Cupês FCA Fiat Pickups SUVs

Fiat confirma SUV para 2021 e RAM vem com picape 1500 em 2019

Fiat confirma SUV para 2021 e RAM vem com picape 1500 em 2019

A Fiat confirmou om lançamento de um inédito SUV no mercado brasileiro em 2021. O novo modelo não teve detalhes revelados por Antônio Filosa, presidente da Fiat Chrysler para a América Latina. No entanto, o conceito Fastback, visto pelo público no Salão do Automóvel 2018, é a provável escolha da marca italiana.


Com o sucesso de vendas de seus dois SUVs compactos oferecidos no Brasil (Jeep Renegade e Compass), a FCA está de olho no crescimento deste segmento e por conta disso, aposta suas fichas no novo produto para ganhar mais mercado por aqui. Em desenvolvimento, a versão de produção gera expectativa dentro da marca, pois será o primeiro do tipo na Fiat.

Fiat confirma SUV para 2021 e RAM vem com picape 1500 em 2019

Aparentemente maior que o Compass, o Fastback surfa numa nova tendência no segmento de SUVs, que são os modelos inspirados em cupê. Mesmo com inspiração da picape Toro, o novo produto deverá se posicionar acima do atual lineup da Fiat, mas não deve passar o Jeep em preço, por motivos óbvios.


Seu alvo será o Renault Arkana, que também será fabricado no Brasil. Este tem a missão de substituir o Fluence, mas na Fiat, o Fastback não terá compromisso semelhante, já que o último sedã médio (de fato) foi o longevo Marea. Com um carro pouco acima da Toro, a empresa deve focar em tecnologias, como motor 1.3 Firefly Turbo de até 180 cavalos, servindo obviamente o diesel 2.0 Multijet de 170 cavalos.

Fiat confirma SUV para 2021 e RAM vem com picape 1500 em 2019

Além do SUV, a Fiat confirmou um novo carro para 2020, que provavelmente será a nova Strada. Além disso, Filosa deu como certa a chegada da picape RAM 1500, que deve chegar com motor VM Motori 3.0 V6 de 240 cavalos. Não se sabe se a RAM 2500 continuará a ser vendida, devido ao preço pelo qual a irmã menor será oferecida por aqui.

A Fiat promete 25 novidades nos próximos anos e um investimento de R$ 14 bilhões até 2023. Com a futura picape média da RAM e os futuros SUVs da Jeep, a FCA deverá reforçar a posição do trio de marcas no mercado nacional, já que se espera boas vendas da RAM com as novas picapes.

[Fonte: Infomoney]

Fiat confirma SUV para 2021 e RAM vem com picape 1500 em 2019
Nota média 4.6 de 9 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • TijucaBH

    Legal a RAM 1500, porém precisam melhorar o pós vendas da JEEP Chrysler e RAM. Ainda tem muitas reclamações para uma marca que tem carros em um patamar elevado de preços. Situação piorou muito depois que vários concessionárias Fiat passaram a representar o restante das marcas…

  • Edgar

    Acho que será como a Freemont, que apesar de ser uma versão do Journey, não fez tanto sucesso… Aliás, nao lembro de algum veículo acima dos populares da Fiat que fez algum sucesso… Nem médios e nem sedãs…

    • Andre

      Nao lembra da Toro?

      • Edgar

        Nao me expressei direito… … Não lembro de algum veículo , com excessão da PickUp Toro, acima dos populares da Fiat que fez algum sucesso… Não havia pensado em comerciais leves, mas veículos de passeio…

        • Murilo Soares de O. Filho

          Tempra fez sucesso sim.

          • Ernesto

            Sim, fez relativo sucesso o Tempra. Pena que a Fiat não dá sequência à maioria dos carros.

      • Walter Augusto Barandas

        Toro é pickup amigo….
        Edgar falou certo…..médios e sedãs fiat é um fiasco.
        Atualmente qual é o portfólio da Fiat pra esses segmentos ?

    • Emanuel Schott

      E a Toro é o que?

      E esse novo SUV vira num momento bem diferente pro segmento.

      • Luconces

        2021, só mais dois anos de espera…

        Fiat ta perdida ou está apostando em um produto com diferencial enorme.

        • Airplane

          Está perdida mesmo.

    • A-MG

      Tempra e Tipo apesar dos apesares. A língua do povo queimou os dois no mercado.

      • Vin_T

        O que queimou o Tipo foi o fogo mesmo.

        • A-MG

          Fiat e suas versões Fire desde os anos 90

          • 4lex5andro

            Fiat, Tipo e Fire na mesma frase. Boas tags.

    • TijucaBH

      Realmente, a marca nao consegue emplacar um sedan medio por exemplo. O último foi o Tempra até 1995. Nem mesmo um Suv, que nem Fiat era, como a Freemont, eles conseguiram. Marca que foca muito em volume a qualquer custo sofreesse mal. Veja a GM atualmente. Unico carro dela que realmente vende muito bem é a dup!a Onix/Prisma. Cobalt só pra taxista evendas diretas, Cruze, mesmo sendo um bom carro, só vende com bons descontos, Spin é só locadora e taxi, S10 até que vai bem, Tracker ta na mesma do Cruze e Trailblazer não vende nem com reza brava.
      Essa mesma GM tinha Monza como segundo carro mais vendido, perdendo só pro Gol, Vectra 97 virou uma febre, Omega CD era sinônimo de requinte, Blazer Executive (mesmo sendo uma porcaria) vendia muito, Kadett GSi era sonho de consumo e por aí vai.
      Hoje só preocupa com propagandas no melhor estilo Ricardo Eletro, investe pouco em modernizar os produtos como a VW fez. Meu pai era fã numero 1 da GM, nem cogitava carro de outra marca e hoje, estando com mais de 70 anos, é o contrário, nem pensa em Chevrolet!

      • Murilo Soares de O. Filho

        Foi a época de gloria da GM.

      • nbj

        Gostei de sua análise quanto as propagandas da GM! Quem viu a propaganda do Diplomata com o maestro e do Omega “absoluto” sabe bem isto.

        • 4lex5andro

          Tempos láureos da Chevrolet brasileira e seus Opel bem acabados e confortáveis. Rekkord/Opala, Ascona/Monza, Omega e Vectra, que até a sua geração ‘Astra’, foram bons representantes dessa fase.

      • Ramon

        O Vectra foi um projeto tão acertado que até hj acho bonito qd vejo um conservado na rua…

        • TijucaBH

          Realmente, eu também sou doido com esse carro. A Versão CD de 97 com 141cv com câmbio manual, teto e air bar duplo (ambos opcionais na época) é meu preferido.

        • Ernesto

          E o Calibra então, que carro fantástico!

    • Stunt

      Bem…sucesso até que Tempra, Marea e Stilo, fizeram sim, cobiçados no lançamento, números de vendas nada ruins para a época, no entanto, oque tornaram depois, são outros 500 né?

      • TijucaBH

        Marea mais ou menos…
        Na época enfrentava o Vectra que era o mais bonito de todos e começava a aparecer mais Civic no mercado. Só nao foi pior porque na Volks tinha um degrau grande entre santana e passat e na Ford tinha o Mondeo que era bem mais caro. Stilo realmente bom vou durante um tempo puxado pelo sky window. Tempra foi bem de 93 à 95. Em 96 teve um pequeno face lift e já começou a cair…

    • EDU

      Tempra foi um sucesso na epoca em que foi lançado . Apos eles so teve furada

      • Ernesto

        O Stilo vendeu muito bem também.

    • Guilherme Martins

      Sucesso é ficar em linha um milênio? Pq Stillo, tipo e Marea, até ganhar a ma fama de cada, são bem comuns na rua. Eu não defendo a marca, nunca nem tive um Fiat, mas eu creio que houve uma confusão entre aceitação e bom projeto. Todos foram o “must” dos carros em suas respectivas datas, ou seja fizeram SUCESSO, com o uso e que se foi solidificando a MÁ FAMA.

  • Domenico Monteleone

    Essa RAM 1500 é bonita pra metro.

    • George Sousa

      Linda. É um tamanho que eu diria ok, para o interior. Tem muito conforto e não é tão grande quanto a 2500

    • cepereira2006

      Muito linda. Só achei a roda muito pequena para o tamanho da picape e com perfil muito baixo para as crateras brasileiras. Se vier, isso vai ter que mudar.

      • Ramón Alves

        Essa roda da foto é de 22″…

        • Lucas

          Acho que ele tava falando do perfil dos pneus.

  • Nicolas

    Fiat ficou datada como carro pequeno e barato, não consegue emplacar nem um médio, imagina uma Suv grande e cara.

    • Enzoando

      explique a toro, então

  • sigma7777777

    O problema da Fiat é o acabamento interno e os motores que geralmente tem mau consumo. Dúvidas? Acessem o site Opinião do Dono e leiam os reviews da Fiat Toro. De nada adianta ser bonito se for ordinário!

    • Nicolas

      Fiat está tecnologicamente defasada e sem capacidade de investimento. Usa motores e chassis de duas décadas (ou mais) atrás e tenta sobreviver fazendo mais do mesmo, mas não da para fazer milagre. No Jeep Compass/Renegade/Toro usa o chassis que teve origem no Punto, super pesado, com o motor do quase falecido Lancer, parceria com a Mitsubishi.

      • Murilo Soares de O. Filho

        Não acho que essa defasagem seja tanta, a parte mecânica estão modernizando rapidamente, esse motor que vc citou, esta com os dias cobtatos, já existe um 2.0 que estreou na Cherokee e Wrangler, as plataformas é questão de tempo a atualização. Veja a linha FCA é muito distinta, há SUVs, sedans Trucks, modelos pequenos, mesmo uma base modular não suprirá todas as lacunas. A base dos Alfas Novos dia bem sofisticadas e modulares, poderiam servir a uma grande gama, mas não modelos pequenos mais baratos como a Fiat por ex. Para isso desenvolveriam uma base exclusiva para os modelos menores e tração dianteira. Acredito que a Fiat terá uma parceria para modelos pequenos na Europa, seu CEO sinalizou isso ontem em entrevista.

        • Vinícius Sza

          Pera, parceria com qual marca ? Ele deu mais detalhes ?

          • Murilo Soares de O. Filho

            Ele não cita marca, apenas fala que uma parceria pode resolver o problema na Europa, está aberto a parcerias, ainda acho que FCA e PSA vão andar juntas no futuro.

        • Nicolas

          Creio que nem adianta mais a Fiat correr atrás do prejuízo, A VW por exemplo deve lançar a última versão de motor a combustão em breve, após isso só Elétrico. Com o eletrificação o atraso será tão grande que talvez a Fiat desapareça.

      • Knipp

        Tas louco amigo? fiat toro diesel 2.0 excelente motor! e o motor 2.4 tigershark 180cv porrada tbm! linha de Motores Firefly 1.0 3cc muito bom em baixas rotações e o 1.3 de 105 cv, onde estão montando ele turbo de 164cc… único motor que ainda não aposentou que só é ruim pelo consumo é o E.Torq 1.8 16V, porém ficou show com suas melhorias no argo HGT, onde o mesmo é bem esperto e o meu está até fazendo 7 a 8 na cidade. é a tecnologia do Argo então está acima dos seus concorrentes. Dé uma olhada no carrinho irmão!

        • Ernesto

          Se você ler o 1o comentário, do sigma777777, verá que o assunto foi a Toro. E para falar de alto consumo, com certeza ele fala do 1.8 Etorq. Mesmo o motor 2.4 tigershark tem um consumo elevado.
          Então o Nicolas não está louco, só faltou você ler todo o contexto.

          • Edson Fernandes

            E apesar do motor 2.4 andar realmente bem, ele consome um absurdo. Ele lembra diretamente o motor 2.4 16v da Chevrolet pelo alto consumo!

    • Emanuel Schott

      Acabamento dos carros novos da Fiat está muito longe de ser ruim. São excelentes.

      E consumo? Querem que um carro de 1700Kg consuma o mesmo que o Kwid? A Toro bebe tanto quanto uma picape flex qualquer. Pensei que quem comprasse um carro desses a gasolina soubesse disso.

    • Walter Augusto Barandas

      Toro não tem concorrentes. Está sozinha no mercado.
      A Oroch não conta.

    • Knipp

      Tas louco amigo? fiat toro diesel 2.0 excelente motor! e o motor 2.4 tigershark 180cv porrada tbm! linha de Motores Firefly 1.0 3cc muito bom em baixas rotações e o 1.3 de 105 cv, onde estão montando ele turbo de 164cc… único motor que ainda não aposentou que só é ruim pelo consumo é o E.Torq 1.8 16V, porém ficou show com suas melhorias no argo HGT, onde o mesmo é bem esperto e o meu está até fazendo 7 a 8 na cidade. tens que rever suas palavras. e em termo de acabamento tas de brincadeira né ???? carro italiano tem uma excelente sintonia é materias bons sim comparado com a concorrencia!

