmente uso meu cult.

  • Wellington Myph13

    Mas o Brasil é curva de rio mesmo, pqp…
    Fiesta Sedan antigo sobrou na produção lá, e mandaram pra cá o resto. (Não se seja um carro ruim, só já vem “atrasado”, sem nada de novo, e com o Powershift ainda…)
    500 antigo sobrou lá também, e precisava se livrar de mais uns motores 1.4 EVO antes de parar de vez, mandaram pra cá também… (No painelzinho pra receber um sonzinho melhor eles dão um jeito)
    O que mais será que surge das trevas até o fim do ano?

    • Handlay P.B.

      Acho que o 500 atual ainda é produzido no México, então não estão trazendo o resto que sobrou de lá, pelo que li o 500 reestilizado ainda será fabricado no México.

  • Maycon Farias

    Uma desova apesar e ser um bom carro. Nem vou dizer que queria o modelo novo porque certamente custaria quase 100 mil. O problema é que o aumento não acompanhou o poder de compra desde seu lançamento. Alguém chuta quanto tempo vai ficar no catálogo antes de sair denovo por falta de vendas?

    • Handlay P.B.

      O Fiat 500 provavelmente é um carro superfaturado. Não é tão difícil eu ver um 500 com uma mulher dirigindo, muitas delas gostam desses carros frufrus.

  • Handlay P.B.

    Conheço o Fiat 500 desde 2009, sempre gostei dele, atualizações mecânicas e visuais não fazem falta posto que é um carro retrô, embora eu prefira esperar o 500 reestilizado. Porém, ele está muito caro no Brasil, é digno de encalhar e apodrecer nas concessionárias.

  • Speed Racer

    Minha mãe tem um desse, Cult dialógic 2013, é um carro muito honesto, seguro e econômico. Deveriam oferece mais versões. Deveria custar um pouco menos por vir do México.

  • Bruno Gomes

    Engraçado é que por esse valor você encontra um 1.4 twinAir ou até mesmo um 500C pouco rodado. Mancada da Fiat em relançar esse carro por esse preço astronômico. Lembrando que a versão cult com motor fire já custou 39.990, claro que sem alguns desses mimos, mas pagar mais de 60000 num subcompacto manual é dose!

    • EDU

      Exato Bruno 1 mes atraz comprei um Sport Air 12 com 40 mil km por 31.900 zerado . Digo que e um puta carro num embalagem economica . O Suv acabou ficando encostado na garagem. Agil , economico e bem equipado foi uma boa compra

  • Natán Barreto

    O carro tem a mesma cara há 10 anos, não tem um câmbio automático decente, não tem um motor econômico (uma amiga tem um 1.4 que bebe pra caramba), nenhum equipamento que justifique o preço e sequer mudam uns detalhes como roda ou volante pra pelo menos maquiar.

    • EDU

      Tem automatico de 6m aisin decentissimo. Sua amiga e a 1 que ouço dizer que e beberrao . estranho . Quanto ao design po carro retro logo e bem Dificil mexerem tanto . Porem mesmo com 10 anos digo que nao envelheceu nao . Morei mais de 10 anos na Europa e te digo la e um sucesso.

      • Walter

        Tive um Lounge Multiair AT6 2012 e realmente era bem beberrão.
        Uma delícia para dirigir, mas fazer mais do que 8 na cidade era só com o ar desligado e dirigindo que nem a minha finada avó.

  • Louis

    Levo 2 Kwid por esse preço.

    • pedro rt

      kwid nao e carro, e meio de transporte assim como o mobi…

      • Louis

        Assim como o 500…

  • EDU

    http://www.automaxfiat.com.br/veiculo/fiat-500-cult-1-4-my2017 cnpj ta vantajoso. Comprei um 500 SportAir 12 pra rodar na cidade e to muito contente, Equipado bem montado e um canhaozinho. A Fiat queimou o carro como ela faz com todos que ela lança.

  • fabio

    CADÊ A PORCARIA DA VERSÃO ABARTH QUE EU ESTAVA LOUCO PRA COMPRAR QUANDO FOI LANÇADO, NO FINAL DE 2013 OU 2014, MAS QUE A FIAT NÃO DEIXAVA ENCOMENDAR PORQUE TODAS AS CONCESSIONÁRIAS QUE EU LIGAVA DIZIAM A MESMA COISA, QUE A FÁBRICA NÃO ESTAVA ABRINDO A CARTEIRA DE PEDIDOS, E QUE DEPOIS DE ALGUNS MESES MANDARAM ALGUMAS UNIDADES PARA O BRASIL, MAS O CLIENTE CONTINUAVA NÃO PODENDO ENCOMENDAR DO JEITO QUE QUISESSE, TINHA QUE COMPRAR DAS UNIDADES QUE JÁ TINHAM VINDO, DO JEITO QUE TINHAM VINDO, E EU QUERIA SEM TETO SOLAR MAS TODAS AS UNIDADES TINHAM VINDO COM TETO SOLAR, E COM ISSO O TEMPO FOI PASSANDO, PASSANDO, PASSANDO, E QUANDO EU VI JÁ TINHA ACABADO TODAS AS UNIDADES QUE TINHAM VINDO E EU ACABEI FICANDO SEM NENHUMA…………… CADÊ??? A FIAT AINDA ESTÁ ME DEVENDO ESSE 500 ABARTH, E EU NÃO VOU ME ESQUECER DISSO ATÉ O FIM DA MINHA VIDA, rssssssssssssssssssss.

