Fiat Mercado Preços Sedãs

Fiat Cronos aumenta de preço e parte de R$ 54.990

Fiat Cronos aumenta de preço e parte de R$ 54.990

O Fiat Cronos nem bem chegou e já está mais caro. O sedã compacto da marca italiana agora parte de R$ 54.990 ante R$ 53.990. Esse é o valor da versão de acesso, que não possui designação, exceto que tem motor Firefly 1.3 Flex com 101 cavalos na gasolina e 109 cavalos no etanol. Esse aumento de R$ 1.000 foi somente nessa opção e na Precision 1.8 manual, pois as demais ficaram em média R$ 1.500 mais caras, exceto a topo de linha Precision 1.8 automática, que mantém o preço em R$ 69.990. Efeito Yaris?


A versão Drive 1.3 pulou de R$ 55.990 para R$ 57.490, enquanto a automatizada Drive GSR foi de R$ 60.990 para R$ 62.490. Já a Precision 1.8 manual, custava R$ 62.990 e agora sai por R$ 63.990. Este tem motor E.torQ Evo 1.8 com 135 cavalos na gasolina e 139 cavalos no etanol, além de opção de câmbio automático de seis marchas.

Com 8.186 exemplares vendidos em 2018, o modelo emplacou 3.148 em maio ante 3.382 do mês de abril. No entanto, isso faz com que ele fique apenas na porta de entrada do Top 20, bem distante de seu principal rival, o Volkswagen Virtus, que vendeu 12.732 unidades em 2018, embora tenha um mês a mais que o Fiat.

Fiat Cronos aumenta de preço e parte de R$ 54.990


Nos meses de abril e maio, o VW emplacou 3.862 e 4.271 exemplares, respectivamente. Agora, além de ter que ir para cima do Virtus, o Cronos terá de enfrentar também o recém-chegado Toyota Yaris Sedan 2019, que tem preços entre R$ 63.990 e R$ 79.990. A marca japonesa quer emplacar 5.800 unidades, sendo 45% do sedã, o que significa exatos 2.610 unidades, número insuficiente para bater o Fiat.

Porém, nem sempre dá para confiar em tais vislumbres de vendas e não seria estranho o modelo emplacar acima de 3 mil sem demora. Bom, agora é aguardar para ver. Potencial para isso ele tem, da mesma forma que o Cronos, mas alta de preços ninguém gosta, especialmente quem tem intenção de compra. Com visual atraente, porte equilibrado para a proposta e porta-malas generoso, o novo sedã da Fiat ainda tem que dividir os louros com o irmão mais velho. O Grand Siena emplacou até maio 7.245 unidades.

Por ora, a Fiat manterá este modelo mais antigo à disposição do mercado, mas o certo é que as vendas irão declinar com o passar do tempo em favor do Cronos. Atualmente, o Grand Siena está disponível apenas na versão Attractive com motores Fire 1.0 e 1.4.

Fiat Cronos 2019 – Preços

  • Cronos 1.3 manual – R$ 54.990 (antes R$ 53.990)
  • Cronos Drive 1.3 manual – R$ 57.490 (antes R$ 55.990)
  • Cronos Drive GSR 1.3 automatizado – R$ 62.490 (antes R$ 60.990)
  • Cronos Precision 1.8 manual – R$ 63.990 (antes R$ 62.990)
  • Cronos Precision 1.8 automático – R$ 69.990 (sem aumento)

 

 

 

Fiat Cronos aumenta de preço e parte de R$ 54.990
Nota média 5 de 1 votos

  • Cleidson

    O céu é o limite. Deve ser o dólar. Ou os impostos. Ou a falta do Rota 2030. Ou sei lá…

    • Mardem

      É que ele está arrebentando de vender!
      Junto do Argo, já eliminou qualquer margem de ociosidade da fábrica de Betim, que tem capacidade produtiva de 950 mil un/ano…
      Como a demanda é muito alta, tiveram de aumentar os preços para conter a sanha do público consumidor, que faz filas em frente às css demandando mais Argos e Cronos
      Hahahahaha

      • SDS SP

        Isso porque nem é feito em Betim, em que pese muitas peças saiam da fábrica mineira.

        • Mardem

          Erro meu! Quem acabou com a ociosidade aqui foram Mobi e Argo.
          Mas é efeito dominó né…
          O sucesso do Argo aqui foi tanto que já extravasou fronteiras e tá fazendo a fábrica argentina trabalhar 24/7 para dar conta de produzir Cronos!
          Tô até com receio de tirarem a Toro de linha em Pernambuco pra fazer Cronos lá, dada a gigantesca demanda.
          Hahahaha

          • SDS SP

            Olha, infelizmente a marca Fiat está em perigo. Uma fábrica com capacidade para quase 1 milhão de veículos por ano, não pode sobreviver com ociosidade tão grande. Ainda mais sabendo que daquela fábrica saem modelos de baixa rentabilidade.

            • Mardem

              Mas aí é erro de gestão de produto né.
              Eu adoro a Fiat. Tem gente que acha que eu sou hater, mas eu tenho é desespero de ver uma marca de quase 120 anos fazendo carros tão medíocres como essa linha Mobi/Argo/Cronos.
              A Fiat tem um know-how imenso pra fazer carro compacto. Lá em 2005, a marca revolucionou o segmento na Europa com o Grande Punto, com frente em cunha, coluna A avançada e traseira truncada. Depois dele, vimos os mesmos elementos no Ford Fiesta (conceito Verve) e no Opel Corsa (compartilha plataforma). E vendeu muito.
              Nos anos 90, lançou o Punto (que não tivemos) e redefiniu um segmento que tinha carrinhos estranhos como o Peugeot 205 e o Ford Fiesta (espanhol/tristonho).
              O Uno de 1983 nem precisamos comentar, é design puro.
              Enfim, conhecimento a marca tem. O problema é que, desde que a Fiat brasileira ganhou certa autonomia, os produtos dela para o mercado local são sempre muito inferiores à concorrência, sem ter um preço que convença.
              O Mobi é patético, vergonhoso. O Uno já não consegue mais esconder o peso dos anos. O Argo não engana ninguém, é só um Palio muito caro. Aí fica difícil.
              Falta gestão na América Latina. Não dá pra convencer o cliente a deixar de comprar um Polo global 5 estrelas por 50 mil para comprar um Argo jabuticaba que é uma incógnita em segurança por 46-47.
              Cansei de entrar em sites italianos e ver os comentários jocosos com relação aos “nossos” Fiats… e o pior é que não tem nem como defender. São realmente vexaminosos.
              Seria muito mais interessante produzir o Tipo sedan para peitar o Virtus e o Tipo hatch para peitar o Polo. Na Europa, os hatches atuam na mesma faixa de preço. A plataforma do Tipo já é produzida no Brasil para Renegade, Toro e Compass, ou seja, já está nacionalizada, mas optaram por requentar a plataforma do Punto, que por sua vez, já é uma gambiarra da original com elementos de Palio, Stilo e o que tinha sobrado da janta de ontem…
              Fica difícil vender quando não tem produto.
              Espero que a marca consiga sair dessa situação complicada, mas se continuar com essa política de produtos de terceiro mundo, eu vou me manter distante dela.

              • Isso tem um nome: guerra interna. A filial brasileira acaba impondo os “seus” produtos, baseado na ideia de que não terá tropicalização, que “já temos produtos pagos”, e perde mercado por causa disso.

              • Miguel

                Pois é, a maioria das marcas lança carros globais, mas me vem a Fiat pensar nesses remendos de carro pra terceiro mundo! Não iria dar muito certo.
                Eles tinham a faca e o queijo nas mãos quando lançaram o Tipo, mas resolveram ir pelo caminho da economia porca.
                Se tivessem trazido o tipo pra cá, com ampla faixa de preço e motorização condizente, tenho certeza que faria mais sucesso do que esses requentados que temos.
                Deveriam ter acabado com o Mobi, deixado Uno, Palio, Siena, Tipo hatch, SW e Sedã, acho que estariam com a linha mais enxuta do que essa confusão de agora. E ainda teríamos uma nova peruazinha no mercado…rsss

      • Dod

        “a SANHA do público consumidor”

        Hahahahahahahaha cara, fazia anos que eu não escutava essa palavra. :’D

    • Flight_Falcon

      É pq quero mesmo… kkkkkk

  • Lucas086

    Até cogitei um, mas a arrogância da ccs foi tão grande, que desisti. Negociação engessada, juros altos… Fiat mudou muito de uns anos para cá.

    • oscar.fr

      E como é o preço inicial que pedem na CSS? Conforme o site ou superior?

      • Rafael Rodrigo

        Ultima vez que entrei na fiat, no lançamento do Argo, era tudo tabela, mas sem 1 centavo de desconto, e claro, infinitos opcionais…

        • oscar.fr

          Já está bom. Nos últimos anos, entrei apenas em CSS de Renault, Citroën e Peugeot e sempre praticavam ágio. Nunca o valor colado junto ao carro era aquele do site. A única exceção foi quando, no lançamento do 208, a CSS pediu o valor veiculado na mídia e no site. Acabei comprando, a Citroën pedia ágio.

          • Ernesto

            Citroen pedindo ágio? KKKKKK!!!
            Já não vende quase nada e ainda pedem ágio! Tem que rir mesmo!

            • oscar.fr

              Comportamento normal de css em Porto Alegre e região metropolitana. Tu precisa negociar para chegar no preço do site. Acredito que acontece com todas as marcas, mas meus últimos carros foram apenas do trio francês.

      • Lucas086

        Preço inicial mais um tal de kit concessionária. E nada de desconto ou bonus.

    • Alexandre Borges

      Fui tentar trocar meu Siena 2009 em um Grand Siena 2016 (zero) na CSS. Isso a 2 anos atras. Nao me deram 1 centavo na venda a vista e na parcelada queria q eu desse 60% de entrada e restante em 36X com 2% de juros ao mes. Sai de la e comprei um Logan dynamique. Renault só faltou dar a mae do gerente de brinde.

      • Lucas086

        Comprei em 2011 uno sporting mais barato que um gol trend 1.0, em 2015 comprei outro no preco de onix e hb20 1.0 e com kit dignidade… ai hoje vc vai na Fiat, preço de tabela e juros lá em cima, pior que a VW. Por isso a Chevrolet tanto, não perdem negócio

      • Fernando Gabriel

        A melhor coisa que voce fez foi não trocar seu Siena 2009 por um “Grand” Siena, iria descobrir o porque da Fiat estar nessa fase ruim.

  • afonso200

    nada ver com a materia, mas a nova furgao da citroen a JUMPY em setembro no lançamento tava 79mil reais, e agora ja ta 89mil reais,,,,ridiculo isso

  • Zé Mundico

    Gente, o frete aumentou. Já saiu até a tabelinha….

  • Cosi fan Tutti

    Efeito Yaris…

  • Pietro

    até hoje acredito que vi apenas 1 cronos na rua. E olha que moro em BH em ?

    • zekinha71

      Eu não vi nenhum em SP.

      • Wesley

        Eu vi pela primeira vez aqui em SP no começo dessa semana. Virtus em compensação foram vários.

    • Faheina

      até aqui no interior do CE a 200km da capital eu ja vi 2ha mais de um mês

  • Natán Barreto

    A versão topo ficou bem atraente. Tá 10 mil abaixo do Virtus e Yaris.

  • Piston head

    Longe de mim conspirar, por favor, mas poderia estar havendo um ato das montadoras? Tipo, se todos os carros aumentarem demais, vai feder de alguma maneira e a ferida dos impostos vai ser tocada como nunca antes no meio automotivo.

    • LKenappe

      Nunca, afinal uma transparência no preço do veiculo prejudicaria mais a montadora do que o proprio governo. O imposto é alto assim como a margem de lucro das montadoras.

  • Phantasma

    O Cronos me parece melhor Prisma , Voyage e outros sedans compactos, mas é menos que Virtus, até o porte dos dois é completamente diferente, embora o interior do Cronos agrade mais em “refinamento” que o VW, se pensarmos na faixa de prçeo dos dois.

  • Felipe

    Nem um, nem outro!! Nem Virtus, nem Cronos ou sei lá que vem por ae! Desde que comprei o meu primeiro carro zero e ponderei os prós e contras vi que são mais contras, de lá pra cá só compro seminovo, nesse preço do Cronos da pra comprar Honda Civic 2014/2015 ou Corolla da mesma faixa de ano, que sem querer engrandece-los, são muito mais carros que essas parafernálias adaptadas(vulgo meu Grand Siena).

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email