*Destaque *Featured Argentina Fiat Sedãs

Fiat Cronos 2018/2019 já é oferecido na Argentina; veja detalhes em imagens

Fiat Cronos 2018/2019 já é oferecido na Argentina; veja detalhes em imagens

Com apresentação marcada para esta semana, o novo Fiat Cronos já está sendo oferecido no mercado argentino. O sedã compacto baseado no Argo pode ser adquirido em pré-venda nas versões de acabamento Drive e Precision, sendo a primeira com motor 1.3 litro e câmbio manual e a segunda com propulsor 1.8 litro e transmissão manual ou automática. O preço inicial do Cronos na Argentina é de 321,3 mil pesos, o que equivale a aproximadamente R$ 55 mil numa conversão direta.


Como dá para reparar, o novo Fiat Cronos terá algumas diferenças visuais em relação ao Fiat Argo, desconsiderando a traseira. Na dianteira, haverá uma nova grade com friso central cromado e para-choque com desenho exclusivo. A lista vai inclui ainda novas rodas de liga-leve e calotas. Já a traseira parece ter sido inspirada nos carros da Alfa Romeo, com lanternas afiladas invadindo as laterais e a tampa do porta-malas.

Fiat Cronos 2018/2019 já é oferecido na Argentina; veja detalhes em imagens

O interior segue praticamente o mesmo padrão do Argo, com diferenças apenas nas tonalidades dos plásticos. O porta-malas do carro tem capacidade para 520 litros, ou seja, a mesma capacidade do Fiat Grand Siena e maior que o do extinto Fiat Linea (500 l).


Entre os equipamentos, o Fiat Cronos Drive 1.3 (de 101 cv e 13 kgfm com câmbio manual de cinco marchas) oferece ar-condicionado, direção elétrica, vidros, travas e retrovisores elétricos, volante multifuncional, sistema e som, banco do motorista com ajuste de altura, monitoramento da pressão dos pneus, painel de instrumentos com tela TFT de 3,5 polegadas, entre outros.

Fiat Cronos 2018/2019 já é oferecido na Argentina; veja detalhes em imagens

Como opcional, há o pacote Conectividad, que acrescenta rodas de liga-leve aro 15, faróis de neblina, sensor de estacionamento, sistema multimídia Uconnect com tela de sete polegadas e duas portas USB.

Já o Fiat Cronos Precision, além do motor 1.8 E.torQ de até 139 cv e 18,6 kgfm, oferece ainda controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, sistema multimídia de série, duas portas USB, faróis de neblina, câmera de ré, rodas de liga-leve aro 15, banco traseiro bipartido, sensor de estacionamento traseiro, entre outros. O modelo automático traz ainda paddle shifts e controle de cruzeiro.

Fiat Cronos 2018/2019 já é oferecido na Argentina; veja detalhes em imagens

Este modelo pode receber o pacote Premium, com tela TFT de sete polegadas no painel de instrumentos, sensores de luz e chuva, airbags laterais, retrovisor interno eletrocrômico, destravamento das porta e partida do motor sem chave, ar-condicionado automático, retrovisores rebatíveis eletricamente, bancos revestidos em couro e rodas aro 17.

Confira os preços do Fiat Cronos 2018/2019 para a Argentina:

Fiat Cronos Drive 1.3 MT: $ 321.300 (cerca de R$ 55 mil)
Fiat Cronos Drive 1.3 MT + Pack Conectividad: $ 338.300 (R$ 58 mil)
Fiat Cronos Precision 1.8 16V MT: $ 357.000 (R$ 61 mil)
Fiat Cronos Precision 1.8 16V MT + Pack Premium: $ 386.000 (R$ 66 mil)
Fiat Cronos Precision 1.8 16V AT: $ 412.000 (R$ 71 mil)
Fiat Cronos Precision 1.8 16V AT + Pack Premium: $ 441.000 (R$ 76 mil)

[Imagens: reprodução]

Galeria de fotos do novo Fiat Cronos 2018/2019

Fiat Cronos 2018/2019 já é oferecido na Argentina; veja detalhes em imagens
Este texto lhe foi útil??

  • Pete Alves

    O Argo até conseguiu enganar um pouco como sucessor do Punto,diferenciando-se do Palio. Já com o Cronos não tem jeito. É nítidamente apenas um novo Grand Siena.

  • Pete Alves

    O Argo até conseguiu enganar um pouco colocando-se também como sucessor do Punto, diferenciando-se do Palio. Já com o Cronos não tem jeito. É nítidamente apenas um novo Grand Siena.

    • Filipe Augustus

      Exatamente, a Fiat deveria manter o nome Palio e Siena que seria melhor em estratégia comercial e de quebra seria considerado o melhor Palio já produzido!

      • SDS SP

        Palio e Siena são sinônimos de carros ordinários e baratos. Acho que o pessoal não aceitaria bem um “Palio” por mais de 70k.
        Acredito que à Fiat adotou essa estratégia para precificar em um outro patamar. Se vai dar certo, só o tempo irá dizer.

        Agora uma das mancadas que estragam o visual do carro (em minha opinião) são as rodas aro 14 das versões de entrada.

        • Guto

          Me fez lembrar do tempo que meu pai havia comprado um Siena HLX 1.8 em 2005, com todos os opcionais (até air-bags laterais o carro tinha), e como sempre fora estressado no trânsito, ficava pedindo passagem na pista, e ninguém saia da frente por pensar ser um palio rsrs. Carro no Brasil é sinônimo de status, então para a Fiat é mais negócio emplacar esses carros no “andar de cima”.

          • Damata

            Pois é isso mesmo Guto “sinônimo de status” e FIAT pra alguns brasileiro (se não boa parte deles) não da este status, são bons carro dentro da proposta de cada categoria, mas na cabeça de muito são todos Uno Mille / 147.

            • Guto

              Bom, eu nunca tive Fiat, mas meus pais já tiveram, nessa ordem: Marea SX 2002, Palio Wk Adventure 2004, Siena HLX 2005 e Bravo T-Jet 2013. Todos atenderam muito bem!

              • TijucaBH

                Também ja tive Linea, Punto, Idea adv e Strada adv. Todos atenderam muito bem sem qualquer dor de cabeça, mas pra mim o problema da fiat foi ter dormido no tempo. Veja que estamos entrando na era do downsizing e ela ainda com 1.8. Se ainda fosse um 1.8 atual, com bloco em alumínio, duplo comando, est ainda ia, mas estão com 1.8 que já nasceu defasado, resto da que a BMW e Chrysler estavam aposentando… Uma pena…

                • Martini Stripes

                  Olha, a unica coisa que não tem é o bloco de aluminio, tem comando duplo, start-stop…
                  A única que de fato usa o downsizing no brasil é a VW

                  • TijucaBH

                    Esse motor nao tem duplo comando. Ele tem um comando unico que aciona as 16 válvulas e na pratica qual o problema? O problema é que nao dá pra usar comando de válvulas variável pois a estrategia da variação é diferente pra admissão e descarga. A falta de VVT limita a eficiência desse motor. Start Stop nao é tecnologia do motor. Teoricamente o start stop pode ser instalado em qualquer motor com injeção eletrônica.

                    Sobre o downsizing, realmente, das 4 grandes, a VW é a unica que aplica mais, porem GM tem Cruze e tracker, ford tem Fiesta Ecoboost (que nao vende nada, mas pelo menos existe). E qual o turbo da Fiat? Tinha os Tjet mas motore antigo, com historico de muitos problemas, e com im turbo lag enorme considerando o uso diário.

                    O problema motorização da Fiat é que ela nao tem no portfólio global motores modernos prontos. Ela tem que desenvolver do zero como está fazendocom o firefly turbo. Ford tem uma gama na Europa e USa Ecoboost de tudo quanto é tamanho, Vw tem os TSi que sao aplicados ate no porsche, GM tambem tem motores “pequenos” bem modernos que eram da Opel e por ai vai. Nem na Italia a fiat tem tecnologia de ponta. Até tem bons motores atuais , porém diesel.

                    • Basil Sandhurst

                      Discordo.
                      A Fiat tem na Europa dois: o TwinAir turbo e multiAir turbo 1.4.
                      Motores de concepção brilhante, inclusive premiados.
                      Abs

                    • Lorenzo Frigerio

                      Motores pequenos. Se ela fabricasse versões de menor cilindrada do Tigershark no Brasil, aí sim.

                    • Martini Stripes

                      Concordo com tudo o que você disse.
                      E repito, VW tem em todos os segmentos uma opção de downsizing, o restante é pontual.
                      Fiat, obrigado pelas dicas do motor não tinha conhecimento tao profundo, achava mesmo que era duplo. Mas para os padrões nacionais, onde tem-se Onix, HB20, como líderes, o motor da Fiat não fica tão atrás assim.
                      O único que está a frente em mecânica é o Polo. O Fiesta com Ecoboost está tentando, equipando agora a versão SEL e não mais Titanium, mas brasileiro ainda tem muito preconceito com cilindrada pequena, não digo a gente aqui do fórum, falo na maioria.
                      Enfim… se eu conseguir vender meu Fit 2016, eu tento pegar um Polo. Se não, vou abraçar um Fiesta 1.6 SEL MT (que tem boa dirigibilidade e itens de série)

                    • Paulo Lustosa

                      Na verdade o E-Torq EVO 1.8L possui o VVT que era original do projeto quando a BMW e a Daimler-Chrysler utilizavam o mesmo, tanto que se ver o material do Mini na época, verá a polia do VVT lá, porém foi capada quando se transformaram nos primeiros E-Torq e retornou novamente nos E-Torq Evo.

                    • TijucaBH

                      Posso estar enganado, mas acho que ele varia o coletor de admiçao e nao o comando de válvulas… Vou ate procurar saber

                    • Paulo Lustosa

                      Varia os dois

                    • Lorenzo Frigerio

                      Pode variar o comando inteiro. Como você acha que fazem os V8 americanos atuais de comando no bloco. Mesmo alguns 4 cilindros aqui no Brasil só variam a admissão. Variação total em 2 comandos só em carros mais caros.

                    • TijucaBH

                      Variar o comando inteiro é uma forma de contornar o problema, mas ta longe de ser a melhor opção e acaba ficando no meio termo. Variação total nos 2 comandos ja tem nos carros da Honda, nos Corollas e mais alguns, carros que muitas vezes sao bem mais baratos que Toro e Renegade. Definitivamente 1 comando está longe de ser referencia, tanto é que logo BMW e Chrysler abandonaram essa idéia.

                    • Lorenzo Frigerio

                      Realmente não deve ser considerado referência, mas estamos no Brasil. Qualquer coisinha quadruplica de preço devido aos impostos em cascata.

                  • Basil Sandhurst

                    Cara, quem estreou downsizing por aqui foi a Fiat….por favor…lembre-se… depois veio VW com o 1.0 Turbo … depois foi descontinuado.
                    Abs

                    • Martini Stripes

                      Estou falando de efetiva implantação.
                      Se você for comprar um carro turbo hoje, a VW tem muito mais opções de motores e segmentos.
                      O restante tem uma coisa ou outra.

                    • Basil Sandhurst

                      Sim, entendi e concordo com vc. Ela tem turbo desde preço acessível (Up!) até o Polo (com todos os penduricalhos).
                      Abs

                • EDU

                  Eu fico feliz quando entro no meu Cinquecento sport air. OOO carrinho bom e gostoso pra rodar no dia a dia,Mesmo tendo sedan premium e suv na garagem

                  • T1000

                    q bom q vc tem o air, a maioria dos 500 só com o 1.4

            • ViniciusVS

              Entre um Grand Siena ( Cronos) 1.8 AT selo D no inmetro por 80k e o novo Honda City 2019 que vai receber facelift, esp e outros equipamentos. Acho muito difícil a fiat vender alguma coisa, até porque terá o Virtus nesse valor também.

              Fiat só vende se for mais barato que a concorrência, não conheço ninguém que se orgulha de comprar carros da Fiat, até mesmo a Toro ganha muito no CxB por ser o veículo com conjunto caçamba+ câmbio automático mais acessível do mercado e com maior numero de autorizadas. Fora isso não emplacaria.

              Se o Linea que passava uma imagem mais sofisticada não conseguia brigar com os “sedans compactos Premium” imagina o “New Grand Siena”.

              • Edson Fernandes

                Não é questão de se orgulhar, qdo vc compra um carro vc sente orgulho, seja qual marca for.

                Outro dia acompanhando um post de face, o cara queria trocar um ka 1.5 SE por um Gol track 1.0… porque achava bonito.

                Eu acho que a precificação como sempre é errada. A Fiat mete uma tabela absurdamente alta e vai ter que apelar para descontos desde o lançamento. Veja a vida do Polo / Virtus: São dois carros aguardados que diante de um mercado anacronico como o nosso, são a cereja do bolo. Porque? Porque buscaram um pouquinho algo mais nos carros. O Virtus vai atender a aquele que hoje não pode bancar um médio mas irá ter um compacto com espaço de médio (na verdade é até mais comprido) e concilia com algumas modernidades no conjunto que o faz ser superior aos demais que tem como ofertar mas não trouxeram ao Brasil.

            • Pedro Cunha

              Por isso que aqui, na banania, pagam mais de R$100k em corolla e civic, que não passam de carros “ordinários e baratos” para maioria do resto do mundo.

          • SDS SP

            Pois é, meu caro. Status é à palavra. Se você chega em casa com um “Palio” ou “Gol” que custou mais de 70k, muita gente vai lhe tachar de maluco.
            Tanto é que o veterano Gol só vende na versão de entrada. Ninguém se atreve a pagar mais de 50k.

            • Guto

              Exatamente! Taí o Polo justamente pra ser esse andar de cima, e reconheço a qualidade do carro apesar dos defeitos bobos.

              • SDS SP

                Cara, tem umas porquices da VW e Fiat que não consigo entender. Depois choramigam por suas fábricas trabalharem com elevada ociosidade.

                • Guto

                  Com certeza. Lembra do Palio Fire 2014? tiraram até a barra estabilizadora!

            • TunAV

              A FordA conseguiu trabalhar bem essa transição de carro popular para compacto mais refinado com a substituição do Rocam pelo New Fiesta. O problema nesse caso é que o Argo não evoluiu tanto em mecânica, plataforma e qualidade construtiva; e o Polo não evoluiu em design. Com isso pareceria apenas forçação de barra subir os preços de uma geração para outra. Mudaram o nome para tentar dar um golpe de marketing. Não deu certo com o Argo, esperemos o que acontecerá com o Polo.

              • Edson Fernandes

                Por outro lado, tirando o ESP o Argo PERDEU perante o Punto, os itens de segurança. É por isso que pra mim, o Argo é uma mera atualização do Palio (que o Punto tbm era e ficavam trabalhando lado a lado o modelo anterrior com o atual).

          • Martini Stripes

            Tinha uma bronca quando não davam passagem pro meu 500 Sport rapaz!
            Passei por cima de um corolla uma vez. hahahah
            Hoje, de Fit, sofro do mesmo problema.

            Estou vendendo meu Fit, alguém quer? 16/16 EXL

            • Edson Fernandes

              Eu tenho9 um Fluence e vejo de fato que tem esse lance da facilidade de me darem passagem…

              Mas bicho te digo… isso é simplesmnete falta de educação do brasileiro.

              • Gabriel M. Vieira

                E pior que isso acontece mesmo! Eu de Jetta (aspirado) a galera abria passagem, aí eu pisava e não conseguia passar hahahahahahahaha

                • Verdades sobre o mercado

                  A VW fez a proeza de ter o Jetta aspirado q não anda nada e “a nave” 2.0 TSI que é fantástico. Se tivesse lançado o 1.4 TSI desde o início no lugar do aspirado a história do Jetta no mercado nacional seria outra.

                  • Gabriel M. Vieira

                    Exatamente. O 2.0 era “bom” apenas na cidade, mas na estrada era incrível como o carro sofria pra desenvolver em retomadas. Eu fiquei com ele por 3 anos e concordo que o 1.4 TSi veio muito tarde. E agora com a nova geração o preço vai subir ainda mais… vamos ver o que vai rolar.

                • Edson Fernandes

                  Até se consegue… mas nem dou bola…rs

            • luiz

              Engraçado que com meu hb20 sempre ganho passagem (é premium 1.6)

              • Renato Bandeira

                ata

          • Edson Fernandes

            Cara…. nunca vi um Siena ou Palio equipado totalmente como o do seu pai. Só vi um unico anuncio onde havia um Siena HLX desses.

            Que pena que meu pai na epoca sequer quis ver o carro (comprou na epoca um Siena 1.0 EL… ¬¬)

          • Eu me lembro dessa época! Meu pai comprou um Palio em 2005 e quando pediam o airbag lateral era quase como invocar uma espaço nave, faziam de tudo na concessionária para desistir e subir de categoria. Chegaram ao ponto de dizer que era inútil e que não serviria de nada em um impacto lateral.

        • Filipe Augustus

          Exatamente, manter Palio e não subir o preço, esse carro não tem nada de mais pra custar o que custa! Mas os modelos de entrada estão caros demais, logo mais terão que criar uma estratégia para eles não atropelarem o valor dos modelos maiores!

          • SDS SP

            Pois é, tanto é que já existe Argo Drive 1.0L com descontos, é possível encontrar exemplares por 44k.

