Fiat Jeep Mercado

Fiat e Jeep: pintura sólida agora é cobrada

doblo-branco-1

Cobrar por pintura sólida está virando moda, e uma moda bem cara. Algumas marcas simplesmente dão apenas uma única opção “gratuita” para os clientes, enquanto as demais opções, sejam sólidas, metálicas ou perolizadas. A mais nova nesse time de cobradoras de cores comuns é a FCA, que botou preços nas cores branco (Banchisa e Ambiente), vermelho Alpine e preto Shadow.


Os valores variam de R$ 250 a R$ 700, dependendo do modelo e marca, que no caso são Fiat e Jeep. Na marca italiana, o branco Banchisa custa R$ 250 no Mobi, mas dobra de preço se o carro for Argo, Cronos ou Grand Siena, por exemplo. No Uno e na Weekend, essa cor custa R$ 300. Se o modelo for o Doblò, prepare o bolso: R$ 700 em três cores (brancos Kalahari e Banchisa e vermelho Alpine). O vermelho Alpine também segue a mesma ordem, restando apenas o preto Vulcano como cor de fábrica.

Na Fiat Toro, o branco é o Ambiente e o preto é o Shadow. Estas custam R$ 700 e só escapa da cobrança adicional o vermelho Colorado. O novo Ducato e o Fiorino é que não cobram pelas pinturas sólidas, que podem ser branco, preto ou vermelho. Na Jeep, o branco Ambiente custa R$ 700.

Porém, se preferir outra tonalidade, a marca americana não cobra pelas sólidas vermelho Colorado, preto Shadow e verde Recon. E tem mais, no Renegade Limited apenas o verde pode ser combinado com teto preto sem cobrança adicional, enquanto no Compass Limited, as três tonalidades obrigatoriamente vem com teto contrastante sem custo extra.


408-branco

E em outras marcas?

Na Peugeot, o branco Banquise custa R$ 690, mas há um detalhe, nos 308 e 408 Business, só há opção sólida com custo adicional, sendo o vermelho Aden também custando os mesmos R$ 690. Ou seja, aquele preço de R$ 69.990 na realidade é R$ 70.680. Na Volkswagen, o vermelho Flash custa R$ 459 no Gol, por exemplo. Já vermelho Tornado e branco Cristal custam R$ 450 no Polo.

Na Chevrolet, o branco Summit é conhecido por custar mais e a GM chega a cobrar R$ 650 por ele no básico Prisma Joy, por exemplo. Mas o mais estranho é que a pintura metálica vermelho Edible Berries não é cobrada no Cruze, por exemplo, mas o mesmo branco sai pelo valor citado no Joy. Ou seja, você paga pela sólida, mas pode levar a metálica sem custo extra. Na Ford, o branco Ártico custa R$ 500, por exemplo. Na Renault, o branco Glacier custa R$ 400.

COMPARTILHAR:
  • Zé Mundico

    Modinha existe prá isso mesmo: tirar dinheiro dos bestas.

    • Louis

      Que modinha? Estão cobrando a parte todas as cores.

      • FearWRX

        Toda as cores interessantes.

      • Rodrigo

        NÃO SÃO TODAS ISSO SERIA ILEGAL, AO MENOS UMA COR TEM QUE SER GRATUITA, POIS PINTURA FAZ PARTE DO PRODUTO, ASIM COMO MOTOR, RODA, ETC…

    • ObservadorCWB

      Paga-se por bagagem. Por tinta “sólida”. Até o branco Hyundai de R$ 5.000,00 já existiu…..e por aí vai….

  • Alfredo Araujo

    Não vejo absurdo nenhum nisso… acho bem justo !!!
    Aliás… acho q todos deveriam agora mesmo raspar suas economias e comprar um carro zero !! Nesse momento !!
    Afinal… o que seria do mercado de semi-novos e usados, se não tivesse gente para comprar os carros zeros… rs

  • Hugo Leonardo

    Se eu não quiser pagar pela pintura recebo o carro com a lata exposta?

    • invalid_pilot

      Podia ser – iguais aos aviões da American Airlines que vinham no alumínio puro kk

    • Mauricio Ferrari

      Exatamente o que pensei!!!
      Absurdo cobrar a pintura como algo extra, sendo que forçosamente o carro tem que vir pintado. Tática pra confundir o consumidor e dificultar as comparações. Daqui a pouco vão cobrar o volante, os assentos e as rodas básicas dos carros também?
      Cobrar por pinturas especiais acho normal.
      Mas pela cor básica do carro?

      Zero nunca mais!!!
      E já deixei de comprar há duas decadas

    • sigma7777777

      Por enquanto não porque ainda existem cores gratuitas. Parece que a tendência é o preto ser gratuito.

      • Milton Baptista

        Nem todos tem cores gratuitas, de acordo com o texto

        “Na Peugeot, o branco Banquise custa R$ 690, mas há um detalhe, nos 308 e
        408 Business, só há opção sólida com custo adicional, sendo o vermelho
        Aden também custando os mesmos R$ 690. Ou seja, aquele preço de R$
        69.990 na realidade é R$ 70.680.”

        • Edson Fernandes

          Mas no PCD essa cor não pode ser cobrada…rs

    • Rodrigo

      ENTÃO, PRA NÃO SER (((ILEGAL))) ELES COLOCAM A COR (((ABACATE CLARO))) COMO GRATUITA.

    • Djalma

      O Branco hoje representa 40% das vendas, segundo pesquisas, aí os caras cresceram os olhos em cima.

  • Louis

    Mais uma malandragem para me incentivar a trocar cada vez menos de carro.

    • Raimundo A.

      Algum dia você vai ter que trocar, porque manter carro velho tem os seus riscos por mais que as manutenções sejam cumpridas. Se você está achando ruim pagar por cor, então vai trocar por veículo usado cujo ex-dono fez o pagamento. Aí, só faltaria o vendedor de veículos usado querer ganhar em cima da cor, que até poderia ser fossem dois veículos iguais, mas um a conservação estaria melhor valorizando mais. Logo, não pagaria pela cor, mas o seu estado de conservação.

      • Louis

        Sim, mas enquanto eu puder adiar, eu adio. Tô fora de ficar trocando de carro só pra ter o “carro do ano” ou “carro da moda” e ficar dando dinheiro pra governo saffado e montadora.

    • Matthew

      Todo mundo aqui do fórum manifesta indignação quando sai esse tipo de notícia e logo bradam que nunca mais comprarão carro novo. Mas basta sair uma matéria de lançamento, já começa a pipocar um monte de gente falando que já encomendou o carro no primeiro mês de lançamento (Polo teve um monte aqui). Aí contam várias estórias pra justificar a escolha, compra carros de primeira fornada, quando dá pau faz textão pra publicar aqui no site. “Faça o que eu digo, não o que eu faço”.

      • ViniciusVS

        Matthew, parece que virou crime comprar carro novo… Galera é hipócrita demais.

        Essa galerinha que reclama por reclamar somente e fica de mimimi que carro é caro, que não compra 0km, falando que só trouxa compra carro novo é o tipo de gente que se ganhar um dinheiro na loteria sai correndo comprar um importado 0km deixando todo o lado racional que defendeu a vida toda em ultimo plano.

        Realmente é muita hipocrisia.

        • FearWRX

          Olha, pode ter certeza de uma coisa. Se eu ganhar na loteria o único 0km que eu vou comprar é um Civic X Sport MT. Tirando isso, vou me acabar no mercado de usados comprando BMW, Subaru, Volvo, Mitsubishi velho da década de 90 e montar uma oficina só pra bancar eles. Não faço questão nenhuma de ostentar carro 0km e jamais farei.

          • daneloi

            Se vc ganhasse na loteria o futuro Civic Si manual seria mais legal! :-D

        • daneloi

          Dá muita raiva. Já comprei carros zeros e carros usados. Não me sinto errado em nenhuma das ocasiões.

          Galera aqui fica botando o dedo na cara dos outros e falando que a decisão alheia é a pior mas se ninguém comprar o carro zero, como é que o espertalhão vai comprar o usado?
          Pior ainda, se todo mundo ou ao menos a grande maioria inventasse de só comprar usado, não ia ter carro suficiente pra atender a demanda e o preço iria subir insanamente. E aí ? O cidadão iria comprar o que? Cachaça para afogar as mágoas?

          Repito o que disse no início: tenho carro comprado zero e carro comprado usado e já é assim há anos.
          Estou pensando em trocar um Renegade diesel em outro no meio do ano ou pegar um polo tsi no lugar (Não me importo de transitar entre categorias ou fazer “downgrades”).

          Independente da escolha que irei fazer, gostaria de ter novamente um c4 Picasso pois me arrependi de ter vendido o meu.

          O olhar para ambos os mercados tem que ser analítico, levando em conta gostos pessoais e emoção. Pesar o custo/benefício e o custo/satisfação.

          Seria mais respeitoso se defensores de carros novos não falassem que o comprador do carro usado não tem dinheiro para comprar 0KM ou compra “resto de rico” e o comprador de carro usado não falasse que quem compra carro novo é troux@. Um mercado alimenta o outro.

          A paixão deveria ser por carros e não por ser novo ou usado.

        • Guilherme

          Concordo em parte. Mas acho que é menos pior ir correndo comprar um importado porque pelo menos você está levando algo de qualidade (ainda que em um preço incrivelmente absurdo). O que eu não entendo é pagar caro em populixo 0km, esses projetos feitos para a América Latina e que representam todo o desdem que as montadoras tem por nós.

          Resumindo, acho menos mal o cara que ganha no loteria e compra um importado (Ainda que se eu ganhar na loteria, usarei o dinheiro para emigrar do país ao invés de comprar carro) do que o bobão que compra esses carros “latinos” bateu morreu.

      • Henrique Bittancourt Gouveia

        Queria tirar print pra depois esfregar na cara da hipocrisia desse pessoal.

      • Edson Fernandes

        A unica coisa que eu tbm acho legal é…. o pessoal sempre dizia do Fluence e eu fui lá e comprei.

        Mas comprei porque eu pesquisei o carro. Muita gente que indicou e teve condições de te-lo, abriu mão e comprou um compacto. Vai entender…rs

        Curiosamente, talvez na minha troca, seja por um PCD por conta da minha esposa, aí talvez eu venda o Fluence, mas não quero não…rs

  • Raimundo A.

    Se fosse usar as desculpas de custos e aproveitar a onda do mercado, cores com menor saída viram nicho e quem quer tem que pagar pelo custo da exclusividade, menor escala de produção. Cores que viraram moda tiram a casquinha para ganhar mais.

    A pergunta é por que antes não cobravam e ganhavam de todo o jeito porque não temos produtos com preços camaradas aqui?

    Além disso, já temos uma game igual ao arco íris para não dizer o contrário, passando cores simples terem cobrança. Daqui a pouco vão cobrar por ter cor o veículo.

  • invalid_pilot

    Tem opção do carro vir no Primer e ser de graça ? kkkk

    • Leonardo M. G.

      Pensei a mesma coisa. Se fizerem uma camada mais grossa de primer, sem cor, fica até mais fácil e barato reparar arranhões…

  • Eduardo Sad

    O dia em que me decidir por entregar meu carro na troca, apos chegarmos a um consenso de valores de compra e venda, no momento exatamente anterior ao “aperto de mãos”, vou chegar pro vendedor e dizer: “Quero 1000 pratas a mais pois a pintura do meu carro é metálica!” … Só pra ver a cara do bicho.

  • Mauricio Ferrari

    Nossos carros são caros, são inferiores, são sobretaxados, somos multados só por transitarmos, temos nossos veículos roubados, nosso trânsito é perigoso e os seguros são bem caros.

    Olha, tem que ter muito dinheiro sobrando, ou ter muita coragem, ou perder o juízo pra comprar um zero km na Banânia!

    • Louis

      Eu compraria carro 0km, mas pra ficar 10 anos com ele.
      Prefiro torrar minha grana em Miami do que ficar trocando de carro a cada 2 anos.

      • daneloi

        É um bom argumento. A decisão vai de acordo com suas prioridades. Já outras pessoas preferem uma (as vezes supostas, as vezes real) tranquilidade e o cheirinho de carro novo ao comprar um zero…quem está certo? 🤷🏻‍♂️🙂

        • Louis

          Não tenho nada contra quem compra carro zero a cada ano ou cada 2 anos, desde que não reclame do preço…

    • daneloi

      Entendo seu ponto de vista mas se todo mundo pensasse que é”perda de juízo” comprar carro zero’ a demanda por usados iria aumentar muito e o preço dos usados aumentariam bastante também a ponto de virar “perda de juízo” comprar um usado.

      Um mercado alimenta o outro e consumidores de ambos os lados tem argumentos válidos com vantagens e desvantagens inerentes à sua escolha.

      • Mauricio Ferrari

        Então daneloi, concordo em parte com você. Realmente SE os novos parassem de vender, teríamos duas consequências. Uma provavelmente seria essa que você mencionou. Mas também haveria um imenso impacto no mercado de novos; alguma coisa teria que acontecer…preços baixarem, impostos, juros, sei lá. Mas claro que isso tudo é utopia. Até porque baixando os preços, os novos voltariam a vender, os preços voltariam a subir de novo, aquela roda da vida….
        O verdadeiro problema é a relação do brasileiro com os carros…E é nesse sentido que comentei.
        O brasileiro tipicamente (não 100% naturalmente), ainda enxerga o carro como algo a ser conquistado a qualquer custo, e tem pensamentos tipo…”a melhor marca é o zero KM”. Ou então endeusa uma única marca ou um único modelo como sendo a única boa opção. Até a cor que se compra tem mais a ver com a facilidade de revenda, ou com a modinha, do que o gosto real dele como consumidor. Que tal nos lembrarmos de poucas décadas atrás, quando ter um automóvel 4 portas era considerado bizarro, “carro de taxista”, etc. Os argumentos eram….. “é feio!”, “é coisa de motorista de praça!”, “as pessoas batem as portas de trás e estragam!”, “é perigoso pra crianças!”, “as portas da frente ficam menores, é ruim de entrar no carro!”, “dá mais manutenção!”, “o carro fica mais pesado!”, “a estrutura do carro fica mais fraca!”
        (sim, já ouvi todas essas de parentes e amigos antigamente, eu era ” louco” porque gostava mais dos 4 portas.
        É por motivos assim (e muitos outros) que o Chile, tão menor como mercado, tem muito mais variedade de automóveis nas ruas do que o gigante Brasil. Aliás, é chocante ver lá relativamente poucos carros Made In Brazil, sendo que somos tão próximos, e o grande fabricante de veículos na América do Sul.
        O Brasil é um país forte em preconceitos, e fraco em análises e conclusões.
        Então, sem querer culpar quem compra carro zero (têm todo o direito), apenas quero dizer que acho uma loucura aqui no nosso país. Eu mesmo já comprei duas vezes, mas acho que aprendi essa pequena lição.
        Gostei muito do Argo, Cronos, Polo e Virtus. Pessoalmente compraria o Virtus. Mas posso comprar um semi novo mais em conta com bons predicados, e esperar o Virtus chegar no mercado de usados por preços mais camaradas.

  • Mauro Banqueiro

    Qualquer dia, haverá preço para carro sem motor, e com motor…

  • Ygor Soares

    Posso levar sem cor e pintar em casa?
    Palhaçada Isso, cobrar 1 mil por uma pintura beira o absurdo, pois isso já está incluso no custo total de fabricação do automóvel.

    • daneloi

      😂😂😂😂😂😂😂

  • Rafael Bueno

    Pois é, cada vez está mais difícil comprar um carro 0km, mas no mercado de usados também continua difícil encontrar unidades com baixa km, já que as pessoas continuam segurando seus veículos por mais tempo. Atualmente é difícil achar um usado com menos de 30 mil km de particulares e as locadoras vendem caro. Tá tudo complicado.

  • poderia ser pior, no site da fiat italia a cor solida do panda é 550 euros!
    agora entendi porque vi um monte de pandas laranja nas ruas, é a unica cor sem custo :)

  • Muscle_V8

    Daqui a alguns anos, comprar um zero km vai ser assim: Pneus novos vão ser x², agora os meia vida já esta incluso…

  • Mayck Colares

    Tem q boicotar!!!! Por isso não compro carro 0 km.

  • Ricardo Prado

    “Na Chevrolet, o branco Summit é conhecido por custar mais e a GM chega a cobrar R$ 650 por ele no básico Prisma Joy, por exemplo. Mas o mais estranho é que a pintura metálica vermelho Edible Berries não é cobrada no Cruze, por exemplo, mas o mesmo branco sai pelo valor citado no Joy.”

    Nem precisava usar o Cruze como exemplo, o próprio Prisma tem a Preto Ouro Negro (metálica) sem custo adicional. A GM cobra pela pela Branco Summit (sólida), mas dá uma metálica de graça, veja:

    Onix Branco Summit – R$ 600; Preto Ouro Negro – grátis
    Prisma Branco Summit – R$ 650; Preto Ouro Negro – grátis
    Montana Branco Summit – R$ 550; Preto Ouro Negro – grátis
    Tracker Branco Summit – R$ 650; Vermelho Glory (Metálica) – grátis
    Cruze e Sport6 Branco Summit – R$ 650; Vermelho Edible Berries (Metálica) – grátis
    Equinox Branco Summit – R$ 1.000; Vermelho Glory (Metálica) – grátis

    • Djalma

      Foi o que mencionei acima, branco é a cor do momento; preto parece que saiu de moda.

  • Ricardo Blume

    Eles não conseguem achar outra maneira de arrancar dinheiro do povo. Essa pintura sólida já era cobrada, claro. Agora cobra-se duas vezes pela mesma coisa.

    • Tosca16

      Fica até feio, sabe, embutido como sempre foi fica menos feio pra montadora.

  • Tosca16

    Daqui a pouco vão cobrar até pelo logotipo da montadora; imagino lá no configurador: ” Logo JEEP, tamanho X= R$ 199,90; Logo escurecido JEEP tamanho X= R$ 299,00″ rsrsrs

  • Marco

    Essas montadoras deviam era levar uma multa bem alta quando tiver de fazer recall, a pressa de produzir e a ganância fazem isso.

  • TijucaBH

    Isso é bom pro consumidor ficar esperto. Tem marca que cobra e marca que nao cobra, basta pesquisar!!!
    Estranho também é o preço da pintura metalica. Enquanto a Fiat cobra 1700 reais no Argo, a Audi cobra 1500 no Q3, um carro maior e de segmento bem superior. Hyundai cobra 650 no HB20, acho bem justo!!

  • Hoffmann

    O consumidor brasileiro inventou que o branco geladeira de uma porta é chique, tá aí o resultado. Deviam cobrar é mais.

  • Gilmar Alonso

    O novo Polo só tem a cor Preto sólido no preço…. o resto vc paga, inclusive o Branco e o Vermelho solido !!!! :(

    • Djalma

      Em algumas marcas, o branco que é gratuito. Por exemplo, no Kwid não se paga pela cor branca, não por outro motivo todos os que eu vejo são brancos.

    • Verdades sobre o mercado

      Esta palhaçada de cobrar pelo branco começou com a Caoa quando os Hyundai importados estavam bombando principalmente na cor BRanca(chegavam a cobrar R$ 5.000,00 pelo branco em alguns modelos), aí algumas marcas gostaram da idéia e começaram a cobrar também. Se não me engano uma das primeiras foi a Chevrolet, depois Renault, e ano passado entrou também a VW, e a agora a Fiat (não sei das outras), mas penso que a única cor sólida que poderia ser cobrada é o Vermelho, visto que a tinta realmente é bem mais, cara.

  • Haggard

    Cobrança por pintura sólida e básica de carro…
    Mais um item na minha lista de motivos para querer sair do país.
    Quem dera eu tivesse condições de fazer isso agora!

  • Filipo

    Brasil: um país de tolos! Isso resume.

  • FPC

    Se for pra pagar que pague então já uma metalica, já que esta lascado mesmo!

  • Diego

    Empresas e profissionais envolvidos na aquisição de um carro zero km aí no Brasil virou algo asqueroso que realmente me enoja.
    Crédito mais escasso numa realidade de falta de criticidade tem seu lado “positivo”. Muita burocracia, restrições, aumento daquilo e disso, muitos na velha corrida dos ratos acreditando que o seu interesse está acima e a salvo de tudo e de todos.

  • Cleidson

    Eu vou comprar a que não tiver acréscimo. Se só tiver a cor verde marca texto do Uno, vai essa mesmo.

  • Lucas086

    Essa moda começou se não me engano no Onix.

  • Hugo

    Carro zero no Brasil, nunca mais. Foi so um em 2011. De la pra cá só vem piorando comércio automobilístico. Abuso atrás de abuso.

    • Alexandre Borges

      Meu ultimo zero foi em 2008. De la pra ca somente seminovo. Ja peguei 2 com menos de 5mil/km.

  • Gerânio Luiz

    Isto é enganação e deveria ser investigado. Pois quando divulgam o preço do carro (a partir) está distorcido da realidade.

  • BuffyDawn Summers

    Traduzindo: vou ficar com meu carro atual até ele parar de rodar.

    O mercado enlouqueceu.

  • Pipo pipo

    Cobrança dobrada. Já está incluida nos custos de produção. Pra mim representa a mesma sacanagem do frete. O frete é variável: legal, mas se o carro é vendido em Minas já se sabe o preço. Empurrar o frete depois de tudo negociado fica chato demais.

  • José de Deus

    Na testa do consumidor brasileiro está escrito:idiota. É assim que essas montadoras pensam. Pior que é verdade. Zero jamais, compro semi novo só de mal.

  • Paulo César de Carvalho Júnior

    Então, a tinta metálica usa menos pigmento que a tinta sólida, sendo assim, em tese, a pintura metálica deveria ser gratuita, e a sólida, cobrada. O que não era praticado, pois a metalizada transmite maior valor.

  • M7

    Isso parece pegadinha do Silvio Santos, é vergonhoso, querem cobrar uma coisa que já esta embutida no preço do veículo!!!

  • Razzo

    “Cobrar por pintura sólida está virando moda, e uma moda bem cara.”

    –> O consumidor é tolo mesmo, e o empresário saber explorar isto.

  • Baralho

    Quero um carro incolor

  • zekinha71

    Vou chegar na FCA e pedir um carro sem pintura, vão ter que dar desconto.

  • É… eu adoraria dar uma espiada nas estruturas de produto desses carros para ver o custo da pintura “gratuita”… quanto aos outros valores, certamente estão embutidos os custos com parada de linha para mudança de cores, importação de estoque e outros insumos e a preferência do consumidor, daí tem-se essas situações singulares onde um reles branco sai mais caro que uma cor metálica.

  • Luccas Stringger

    Para investir em carro,compre um chinês,mas jamais um Fiat.

  • zeh

    ….daqui a pouco irão vender carro sem pintura, com desconto, cobrar assento extra dos passageiros…..a primeira roda é de graça, as outras 3? …cobradas….mas serão dados devidos descontos…

  • Hernande Cruz

    E o carro sem pintura quanto custa? Tendo um bom desconto seria uma boa para mandar envelopar.

  • Thiago Cesar

    É fato: o preço do carro no Brasil reflete a imbecilidade do brasileiro que paga um 0 KM.Se tenho inveja de quem pode? Talvez! Talvez inveja daqueles que podem mas preferem gastar o seu dinheiro com algo útil, que dão valor ao seu dinheiro. A oferta reflete o nível de demanda: Quanto mais idiotas (rico pão com ovo) compra , mais reajuste haverá. O cara que tem dinheiro de verdade gasta com algo que lhe der retorno.

  • nbj

    Quando fui comprar um carro zero não havia cobrança a mais por cor metálica. Então optei por uma cor metálica, mas a dona patroa cismou pela cor branca (dizendo que era da moda). Não teve jeito. Assim as montadoras se aproveitam para lucrar mais.

  • Thiago K. Galiza

    Se vc pedir o carro sem pintura, sera que eles entregam?

  • Guilherme

    Engraçado que sempre achei as cores metálicas muito mais bonitas e nunca cogitaria pegar um carro em cor sólida. Mas, realmente é uma vergonha essa palhaçada de cobrar por algo que já está incluso no preço do carro. Pelo visto nunca comprarei um carro zero nesse Brasil.

  • Celso

    Isso é caso de polícia. Cadê o código de defesa do consumidor? Abuso total, descarado.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email