Fiat Montadoras/Fábricas

Fiat comemora 500.000 motores Firefly produzidos no Brasil

Fiat comemora 500.000 motores Firefly produzidos no Brasil

A Fiat está comemorando a produção do 500.000º motor Firefly produzido em Betim-MG. Numa moderna ala de fabricação de propulsores dentro da gigantesca planta mineira, o mais recente motor do fabricante atinge marca importante.


Desenvolvido como GSE (Global Small Engine), o Firefly teve metade de sua produção exportada, especialmente para a Europa, onde equipa alguns modelos da Fiat e Lancia, por exemplo, tanto na Itália quanto na Polônia.

Fiat comemora 500.000 motores Firefly produzidos no Brasil

Com produção diária de 1.300 unidades, a planta “das Gerais” emprega 800 funcionários em dois turnos de trabalho. Com uma linha dotada de 160 robôs, o Firefly tem seu processo produtivo bem automatizado, o que lhe confere qualidade.

VEJA TAMBÉM:

Por lá, ele equipa modelos como Fiat Panda, Fiat 500 e Lancia Y, tendo 130 mil embarques desde setembro de 2019. Antonio Filosa, presidente da FCA para a América Latina, afirma:

“Nunca seria possível chegar a esse marco de 500 mil motores Firefly produzidos no Brasil se o time não fosse competente, com muito talento, determinação e vontade de realizar. É um produto de excelência, com tecnologia inovadora, muito apreciado pelos clientes dos mercados latino-americano e europeu”.

Fiat comemora 500.000 motores Firefly produzidos no Brasil

Construídos em alumínio, tanto bloco quanto cabeçote, os Firefly 1.0 e 1.3 apresentam como diferenciais, além do volume, o número de cilindros, sendo três no primeiro e quatro no segundo.

Aspirados, os dois motores entregam no Brasil  potências de 72 cavalos na gasolina e 77 cavalos no etanol, no caso do 1.0, enquanto o segundo tem 101 cavalos no derivado de petróleo e 109 no combustível vegetal.

Fiat comemora 500.000 motores Firefly produzidos no Brasil

Pierluigi Astorino, diretor de Manufatura da FCA para a América Latina, diz: “Os motores FireFly são produzidos no mais avançado processo de manufatura. A eficiência do produto e dos processos nos permitiu ser escolhidos também para atender outros importantes mercados, como o europeu”.

Agora, aguardamos a chegada das variantes turbinadas do Firefly, sendo o 1.0 com algo em torno de 120 cavalos e o 1.3 com 150 ou 180 cavalos, dependendo da aplicação.

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

                    Quem somos

                    O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

                    Notícias por email