            Agora uma coisa eu não entendo é uma bizarrice nos pacotes de opcionais: para levar um exemplar com pacote de segurança digno, você é obrigado a levar a Drive GSR. Nada democrático, sendo que até no simplório Uno é mais flexível ter uma unidade com ESP.

            • Guto

              Sem contar que até o simplório Uno tem tecido nas portas traseiras, coisa que o Argo fica devendo. Na minha opinião o posicionamento de versões do Argo começou MUITO errado. É palhaçada pagar 47 mil num 1.0 praticamente básico. Devia começar em 43.990 e não passar de 75K na HGT com todos os opcionais possíveis.

              • Edson Fernandes

                Na pratica isso acontece. Tanto que o Argo canibaliza o Uno e forte.

                Um Argo que vc pegaria por R$80000 (com todos os itens opcionais e cor metalica), sai por R$70000 na pratica. Muita gente tem comprado com descontos gordos. Só que eu concordo contigo, o valor de tabela que deveria ser esse citado por ti.

                • Verdades sobre o mercado

                  O Argo não canibaliza o Uno. O Uno vem vendendo mal no varejo desde que a Fiat inventou o Mobi e quis vender Uno a preço de Palio, isso matou o Uno. O mercado não aceitou. Se tivesse mantido o Uno como carro de entrada teria sido melhor. Poderia ter investido em um bom facelift no Palio apenas com motores Firefly 1.0 e 1.3 e lançava o ARgo sem motor 1.0 (aliás o Polo também não precisava de 1.0).

                  • Edson Fernandes

                    Eu não entendo até hoje porque isso não ocorreu.

                    Penso pra mim que se a Fiat tivesse colocado o visual do Mobi nas linhas do Uno teria ficado até mais condizente. Estilo de farol quadradão e sendo o de entrada. Teria feito mais sucesso.

                    M as o Argo querendo ou não ajudou a colocar o Uno no limbo, já que as versões de atratividade do Uno são acima de R$40000.

        • TijucaBH

          Concordo!!! Ainda bem que mudaram!!!

        • invalid_pilot

          Roda 14 é mais utilizavel(em buracos e afins) e tem menor custo de substituição de pneu, quem quiser pegue opcional ou troque a roda.

          • SDS SP

            Certamente foi um corte de custos por parte da Fiat e não uma suposta vantagem técnica. Pra mim estragou o visual do carro.

            • invalid_pilot

              Quem gastou 50k num carro, gasta mais 2,5k em roda + pneu do gosto.

              Eu pessoalmente prefiro roda menor e perfil mais alto, menos bonito mas melhor de conviver.

              • SDS SP

                Pior que só conheço o Up a Argo que custam mais de 50k e vem com rodas 14. Mereciam um jogo com rodas de 15 polegadas, que nem tem grandes diferenças no perfil. Eu que já tive carros nessas condições, não senti diferença alguma. Só o Cruze que eu tinha (com rodas 17), que prejudicava o conforto.
                Acho injustificável, pois não são carros nada baratos.

                • invalid_pilot

                  Problema é amassar ou ralar roda, mas isso é mole de resolver, nada absurdo.

              • Verdades sobre o mercado

                A Fiat oferecia opção de roda 15″ (ferro) no GRand Siena 1.4 por R$ 195,00 há 5 anos atrás. Deveria oferecer também para o Argo (por R$ 295,00 venderia muito)

        • Marco

          Não digo nem as rodas serem aro 14. O perfil é que ficou muito baixo. Se fossem por exemplo, 185/70 R14 ou na pior das hipóteses 175/70 R14, fariam diferença (para melhor). A medida 175/65 R14 é muito pequena. Sobra muito espaço até a caixa de roda. Embora concorde contigo de rodas aro 15 ficariam bem melhor, a exemplo do acontece no Onix.

      • Evandro

        Eu não concordo, pra mim são nomes já defasados, e que remetem a carros populares, o que a fiat não deveria desejar….

        • Edson Fernandes

          O nome não muda nada no carro se ele realmente apresentar vantagens expressivas da versão anterior.

          O problema que o Argo foi apenas uma mera atualização do Palio.

          • Evandro

            Não acho que foi uma atualização do Palio, até onde eu sei o projeto é totalmente novo, ou não?

            • T1000

              novo?kkk
              o argo usa a plataforma do uno adaptada
              assim como o mobi
              assim com etc etc etc

              • Evandro

                Não sabia…

            • Edson Fernandes

              Totalmente novo…

              Utilizando uma melhoria de plataforma (sim, ela é uma melhoria), usando motores que foram uma melhoria do passado (firefly em cima dos motores fire e o Etorq), a direção que no Punto tinha ajuste de altura e profundidade em todas as versões, agora só tem de altura…

              O modelo de topo pode ter apenas 4 air bags, sendo que o Punto poderia ter 6 … o modleo de topo tem um motor 1.8 sendo que o Punto tinha o motor 1.4 turbo…

              Aí voltamos ao Palio… teve versões 1.8 com motor GM, motor Etorq 1.6, ajuste de volante apenas em altura… poderia ter até 4 air bags… pra mim é uma clara evolução apenas do Palio.

              • Basil Sandhurst

                Edson, tem ajuste de profundidade sim, nas versões precision e hgt ok?
                Abs

                • Edson Fernandes

                  Somente nelas. O Punto tinha em todas as versões.

                  • Basil Sandhurst

                    Nao sabia, obrigado.

              • Mas tem um detalhe: o Palio só tinha opção de 4 airbags (ainda que na prática era impossível comprar eles) mas isso vem desde 2004 no Mk3, o primeiro da categoria! Lembrando que, o Palio tinha nos anos 90 a versão Stile que tinha para o motorista o airbag de série (ainda que custasse uma fortuna) aliado ao ótimo motor Torque. Proporcionalmente a época, o Argo teria que oferecer muito mais que os dois veteranos. Já o Punto foi o primeiro da categoria a oferecer os 6 airbags (coisa que só o irmão maior, o Stilo, tinha a oferecer) e outros recursos inéditos na época (Blue & Me por exemplo). Tem outro recurso interessante de algumas versões do Punto (creio eu que a T-Jet) que era o modo de condução (normal, esportiva e etc) que o Argo poderia muito bem ter incorporado, talvez até mais fácil devido a direção elétrica e rede mais sofisticada (ainda que é possível que seja uma evolução da VENICE do Palio/Stilo. Ao meu ver, para se equiparar aos dois veteranos em recursos proporcionais as épocas, o HGT teria que ter os recursos de programação de condução e 6 airbags. Já na outra ponta, o Drive teria que ao menos oferecer o ESP e TC de série. Então evolução, eu diria que seria apenas na carroceria, espaço, motorização e talvez na estrutura (que deve ser um pouco melhor que o Punto e o Palio 2nd gen), mas em recursos, proporcionais as épocas de lançamento, deve algumas coisas em relação a ambos.

                • Edson Fernandes

                  Percebe o que eu quero dizer? Concordo contigo em tudo!

                  E não deveria ser assim? Os produtos estão sofrendo uma escalada de preços… então se vem novidade essa deveria no minimo equiparar aos carros ao que se subtituem.

                  PS: Os modos de condução também vinham nas versões Blackmotion e Sporting (somente com motor Etorq 1.8) dualogic.

                  • Sim, já que é para ser mais caro, que seja em projetos realmente diferenciados e com mais funcionalidades. Não sabia que as versões E-Torq do Punto tinham tais opções. Nunca entendi o motivo do Punto e até mesmo o Palio ELX pós 2004 nunca terem tido direção elétrica, uma vez que ela é mais barata para produzir e implantar, além de ter um veículo que poderia partilhar componentes (o Stilo), uma vez que as centrais VENICE já implementavam parte do protocolo Florence e seria bem mais interessante esse upgrade ainda na década passada, mas… a Fiat parece que prefere realizar downgrades ao em vez de avançar seus carros, o que é uma pena.

      • Antonio Lima

        A fiat está usando a mesma estratégia da VW com Polo e Virtus, poderiam muito bem ser gol e voyage e de quebra o melhor gol já produzido!

        • Filipe Augustus

          Nesse caso não foi uma estratégia, eles realmente seriam Gol e Voyage e a matriz na Alemanha vetou por conta dos custos! Por isso foram lançados como Polo e Virtus e não propriamente pela vontade da filial brasileira!

    • Damata

      Verdade!! a imagem que mostra o carro de lado não deixa mentir, olhando rápido e um Grand Siena.

      • Ⓜ️arcelo

        Interessante um conjunto de 10 botões no volante que não servem para nada, só enfeite.
        Nos últimos 10 anos acho que a fiat já trocou de logotipo umas 11 vezes, rss.
        É a fiat inovando sempre!

        • Evandro

          Acho que vc está errado, das 4 marcas mais conhecidas aqui a qual muda bem e a fiat, gm mudou e parou nisso, vide onix, s10, spin, qdo vieram foi uma grande mudança, agora já são modelos ao meu ver antigos, ford veio apenas com o ka diferenciado, eco mudou pra quase o mesmo, focus tbm, ranger mudou mas agora faz tempo que não muda nada, vw nem se fala, que eu me lembre o último lançamento da vw que de fato mudou foi o gol g5, depois disso seque o logo como o amigo citou ela mudou, aliás, se não muda nem o visual dos carros, quem dera a vw mudar o logotipo….

          • TijucaBH

            Fiat é a rainha do facelift, mudar de fato como do Tempra pro Marea, faz muito pouco. Veja que o novo uno foi lançado em 2010 e ja teve 2 facelifts e continua firme e forte em 2018. Strada foi lançada em 1998 e ate agora mesma coisa. Palio hatch lançou em 96 e durou ate 2012 quando de fato veio um palio totalmente novo. Palio weekend lançou em 97 e só teve facelift ate 2017, 20 anos!!! Mille foi de 1985 ate 2013 e por aí vai. Nao tem jeito, uma hora a conta chega.
            Veja a Honda por exemplo. Lança um modelo, no meio do periodo faz um facelift ate no fim da segunda metade renova o modelo completamente mas mantendo o nome.

            • Evandro

              Mesmo assim amigo, não digo de mudar o carro inteiro, pois talvez o projeto não necessite disso tudo, vide as pickup´s medias, que algumas ainda com 8 anos de projeto são considerados modernos ainda, a fiat sempre se preocupou em mudar alguma coisa que seja, agora as demais nem isso amigo, em especial a vw cuja a qual eu sou bastante crítico e com os meus motivos, ficou décadas fazendo a mesma kombi mudando apenas um pouco do visual, gol idem (só mudaram ou pararam pq foram obrigados, pq de modo contrário, até hj teria kombi e gol g4 nas css), saveiro, voyage, pra mim posso estar errado, mas eu acho que é o mesmo projeto desde 2008 mudando apenas um pouco no visual. Jetta, eu já tive, e vem desde 2011 o mesmo carro, mudando muito pouco tbm, tive tbm um golf 2010, e era o mesmo de um que eu tive em 2000, por esses motivos não acho que a fiat deva ser taxada como a mais atrasada do mercado, gm tbm, olha qto tempo ficou com o classic no mercado, celta acho que foi até 2014, zafira, vectra, sei lá, é a minha opinião….

            • Basil Sandhurst

              Já sei…entendi…
              Para você o rei dos facelifts é a VW que é tudo completamente diferente nos últimos cinco anos #sqn…
              Abs

              • Ernesto

                ???

              • TijucaBH

                #sqn mesmo! Volks também tem mania de facelift, mas pelo menos ela começou a atualizar mais cedo. Veja que UP, Golf, Polo, Amarok sao iguais aos europeus. Jetta ja muda agora no começo do ano.

          • Ⓜ️arcelo

            Amigo, vc me entendeu errado, pois eu me referi ao logo (emblema)

            • Evandro

              Pensei que vc estivesse sendo sarcástico ao se referir ao logo querendo apontar o produto em si…

        • Evandro

          E digo mais, no volante da minha toro, tem 20 botões, isso incluindo as borboletas que não passam de botões tbm, se for considerar os botões do som, atrás do volante, cada um tem 3 funções, mas na minha conta, considerei como apenas um pq é uma peça apenas, e no meu caso, apenas 1 botão não tem efeito algum e não serve pra nada, todos os demais tem função sim…

        • yurieu

          Na realidade o volante é igual para todos da FCA. Você o verá dentro da Pacifica, do 300c, do Grand Cherokee, etc.

    • Concordo Pete Alves! Vamos ver se o Virtus vai enganar melhor.

      • thi

        o virtus é outro nivel amigo

    • Gustavo Baeta

      Grand Siena sem teto solar…

      • Edson Fernandes

        Verdade! Caparam mais um item! (Palio e Punto tbm tinham).

    • T1000

      feio demais esse chronos. parece um siena com rodas de bicicleta.
      sério que precisa de uma caixa de rodas grande desse jeito pra essas rodinhas?

  • tiago

    Alguns sites dizem que o entre-eixos foi estendido, outros dizem q não. será que alguém na argentina mediu?

    • Nicolas_RS

      Procure no site da própria fiat.

  • Ricardo

    Humm! O novo Siena!

  • Alessandro Araujo

    Que medonho! Mistura de Nissan Versa com Grand Siena.

    • th!nk.t4nk

      Bem decepcionante. Achei totalmente genérico, parece aqueles chineses de marcas desconhecidas. E olhando de lado o carro tem um porte bem esquisito, parece ser até menor do que é. A FIAT já fez muito carro bonito no passado, mas há tempos que vem errando demais.

  • Eduardo Canedo

    ficou bem bonito …..há tempos a Fiat não lançava carros bonitos … Novo Uno, Novo Palio, Mobi, verdadeiras aberrações ( minha opinião, ok !!) a dupla Argo e Cronos ficaram bem acertados. Resta saber dimensões, entre-eixos e peso. Alias achei o Argo um carro bem pesado para a categoria dele, com o cronos não deve ser diferente.

    • Guto

      Se comparados com o restante da categoria, são mesmo. o Argo chega a pesar 1200kg na versão HGT, que deve ter o mesmo peso de um Cronos Precision. Para efeito de comparação, um Polo 1.6 pesa 1.058kg.

      • Eduardo Canedo

        Segundo o site carrosnaweb o peso fica assim : Argo 1.0 1105kg Polo 1.0 1058kg ( diferença de 47kg)/ Argo 1.3 1140 polo 1.6 1083 ( 57kg de diferença) / Argo 1.8 HGT 1243kg Polo Highline 1.0 TSI 1147kg ( 96kg de diferença )

        • Guto

          Valeu pelos dados! sou meio desligado em fichas técnicas.

        • Evandro

          Me desculpa cara, mas pra mim essa diferença de peso não deveria influenciar o carro, visto que duas malas já pesam isso, um carro com tanque cheio ou vazio tem essa diferença, não consigo ter esse “tato” para perceber diferença no carro com uma qtde de peso assim a mais…. vc consegue notar?

          • Edson Fernandes

            A questão não é notar no rodar, mas na pratica o carro perde com eficiencia, economia, entre outros.

            • Evandro

              Ah tá, é vdd, mas sei lá, talvez eu que seja braço demais pra não notar no andar…rsss

          • Eduardo Canedo

            Evandro. Sim eu consigo notar, talvez seja pq meu carro seja de ano 1999, e para agravar é 1.0. Mas quando coloco 2 pessoas de aproximadamente 55 quilos cada, é notório a queda no desempenho, e uma leve elevação no consumo.
            Também já tive a oportunidade de dirigir um carro com cilindrada maior ( onix 1.4), e o carro estava carregado com 3 pessoas mais bagagem, depois que estava somente eu no carro, foi notória a diferença, o carro parecia mais leve, e desenvolvia muito mais, já o consumo não pude notar, pois foi a unica vez que dirigi o carro.

            • Evandro

              Entendi, eu tenho uma Toro, e qdo eu puxo o meu quadriciclo com a carretinha eu sinto, mas são quase 500kg, talvez por isso q eu sinta por ser bem pesado mesmo entende? Se bem tbm, esses dias eu peguei o carro do meu pai (Argo), e peguei um trechinho de estrada, meu filho e minha filha (crianças de 30kg cada aproximadamente), começaram uma guerra civil entre eles, a se estapear no banco de trás, um empurrando/puxando o outro, estavam de cadeirinha, mas eu sentia o carro balançar sim, pouco mas balançou, vc tem razão, deve ser por conta de ser um carro menor, fique mais perceptível mesmo, abs

            • T1000

              em carro mil noto diferença entre tanque cheio e meio tanque ou entre meio tanque e reserva.

          • Ernesto

            Qualquer peso a mais influencia na eficiência (economia, desempenho) do carro. Imagine o Argo tendo o peso do Polo. O que você acha que aconteceria com o consumo de combustível? Ou o desempenho dele? Sei que você é fã da Fiat, mas reconhecer esse tipo de coisa é ter um mínimo de bom senso.

            • Evandro

              Não sou fã de fiat não, alguns carros dela me agradam, mas não sou fanático como mta gente é por VW, mas ainda não consigo acreditar q tão pouco peso mude algo considerável no carro entende? Tipo o consumo, com 50kg a mais mudaria de 10 km/l pra 9? Eu acho, ou melhor, eu acredito que não, acho que deve mudar mas muito pouco entende?

            • Basil Sandhurst

              Peso do carro não determina se um projeto é ruim.
              Nissan 350Z é um grande esportivo, e bem mais pesado que os seus concorrentes, ninguem ousa dizer nada comparando peso.
              Os modelos HGT e Precision tem muita forração isolante, e o motor 1.8 por si só já pesa BEM mais que o 1.0 3c .

    • Evandro

      Cara, Argo é pesado, mas vai bem msm assim com o 3 cilindros, comprei mes passado um pro meu pai, e o carrinho é bem legal, meu pai relata ser bem economico, andei algumas vezes e me senti bem no carro, lógico que é 1.0 e não se deve esperar potência, mas para o que é e pelo o que pesa achei bom….

  • Bruno Albuquerque

    Siena anabolizado…não consigo ter outra ideia ao olhar esse “lançamento” da Fiat.

    • Joaquim Grillo

      Siena é bonito anabolizado melhor ainda

      • thi

        se fosse anabolizado,mas esse nem isso

  • SDS SP

    Achei o visual acertado. Espero que não venha com aquelas rodas aro 14 nas versões de entrada (como no Argo), pois ao meu ver dá um certo ar de pobreza.

  • Guto

    As duas últimas fotos (o carro roxo) são da versão Drive 1.3, a mais básica. Por tanto fiquem tranquilos, não vai ter rodinha aro 14.

    • Verdades sobre o mercado

      Já basta o Argo com as rodinhas 14″. O ARgo com 15″ fica legal, com 14″ mata o carro.

  • Luan

    Dianteira melhor que a do Argo, mas o restante não tem como não lembrar um Grand Siena

  • Tosca16

    Aí vão por o GSR (dualogic) pra matar o 1.3 aqui e o 1.8 E-TorQ bom, nem preciso comentar mais…

  • Luiz Joaquim

    Tenho fotos de um Cronos. Como envio?

  • marc west

    Convence melhor visualmente que o Argo.
    PS: o duro é ver o belo Tipo disponível para venda para los hermanos, lá no canto de algumas fotos.

    • Tosca16

      O que mostra que esse teria que ser um “Grand Siena” pra eles pro Tipo ser o devido sucessor do Linea…

    • th!nk.t4nk

      E olha que o Tipo nem é tão acertado assim. A traseira tem um caimento estranho. Mas perto de Argo e Cronos, concordo que o Tipo é belíssimo mesmo.

  • Daniel dos Santos

    A fiat esta nivelada por baixo… Depois q morreram punto e bravo.. E linea tambem, agora so possuem carrinhos comuns… Viraram um Chines ocidental

    • Evandro

      Punto pode até ser, pois foi um carro legal, agora falar de bravo e linea? Esses dois já nasceram mortos, não deveriam nem ter lançado, esse visual de carro chorão, escorrido pelos lados, feito cara de criança chorona não cola aqui, pode colar na itália, mas aqui não iria virar nunca….

    • thi

      a fiat nunca vingou carro bom de verdade… coisa com nivel acima de punto é mico(linear,tipo,marea,bravo,brava…)

  • Evandro

    Eu achei bonito, só não gostei dessa parte preta do parachoque com a pintura branca, visto pela lateral dá a impressão que o parachoque é menor, mas tem que ver ao vivo, gozado, to vendo um monte de gente chamando o carro de siena, de palio de um monte de coisas, e depois qdo a VW lançou o polo o pessoal não achou que era um golzão ou um golfinho, nem qdo lançou o virtus disseram que seria um voyajão ou um jettinha…..

    • thi

      coisa de retardado isso falar polo égolzão , cronos sienão…. claro!! são da mesma marca..é pra um polo ser um onixzão??? cada uma

      • Evandro

        Coisa de retardado é o pensamento que vc tem. Não é por ser da mesma marca que tem que ser igual e diferenciar apenas em tamanho, se fosse assim poderia ter o mesmo nome com as siglas P M e G para diferenciar!

      • Evandro

        E foi bom vc falar em Onixzão, gozado né a GM ter o Onix, Cruze, S10 e até Equinox do mesmo fabricante porém com um visual diferente, e não apenas tamanho maior… Parabéns pra GM.

  • Fabio Thasmo

    Essa medida do porta malas é oficial? Quando a Fiat apresentou o Cronos para a imprensa ela não afirmou que o porta malas do Cronos levaria mais do que os 521 litros do Virtus?

  • Lucas086

    Gostei do carro, me parece mais proporcional que o Virtus… e ainda estou tentando ver um grand siena na lateral desse carro, a começar que o grand siena tinha 3 janela e o cronos não tem… a galera força demais, deve ser a mesma galera que acha o polo com a traseira do gol.

    • Rodrigo Souza

      Errado, é a mesma galera que fica nervosinha quando chamam o Polo de Golzão.

      • Lucas086

        Mas o Polo é um golzao?

        • Joaquim Grillo

          eu acho

          • Ricardo

            Achava exagero… mas quando vejo Polo na rua só da pra pensar que é um Gol…

            • Joaquim Grillo

              o polo sempre foi um gol maior na verdade o gol G3 ja nasceu do desenho do polo, não que seja feio mas é um carro para mim que nasceu cansado ja

    • Basil Sandhurst

      Isso aí… com certeza existe espaço para críticas, como qualquer produto, mas precisa esse clima de haterismo?
      Abs

    • Luconces

      Talvez o teto abaulado e alto, nesse aspecto lembra sim.

      • Lucas086

        Mas ai é defeito de todos esses sedans derivados de hatch.

        • Luconces

          Huum… Estou tentando puxar na memória mas acho que apenas a Fiat que sofre disso.

          Nissan Versa tem um formato em curva/cunha mas não é abaulado e alto.

          VW Voyage tem uma quebra/dente entre o teto e coluna C. Idem Chevrolet Prisma.

          VW Virtus é uma queda suave também.

          Nem mesmo o Fiesta Sedan pois o teto cai mais suave.

          Sobrou algum?

  • Rogério R.

    A Fiat voltando a fazer carros bonitos.

    • Joaquim Grillo

      Pelo menos esse né!

  • Joaquim Grillo

    E a Argentina tem o Tipo olha lá ele lá no fundo!

  • Wagner Lopes

    Pra competir com prisma e voyage até que vai bem…já eu seria feliz mesmo com esta grana no mercado de usados pra comprar carro de verdade.

    • Joaquim Grillo

      voyage não conseguiu nem desbancar o Siena EL cara kkkkk

  • Joaquim Grillo

    Pelo menos vem com revestimento no porta malas com carpete, o polo só a versão top kkkkk

    • Luconces

      Vocês carregam filho ou mãe no porta malas?

      Nunca vi tanta tara por porta malas acarpetado kkk

      • Joaquim Grillo

        se vc gosta de carro com barulho no porta malas compra uma brasilia

        • Luconces

          Kkkk

          Adoro essas comparações bestas…

          Mas realmente um carpete de 2mm de espessura com certeza sela bem o interior do carro e deixa com nível de ruído de um Rolls Royce.

  • Natán Barreto

    Oi, Siena, tudo bem?

  • Marcus Lima

    Minha impressão é que o design do Grand Siena era melhor em uma coisa: o carro parecia mais equilibrado em porte, com os três volumes mais proporcionais. Esse carro ficou parecendo com a seção central grande demais, a traseira baixa, e a dianteira pequena: a linha de vidros subindo do Grand Siena deixava o desenho mais bonito. Fora isso, quanto coisa nessa frente! O modelo topo cheio de vinco, cromado, um pouco exagero.

  • Robinho

    Em questão de design achei mais bonito que o Virtus…

  • Abdallah

    Nao gosto de carros da fiat, mas esse ficou muito bonito, merecia ter versoes com motores turbo!

  • FocusMan

    Ficou identico ao Fiat Tipo Sedan.

    • TunAV

      Nem…

      • FocusMan

        O fundo ficou muito igual.

  • duhehe

    Tenho minhas duvidas que esse Cronos é um carro ”novo”, parece um enxerto do que seria um Argo Sedan sobre a plataforma do Grand Siena.

  • Emanuel

    Legal pra fazer um offroad… Só não sei se resiste às nossas ruas

  • Eduardo Edu

    Parece a evolução do Grand Siena.

  • Razzo

    FIAT, cadê a opção Cronos Firefly 1.3 AT6 (cambio com conversor de torque) e sem tambores de freios traseiros ?

  • Dia

    FIAT CORNOS ????????

  • Whering Alberto

    No “grosso” ficou até bonito (a foto do modelo branco, de perfil, convence), mas sabemos que não está à altura do futuro Virtus. City e Fiesta Sedan podem sofrer (o primeiro pelo preço altíssimo, quase que exclusivamente).

  • Lucas Nascimento

    Carro novo com o antigo motor 1.8 E-porc ultrapassado e beberrão.

    A Fiat e suas gambiarras.

  • Meereengue

    Olha essas rodinhas. Muita lata pra uma roda tão pequena

  • Lucas MTB

    O new all new novo Grand Siena.

  • EDU

    A Fiat esta de parabens, Design de bom gosto , Mas prefiro ainda o Fiat Tipo marrom escondido la das fotos no fundo . Uma ausencia sentida no mercado junto com o 500X

  • Elias Mariano

    para ver como este carro é ridículo de feio é só ver o Tipo ao fundo como é muito mais limpo seu designer
    em relação ao Grand Siena 2018, ops Cronos, é uma vergonha ser brasileiro para fazer uma porcaria desta
    só aqui no Brasil mesmo, fazer um carro em cima do outro e depois falar que tudo novo, alguem aqui acredita em papai noel.

    • Basil Sandhurst

      Pode ser isso tudo, mas ele é feito na Argentina…
      Abs

  • luiz

    Não adianta.. Como eu já tinha dito nos flagras, essas quinas redondas e grosseiras das janelas e essas rodas desproporcionais gritam baixo custo

  • Lorenzo Frigerio

    Essa coluna B larga do Argo e Cronos diz tudo: carro popular metido a besta. Está na cara que está aí para dar rigidez ao que não passa de um Palio de araque, feito de aços de baixa resistência, e os vincos da carroceria, também.

    • Basil Sandhurst

      Quero ver vc falar assim naquele outro site do “mestre…”…rs….vai tomar um fora…
      Abs

      • Lorenzo Frigerio

        No site do “Mestre” não é preciso ser explícito assim. Mas eu critico mesmo, e discuto até ele não publicar mais os comentários… rs. Mas o “Mestre” também tem que viver de alguma coisa, né?

        • Basil Sandhurst

          hehehehehehe, perfeito!
          Abs

  • Marco

    Ficou com cara de Dodge. O branco ficou muito bonito.

  • Luciano Gonzaga

    Sacanagem…me dei conta de que tem gente que o chamará de Fiat “Cornos”…desculpa a brincadeira, mas não resisti…

  • Pedro Cunha

    Com o sedã, ficou evidente(ainda mais) tratar-se de apenas uma “atualização” sob a velha plataforma de palio/novo-palio/g-siena.
    Boas chances de ser grande sucesso nas frotas de táxis e locadoras.

  • Lord Saboteaur

    Pois é, e agora o 5008 sendo anunciado na Argentina…..
    http://www.lanacion.com.ar/2099708-peugeot-presento-el-nuevo-suv-5008

  • Marcelo Alves

    Devido a motorização, pelo visto, o Virtus será melhor opção, se vier com preço compatível com o Cronos, infelizmente, pois o Cronos parece melhor acabado que o Polo “”sedan””…

  • Basil Sandhurst

    Acabei de ver um na rua (aqui em Buenos Aires rs). Parecia o modelo topo de linha.
    O carro ficou muito bonito de se ver.
    Abs

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email