Argentina Fiat Montadoras/Fábricas Sedãs

Fiat Cronos alcança 100.000 produzidos na Argentina

Fiat Cronos alcança 100.000 produzidos na Argentina

Lançado em 2018, o Fiat Cronos formou a dupla da marca italiana para enfrentar a dura concorrência no segmento de compactos, embora apenas o Argo tenha efetivamente partido para cima dos rivais.


Fabricado no complexo industrial Ferreyra, região de Córdoba, no centro-norte da Argentina, o Fiat Cronos alcançou a marca de 100.000 unidades produzidas na quinta (2), sendo isso um importante marco para o sedã compacto.

Com 65% da produção exportada, o Fiat Cronos tem 44% dos componentes localizados, sendo o único modelo da marca ainda fabricado no país.

Fiat Cronos alcança 100.000 produzidos na Argentina

Tendo 26% do segmento de sedãs pequenos na Argentina, aqui ele vendeu 7.461 unidades em 2020, sendo o 25º automóveis mais emplacado. Em Córdova, a Fiat fez 12.000 unidades esse ano por conta da pandemia de coronavírus, que fechou a instalação.

Em 2019, Ferreyra produziu 31.903, mas o maior volume saiu mesmo no ano de lançamento do Cronos, quando 53.367 exemplares foram feitos. A planta da Fiat ainda fez 2.641 carros no final de 2017, para iniciar os estoques do sedã.

Fiat Cronos alcança 100.000 produzidos na Argentina

Com design expressivo e bem equilibrado, o Fiat Cronos estranhamente não caiu no gosto do consumidor como o irmão Argo, cuja presença no Top 10 do mercado nacional é frequente.

Mesmo em relação ao VW Virtus, seu maior rival, o Cronos nunca foi capaz de vence-lo em vendas. Sem fazer uso do motor Firefly 1.0, o sedã deixou parte das vendas presumíveis para o Grand Siena, que só em 2020 emplacou 4.605 carros.

Fiat Cronos alcança 100.000 produzidos na Argentina

Somados, Cronos e Grand Siena têm 12.066 unidades contra 12.290 do Virtus em 2020. Já no caso do irmão Argo, feito em Betim-MG, a coisa é bem diferente em comparação com o rival VW Polo. São 22.727 contra 20.470 do alemão. Isso o coloca como o sétimo carro mais vendido no primeiro semestre.

Enquanto isso, o Fiat Cronos continua com sua oferta dotada de motores Firefly 1.3 com até 109 cavalos e E.torQ Evo 1.8 com até 139 cavalos, sendo o primeiro opção automatizada GSR e o segundo com câmbio automático de série.

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Airplane

    É, não foi bem sucedido …

  • contravotoobrigatorio

    Etios exportado pra Argentina

  • Rael Core

    É um carro sem diferenciais.
    *Tem apenas dois airbags (sidebags laterais só nas versões Precision e HGT, COMO OPCIONAL!), enquanto Virtus e Logan tem 4 airbags e Onix Plus SEIS airbags!
    * Sem controle de Estabilidade nas versões com câmbio manual
    * Entre-eixos menor que 2,60m
    * Câmbio automatizado problemático no ótimo motor 1.3 e Motor 1.8 ultrapassado

    Só vale a pena nas versões de entrada e olhe lá.

    O GrandSiena só vende ainda porque é o único sedan da fiat com motor 1.0 e por algum custo-benefício na versão 1.4.

  • Marcus Vinicius

    Imagine se tivesse somado as vendas do Voyage com a do Virtus , o Cronos precisa de uma versão esportiva de Verdade e até de uma versão que tenha opção com gás´natural !

  • oscar.fr

    Um carro caro demais, prefiro ele ao Argo, mas a diferença de preço é grande demais.

  • Natán Barreto

    Somar as vendas do Cronos com o Siena é fácil. Juntem o Voyage com Virtus pra essa comparação fazer sentido. De qualquer forma não caiu no gosto do consumidor pq é caro, mal equipado, trem de força defasadissimo na versão top e com câmbio Dualogic em pleno 2020.

    O Argo só vende pq o Palio tinha uma base fiel de clientes e os descontos são ótimos nas concessionárias. Ainda tem as vendas diretas. Uno morreu e Mobi pegou a posição dele.

    Fiat não acerta uma no mercado de automóveis. Só picape

  • Fernando

    Eis um carro que quase não vejo nas ruas, pelo menos aqui em SP.

    • Eduardo 1981

      Porto Alegre idem.

  • Murilo Soares de O. Filho

    É bonito, porém acho que falta mais itens de série e uma mecânica mais moderna na versões Topo de linha, deve ser resolvido com o motores Turbos. Outro detalhe que chama atenção, é que a Fiat foi na contramão do mercado de sedans compactos, hoje o mercado aceita sedans compactos embanheirados, ou melhor esticados. Eu particularmente gosto do carro…mas precisa ser mais equipado.

  • Eduardo 1981

    Fiquei pensando: será que vale a pena pra Fiat manter uma fábrica, aparentemente grande e de elevada capacidade, para a produção de 1 único modelo? E que vende “pouco” ainda por cima! Pois não é modelo de “grande” volume de vendas. Não seria melhor concentrar em Betim junto com o Argo?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email