*Destaque Fiat Sedãs

Fiat Cronos: primeiras impressões do sedã compacto

Fiat-Cronos-2018-2 Fiat Cronos: primeiras impressões do sedã compacto

Sem celular, câmera ou filmadora. Foi assim nosso primeiro encontro com o Fiat Cronos. Não, não fomos roubados, mas essa era a condição para ver o próximo lançamento da FCA. Parece estranho chegar ao evento e no mesmo instante a marca revelar as primeiras imagens através da internet. De acordo com a marca italiana, o motivo do bloqueio foi para medir a reação dos jornalistas – e das pessoas no geral – à ausência de conectividade.



Hoje, num mundo altamente conectado, ficar sem acesso às redes sociais ou mesmo internet é algo impensável para alguns e a sensação de estar diante de um novo produto sem poder clica-lo ou descreve-lo em vídeo realmente é desconcertante. De qualquer forma, o que vimos do Fiat Cronos já foi o suficiente para ter impressões importantes do novo sedã compacto da marca italiana, que será feito na Argentina.

Com duas imagens oficiais reveladas, o Fiat Cronos se apresenta como um sedã compacto de fato e não um modelo que poderia ser confundido com um modelo maior, como é o caso do Volkswagen Virtus, que alguns chamam de “mini-Jetta”. A proposta da Fiat é de um modelo aparentemente menor. O modelo não teve as dimensões reveladas e nem havia qualquer indicativo (como um manual) sobre o assunto.

Visualmente, o Fiat Cronos não aparenta uma distância entre os eixos maior que os 2,53 m do Argo, com o qual compartilha muitos elementos. Se de fato tiver um acréscimo, este não deverá ser tão grande a ponto de alterar o espaço interior, como ocorre no Virtus em relação ao Polo 2018. A frente é muito expressiva, esportiva e atraente.

Fiat-Cronos-2018-1 Fiat Cronos: primeiras impressões do sedã compacto

A grade com acabamento em preto brilhante possui grelha exclusiva, assim como um friso cromado horizontal, para dar um ar mais elegante. O para-choque tem um aspecto que reforça essa impressão, com um grande e vistoso cromado, bem como a reprodução dos elementos da grade na parte inferior. O protetor parece mais volumoso que no Argo, mas os faróis de neblina estão em posição mais próxima das extremidades. A moldura é em preto brilhante.

Os faróis duplos são escurecidos e possuem LEDs diurnos. O capô ganhou dois vincos pronunciados na frente, acompanhando a nova grade. O Fiat Cronos Precision 1.8 AT6 foi a versão mostrada pela marca. O logotipo da versão devidamente colocado nos para-lamas identificavam a opção, que segundo comentários, será a topo de linha. Não se fala em versão HGT. Também, nem é a proposta para um sedã, ainda mais este, que tenta conciliar esportividade e sobriedade num mesmo pacote.

Os retrovisores possuem repetidores de direção e são os mesmos do Argo, mas as maçanetas são cromadas. Na base das portas, um friso cromado para ampliar a impressão de um visual mais premium. As rodas de liga leve aro 17 polegadas – com pneus 205/45 R17 – tem um belo visual, mas um grande problema.

Elas são mais largas que a banda de rodagem dos pneus e, mesmo que não fossem, seu desenho é bem pronunciado para fora do corpo do pneu, o que provocará muitos danos caso o condutor não observe a guia durante estacionamento. Outro problema são os buracos, que provavelmente danificarão ainda mais essa roda.

fiat-argo-2018-46 Fiat Cronos: primeiras impressões do sedã compacto

Na traseira, o Fiat Cronos tem um aspecto bom. As lanternas da versão Precision são totalmente em LED, mesclando feixes de luz como na Toro com diodos emissores de luz individuais. O conjunto é bem vistoso e cortado pela tampa do porta-malas, que é alta e curta, mas que não tem um friso cromado sobre a placa, por exemplo, solução vista em quase todo sedã com pretensões “premium”. A abertura é feita por dois botões do lado direito, um para destravamento geral do carro e outro apenas para a tampa.

O para-choque tem refletores e acabamento inspirado na grade dianteira, além de sensores de estacionamento. Há também câmera de ré sobre placa. No mais, o Fiat Cronos chama atenção pelas colunas C estreitas e a curva suave da base das janelas, criando um visual interessante. No geral, a primeira impressão do modelo é de um carro jovem e de pegada esportiva, mais do que um produto mais focado em famílias ou elegância.

Neste último caso, a Fiat só pôde acrescentar uma tonalidade marrom no revestimento central do painel, que é o mesmo do Fiat Argo. Além disso, o ambiente apresenta difusores de ar devidamente cromados, revestimentos escuros e um quadro de instrumentos com o grande display TFT entre os mostradores analógicos. O mesmo volante multifuncional com paddle shifts e comandos de mídia atrás da direção está presente.

A multimídia com Android Auto e Car Play também está presente, bem como as demais aplicações. Assim como no Argo, um porta-copos único. O painel conta ainda com botões do Start&Stop e do controle de tração e estabilidade. Igualmente, o banco do motorista tem apoio de braço retrátil e regulagem de altura. No teto, os espelhos dos para-sóis não possuem iluminação. Já o ar-condicionado é automático, como no Argo.

fiat-argo-2018-43 Fiat Cronos: primeiras impressões do sedã compacto

A impressão do ambiente é a de se estar a bordo do Argo. Atrás, a principal dúvida em relação ao hatch compacto, era o espaço traseiro. Ele é o mesmo visto no Argo e bem menor que o apresentado pelo Virtus, com os joelhos bem próximos do encosto dianteiro. Por conta disso, fica a impressão de que a base é a mesma do Argo.

Os bancos da versão apresentada eram em tecido com padronagem interessante, tendo encosto traseiro bipartido com cinto de três pontos e apoio de cabeça ajustável também para o quinto passageiro. A altura interna não é muito boa, com a cabeça de uma pessoa de 1,85 m encostando no revestimento superior. Não há alto-falantes atrás do banco.

Talvez o motivo seja o espaço do porta-malas. De acordo com a Fiat, o Cronos tem mais de 521 litros, capacidade do bagageiro do Volkswagen Virtus. Pelo que pudemos observar, todos os espaços possíveis foram aproveitados, inclusive sob a cobertura atrás do banco traseiro – daí a suspeita sobre a ausência de alto-falantes – e nas laterais, sendo até mesmo aproveitado o espaço sob as lanternas.

fiat-argo-2018-49 Fiat Cronos: primeiras impressões do sedã compacto

Os pescoços de ganso ficam livres, sem revestimentos. Não há prancha para separação de bagagem ou qualquer compartimento extra, além do estepe, que tem feltro nas laterais para reduzir o ruído e uma cobertura em carpete, que felizmente não é similar à do Uno. Para baixar a tampa, uma alça de tecido no lugar de um puxador, mas a tampa tem revestimento em carpete também, assim como todo o compartimento.

Equipado com motores Firefly 1.3 e E.torQ Evo 1.8, o Fiat Cronos deverá oferecer como opção transmissão automatizada GSR-Comfort no 1.3 e a Aisin automática de seis marchas no 1.8. A proposta de conteúdo nos pareceu similar à do Argo, tendo praticamente tudo o que pode ser adquirido no hatch. Desenhado por Peter Fassbender, chefe de design da FCA, o sedã já é um candidato à vaga no Top 20 dos mais vendidos. Difícil apostar o contrário. É bonito, tem bom porta-malas e conteúdo. Só falta um bom preço. O lançamento ocorrerá no início de 2018.

Evento a convite da Fiat.

[Fotos do interior ilustrativas]

 

  • Fabio

    Faltou um motor turbo que hoje é a tendencia, ja que não veio no argo poderia ter vindo no Cronos.

    • Já eu penso que falta apenas uma caixa AT de verdade na versão 1.3 ou melhor ainda uma CVT, focando economia já que o motor é bem eficiente.

      • Leonel

        Concordo, mas para a faixa de preço do topo de linha merecia um turboalimentado mais moderno que esse e.Torq.

        • Segundo a AE já estão testando o 1.0 e o 1.3 Turbinado. Sendo que o 1.3 deve ter injeção direta e alcançar os 15cv e 24 kg de torque.
          Eu daria prioridade ao cambio na versão 1.3, pois sem dúvidas é versão que tende a ter maior volume de vendas. No caso da 1.8, como o carro é mais leve que Renegade e Toro, o motor compromete, mas não tanto quanto nos modelos mais pesados da FCA.

          • Leonel

            Seria muito interessante o Firefly turbo. Não vejo como ruim manter o e.Torq, apenas que poderiam oferecer algo melhor. Sem dúvidas @disqus_jPeJ2a9P1D:disqus , um belo câmbio na versão 1.3 faria toda diferença.

    • Aaron Ramos

      Realmente, esse carro com um Firefly 1.3T ficaria bem interessante…

      • Emanuel Schott

        Esse 1.3 com 8 válvulas, sem injeção direta e turbo já entrega 109 CV. Com tudo isso deve passar dos 150 CV, o que é um exagero pra um carro dessa categoria.

        • Aaron Ramos

          Emanuel, creio eu que a intenção seria que o 1.3T venha para substituir o 1.8… Vamos ver em 2019.

          • Emanuel Schott

            A Quatro Rodas acabou de noticiar que a Fiat já está testando as versões turbinadas do 1.0 e 1.3. Eles preveem que o 1.0 entregue 115 cv e 14 Kg de torque (o que faria ela substituir o 1.3) e o 1.3 geraria 150 cv e 24 Kg de torque. É um salto gigantesco pro atual 1.8. Creio que no Argo só a versão HGT receba esse motor, mantendo o 1.8 na Precision.

            Com 24 Kg e 150 cv daria pra substituir tranquilamente o 1.8 do Renegade e da Toro, onde creio que ele será mais utilizado.

            • marcos rissato

              Mas eu duvido muito que o 1.0 tenha somente 14 Kg de torque, por baixo terá 17 Kilos, vide motores da Ford e VW.

              • Emanuel Schott

                Também acho. O TSi do Up, o mais fraco da linha, tem 16,8 Kg.

            • marcos rissato

              Outra, esse 1.3T já deveria estar no Compass, Renegade e Toro.

          • Pedro154

            O 1.0T é quem vai fazer isso.

        • Rodrigo

          Se souberem calibrar bem vale muito mais um torque maior que só a potência. Especialmente em um sedã que em teoria tem mais potencial para rodar carregado.

          • Emanuel Schott

            Problema é que aí vão ter que mecher no curso do pistão, acabando com a modularidade desses Firefly, caracteristica que os deixam mais baratos pra se produzir.

            Talvez pra Toro e pro Renegade seria legal, mas pra Argo e Cronos não vejo necessidade.

          • Luis Burro

            Não sei pq gostam tanto de potência se não se deve sair acelerando com tdo por aí,e a maioria não possui cacife pra bancar um track day!
            Um bom torque já dá conta do recado e ele é o q mais influencia no dia a dia do trânsito.

            • Rodrigo

              Como alguém já disse uma vez: “potência vende carros”, é mais marketing do que técnica.

            • Retrato do Papai

              Por isso que o meu arcaico ea111 1.6 8v de apenas 104cv é tão bom de dirigir na cidade… 15,6kgfm a apenas 2500rpm deixam a condução no trânsito urbano bem interessante… Já dirigi carros bem mais potentes que em trânsito urbano eram muito mais acanhados (etorq 1.6 é um belo exemplo)…

              • marcos rissato

                Verdade, pena que o EA111 é gastão que só.

      • Emanuel Schott
    • leandro

      Não colocaram turbo nem no Renegade que é a cereja do bolo e ainda deixaram ele afundar na fama de beberrão.

  • Antonio

    Esse Peter Fassbender e bom de risco, e FCA acerta a mão com o novo design, sem fugir o estilo da linha Fiat.
    Bonito sedan!

    • No_Name

      Foi ele quem desenhou o infeliz Palio “G4” depois do “G3” de Giugiaro.

      • Gio

        Também não gosto do Palio G4, mas imagino que seja trabalho dificíl reestilizar o mesmo carro tantas vezes sem perder a harmonia.

        E, por falar em harmonia, acho o Palio G1 disparado o mais bonito e harmonioso. O G3 eu acho bonito em pontos isolados, mas fico com a impressão que a dianteira não casa com a lateral que não casa com a traseira..

        De qualquer maneira, achei muito bonito o Cronos. Realmente mantêm a essência da marca. Mas preferia que esticassem o entre-eixos e diferenciassem mais o visual em relação ao hatch, a exemplo do que foi feito entre Palio e Gran Siena ou Punto e Linea.

        • No_Name

          O primeiro Palio foi um marco de bom design na época. A FIAT naquela época era inovadora em muitos aspectos, uma pena que essa característica deles se perdeu com o tempo.

          • Gio

            Nem fala. O design diferente de tudo o que havia no mercado, junto com o motor 1.6 16v bem italiano (girador e com ronco característico)… O carro definitivamente tinha mais “alma” do que alguns lançamentos posteriores da marca.

            • MauroRF

              Meu irmão teve um Palio desses, 1.6 16V, ano 1997. O carro era bonito e gostoso de guiar. Concordo com você, o Palio de 1996 foi muito inovador.

            • Luis Burro

              O design do primeiro era um meio termo entre corsa e gol,não tinha nd de surpreendente!

      • Antonio

        Um Mix de Chrysler 200C, com Fiat Toro.
        O farol traseiro e um dos item dessa nova padronização, a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) como as nipônicas Honda e Toyota, tem mostrado design padrão nos ultimos lançamentos, depois da Toro, e o ultimo Argo

        • Luconces

          FCA e Japonesas tem o design padronizado nos últimos lançamentos…

          Coisa que as alemãs já fazem uso tem décadas.

    • Leonel

      Só poderia ter colocado um AT de verdade na versão 1.3, mas no mais, ficou bom (quero ver ao vivo, claro).

  • Diego G. de Lima

    Ao que tudo indica interior igual ao Argo, não que seja ruim mas poderiam ter caprichado mais já que virá mais caro.

    • Emanuel Schott

      Provavelmente o “mais caro” vai ser só por causa da traseira maior. Não deve ficar muito mais caro que o Argo a ponto de justificar mais cuidado no acabamento.

  • Guilherme Barbosa

    fiat cronos terá entre-eixos maior que o argo

  • Filipo

    “Atrás, a principal dúvida em relação ao hatch compacto, era o espaço traseiro. Ele é o mesmo visto no Argo e bem menor que o apresentado pelo Virtus, com os joelhos bem próximos do encosto dianteiro. Por conta disso, fica a impressão de que a base é a mesma do Argo.” – Ih, já vimos esse filme! Deve ser um carro caro e com espaço menor que a concorrência. Linea dejavú?
    O que vocês acham?

    • Emanuel Schott

      Outros sites estão dizendo que é maior. Só com as medidas oficiais pra tirar a dúvida.

  • No_Name

    Caramba, exageraram nesses pneus. O Fiesta ST usa 205/40, por exemplo. Sedã não é esportivo kkk. A traseira desse carro dá de 1000 a 0 naquela infeliz do Virtus.

    • Emanuel Schott

      Essa roda deve ser opcional. Também está disponível no Argo, mas somente a parte. A de série é 16″ (nas versões Precision e HGT).

    • Fabio Marquez

      Meio exagerada mesmo, com boa calibragem de suspensão e aro 16 206/55 ainda seria muito para um sedan compacto. Isso é medida para sedan médio.

  • Adriano Lius II

    Parece que a frente ta mais legal que a do argo

  • Pedro Henrique

    na imagem que parece oficial da fiat ali, que mostra o comando do ar condicionado e uns botões acima, claramente da pra ver um mau encaixe, além da clara aparência pobre dos plásticos usados no painel, tipico de fiat’s

    em uma imagem oficial os cara não arruma nem o encaixe pra sair bonito na foto…

    • Bruno Silva

      Reparei isso também kk

    • yurieu

      Padrão Jeep Compass 150 mil reais.

    • Basil Sandhurst

      Vc só vê esse detalhe por que a foto está de baixo para cima.
      Na posição normal não é possível ver isso. Em muitos painéis automotivos vc vai encontrar coisas similares, se vistos de baixo para cima
      Abs

  • Bruno Silva

    Se fosse 10cm maior que o Argo por dentro já seria menor que o Virtus, mas pelo visto o entre eixos é muito próximo ou igual. Foge total a proposta do sedã, com essas rodas também o consumo vai nas alturas. Virtus tá acima.

    • Luis Carlos K.

      Proposta do sedã é em primeiro lugar o porta-malas, nisso ele consegue superar o Virtus. Espaço interno, mantendo o padrão do Argo, leva adultos de 1,80 m no banco traseiro com tranquilidade.

      • Djalma

        Grande coisa superar o porta malas do Virtus, isso se for verdade. Um cabe 521 litros e o outro 530 litros que seja, só para dizer que é maior ;onde está a diferença? Uma sacolinha a mais? E deve ser cheio de reentrâncias para conseguir espaço maior como a própria matéria diz. E outra, passageiro não vai no porta malas, quer conforto, quer espaço.

        • Mauro Moraes

          O Cronos vai competir com Prisma na base do mercado. O Virtus tem pretensões mais acima, com City e versões básicas do Corolla, de acordo com o blog da VW. Quem se destacará no mercado será o que vender mais.

          • Fabio Marquez

            O foco é desbancar o líder Prisma, mas para os pilotos de teclado a briga é entre VW/Fiat…

            • No_Name

              Porque o Virtus é concorrente do Corolla, né? Hahahahaha!

          • pmol30

            E nem alto falantes traseiro tem para dar mais volume no porta malas.

        • Luis Carlos K.

          Onde você viu que é 530 litros?

          E quem falou que não tem espaço? O Argo leva 3 adultos atrás com conforto.

          • Djalma

            Autos Segredos! E não me referi a espaço interno; só o que a matéria mostra.
            “Talvez o motivo seja o espaço do porta-malas. De acordo com a Fiat, o Cronos tem mais de 521 litros, capacidade do bagageiro do Volkswagen Virtus. Pelo que pudemos observar, todos os espaços possíveis foram aproveitados, inclusive sob a cobertura atrás do banco traseiro – daí a suspeita sobre a ausência de alto-falantes – e nas laterais, sendo até mesmo aproveitado o espaço sob as lanternas”.

            • Luis Carlos K.

              Eles não dizem 530 litros, você que inventou isso.

              • Djalma

                “Se o sedã italiano perde em espaço interno para o alemão, o Cronos dá o troco no Virtus e terá litragem para estimados 530 litros, ante aos 521 do Virtus”. Fonte Autos Segredos. !

  • afonso200

    1.3 com cambio automatico de verdade,,,,,é de pensar…….

    • 868686

      1.3 terá câmbio automatizado GSR.

  • dallebu

    Sem medidas tudo é subjetivo, outros sites dizem o contrário, que o espaço traseiro claramente maior que no Argo e que olhando por fora é visível o entre-eixos maior.
    A Fiat diz que a plataforma não é exatamente a mesma do Argo, sendo MP1 no Hatch e MPS no sedan (deve mudar a parte traseira) e com certeza o entre-eixos é maior, assim como o espaço interno, mas temos que aguardar as medidas oficiais pra ter uma noção objetiva desse aumento.

    • Djalma

      Claro que é a mesma plataforma, só esticaram!

  • Henrique Dmitri

    Se tem algo positivo de eu ser nordestino é ser baixo… não há carro compacto ou poltrona de avião que me faça sofrer nos altos dos meus 1,65 de altura.

    • Luconces

      kkkk

      Boa!

      Eu já sofreria, tenho 1,94

    • th!nk.t4nk

      Toda vez que viajo de avião em longa distância fico com muita inveja de quem é menor. Sofrimento demais pra quem é alto, uma desgraça.

  • Luconces

    Só de perder as entradas de ar falsas do Argo já ganha no visual dianteiro.

    A traseira é bem um Mini-Giulia. O que é bom.

    Mas me parece um carro pequeno. Aumentaram o entre-eixos mesmo?

    • dallebu

      O entre-eixos aumentou, mas não se sabe quanto. Outros sites dizem que está visivelmente mais longo, algo entorno de 2,60.

      • Luconces

        Interessante pois aparentemente não parece.

    • Esquilo Tranquilo

      Pior que essas entradas de ar falsas do Argo deixam ele com cara de subcompacto, aquele carrinho com uma frente minúscula.

      • Luconces

        Eu acho que além de desnecessárias, o desenho delas deixa a frente mais bicuda sabe?

        Parece que sofre de prognatismo..

  • Ricardo Blume

    As únicas coisas que eu não gosto com relação ao Argos foi a adoção do motor 1.8 nas versões topo de linha; acredito que merecia algo parecido com o Polo Highline ou seja, um motor 1.0 turbo e injeção direta. Esse 1.8 é beberrão. Outra coisa seria esse tal câmbio GSR. Um AT, tanto para o 1.3 quanto para o 1.8, iria melhor. Deixa o automatizado para modelos como o Mobi e o Uno. Gostei do design do Cronos.

    • Emanuel Schott

      Nos testes que vi por aí o TSi do Pólo tá consumindo mais que o e-Torq do Argo. Desempenho tá muito parelho.

      Achei bem estranho, porque esse motor é muito econômico mesmo no Golf mais pesado.

      • Djalma

        Viu por aí onde colega, dá nome aos bois. Pelo INMETRO o Polo é Nota A e o Argo nota D, ou seja, é beberrão! E não venha me falar em TOP SPEED, que foi o único lugar onde arrumaram, não sei como, um resultado de consumo menor para o Argo 1.8, que pelo INMETRO faz 6,9 na cidade conta 8,7 do Polo.

        • Fanjos

          Minha amiga tem o Renegade com esse motor e cambio, eu sei que é mais pesado, mas no carro dela na gasolina mal chega a 6 km/l então duvido que tenha milagre no Argo.
          Alias ela esta vendendo, interessados em um Renegade Longitude vermelho se não me engano ano 2015 só avisar que eu passo o contato xD

        • GuiWX88

          Pois é, Top Speed não referência nem pra eles mesmo quem dirá para uma avaliação séria.

      • Supernescau

        Vi a mesma coisa: motor 1.8 da Fiat com consumo melhor na cidade que o 1.0 TSI do Polo. Não sei como isso aconteceu, mas que eu vi, eu vi.

        • th!nk.t4nk

          “Nem a pau, Juvenau”. Nao tem como cara. Esse motor do Polo é estupidamente econômico, enquanto o 1.8 da FIAT todo mundo sabe que bebe forte. Deve der sido alguma medição maluca, instantânea, de curtíssimo trajeto, sei lá.

      • Ricardo Blume

        Segundo o Inmetro, o consumo do Polo TSi é de 11,6 km/l e 14,1 km/l com gasolina. Desculpa mas esse 1.8 da Fiat não alcança médias parecidas, principalmente na cidade.

    • Rafael Prado

      Motor turbo não resolve nada. Ao usar o carro no dia a dia, ou usa a turbina para o carro andar ou fica para traz, não há milagre. E quando entra a turbina o consumo aumenta, não tem como fazer diferente. E como mostra a história, carros turbo sempre estão dando problemas. Só olhar os carros com esse motores para perceber que não tem a mesma durabilidade. Prefiro um aspirado melhor elaborado que um com turbo.

  • Robinho

    Muito bonito, ao menos no quesito beleza bem melhor que o Virtus.

  • Raimundo A.

    De acordo com o Auto Blog Argentina, o Peter disse que a plataforma dele é diferente do Argo, embora a diferença na sigla refere apenas ao tipo de carroceria. O Argo usa a modificação do Punto e Grand Siena denominada MP1, Modular Plataform 1, enquanto o Cronos usa a MP-S, Modular Plataform -Sedan, projetada para melhor dinâmica para tal tipo de carroceria.

  • HugoCT

    O foco dele não é o Virtus. É o prisma, ford Ka e HB20S. Deixa o Virtus pro corolla kkkkk

  • TijucaBH

    concordo com o jornalista com a questao das rodas. Realmente, qualquer descuido vai ser suficiente pra deixar a roda toda arranhada. É daqueles carros que quando a esposa pede seu carro emprestado só pra ir na padaria, quando ela chega voce corre na garagem pra ver se as rodas continuam intactas.
    Outra coisa, essa moda de rodas enormes nao é pro Brasil! No caso do Argo/Cronos, o vão de roda é pequeno, entao na versao TOP, a roda tinha que ser no maximo 16 polegadas pra ter uma altura razoável de pneu e nao sofrer com buracos.

    • Emanuel Schott

      Essa roda de 17″ muito provável é opcional, como é no Argo.

      A de série nas versões Precision e HGT é uma de 16″.

    • Djalma

      Isso aí é só para melhorar a aparência do carro, mas é realmente exagerada, assim como aquela roda de ferro aro 14 que usam nas versões de entrada do Argo e são totalmente desproporcionais ao tamanho do carro.

  • Mauro Moraes

    Como já cometei, o visual do Argo não remete ao luxo, o carro não tem pretensões de parecer maior, de outra categoria. É mais jovem, mais esportivo. E deverá ter como alvo o líder Prisma.

    • Bem por aí… isso posiciona Cronos e Virtus em segmentos distintos, para gostos distintos. Quem queria um Jetta, ou Corolla, mas não tem grana, vai procurar o VW; quem deseja jovialidade, mas tem família, procurará o representante da FIAT. Muito bom.

    • Basil Sandhurst

      Isso aí.
      A Fiat não está mirando no Polo. Os admiradores (ou haters) é que os estão comparando.
      Argo desde o início foi concebido como um projeto para matar Palio e Punto.
      Abs

  • Elfo Safadão.

    Achei feio…..

  • Mauro Moraes

    Em tempo… parece que o Cronos está causando bem mais alvoroço que o Virtus, inclusive naquele blog da VW.

    • Paulo Araujo

      O tal do Carlos ta doidinho kkkk

  • Ricardo

    A FIAT tem as manhas, mesmo usando tecnologias pouco avançadas e materiais de menor qualidade, de fazer carros que externamente e internamente ficam bonitos e aparentemente moderno, enganando leigos que acham que um Argo é melhor que um Polo. Putz!

  • Duh

    Se a Volks apostou num estilo bem tiozão, a Fiat colocou um ar bem jovial, parece ser muito bonito.

    • Djalma

      Quem gosta de ar jovial não compra Sedan barato e sim hatch! Quem compra sedan quer refinamento, porte, presença.

      • Nada a ver. Tem público para todos…

      • VINÍCIUS FREITAS DE SOUZA

        O Cronos tem muita presença

      • Duh

        Mas o Polo/Virtus apesar da excelente estrutura no tem refinamento nenhum no visual, é bem pobre, sem tirar que a frente do Polo nele deixou o sedã testudo. Sei que se o cronos ficou realmente igual a foto de divulgação atrairá até jovens, pq tá lindo.

        • Djalma

          Vai atrair igual o Argo ia atrair né, só que só tá vendendo porque as locadoras estão ajudando.

          • Duh

            As vendas do Argo tão sendo a maioria para pessoa física msm.

            • Djalma

              Estava na média de 20%, esse mês vai pular para perto de 40%. Espere a Fenabrave fechar o mês e confira.

  • Lucas086

    Bonito carro, fez o que Vw deixou de fazer, mudou a frente e diferenciou do Argo… estão falando das rodas, elas serão opcionais, compra quem quiser, eu mesmo compraria com essas rodas sim, mas reclamar que a foto está com aro 17 e que emana fácil e tal, hoje corolla, civic tudo usa 17… É simples, se não der pro seu uso, não compra.

    • No_Name

      O problema não é a roda e sim o pneu de perfil baixíssimo.

  • Alexandre TRE

    Várias coisas como exemplo o volante é igual ao do Renegade é só trocar a logomarca no centro.

  • Compro Vidro de Perfume Vaziou

    Pergunta, por que a Fiat ainda insiste nesse E.TorQ 1.8 em vez de usar o Fire 1.4 Turbo ou fazer uma versão Turbo do Firefly 1.3? no caso do Fire 1.4 Turbo iria pagar menos imposto e ter um carro mais esperto e com economia igual ao do E.torQ 1.8!!

    • Luis Carlos K.

      Somente 1.0 tem menos imposto. Aliquota é igual para motor acima disso, desde 1.1 a 2.0 litros.

      De qualquer forma a Fiat já está trabalhando nos Firefly turbos, mas deverão chegar em 2019 apenas.

  • Luis Burro

    Ah,sempre excluem a foto de lateral,mas acredito só por estas q as proporções ficarão como as do prisma,o q melhor representa o meu gosto.Se a marca não matar no preço,no custo benefício e na qualidade tirará muitos clientes dos concorrentes.Minha única queixa é ao parachoque dianteiro,muito exagerado,menos vincado já estaria de bom tamanho.

  • Alexandro Henrico von Mann

    O Linea tb não tem alto falantes atrás do banco, somente nas 4 portas e é uma solução excelente esteticamente e na própria acústica, uma vez que não fica no pé da orelha do povo atrás. Deixando um som agradável. Ajuda também o fato de que ele tinha vidros acústicos laminados nas portas também. Coisa que valorizo muito, mas muitos nem sabia da existência.

  • marc west

    Pelas fotos parece que ficou bonito sim. Curioso para ver o perfil. A briga entre Virtus e Cronos vai ser boa.

  • CanalhaRS

    Bonito ele ficou. O problema é a plataforma requentada (lembrando que a plataforma do Punto nacional não era a mesma da Europa, já era uma adaptação local), motor 1.8 antigo, câmbio automatizado no 1.3…ou seja, as gambiarras de sempre da Fiat…
    Para um carro que quer concorrer com Virtus e talvez custe até mais, faltou mais investimento por parte da marca italiana.

  • Rafael Rabelo

    Teria sido possível confirmar se há iluminação no teto para ocupantes do banco traseiro?

  • yurieu

    Se é para medir a reação, diga a eles que removam o farol de mobi.

  • Isaac Ferreira Santo

    Traseira nitidamente inspirada no AUDI A3 sedan

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend