Fiat Finanças Governamental/Legal Mercado

Fiat: concessionários cobram R$ 3,4 bilhões em ações contra montadora

fiat-loja Fiat: concessionários cobram R$ 3,4 bilhões em ações contra montadora

A Fiat está com um problema enorme no Brasil e ele pode custar R$ 3,4 bilhões. O motivo são ações judiciais por parte da rede de concessionários da marca italiana no país, que cobra da montadora acordos prévios descumpridos e até deslealdade em competição por meio de vendas diretas.



A Abracaf – associação que reúne os concessionários da Fiat no Brasil – entrou na justiça com cinco ações. Estas, segundo uma fonte do mercado financeiro, próximo do assunto, disse que os processos começaram em setembro. Em mudança na administração, com a entrada de Stefan Ketter, a montadora italiana não comentou sobre o assunto, já que se trata de ações em andamento, mas revelou que “reitera que sempre manteve e continua a manter abertos os canais de diálogo com seus concessionários, na perspectiva de preservar e aprimorar as relações comerciais e institucionais, principalmente nas atuais condições adversas”.

Uma das ações cobra da Fiat os tributos não pagos pelo fabricante a partir de 2007, que seriam revertidos em redução dos preços dos carros nos revendedores. Só esse processo de ressarcimento de tributos que a montadora foi isentada de pagar e não repassou aos concessionários, pode alcançar R$ 3,4 bilhões. Esse montante é equivalente às provisões revertidas da FCA no segundo trimestre, que foi de 894 milhões de euros.

Após o Supremo Tribunal Federal ter decidido que o ICMS não pode ser incluído na base de cálculo de PIS e Cofins, o valor acima foi revertido em provisões no balanço financeiro da montadora. Em 2007, a Fiat conseguiu uma liminar que a isentava de recolher o imposto, mas a ação judicial não incluiu os revendedores. De acordo com a Abracaf, na ação judicial, o fabricante não poderia se aproveitar da provisão sem repassar parte à rede.

A questão é que em 2007, as vendas de pessoa física eram muito maiores que as vendas diretas a clientes pessoa jurídica e a provisão que cabeira à rede seria aplicada em forma de redução nos preços dos veículos faturados. Segundo a fonte ouvida pela Reuters, em torno de “70%” do montante acima caberia aos revendedores.

Outra das ações da Abracaf contra a Fiat é referente ao descumprimento de acordo feito com a administração anterior da empresa – antes de 2015 – no tocante ao limite do estoque nas lojas. A proposta era de que os distribuidores arcariam com as despesas de estoque de até 25 dias de vendas, cinco a mais que a lei Ferrari (1979), e acima disso, a montadora é quem bancaria os custos.

De lá para cá, a situação teria se agravado para o lado do revendedor Fiat. A entidade no processo afirma que os estoques na rede eram de 65 dias em 2015, 70 dias em 2016 e de 67 dias até outubro desse ano, volumes bem maiores que o limite acordado. Então, nesses casos, a montadora teria que arcar com as despesas dos lojistas. Assim, o processo quer a rescisão do acordo e o estabelecimento da lei Ferrari, cujo limite é de 20 dias de vendas.

Segundo Milad Kalume Neto, gerente de desenvolvimento de negócios da consultoria automotiva Jato Dynamics, “a Fiat perdeu participação de mercado relevante e essa relação fica complicada, com montadora querendo pagar menos e concessionária querendo receber mais”. Ele esclarece que “de modo geral, os interesses de uma montadora e concessionários vão até o limite das vendas. Está tudo bem quando se tem venda…É uma relação conflituosa por natureza”.

Além disso, a Fiat teria praticado competição desleal com os revendedores ao oferecer vendas diretas com preços bem abaixo da tabela sugerida aos distribuidores, assim como a oferta de produtos com menor competitividade aos lojistas. A Abracaf denuncia que mais de 60% dos emplacamentos da marca este ano foram através de venda direta no primeiro semestre.

Destes, 84 mil veículos foram faturados com descontos entre 10% e 18%, enquanto a rede Fiat emplacou 51,3 mil. A ação toma a GM como exemplo. Líder, a empresa americana teve 69 mil veículos em vendas diretas no período. No processo, a Abracaf afirma: “A distorção da conduta da FCA é evidente. Até mesmo a GM (atual líder de mercado) realiza número muito inferior de vendas diretas”.

[Fonte: Reuters via UOL]

[Imagem ilustrativa]

  • CanalhaRS

    Fabricantes sempre se lixaram para seus concessionários.

    • João Cagnoni

      E os fabricantes e concessionários se lixam para os consumidores. Os consumidores também se lixam para os próprios consumidores, pois só tem casca de ovo no mercado de usados. É assim que funciona o Brasil.

      • Freaky Boss

        concordo. Ou TODO MUNDO faz um exame de consciência nesse país, ou vai continuar esse aponta dedo pra cá e pra lá e nunca o país vai subir DE VERDADE no campo da ética e da confiança.

        • th!nk.t4nk

          Injeta concorrência do exterior que esses caras aprendem na marra.

