Fiat Hatches Matérias NA

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

O Fiat Argo Drive é a versão de acesso do hatch compacto da marca italiana no Brasil. Lançado em 2017, o modelo substituiu ao mesmo tempo os antigos Fiat Palio (de segunda geração) e Fiat Punto.


Na oferta proposta para o Argo, a versão Drive aparece com destaque, pois, ela não só serve como opção de entrada, mas também agrega dois motores da família Firefly, assim como uma opção de câmbio automatizado.

Essa versão também veio com alguns diferenciais, especialmente o sistema Start&Stop e a disponibilidade de controles de tração e estabilidade, assim como assistente de partida em rampa.

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc


Fora isso, o Fiat Argo Drive trouxe mais recentemente a opção única de uma tela de 9 polegadas para a multimídia Uconnect, um diferencial não visto nem nas versões Precision e HGT, que são as mais caras e completas.

Tirando uma opção de acesso sem designação, basicamente a Drive é que concentra a maior parte da gama do Argo, assim como um boa quantidade de equipamentos opcionais e acessórios.

Com bom custo-benefício, o Fiat Argo Drive reúne economia e desempenho aceitável, além de conforto na versão automatizada, que até recebeu programação diferenciada no modo Sport, rara em carros dessa faixa de preço.

Fiat Argo Drive

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

O Fiat Argo Drive é oferecido em três opções no mercado nacional, sendo que a mais em conta tem motor 1.0 Firefly e câmbio manual de cinco marchas.

Na segunda opção, o hatch compacto da Fiat acrescenta o motor 1.3 Firefly, também com transmissão manual. Por fim, a terceira oferta é do motor 1.3 com câmbio automatizado GSR-Comfort.

Diferentemente do sedã Cronos, que tem versão Drive 1.8 automático, o Fiat Argo Drive vem somente com os motores acima, mas tem a vantagem sobre o sedã de ter o propulsor 1.0 com um preço menor.

Com acabamento mais simples e ambiente escuro, o Argo Drive tem itens de conforto importantes, como ar condicionado, direção elétrica, multimídia com Android Auto e Car Play, vidros e travas elétricas, airbag duplo, ABS, entre outros.

Fiat Argo Drive – Estilo

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

O Fiat Argo Drive tem visual simplificado em relação às versões Precision e HGT, tendo grade preta com elementos estilizados, faróis com máscara negra, para-choque com grade inferior em estilo colmeia, além de molduras laterais.

Nas laterais, as rodas de aço aro 14 polegadas tem calotas integrais com pneus 175/65 R14, bem como com sensores de pressão dos pneus.

Logotipo Drive metálico nos para-lamas e retrovisores com repetidores de direção e na cor do carro, assim como as maçanetas. As colunas B são pretas.

Na traseira, as lanternas do Fiat Argo Drive possuem lentes comuns, enquanto o para-choque tem refletores em forma de bumerangue. A tampa do bagageiro tem defletor de ar. No teto, apenas uma antena simples.

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

No interior, o Fiat Argo Drive tem ambiente com acabamento em preto e cinza brilhante, este no painel, enquanto colunas e teto claros. A textura do painel tem a parte central diferenciada, tendo como destaque a multimídia com tela de 7 polegadas.

Já o cluster analógico conta com display digital de 4,2 polegadas com computador de bordo e níveis de combustível e temperatura da água.

A coluna de direção é ajustável e o volante tem boa empunhadura, com comandos de mídia e telefonia. Na versão GSR, o Fiat Argo Drive vem com piloto automático ajustável na direção.

O Argo tem ainda três difusores de ar circulares ao centro e dois retangulares pronunciados nas laterais. O compacto tem ainda ar condicionado manual e entrada USB e auxiliar no console, que possui bordas laterais elevadas.

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

As portas possuem acabamento preto com plásticos e detalhes em cinza, enquanto os bancos em tecido de cor cinza são confortáveis e apresentam cintos de segurança com ajuste de altura.

Entre os bancos, porta-copo e entrada USB para o banco traseiro, tendo alavanca de freio de mão.

No Fiat Argo Drive GSR, o console é diferente, com reposicionamento de USB e auxiliar, ostentando botões para engate de Drive, Ré e Neutro, além de modo manual e Sport. Este tem ainda porta-copo reposicionado.

O espaço atrás tem banco inteiriço com três apoios de cabeça e três cintos de segurança de três pontos. Isofix e Top Tether fazem parte do pacote. No Drive GSR, há também apoio de braço central dianteiro.

Os vidros dianteiros são elétricos de série, mas opcionalmente pode-se ter vidros elétricos nas quatro portas. Os retrovisores com ajustes elétricos e travamento central das portas na chave canivete.

Fiat Argo Drive – Conteúdo

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

O Fiat Argo Drive vem de série com ar condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos com sistema antiesmagamento e one touch, volante com regulagem de altura, travamento central elétrico e espelhos externos com ajustes manuais.

Airbag duplo, freios ABS com EDB, preparação para som com seis alto-falantes e antena, lavador e limpador do vidro traseiro, desembaçador traseiro, computador de bordo, painel com conta-giros, espelhos nos para-sóis, retrovisor interno dia e noite, cintos de 3 pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes e alarme.

Chave canivete com acionamento de travas, vidros e porta-malas, rodas de aço aro 14 polegadas com calotas integrais, pneus 175/65 R14, apoio de pé, banco traseiro rebatível, brake light, aerofólio traseiro, entre outros.

Opcionais e personalização

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

Com motor 1.0 Firefly, o Fiat Argo Drive tinha apenas a pintura normal, mas recentemente ganhou opção de pintura em dois tons, que custa R$ 910. Nesse caso, ele utiliza a mesma padronagem de tonalidade das versões Precision e HGT, mudando somente teto, retrovisores e detalhes do para-choque dianteiro.

Pode-se assim optar pelas cores Vermelho Monte Carlo com teto Preto Vulcano, Branco Alaska com teto Preto Vesúvio, Branco Banchisa com teto Preto Vulcano e Cinza Silverstone com teto Preto Vesúvio.

Além disso, o Fiat Argo Drive pode dispor também de multimídia Uconnect com tela de 9 polegadas sensível ao toque e sem os botões físicos do modelo de 7 polegadas, contendo igualmente os sistemas Google Android Auto e Apple Car Play.

Esse dispositivo adiciona uma segunda porta USB para quem vai atrás, bem como volante com comandos de mídia e telefonia, incluindo Bluetooth. O preço é de R$ 2.300.

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

Para manobras, o Argo Drive tem ainda o kit Parking com sensor de estacionamento traseiro e câmera de ré, saindo por R$ 1.870.

No kit Tech, o hatch tem ainda controle de tração, controle de estabilidade, assistente de partida em rampa e sistema Start&Stop, que desliga o motor quando estiver parado e engatado. Custa R$ 1.570.

Quando equipado com motor Firefly 1.3, o Fiat Argo Drive acrescenta o kit Style com rodas de liga leve aro 15 polegadas, pneus 185/60 R15 e faróis de neblina por R$ 1.810.

No kit Convenience, o Argo Drive 1.3 pode ter ainda vidros traseiros elétricos one touch e com antiesmagamento, bem como retrovisores com ajustes elétricos e função Tilt Down para visualização da guia da calçada, saindo por R$ 1.770.

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

Já o Fiat Argo Drive GSR tem piloto automático, controles de tração e estabilidade de série, entre outros, mas opcionalmente pode dispor dos kits Convenience, Style, Parking e Bicolor, tendo os mesmos preços acima.

Nesta versão, o volante tem paddle shifts e o seletor de marchas é por botão. Como é uma versão mais completa, tem até assinatura em LED nos faróis, luz ambiente, multimídia com tela de 9 polegadas, entre outros.

Nos acessórios, o Fiat Argo Drive tem uma gama bem extensa de itens, incluindo faróis de neblina, alarme, protetor de cárter, frisos laterais, pedais esportivos, calhas de chuva, tapetes em PVC ou borracha, capa de banco, rede para porta-malas, cabides, máscara dos retrovisores, calotas diferenciadas, bolsas, engate para reboque, entre outros.

Motores

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

O Fiat Argo Drive tem motores da família GSE Firefly de três ou quatro cilindros, ambos com cabeçote de 2 válvulas por cilindro, tendo assim 6 e 8 válvulas no total. Também possuem sistema de partida a frio por pré-aquecimento de combustível.

O Firefly 1.0 tem 3 cilindros e 999 cm3, trabalhando com taxa de compressão de 13,2:1 com 72 cavalos na gasolina e 77 cavalos no etanol, ambos a 6.250 rpm. Os torques são de 10,4/10,9 kgfm a 3.250 rpm, respectivamente.

Com câmbio manual de cinco marchas, o Fiat Argo Drive 1.0 vai de 0 a 100 km/h em 13,4 segundos com máxima de 162 km/h. O consumo é de 9,9/10,7 km/l no etanol, enquanto na gasolina ele faz 14,2/15,1 km/l, respectivamente cidade/estrada.

No Firefly 1.3, o propulsor tem 4 cilindros e 1.332 cm3 com a mesma taxa de compressão, entregando 101 cavalos na gasolina e 109 cavalos no etanol, obtidos na mesma rotação do Firefly 1.0, mas com torques de 13,7/14,2 kgfm a 3.500 rpm, respectivamente.

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

Com câmbio manual, o Fiat Argo Drive 1.3 precisa de 10,8 segundos para chegar a 100 km/h, alcançando 184 km/h de final. Na versão GSR, o hatch tem o mesmo desempenho, mas o consumo é diferente.

Enquanto o manual, no etanol, faz 9,2/10,2 km/l em cidade/estrada, por exemplo, o GSR obtém 8,9/10,0 km/l, respectivamente. Na gasolina, o 1.3 manual consegue 12,9/14,3 km/l e o automatizado faz 12,7/14,4 km/l, na mesma ordem de locais.

Com 3,998 m de comprimento, 1,724 m de largura, 1,502 m de altura e 2,521 m de entre eixos, o Argo tem 300 litros no porta-malas e mais 48 litros no tanque de combustível.

O modelo tem suspensão dianteira McPherson e traseira por eixo de torção, tendo sido feito sobre uma atualização da plataforma do Punto, chamada MP1, recebendo mais aços de alta resistência e alterações na capacidade de deformidade estrutural.

GSR-Comfort

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc

O câmbio automatizado GSR-Comfort do Fiat Argo Drive GSR é o antigo Dualogic Plus atualizado, que recebeu outro nome após reclamações dos clientes da Fiat.

Trata-se de um sistema robotizado que possui um atuador eletro-mecânico que aciona a embreagem do câmbio mecânico do Argo, que é igual ao manual, mudando automaticamente a marcha.

Com gerenciamento eletrônico, possui função de rolagem engatado (Creeping) para manter o carro parado sob certo ângulo de inclinação, além de dupla redução.

Outro ponto é que o GSR-Comfort possui um modo Sport que altera o parâmetro de funcionamento do motor Firefly e também ajustas as trocas de marchas, algo visto apenas em carros esportivos.

Fiat Argo Drive: estilo, equipamentos, motores, etc
Nota média 5 de 2 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Chris

    O Argo hoje é um Hatch bem interessante, principalmente nas versões de entrada. Desing que agrada boa parte do público, desenho interno moderno, motor 1.0 firefly eficiente. Para ser um diferencial completo, poderia vir de série com vitro elétrico nas 4 portas, retrovisor elétrico e câmera de ré.

    • Marcelo Amorim

      O ponto forte pra mim ta no interior que é bem desenhado e os plásticos um pouco melhores que os concorrentes,dá uma certa superioridade.

      • fabio

        Ninguem vai falar da CMM que nao funciona o GPS com o carro em movimento???? Esse carro nao vem nem com RADIO O FIAT tu ta de sacanagem!!!

    • E o rádio de série

  • Leo

    Aluguei recentemente um desses, gostei muito. Acabamento interno muito bom, melhor que Polo. Me surpreendeu demais.
    Consegui fazer 13 km/l com etanol na rodovia numa viagem de 500km, andando a 110 e ar ligado.
    Gostei da posição de dirigir e do cluster também.

    • p3drov

      O Argo só é melhor que o Polo no acabamento mesmo, pq no resto, o VW é superior com larga vantagem na maioria dos aspectos.

      • Verdades sobre o mercado

        É mais econômico na cidade também. De resto o Polo supera em tudo.

      • SDS SP

        No geral, o Polo é superior, apesar de deixar a desejar no interior.

  • Cardoso (não aquele)

    Eu acho o Argo um carro muito bonito, as lanternas traseiras principalmente dão muito estilo para o carro.
    Se caprichassem um pouco mais na segurança…

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

    A Fiat deveria se mancar e melhorar o câmbio manual desse carro, é muito longo o curso e a manopla molenga, é broxante de trambular um câmbio desse.

    • Carlos AM

      Comentei a mesma coisa acima e depois li o seu comentário rsrs
      Tive exatamente a mesma impressão no test drive que fiz no final de semana.

      • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

        É uma pena um carro de projeto recente ter um câmbio que parece de um carro velho sem manutenção, falam que o do Renegade é melhor, mas nunca andei em um manual ou pelo menos vi um para falar a respeito.

        • SDS SP

          O do Renegade é ótimo.

          • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

            Putz nunca vi um manual, mas vi falarem que o câmbio é bom, então deveria ser padrão da FCA.

    • Paulo Lustosa

      A Fiat tem um câmbio manual com essas características, que saíram no Bravo, Linea, Punto T-Jet, Stilo, Marea e Palio com motor GM 1.8, mas, é um pouco mais caro de produzir por conta da característica de suportar original até 32kgfm.

      • No Stilo? Tem certeza? Eu tenho um 1.8L de 8V, é tão impreciso quanto o Palio (Mk1 que eu tinha antes) e o Argo (que eu fiz test drive nos modelos de 1L e 1.3L)… de longe um dos piores itens do carro.

        • Paulo Lustosa

          Tenho sim… Stilo 16V e os Abarth usam o mesmo C510 do Marea.

          • Uma curiosidade então: no material de divulgação do Palio em 1996 é feito referência do uso do C510, vou ver se encontro aqui e te mando.

            • Paulo Lustosa

              Deve ser o do Palio 16V. O Palio 16V tinha bons engates, ao contrário do C513 do restante da linha, que é usado até hoje. C150 atualmente só tem no Renegade e no Toro.

    • SDS SP

      Tive a impressão de ter melhorado, mas não ainda muito longe do que de vê por aí.

      • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

        Olha meu pai teve um Palio destes últimos e a percepção é que o câmbio é o mesmo, curso longo e totalmente molenga.

  • Verdades sobre o mercado

    Penso que a Fiat foi bastante infeliz no lançamento do ARgo. Um bom produto que foi lançado com uma estratégia equivocada. A Fiat lançou o Argo como se a marca ainda fosse líder de mercado, ou melhor, líder do segmento, querendo colocar o preço por cima. DEveria ter adotado uma estratégia semelhante à que a GM adotou com o Onix de 1a geração, estratégia esta também adotada pela VW como o Polo e repetida agora pela GM com a 2a geração do Onix, ou seja, preços atrativos para que o carro “pegue forte no mercado” e após o mercado reagir positivamente vai aumentando os preços. Com os preços “por cima” as vendas do ARgo começaram mornas e isso comprometeu a receptividade do mesmo no mercado. Apenas após a Fiat ir para o mercado de locadoras (fartos descontos) é que o ARgo conseguiu subir suas vendas, mas ainda não foi suficiente, e a Fiat teve que adotar uma versão “pé-de-boi” que nem limpador e desembaçador traseiro tem (itens que há muito tempo são de série em todos os hatches compactos). Recentemente lançou a versão aventureira e assim vem conseguindo atingir o objetivo inicial de vender 6 mil unidades por mês. Também jogam contra a falta de um câmbio automático “de verdade” na motorização 1.3, e a quantidade e preços dos pacotes opcionais que comprometem a competitividade do Argo. É um bom produto com reais possibilidades de brigar pelo 2o lugar em vendas, mas a Fiat precisa corrigir suas falhas.

  • Carlos AM

    Fiz um Test Drive no Argo 1.0 Drive neste feriado e não gostei do câmbio/embragem.
    Achei a embreagem molenga e o câmbio impreciso.

    No mais tem um nível de acabamento honesto e bom espaço interno.

    • Porto Velho

      Questão de costume. Quem é acostumado com o câmbio molenga da Fiat até estranha outros câmbios.

  • Tibúrcio

    Conforme já comentado abaixo por alguns colegas, concordo que o que ficou mais ou menos no Argo foi mesmo o câmbio…
    O acabamento é realmente bom, a FIAT acertou muito no design e texturas aplicadas.
    É bem econômico nas versões 1.0 e 1.3.
    O carro em si é muito bom, mas ese câmbio manual poderia ser um pouco mais preciso!

    • Murilo Soares de O. Filho

      Realmente o câmbio não é lá essas coisas, mas evoluiu, mas acho que a Fiat deveria partir para um Câmbio todo novo. No mais o carro é bem bom, tenho um Drive 1.3 com 20 mil km e zero defeitos, lógico a km é pouca, mas é o primeiro carro zero que comprei que atingiu esse km sem precisar de nenhum reparo nas revisões.

  • Aristênio Catanduva

    só uma palavra resume esse carro MEDÍOCRE

  • Licergico

    por R$ 30 mil até que ta bom….

  • Pobre Arrogante

    Essa versão também veio com alguns diferenciais, especialmente o sistema Start&Stop

    Absolutamente dispensável. Aliás, acho até que prejudica as vendas

  • Na minha opnião o mais bonito da categoria

  • p3drov

    Eita, jabuticaba. Em vez de lançar o Tipo/Aegea, a dona Fiat me vem com um Palio G3 com estrutura instável (segundo o teste do Latin Ncap). Isso sem falar no câmbio automatizado e no dinossauro E-torQ.

    Se o problema do incêndio de fato estiver resolvido, o Onix é uma opção muito melhor. A Fiat deveria se libertar das décadas de 1990 e 2000. O mundo, a tecnologia, tudo evolui.

  • SDS SP

    Com os descontos praticados é uma opção interessante.

  • Porto Velho

    A central de 9″ foi atualizada? Porque não tinha Android Auto e Car Play.

  • zebedeu

    Só eu achei o Firefly 1.0 o mais fraco, barulhento e vibrante dos 3 cilindros do mercado?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email