      • sigma7777777

        Cara, acesse o site Opinião do Dono e veja as avaliações de proprietários acerca da Toro. Depois retorne aqui e comente. Não é a minha opinião, mas sim de proprietários.

        • Knipp

          Sim !! A 1.8 amigo.. realmente estes carros maiores Como toro e renegade sim, horrível! Mas não generalize pq existem em outras motorizações onde são bastante eficiente sim! E no Argo hgt onde sou proprietário de um, não vejo nada a desejar! Eles conseguiram uma eficiência melhor e agora que ele passou dos 5.000km está mais econômico. Falo pq tenho um !! E já viajei nas tiros diesel e tigershark2.4 porrada.

  • Matafuego

    Acho que vai falhar miseravelmente com este SUV. Diferente da Toro, este novo veículo vai entrar em um mercado saturado (sofrendo inclusive concorrência caseira da Jeep), não vai ser o pioneiro do segmento. E muito provavelmente não vai contar com o mesmo número de vendas diretas que a Toro tem – incríveis 77% das vendas da pickup da Fiat são para CNPJ.

    • SDS SP

      Tem razão. A única esperança é o mercado dar um boom.

      • Antonio

        Vai dá um “Boom” igual as barragems de rejeitos, herança, a nos deixadas pelos
        privatistas e as multi-nacionais que levam de graça os nossos minerais.

        • SDS SP

          Como se a empresa estivesse nas mãos do estado, tudo estaria bem, não é?
          Os caras mal conseguem tomar conta de um aeroporto, quiçá de uma mineradora.

          • Antonio

            Pode citar ao menos uma estatal que nas ultimas duas décadas veio a causar 10% do desastre que mineradoras privatizadas multinacionais vem causando de dois para cá?

        • zekinha71

          Vc sabia que um dos maiores acionistas da Vale é o governo, aliás tudo o que foi “privatizado” tem bastante participação do governo.
          Ou seja não foi “privatização”, apenas transferência do controle acionário, tem empresas “privatizadas” que o governo só tem 49% de participação, com uma simples compra de ações passa a ser “estatal”.

          • Antonio

            Veja bem o meu comentário acima, Eu disse que “ELES” levam de graça o que e nosso, ( brasileiros)
            referindo as multi-nacionais, (empresas/pessoas de outros países) estes, compram por bagatelas, com a desfiguração e desvalorização daquele “filho drogado” que , o Paulo Guedes, espôs esta semana a formula que se utilizam para retirarem daqui os minérios valiosos, e nos deixaam só as poços de rejeitos, estes não estão fazendo nada de errado, se estamos vendendo por tal preço, eles pagam o que pedimos.
            O problema está nos ENTREGUISTAS/PRIVATISTAS, estes que voce chama de GOVERNO, que na realidade são ladões do povo brasileiro e da pátria, pois se realmente ELES, ainda detem qualquer percentual abaixo dos 50% não são acionistas, são LADRÕES OCULTOS, PARASITA, que escodem na sombra dos gringos para escavarem as nossas riquesas, E FICAREM COM ELEAS, Fui claro?

          • Antonio

            Veja bem o meu comentário acima, Eu disse que “ELES” levam de graça o que e nosso, ( brasileiros)
            referindo as multi-nacionais, (empresas/pessoas de outros países) estes, compram por bagatelas, com a desfiguração e desvalorização daquele “filho drogado” que , o Paulo Guedes, espôs esta semana a formula que se utilizam para retirarem daqui os minérios valiosos, e nos deixaam só as poços de rejeitos, estes não estão fazendo nada de errado, se estamos vendendo por tal preço, eles pagam o que pedimos.
            O problema está nos ENTREGUISTAS/PRIVATISTAS, estes que voce chama de GOVERNO, que na realidade são LADRÕES/LESA-PÁTRIA do povo brasileiro, pois se realmente ELES, ainda detem qualquer percentual abaixo dos 50% não são acionistas, são LADRÕES OCULTOS, PARASITA, que escodem na sombra dos gringos para escavarem as nossas riquesas, E FICAREM COM ELEAS, Fui claro?

            • Ernesto

              Ficou bem claro que a cegueira te dominou.

              • Antonio

                Prefiro ser cego do que ladrão e vagabundo, tõ defendendo o meu bolso, não sou otario pra sustentar parasitas.

          • 4lex5andro

            No Brasil não há nada simples. Desde o governo PSDB que não há privatizações de estatais pela União, acompanhadas de desestatizações.

            P.s.: Em Brumadinho o local de implantação da barragem se deu quando a Vale ainda era a estatal CVRD.

    • Murilo Soares de O. Filho

      É bem relativo isso, compra pela empresa por causa do desconto, mas e veículo pra uso particular, eu mesmo faço isso, não compro carro em nome de pessoa física. Quem tem negócio, compra por empresa.

      • Antonio

        EU DEFENDO O CONSUMIDOR. SEM O CONSUMO NA PONTA,O FATURAMENTO NÃO FECHA, AS EMPRESAS NÃO VENDEM, A INDUSTRIA NÃO PRODUZ, TÁ ERRADO! QUEM TEM DE TER O MAIOR DESCONTO E QUEM CONSOME O PRODUTO FINAL, E NÃO EMPRSÁRIOS PARASITAS, E MUITOS SÃO DELINQUENTES, POIS A MAIORIA DELES LUCRAM NA FATURA E AINDA SONEGAM O IMPOSTO, E NÃO REPASSAM, EMPRESÁRIOS AQUI SÃO COMPARSAS DO GOVERNO PARA ROUBAR O POVO , POIS SUA FUNÇÃO E EXTRAIR LUCRO PARA SE E PARA O GOVERNO ESCRAVAGISTA

        • Ernesto

          Diz aí como seria um País sem empresários. E para ficar bem claro, empresário é desde aquele micro, pequeno empresário, até um mega empresário.

          • Antonio

            Quanto mais micro, mais miserável, mais corrupto, o negócio e todo mundo ter CNPJ, ate o pintor diarista tem o tal MEI, mas chega na concessionária tel de mostrar seu faturamento, O “empresário MEi não dá nem pro Feijão, idolatra o MITO e deixa a familha na miséria.

            • Edson Fernandes

              Deixa eu ver se entendi seu raciocinio: Se eu sou MEI ou Simples Nacional (duas categorias para prestador de serviço) eu sou corrupto?

              Então se vc é uma micro empresa e nesse caso nem MEI poderia ser porque agrega funcionarios na sua folha de pagamento piorou!

              E esssa pessoa tem uma série de obrigações. Vc está dizendo que o cara consegue simplesmente evitar a entrega de Sped Fiscal, Sped Contabil, ECF, Reinf, Livros, sonega imposto, demonstra em nota eletronica mas não em seu livro fiscal?

              O MEI ou Simples Nacional precisa pagar INSS e logo, tem desconto de ISS. E tem que entregar o serviço referente a prestação. Eu sou simples nacionla e entrego meu GPS e também a DARF para me manter em paz. Se vc é lucro presumido, ainda precisa pagar PIS e COFINS.

              Se vc acha realmente que o problema são os pequenos, vc está bem errado. Piorou ainda achar que ter uma mepresa é simplesmente uma barbada onde ela sai ilesa ao não pagamento. Acho que nessas horas, a pessoa precisa saber como é ser empresário antes de falar esse tipo de coisa.

              • Antonio

                Opa! Parece que estou debatendo com um renomado em contalidade empresarial, de qualquer forma voce exauriu tudo que e ser MEI, MICRO e o resto, os encargos governamentais, e todo o penduricalho que se deve ajuntar para se tornar uma simples MEI. Parabems pelo seu interesse em explicar detalhadamente caso a caso. Mas faltou entrar no cerne do debate, que e exatamente o motivo do meu questionamento.
                Todo esse custo para manter essa empresa legal, seja que categoria for, deste encargos ate o papel higienico, que voce utilizou para esta empresa, Todos e Todas, de MEI, MICRO a um conglomerado de empresas todas, sem exceção de nenhuma, fazem a somatoria minuciosamente, e insere esse valor, na palnilha de custo do produto, e dependendo do produto, esse custo e multiplicado por todas as empresas por onde este unico produto passou.
                Supomos que voce seja um comerciante empresário, varejista de supermercado, enquanto eu sou um agricultor empresário, plantador de milho, eu vendo meu milho in-natura para o industrial, que empacota esse milho contabilizando todo o insumo, da mão de obra a embalagem, dai esse pacote de milho ja vai pro atacadista com seu preço formulado encima de todos o custos agregados a ele, desde la da minha lavoura, do atacadista ao distribuidor esse pacote recebe outra carga de custos,e quando chega no seu supermercado o preço desse pacote de milho pocessado, ja tres vezes maior de quando ele era in-natura, dai ate a etiqueta que voce cola nele, tambem e contabilizado para ir para a gondola, somente na boca do caixa quando o consumidor final pagar por todo o custo de todo mundo, dentro da sua cadeia produtiva e da cadeia comercial, e que ele para de atrair custos para se,
                Voltando ao meu questionamento de quem devia ter o desconto do carro, seria com justiça, ate mesmo para o consumidor continuar a consumir,que uma vez que e ele que paga por tudo, e ele, o consumidor e que devia ter todos os descontos e incentivos, isso tambem para a boa saude das proprias empresas que repassaram todos os custos que tiveram, e ficou com o lucro, Entedeu agora, ou que que eu desenhe?

              • Antonio

                Opa! Parece que estou debatendo com um renomado em contalidade empresarial, de qualquer forma voce exauriu tudo que e ser MEI, MICRO e o resto, os encargos governamentais, e todo o penduricalho que se deve ajuntar para se tornar uma simples MEI. Parabems pelo seu interesse em explicar detalhadamente caso a caso. Mas faltou entrar no cerne do debate, que e exatamente o motivo do meu questionamento.
                Todo esse custo para manter essa empresa legal, seja que categoria for, desde encargos ate o papel higienico, que voce utilizou para esta empresa, Todos e Todas, de MEI, MICRO a um conglomerado de empresas todas, sem exceção de nenhuma, fazem a somatoria minuciosamente de tudo que gastaram, e insere esse valor, na palnilha de custo do produto, e dependendo do produto, esse custo e multiplicado por todas as empresas por onde este unico produto passou.
                Supomos que voce seja um comerciante empresário, varejista de supermercado, enquanto eu sou um agricultor empresário, plantador de milho, eu vendo meu milho in-natura para o industrial, que empacota esse milho contabilizando todo o insumo, da mão de obra a embalagem, dai esse pacote de milho ja vai pro atacadista com seu preço formulado encima de todos o custos agregados a ele, desde la da minha lavoura, do atacadista ao distribuidor esse pacote recebe outra carga de custos,e quando chega no seu supermercado o preço desse pacote de milho pocessado, ja custa tres vezes mais de quando ele era in-natura, dai ate a etiqueta que voce cola nele, tambem e contabilizado para ir para a gondola, somente na boca do caixa quando o consumidor final pagar por todo o custo de todo mundo, dentro da sua cadeia produtiva e da cadeia comercial, e que ele para de atrair custos para se,
                Voltando ao meu questionamento de quem devia ter o desconto do carro, seria com justiça, ate mesmo para o consumidor continuar a consumir,que uma vez que e ele que paga por tudo, e ele, o consumidor e que devia ter todos os descontos e incentivos, isso tambem para a boa saude das proprias empresas que repassaram todos os custos que tiveram, e ficou com o lucro, Entedeu agora, ou que que eu desenhe?

                • Ernesto

                  Eis alguém que sofrei doutrinação esquerdista. Pátria educadora! Ainda bem que este é o 1o ano do fim disso.

                  • Antonio

                    Es um bolsominio, burro bom de charrete! irracional, nefilin, uma infestação de ferrugem, uma minoria ignorante que não chegará a lugar algum, será erradicada em breve como abrolhos, odiosos, e parasitas, um urro de burro tem maior ressonancia!

                    • Ernesto

                      Rsrsrsrs.
                      Chamando alguém que é de direita de parasita?
                      Desculpem-no, ele não sabe o que fala!

                    • Banido por ofensas ao outro leitor.

                • Edson Fernandes

                  Bem, vc simplesmente nos seus comentários anteriores dizia que o cara que é micro empresario ou sequer micro, era um ladrão.

                  E então o que vc citou agora, eu sou “aquele cara” que fala e faz a implantação. Ganho por hora.

                  Logo, esse mesmo custo que é embutido e que cobram bem por isso, também ocorre na empresa em que presto serviço. Se eu cobro meu serviço 25 reais a hora, a empresa cobra 150.

                  Ela vai te dizer e colocar que:
                  – Precisa dar garantia de implantação
                  – Precisa repor qualquer falta de repasse financeiro das empresas que contrataram o serviço
                  – Precisa repor qualquer desgaste que venha a ter com os funcionarios CLT
                  – Precisa pagar as contas de suas operações (SP, RJ e Interior de SP, eles possuem escritorios)
                  – Por fim, pagar os tributos referente a prestação de serviço (consultoria em informatica)

                  Então se eu for lhe dizer qdo alguem me diz que meu salario já está no limite que não é possível o maior ganho por hora, eu sou o primeiro a ver a lista de valores cobrados pelo cliente.

                  Agora que eu disse um pouco do que tbm acontece comigo só no meio empresarial, vamos a sua questão DESSE comentário:

                  Bem, 18 anos de carreira nessa area (não sou contabilista, mas como consultor convivo com isso) acredito que possa ver muitas coisas sob o ambito fiscal. É claro que uma empresa não veio para deixar de gerar lucro. E ela só responde assim porque o mercado obviamente também o aceita. É justo? Depende.

                  A empresa que eu trabalho faz algo que eu repudio que é se submeter a fazer projetos em um tempo muito menor que o que deveria e muitas vezes joga seus custos em projetos que sabe que já começaram errado. Então é injusto eu como profissional na hora de cobrar justamnete sobre minha atuação não receber mais por um erroadministrativo da empresa que entende que precisa ter um projeto a todo custo. Acho que para tudo existe um limite.

                  Há situações que vc faz a atividade em 1 dia, 1 semana, 1 mes e até 1 ano. No projeto que eu estou agora, são pelo menos 2 anos e da forma e como as coisas estão andando, prevejo 3. Isso obviamente pq o cliente nos chamou sem ter definido muitos processos e agora terei que andar junto, normalmente eles já teriam os processos prontos e eu seria a ponta de testar gerações e analisar o que já existe.

                  Então, colocando agora a cadeia produtiva, eu concordo contigo. E por vezes eu digo até mais: O produtor se rebaixa em valores para atender ao revendedor que faz isso que vc disse. E normalmente esses caras fazem tbm o que vc disse: Não entregam corretamente as obirgaçoes pq segundo eles, “não faz parte do negocio, isso não é o “core” do meu negocio”. E isso é um problema e por isso que ue tenho trabalho hoje tbm…. afinal, acertar erros é o que mais faço.

                  Entretanto, é bem injusto sim para o consumidor pagar isso. Mas o consumidor tem culpa no cartório: Quando o cara vai lá e toma um iogurte dizendo que seu filho estava com fome(mas não paga por isso), qdo o cara derruba um produto por maldade e deixa por lá, estraga produto, aperta a fruta que pode vir a estragar em pouco tempo, ele tbm ajuda a criar custos operacionais por sua falta de educação.

                  Em outras palavras e na minha visão, isso que vc diz, não é empresa quem o faz isso, é o brasileiro normalmente egocentrico que acha que tudo que está ao seu redor é para servi-lo do seu jeito.

                  E é por essa atitude que todo mundo sofre. Então não pense vc que qdo eu vou ao mercado, posto, pedagios, entre outros eu fico feliz de pagar por aquilo. Isso só acontece pq tudo é sempre potencializado para tirar mais dos outros.

                  E é aí que eu contraponho quem fica falando só de politicos corruptos, eles vieram do povo, poderia ser qualquer um que fizesse isso. E aposto que muita gente que reclama, se estivesse no mesmo lugar e mesma situação, não abriria mão do que elss possuem.

                  • Antonio

                    Voce e um prestador de serviços e a forma como voce se contrata e um prolema só seu, mas seu serviço so tem PREÇO, se o produto dele lá na ponta estiver sendo consumido, caso contrário voce e sua cadeia de serviços estrá estocando vento, o que voce produz, seja serviço ou diretamente o produto final só terá valor se tiver quem os consome, por tanto a primasia está com o “consumidor”, e ele e quem paga por tudo, e ele e quem dita as regras, e assim em tudo que se produz e em tudo que se vende e que e MEIO, enquanto não vende o seu serviço não conclui.
                    Em resumo: Se o que voce faz, o que oproduz não tiver quem consome, voce pode ser o presidente da empresa, voce vai estaguinar, vai regredir , se não resolver o fator venda, voce vai falir com todo o teu seguimento, de serviço e tudo, o MERCADO so conclui seu cíclo depois da fatura, sem o CONSUMIDOR voce, empresas, mercado inacabado não e nada, e puro merchandising, PRESTADOR DE SERVIÇO, EMPRESAS, SÃO AGREGADOS DO CONSUMIDOR, O CONSUMIDOR E O SEU MAIS FIEL PATRÃO, MESMO QUE VOCE SEJA AUTONOMO, SEM O CONSUMIDOR VOCE E NINGUEM E NADA!

                    • Edson Fernandes

                      Agora sim, inclusive entramos em concordancia.

                      Entendi a sua resposta e infelizmente tem sim esse tipo de povo que pede até para o contador sequer declarar ou conseguir declarações médicas e algo do tipo para sonegar.

                      Isso é uma realidade onde onclusive o governo tenta de todas as formas (e incha o contribuinte pagante) monitorar através de obrigações ou mesmo de documentos de prestação.

                      Mas infelizmente é uma realidade que existe e por muitas vezes cria-se empresas com nome de pessoa até que nem tenha conhecimento e faz de tudo. E infelizmente eu já vi mto dessa pratica no meu dia a dia.

              • Ernesto

                Esse rapaz não faz ideia das dificuldades do que é ser empresário no Brasil.

      • Matafuego

        Porém esta alta participação de vendas diretas não é observada em SUVs – nenhum está no top 10 de vendas diretas de automóveis. No caso dos comerciais leves, a Strada é a 2a (95%) e a Toro é a 8a (77%), o que nos dá indícios de que boa parte dessas vendas é realmente para trabalho.

        Logo, é sensato achar que este SUV da Fiat vai vender muito pouco.

        • Ernesto

          O Jeep Compass e o Renegade também têm bastante venda direta, se não me engano chega a 50% ou mais.

  • gustavo

    No site da Ford Argentina esta programado para vender a F150 e a F150 Raptor este ano, a Ford podia tambem trazer aqui para o Brasil.

  • EDU

    Pelo que vi o 500X subiu no telhado . Para que ja foi ligeira em lançamentos e acompanhamento do mercado a FIAT se perdeu

  • A FCA deveria investir na marca Dodge para a sua linha de médios, a começar por esse novo SUV cupê, e deixar a Fiat especializada nos compactos. Se a Jeep saiu da irrelevância para ser uma das mais vendidas no país, por que com a Dodge seria diferente?

    • Kaian Reis

      Um tempo atrás comentei aqui que a FCA poderia trazer para o Brasil o Dodge Dart para competir no segmento de sedans médios e “aumentar” a marca no Brasil, visto que journey e Durango não vendem nada, podendo investir também nos charger e Challenger para competir com Mustang e camaro.

    • Hugo Borges

      o problema são os concessionários do Brasil, eles querem por tudo um SUV e no Brasil a FIAT ainda é relevante para o mercado

  • marcos rissato

    Está fácil para a Fiat lançar a SUV, é só fechar a Toro trabalhando uma traseira que combine com a dianteira que por sua vez deveria receber leve atualização. No interior introduzir um novo painel que poderia ser o do conceito apresentado Salão. Na mecânica, motores sempre turbinados, Flex e diesel. Pronto, sucesso garantido, mesmo pq muitos dos que conheço comentam sobre quando virá a SUV da Toro.

  • Vinícius Sza

    O interior do Fastback é incrível, duvido que irão trazer para a realidade em algum Fiat

  • Leonardo M. G.

    Olhei o line-up da Dodge e da Chrysler, são bem enxutos, um especializado em veículos esportivos e alguns SUVs grandes, outro só com sedã grande e minivan. Ficando a RAM com as camionetes médias e grandes, a IVECO nos utilitários grandes e a Jeep com SUVs pequenos e médios, sobra à Fiat os compactos, tanto utilitários quanto de passeio. Talvez poderiam trazer os Tipos pra fechar a lacuna de sedans médios; ou trazer os Alfa-Romeos pro lugar.

  • 2021 preço de lançamento 750 mil reais, em 60x de 25 mil sem estrada, sopinha, sqn! 2021 salário mínimo 1033.

    • Daniel

      Essa foi boa!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email