      • Augusto Brum

        Perfeito o teu comentário

  • Bruno Silva

    “SE” tiver que pagar, vai falir. A FCA (em especial a Fiat) já está mal há um tempo, se não fosse a Jeep já tinha tinha fechado. Espero que consiga se recuperar e principalmente, recuperar marcas como Alfa, Chrysler e tornar a Jeep ainda maior.

    • João Cagnoni

      Não vai falir.

    • beto

      Veja o balanço da FCA, tá muito longe de falir.

      • thi

        Longe de falir ,??amigo qd sair a sentence do fraude Dela em emissoes,pode jogar a Ultima p de Cal. Por isso o machine ta desesperado por fusao

        • beto

          Explica pra gente de onde veio esta informação?

          • thi

            Aqui mesmo , PESQUISE!…a fca tb foi acusada pela EPA ;) por fraudar .. esta nervoso ? He fieteiro?

            • beto

              Respeito sua opinião embora não tenha respondido a pergunta. Isso aí, vlw!!

    • Ricardo Gasparino

      Vc é analista financeiro? Acompanha o balanço é as contas da FCA? Sim, qual é o faturamento? A lucratividade? Qual é o endividamento? É um tal de eu acho, meu Tio teve um carro desse, etc!

  • João Cagnoni

    Nesta semana eu comprei uma briga aqui nos comentários onde eu falei que nenhuma montadora nacional pagava os impostos divulgados. O total de impostos da nota fiscal é uma ESTIMATIVA e nunca bate com o real pago. Agora parece que não passaram só a perna no consumidor, mas também nas concessionárias. Eu já comprei um carro via venda direta, fui melhor atendido do que em muitas concessionárias e não precisei pagar pela estrutura de uma, que é um elefante branco.

    • TijucaBH

      mas via vendas diretas voce precisou de passar por uma concessionária pra fazer o pedido e pra fazer a entrega…

      • João Cagnoni

        Não precisa não… Só fui na concessionária nas revisões.

        • TijucaBH

          Mas onde recebeu o carro? Como fez o pedido?

          • João Cagnoni

            Comprei de uma empresa que fazia venda direta. É como se fosse uma concessionária, mas sem a concessionária. rsrs

      • Wilson Junior

        Para comprar via venda direta, você só precisa de CNPJ. Atualmente pelo que eu saiba e pelo que é divulgado, somente acima de algumas centenas de unidades isso é possível. Como é feito com a Localiza, com o Governo e etc.

  • Fanjos

    O negócio é vender pela Internet como qualquer produto e vc só ir na concessionária retirar e levar para revisão… Sem choro

    • Evandro

      Vc tem razão, tudo muda, o problema é que esse pessoal acha que sempre tem que continuar do jeito que está para manter seus interesses…

    • TijucaBH

      Infelizmente mesmo em mercados mais amadurecidos que o nosso, como EUA e Europa ainda nao é assim, ainda mais aqui que o carro usado ainda tem um valor significativo, muitas negociações envolvem troca e a avaliação só pode ser presencial e vai variar de concessionária para concessionária…

    • Freaky Boss

      Fanjos para presidente do Brasil.
      #paz

    • Esquilo Tranquilo

      Um amigo já comprou vários carros tudo pela web mesmo, só ia retirar na CSS…

    • Speed Racer

      Isso é impossível, nenhuma concessionária sobreviveria só de sua oficina, ainda mais com o tempo de garantia cada vez maior, como bancar galpões imensos, impostos, folha de pagamento e concertar e abrigar veículos novos? Por isso existem em todo o mundo. Não existe almoço grátis.

  • HENRY ME

    Pior nunca pagaram

    • thi

      Sei nao viu , a Fiat depende deles tb

  • Fernando

    não atoa muitas ccs da fiat são um verdadeiro lixo, que exalam produto barato por todos os lados.

  • SK15

    As CSS da Fiat que tinham perto de mim faliram tudo … eu mandei e-mail para eles esses dias perguntando o que ocorre e responderam apenas “obrigado pela sua mensagem”.

    • TijucaBH

      O problema é que muitas concessionárias tem gestao familiar e a grande maioria não são tão bem administradas como deveriam, sem contar que durante um bom tempo as concessionárias racharam de ganhar dinheiro com a venda do carro e principalmente com a comissão do financiamento, chamado retorno.

      Muitos empresarios com toda essa bonança subiram seu padrao de vida, nao deram a devida importancia na redução de custo e perdas do negocio e nao se preocuparam em capitalizar, já que o “custo do dinheiro” era baixo.

      Hoje com as taxas de emprestimo altissimas, o banco passou a virar quase que um socio da concessionária, corroendo muitas vezes mais da metade da lucratividade e com a queda nas vendas, o faturamento caiu, bem como as margens.

      Resumindo, a concessionária perdeu 3 vezes ( volume, percentual e nos juros pagos aos bancos). Isso foi um golpe de misericórdia para os que já estavam em cima do muro.

      • Marcos Souza

        Fico pensando nesses estoques parados. Se não compensaria vender tudo por um lucro pequeno do que ficar pagando aluguel de pátio pq o seu pátio já está superlotado. Não sei se sou inocente demais nesse aspecto, mas mercadoria parada é perda de dinheiro.

        • Alexandre Carvalho

          O problema é que o lucro já é pequeno. Em um carro desses de 40 mil sobra pouco. Se o cara tirar 10% tá tomando prejuízo. Já ouvi diversas vezes que ganham mais com usados do que com novos mais baratos. Carrões de 100 mil para cima a história deve ser outra.

  • Lucas086

    Só sei de uma coisa, os próprios concessionários incentivem a tal da venda direta, meu pai a uns meses foi ver para comprar uma Toro volcano, logo de cara o vendedor ofereceu essa venda direta, de 131 caia para 112 com pintura metálica, isso para pagamento a vista… a sorte que acabamos pegando uma 17/17 com Pack safety por 108 mil preta carbon, que aliás, para a proposta, carro muito bom e econômico.

    • thi

      Seu Pai ja errou em ir comprar Fiat

      • Lucas086

        Era melhor pagar isso em um Corolla né? Rapaz, depois de 3 meses com o carro, andando em praia e sítio, não temos nada para falar do carro: econômica, anda bem, espaço razoável… não é picape média, mas pro uso dele, está até sobrando… antes ele tinha uma triton 2014 e diz que a Toro é melhor, mais confortável, de pista não tem comparação. Enfim, cada um gosta do que te satisfaz.

        • thi

          Conversa !! Mas tudo bem ,oq de mas ver he placa de vende em toro. Motor nada economico ,Abra,cos …meu tio tem uma ,esta vendendo

          • Lucas086

            Conversa, tá vendendo pq não pode manter kkkkkk

  • Gambixx

    Revenda Ford de Foz esqueceram de marcar a entrega do meu carro kkkkk (mesmo dono da revenda FIAT).

  • zekinha71

    A FCA vendeu os carro sem imposto, não repassou pros ccs e quem pagou a conta foi o infeliz do consumidor que pagou duas vezes, pelo produto com qualidade inferior que o resto do mundo e a desculpa que é caro por causa dos impostos.

    • Ricardo Gasparino

      Bicho, vai estudar antes de falar asneira! Isso aqui parece conversa de bebado!

      • zekinha71

        Continue andando de Mille e seja feliz.

        • Ricardo Gasparino

          Não amiguinho! Dentre outros eu ando de BMW 320! Só não sou otário, nem fico falando asneira sem conhecimento de causa!

  • Louis

    As concessionárias estão falando “Fui Iludido, Agora é Tarde…”

    • ObservadorCWB

      kkkk

    • joao vicente da costa

      Mito

    • thi

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…morrir

  • Cesar Penna

    É aí que fica evidente como o relacionamento da FIAT com as concessionárias é conturbado. Será que isso se reflete no serviço prestado ao cliente? Pode ter certeza que sim!

  • Mario

    Essas notícias deveriam ser mais esclarecedoras. Muitos ‘comentaristas’ não entendem e começam a criticar por criticar. A lei foi para todas as montadoras, não apenas para a Fiat. O problema do ICM’s é bem complexo. Então, o problema é entre a Fiat e as css. As vendas diretas, realmente atrapalham as vendas das css. Estas deveriam receber uma ‘comissão’ por receberem o carro e passar ao comprador. Imaginem as css não receberem nada nas vendas da Strada, por exemplo!!! Quase 100% de vendas diretas no último mês!! Realmente, as css estão com a razão. Seria interessante alguém nos passar como funciona nas outras montadoras.

    • Name

      Estou até imaginando as concessionárias não recebendo nada de comissão na venda direta…

  • thi

    A Jeep a tempos levando esses grupo mas Costa .

  • CÁSSIO

    olha nesta briga de 2 gatunos FABRICANTE e CONCESSIONÁRIO o comprador sempre toma fumada então que eles se lasquem .

  • Henrique Bittancourt Gouveia

    Não seria muito mais fácil e barato vender pela internet e entregar na porta de casa com um guincho de plataforma?

  • Ricardo Gasparino

    Tem muita informação aqui e pelo teor da reportagem até parece que a empresa é o demônio! Me parece que nem ouvida foi! Mas vamos lá:
    Ação do ICMS na base do Pis e Cofins: o próprio STF decidiu na própria ação que o Pis e Cofins não compõe o preço! Então essa praticamente a Fiat já levou! Quanto ao nível de estoque, cumpra-se o contrato! Essa parece que a Fiat perde! Venda direta: se não tiver nada no contrato, a Fiat leva! E por fim, a tal lei Ferrari é um lixo, um devaneio dos economistas de padaria do regime militar! Esse porcaria tem que acabar! Acabar a tal reserva de mercado, estimular a livre concorrência como bom capitalistas que somos (nós é nosso país)!

  • Speed Racer

    A concessionária ganha muito pouco com a venda do carros, quem lucra mesmo é a matriz.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend