Hatches India Mercado Sedãs

Fiat deve encerrar operação na Índia com retirada de Punto e Linea

Fiat deve encerrar operação na Índia com retirada de Punto e Linea

E a Fiat vai sair do mercado. Calma, não precisa entrar em pânico… A marca italiana, conhecida por seus carros compactos, está aprontando as malas para se retirar da Índia. Com o fim sua parceria junto à Tata Motors, a empresa europeia entrou em declínio num país onde nunca conseguiu de fato deslanchar, algo bem diferente do Brasil.


Sem produtos essenciais como o Fiat Panda, por exemplo, a marca deixou-se levar pelas monções das emissões de poluentes, ficando agora à margem do programa (Bharat) BS-VI, que prevê mais um corte nos lançamentos de CO2 na Índia, ficando assim seus modelos fora do exigido pela nova norma.

Fiat deve encerrar operação na Índia com retirada de Punto e Linea

Além disso, as vendas dos modelos Punto, Linea e Avventura (Punto aventureiro) caíram para 101 exemplares, mas não em um mês e sim entre dezembro de 2017 e novembro de 2018. De acordo com a fonte local, a Fiat não tem intenção de atualizar os carros vendidos hoje para cumprir com as regras anti-poluição.


Fora o atendimento ao BS-VI, que entra em vigor no próximo ano, os modelos da Fiat também não atende os requisitos de segurança impostos pelo governo indiano e, sabemos, que não são nem exigentes se forem comparados com os exigidos aqui. Em contrapartida, o motor diesel Multijet II 1.3 é considerado o melhor da Índia e já atende as futuras normas.

Fiat deve encerrar operação na Índia com retirada de Punto e Linea

No entanto, para atualizar seu portfólio, a Fiat teria que modernizar a linha de produção e lançar uma gama mais recente, que bem poderia ser as variantes locais de Argo e Cronos (especialmente o primeiro, que mede 3,99 m), mas parece que isso não deve acontecer.

Apesar de uma possível saída da Fiat, a FCA não deve chorar as pitangas por lá, pois a Jeep está crescendo na região e em breve terá por lá um SUV compacto abaixo do Renegade, assim como no Brasil.

[Fonte: Cartoq]

Fiat deve encerrar operação na Índia com retirada de Punto e Linea
Nota média 3.3 de 9 votos

  • Airplane

    Sifu !

    • Nicolas

      Fiat está mal das pernas no mundo inteiro, salvou a Chrysler, agora a Chrysler esta salvando a Fiat.

      • A FCA está seguindo a maré e apostando cada vez mais fichas no mercado de SUV’s pelo mundo. E como informado por seus operadores, isso se dará através da Jeep, que já conta com farta tradição e renome quando o assunto é veículos com DNA aventureiro. Seria despropositado investir em fazer a marca Fiat contar com produtos que conflitariam com os modelos da já renomada Jeep.
        É quase estratégico: a Fiat deve ir deixando de existir aos poucos. Mesmo no Brasil, onde a marca contava com operações muito positivas, é notório que o grupo FCA vem colocando em segundo plano a marca italiana e dando total ênfase aos modelos Jeep. A lucratividade é muito maior nos modelos da marca americana, tornando em termos estratégicos meio que ilógico continuar investindo na marca de grande volume mas de margem de lucro por unidade bem inferior, que era a Fiat.
        No fim, o que vale é o lucro. Se você consegue ter o mesmo lucro vendendo bem menos unidades, a vantagem é imensa. O passivo advindo de ações de recall e garantia é muito menor, a capacidade de melhorar o pós-venda cresce, em termos corporativos é uma vantagem enorme.

  • tiago

    Lamentáveis esses encolhimentos, deveriam procurar a suzuki pra fazer uma parceria e dar um gás nas operações asiáticas.

    • Murilo Soares de O. Filho

      O problema que a Suzuki não quer abrir o mercado de bandeja assim pra concorrencia, a fórmula Suzuki da muito certo na Índia, a VW tentou a Suzuki, mas olha no que deu.

      • Hodney Fortuna

        Na India há um modelo Maruti que é um antigo Suzuki que custa o mesmo que o Tata Nano e oferece mais espaço interno.

    • Rodrigo Lagoa

      a gm é parceira da suzuki…

      • Murilo Soares de O. Filho

        Não mais, a muito tempo.

  • Domenico Monteleone

    Fui dar uma olhada no site Italiano da Fiat, só sobraram dinossauros. Tá feia a coisa por lá.

    • Hodney Fortuna

      Vc deve ter percebido que a Fiat praticamente não tem modelos elétricos na Europa? E isso é uma tendência por lá. Aparentemente a Europa vai se tornar o continente mais barato do Mundo para se transportar de carro pois na eletricidade o gasto para carregar as baterias será muito barato. E há também a tendência que as residências por lá também passem a usar energia solar em totalidade o que ajuda e muito na hora de carregar as baterias. O único problema europeu está na base política que ao meu vê está muito perigosa.

      • Energia solar num continente com pouca incidência relativa do sol é complicado de se entender.

        • Luis Burro

          Fosse por isto ñ crescia florestas por lá!

          • As árvores que crescem lá não são as mesmas que crescem nos trópicos.

            • Luis Burro

              Mas ñ deixam de fazer fotossíntese!

        • Hodney Fortuna

          Mas assim mesmo eles possuem! E tenho o mesmo questionamento seu! O que faz um continente que praticamente vive as escuras o ano todo ainda persegue a obtenção de energia por meio solar?

    • Eskarmory .

      Ainda dá de 1000 a 0 no portfólio nacional, esse sim tem dinossauros.

      • Luconces

        LOL
        Querendo ou não, Fiat Brasil ainda tem Argo/Cronos e Toro que são produtos mais modernos.

        A Fiat Índia vive a base do Punto e suas variações porcas mais o Linea…

        Vender 101 unidades em um ano é reflexo do baixo nível de qualidade dos produtos

        • Eskarmory .

          Só pra deixar claro minha resposta foi para a crítica sobre linha européia da Fiat ok? Não tem como o portfólio brasileiro ser melhor. Na verdade não tem nem como comprar, pois é composto pelos modelos mais ”atuais” ao contrário do brasil. Doblo ”novo”, Qubo, Panda, variantes do 500, Tipo enfim. Podiam fazer uma troca com a gente, haha.

          • Luconces

            Opa, eu havia lido Indiano no comentário, loucura minha!

            Com certeza, os Italianos estão mais bem servidos do que os Brasileiros!

  • invalid_pilot

    FIAT vai falir em breve.

    Resta se segurar na Jeep e tentar se reestruturar

    • Murilo Soares de O. Filho

      Falir não vai…rs

      • D34D P00l

        Falir eu não digo, mas vão abandonar, não achando que vale a pena investir.
        A Fiat para automóveis está no efeito Tostines reverso, não vende porque não investe, e não investe porque não vende.

  • Pedrov154 #17 🇧🇷

    Que bizarrice que fizeram nesse Punto.

    • PTVM

      Aquela frente do Linea então…

    • Fabão Rocky

      Tá parecendo a frente do Ka.

  • CanalhaRS

    Fiat é uma piada, a cada dia melhor.
    Todo mundo investindo e lançando na Índia e ela, que vive de carros pequenos e baratos, saindo para não investir…só rindo mesmo…

  • Benedict Benedito

    Até os indianos não aceitam essas gambiarras.

    • EDU

      Se aceitan kwid e tata nano

      • Benedict Benedito

        Não, o TATA Nano também não foi aceito lá. Já o kwid sim porque atende o que entrega ao seu porte.Sem contar que tem mais qualidade do que qualquer TATA.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Produtos defasados, apenas maquiagens de produtos antigos, infelizmente a culpa é da própria Fiat.

  • vicegag

    Pouco mais de 100 unidades em quase um ano,….demorou né Fiat, e aqui a GM também ameaça, tendo o líder em vendas com 210 mil em um ano, é quase a mesma coisa, rsrs.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Na Índia, os asiáticos dominam, Europeias sofrem lá.

    • Robison Adada

      Nos EUA a GM tem previsão de fechar 5 fábricas. Pesquise!

    • Djalma

      A GM também fechou na Índia. Na verdade esse pessoal está saindo de uma mercado de 1,3 bilhões de habitantes, com um mercado consumidor potencial de 300 milhões e que está crescendo.

      • Murilo Soares de O. Filho

        A India não vai consumir carros igual a China, vejo a Suzuki Naruto em apuros no Futuro assim com a Tata, que sobrevivem graças ao mercado Indiano.

  • É, a coisa não tá muito boa pra eles..

  • Tosca16

    Esse Punto com frente de KA é medonho…

    • Fernando Gabriel

      Pensei exatamente a mesma coisa, ainda mais com esse estepe pendurado.

  • Zé Mundico

    Tá difícil a vida da Fiat, fora dos maiores mercados. Praticamente só existe na Itália, Argentina e Brasil. Na Europa não está nem no top 10, com as vendas caindo ano a ano.

    • Rodrigo Lagoa

      o portifolio nao ajuda ne…

    • Ducar Carros

      Na Turquia a Fiat também é forte.

      • Junoba

        Não sei atualmente, mas a algum tempo atrás o Linea competia com o Fluence como o modelo mais vendido na Turquia.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Não podemos falar que só Fiat passa por situação assim, poucas marcas tem alcance realmente global. EX: A GM mesmo tem saído de vários mercados, Suzuki, tem força na Índia, Japão e mercados asiáticos, e uma presença Tímida nos Eua. Renault, Europa é forte, outros mercados nem tanto. PSA, é forte na Europa, podemos citar a própria Tata, só Índia, Ford também tem perdido espaço no mercado mundial. Quando falamos em grupo a situação muda, e nesse caso A Fiat está melhor situada que PSA e Ford, Suzuki… só para citar algumas.

      • Zé Mundico

        De ilusão também se vive….rsrsrs

  • Rodrigo Lagoa

    ma tambem… copiando o ford ka, que e um puta sucesso na india como figo, é muita burrice da fiat pra variar!!! merecido!!

    • Marcelo Ecosta

      O Punto surgiu antes do Figo.

      • Rodrigo Lagoa

        jura? e essa ultima restilizacao (ridicula) ai vc acha que veio antes ou depois?

  • Cromo

    Vejo muita gente não gostando desta frente do Punto indiano, mas acho muito melhor q o nosso com farol com gota invertida.

  • Oliveira

    esse punto ficou feio lá hein..

  • RAPHAEL ZANARDO

    Olha um Ford Ka bombado

  • Valmir

    Não acredito que na India tem uma versão Adventure do Punto!! Agradeço à Deus por isso não ter acontecido aqui…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email