    • fabio

      E para aqueles que vão me dizer: “Mas por que você é tão louco assim por um 500 Abarth? Compra um carro de verdade”, eu respondo: EU JÁ TENHO UM CARRO DE VERDADE. Tenho até dois. Tenho um Punto T-Jet 2013 e um Golf GTI 2017. Mas o que eu quero mesmo é um 500 Abarth, rsss. Gosto não se discute, então não venham discutir comigo. Eu não quero simplesmente um carro potente, porque eu já tenho um. Eu quero um carro potente e PEQUENO, BEEEEEEEEEEM PEQUENO, O MENOR POSSÍVEL. Aí os babacas vão dizer: “Que frescura!!! Tem um golf gti e não tá contente porque quer uma porcaria de brinquedo de um 500 Abarth!!!” Eu digo: “Problema é meu, rssssssssssss. Você paga minhas contas? Eu devo algo pra você? Eu tenho que me justificar pra você? Não!!! Então eu compro aquilo que eu quero, como quero, e quando quero. Se eu gosto mais de um carrinho 500 Abarth do que um golf gti, então é assim que eu sou, E PONTO FINAL”.

      • fabio

        Tudo bem, eu sei, eu fui burro em não ter comprado uma unidade preta, com retrovisor vermelho, do jeitinho que eu queria, mas eu não comprei porque tinha TETO SOLAR, e eu não queria. Você vai dizer: “Mas por que você não queria teto solar? Todo mundo quer”. Bom, como eu disse, eu fui burro, rssssssssss. É que eu não faço a menor questão de teto solar, simplesmente não faço, então eu pensei: “Tá, tudo bem, eu ando com ele sempre fechado e pronto. Mas e se mesmo fechado, por causa de ser todo furadinho, entrar luz solar e me incomodar?”. Esse era o meu receio. E aí eu fui burro e não comprei. O tempo passou, eu comprei o golf gti, COM TETO SOLAR, e também é todo furadinho em cima (embora eu achasse que não era), e AGORA eu descobri que mesmo com teto todo furadinho em cima, não incomoda nada quando está fechado. Ou seja, tem teto solar, é muuuuuuuuuuuuito difícil utilizá-lo, mas é legal abrir de vez em quando, e quando está fechado mesmo sendo furadinho não incomoda em nada. Quando fechado, a gente nem lembra que ele existe, o que é 99% do tempo, para a minha pessoa. Talvez outras pessoas utilizem o teto solar 50% das vezes. Eu utilizo 99%, rsssssssss. Se eu soubesse disso, eu teria comprado aquela unidade do 500 abarth preta com retrovisor vermelho, do jeito que eu queria, e com o maldito teto solar, rssssssss. Só que agora não está mais disponível. ENTÃO, FIIIIIIIIIIIAT, DEIXA ELE DISPONÍVEL NOVAMENTE, EU COMPRARIA HOJE MESMO.

        • Victor Nunes

          A unidade do Abarth é preto e vermelho cara.

          Não perca essa chance. Do contrário, não adianta ficar resmungando.

      • Guedes

        Compra usado, ué.

    • Victor Nunes

      Encontrei para você o modelo 0 KM preto no icarros. Ele é 2015 mas é zero.

      Agora vai lá comprar brother. Não tem mais desculpa!

      http://www.icarros.com.br/comprar/sao-bernardo-do-campo-sp/fiat/500/2015/1.4-multiair/d11493623

  • Achei interessante, sim, a lista de equipamentos. Só achei que a falha aí foi oferecê-lo apenas na versão manual.

  • Dreidecker

    No México, de onde o Fiat 500 vem, o Fiat 500 possui motor 1.4 16v Multair com 101 hp, câmbio automático convencional AT6 (não o dualogic), central multimídia com GPS por R$ 56 mil. R$ 64 mil se for a versão conversível.

  • Felipe

    Se até o início desse ano ainda tinham alguns 500 2015 em algumas concessionárias… A Fiat ainda insistiu e trouxe o 500 com visual desatualizado, lista de equipamentos de série apenas um pouco melhor que o modelo 2015 e ainda mais caro, bem mais caro. É a pá de cal pro carrinho.
    Quando o modelo atualizado chegar, quem tiver um modelo 2017 desses vai estar engolindo seco.

  • Pedro154

    Poderiam ter esperado um tempo a mais para lançar o facelift com o motor 1.3 Firefly…

  • André Gonçalves

    Tomara que os chineses comprem a fiat logo pq a coisa ta feia. Voltar com o carro desatualizado usando fire evo? Me ajuda aí né fiat?

  • Walter

    Por esse preço e só com câmbio mecânico, se vender 15 por mês já é muito.

  • REDDINGTON

    Trazer esse carrinho simpático hoje em dia só manual??? Sério isso??? RIP 500.

  • Pensei que ele só voltaria com a nova geração…

    Ledo engano.

  • Robison Adada

    Até agora não entendi porque estão falando do UP. Aff.

  • Vinícius

    O carro já vendia pouco, aí tiram ele por 1 ano e o mesmo retorna com poucas atualizações (normais já que todo carro evolui quando há uma atualização) e custando 20 mil a mais.

  • MSGUI

    61 mil reais por esse projeto de lixo com cambio manual?
    Essa maconha estragada que o pessoal da Fiat esta usando esta fazendo estrago. A Fiat assumiu a personalidade da JEEP e acha que faz Cherokee agora….

  • Paulino Lino

    Kd o facelift Fiat? Aí é tiro no pé pagar 61k num pequenino nada premium. Já o 500 semi novo é uma boa opção.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend