*Destaque *Featured Fiat Lançamentos Linha 2018

Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

fiat-fiorino-2017-12 Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

Para se manter na liderança do segmento de furgões no mercado brasileiro, a Fiat anunciou nesta semana a chegada da linha 2018 do Fiorino. O modelo segue praticamente sem mudanças em relação à linha anterior, com direito apenas a uma nova versão topo de linha, batizada de Hard Working, que se diferencia por oferecer uma lista de itens de série mais recheada. Além disso, a versão de entrada passa a dispor de novos equipamentos.



Nascido em 1977, o Fiat Fiorino surgiu como um derivado do Fiat 147 no Brasil e também na Argentina. Feito em Betim-MG, o furgão era pequeno, mas inédito no mercado nacional. O modelo também foi produzido na Espanha, mas com a marca Seat, antes da aquisição desta por parte da Volkswagen. Com baú em formato de caixa, o produto tinha um porta-objetos sobre a cabine, mas sem tampa. O modelo recebeu um facelift no começo dos anos 80 e seguiu até 1988.

Já a segunda geração do Fiat Fiorino surgiu como um derivado do Uno, ampliando bastante o espaço do baú e incorporando um design mais fluído e com porta-objetos dentro da cabine, que foi elevada. Nas duas gerações, o motor Fiasa 1.3 foi amplamente utilizado, sendo posteriormente substituído pelo Fire 1.3 8V, enquanto os demais modelos da Fiat usavam o Fire 1.3 16V.

Essa geração também ganhou uma versão para passageiros que não vingou e apresentava janelas laterais. Assumiu também todos os facelifts do Uno desde seu lançamento. Mas, de todas as alterações, a mais importante foi a incorporação de uma porta lateral corrediça no lado direito, destinada a facilitar embarque e desembarque de mercadorias. Preferido de frotistas, o furgão continuou sua trajetória por 15 anos, enquanto viu a versão picape ser substituída pela Strada em 1997.

Apenas com a nova geração do Uno, foi possível criar uma Fiorino atualizada, o que foi feito em 2014, quando finalmente a geração atual surgiu. O motor 1.3 Fire saiu de cena para dar lugar ao Fire 1.4. Com o vácuo produzido pela saída da Volkswagen Kombi, a Fiat aproveitou o momento e catapultou as vendas do furgão, ocupando literalmente a posição que era do clássico comercial leve da VW.

No entanto, o modelo deverá ter um aumento nas vendas, pois o Doblò Cargo já não é mais produzido. Mas, o Fiorino não conta com uma versão de passageiro e isso nem deve acontecer. E o futuro? O mais provável é que o motor Firefly 1.3 de até 109 cv ou uma versão deste com potência e torque reduzidos. Haverá pouca evolução, mas a próxima geração pode se fundir com a Strada 2019, porém, muito tempo depois da chegada desta.

Na Europa, segue a terceira geração para aquele mercado, que é feita pela Sevel Sud na Turquia e também na Itália. Com visual mais sofisticado, o modelo virou uma multivan com perfil de utilização semelhante ao Doblò.

fiat-fiorino-2017-22 Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

Fiat Fiorino 2018 – detalhes

Na parte estética, o novo Fiat Fiorino segue sem mudanças, com a mesma cara que estreou na nova geração em 2013. De acordo com a fabricante, o furgão “traz linhas mais fluidas e arredondadas, que melhoram a estética e a aerodinâmica do veículo, e ainda proporcionam um size impression ao modelo”. Todavia, era de se esperar que o veícuo adotasse as mesmas alterações aplicadas no hatch Uno (seu modelo de base), com formas mais atuais.

A dianteira do modelo é marcada pelos faróis angulosos, além dos três quadradinhos à direita do logotipo da Fiat e a enorme entrada de ar logo abaixo, que ostenta ainda o suporte de placa, ladeada pelos faróis de neblina. Já nas laterais, há como destaque o detalhe em plástico na parte inferior, com o nome do modelo estampado em uma das extremidades, que serve para proteger as portas em caso de pequenas colisões, por exemplo. Por fim, na traseira, o Fiorino exibe enormes lanternas verticais, emolduradas por um suporte plástico.

O interior também segue a mesma linha do Uno, também sem mudanças na linha 2017. Neste caso, o modelo tem acabamento mais simplório, sem ao menos um detalhe de tecido nos painéis das portas. Quanto a ergonomia, ainda segundo a Fiat, “o acesso aos comandos e a praticidade interna dão muito conforto, enquanto os seus porta-objetos oferecem ainda mais praticidade na acomodação de itens no interior do veículo”.

Nas medidas, são 4.384 milímetros de comprimento, 1.926 mm de largura e 1.900 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.717 mm. O compartimento de carga tem comprimento de 1.887 mm, altura de 1.339 mm e largura (entre caixa e roda) de 1.089 mm, com capacidade volumétrica de 3.100 litros. A capacidade de carga do furgão é de 650 kg.

fiat-fiorino-2017-9 Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

Fiat Fiorino 2018 – novidades

Com a chegada da linha 2018, o Fiat Fiorino deverá continuar liderando com folga no segmento de furgões no mercado nacional. Entre janeiro e setembro deste ano, o modelo da Fiat conseguiu emplacar 7.496 unidades no País, assegurando a 9ª posição entre os comerciais leves e a 1ª colocação entre os furgões, com participação de 74,53 por cento.

O principal concorrente do Fiat Fiorino 2018 no Brasil é o Renault Kangoo, que nos nove primeiros meses do ano registrou 1.288 vendas no mercado, com participação de 12,81% no segmento de furgões, segundo dados da Fenabrave. O modelo da marca francesa tem preço inicial de R$ 54.990 e é equipado com um motor 1.6 litro, que rende até 98 cv e 15,3 kgfm. Mas este ganhará uma nova geração, que será o Dacia Dokker, já flagrado em testes. Este deverá portar o motor 1.6 SCe com até 118 cv.

Outro modelo que concorre com o Fiat Fiorino 2018 é o Peugeot Partner, que de janeiro a setembro conseguiu vender apenas 199 unidades, com participação de 1,98%. O furgão da marca do leão custa a partir de R$ 56.190, é equipado com um motor 1.6 litro, que entrega até 113 cv e 15,5 kgfm, e dispõe de itens de série como ar-condicionado, direção hidráulica, volante com ajuste de altura, vidro na porta traseira e porta lateral. Este modelo não tem um horizonte no Brasil, visto que a geração europeu é muito cara e não há outra opção no momento.

Fiat Fiorino 2018 – versões

  • Fiat Fiorino 1.4 Evo Flex 2018
  • Fiat Fiorino Hard Working 1.4 Evo Flex 2018

fiat-fiorino-2017-27 Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

Fiat Fiorino 2018 – equipamentos

A inédita versão Hard Working do Fiat Fiorino 2018 é equipada de fábrica com ar-condicionado, banco do motorista com regulagem mecânica de altura, brack light, direção hidráulica, painel de instrumentos com computador de bordo (distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e tempo de percurso) e conta-giros, faróis de neblina, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros com one touch para motorista, volante com regulagem de altura, retrovisores externos com comando interno, bancos com tecido exclusivo, predisposição para rádio (dois alto-falantes dianteiros, dois tweeters e antena) e recobrimento do assoalho do vão de carga.

Como opcional, há sensor de estacionamento traseiro, para-choque dianteiro pintado na cor da carroceria, para-choque traseiro pintado parcialmente na cor do veículo, calotas integrais e rádio USB MP3/WMA com RDS.

Na versão de entrada, a novidade fica por conta da inclusão do brake light e dos retrovisores externos com comando interno na lista de itens de série. Nos demais itens de série, há alerta de manutenção programada, alça de segurança dianteira para o passageiro, apoios de cabeça com regulagem de altura, assoalho em carpete, bolsa porta-objetos nas portas, cinto de segurança retráteis, console central parcial com porta-copos, console porta-objetos no teto, ganchos para amarração de carga, airbags frontais, freios ABS com EBD, proteção parcial das laterais internas, tomadas 12V, vidros climatizados verdes, entre outros.

Entre os itens opcionais, há ar-condicionado e para-brisa degradê, painel com computador de bordo e conta-giros, direção hidráulica, faróis de neblina, porta-luvas iluminado, predisposição para rádio, recobrimento do assoalho do vão de carga, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros com one touch para o motorista, apoia-pé para o motorista, banco do motorista com ajuste de altura, espelho no para-sol do lado do passageiro, bancos com tecido exclusivo, volante com regulagem de altura, portas traseiras com vidros, calotas integrais, para-choques na cor do veículo, entre outros.

Há ainda 40 acessórios Mopar, como alarme, protetor de cárter, rodas de liga-leve, tapetes, parafusos antifurto, ecobag, entre outros.

fiat-fiorino-2017-6 Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

Fiat Fiorino 2018 – preço

Com os novos equipamentos, a versão de entrada do Fiorino sofreu um acréscimo de R$ 960. Confira abaixo os preços da nova linha do modelo:

  • Fiat Fiorino 1.4 Evo Flex 2018 – R$ 56.990
  • Fiat Fiorino Hard Working 1.4 Evo Flex 2018 – R$ 64.490

O Fiorino 2017 está disponível nas cores sólidas Branco Banchisa, Preto Vulcano e Vermelho Alpino, e na metálica Prata Bari (R$ 1.660 a mais).

Fiat Fiorino 2018 – motor

As duas versões do Fiat Fiorino 2018 são equipadas com o motor 1.4 litro Fire Evo flex de quatro cilindros, que consegue gerar 85 cavalos de potência com gasolina e 88 cv com etanol, a 5.750 rpm, e torque de 12,4 e 12,5 kgfm, a 3.500 rpm, associado a uma transmissão manual de cinco velocidades.

O propulsor é bem antigo, tendo sido lançado no Brasil em 2001 e passado por algumas atualizações, mantendo o bloco e cabeçote em alumínio, além de cárter em latão, bem como comando de válvulas simples, sem assistência eletrônica. O motor utiliza sistema de injeção eletrônica indireta com tecnologia Flex por injeção de combustível através de um compartimento no cofre do motor.

Com baixo custo de manutenção, o motor 1.4 Fire Evo entra na conta do baixo valor operacional do Fiat Fiorino 2018. O furgão até poderia contar com o motor Firefly 1.3 de até 109 cv, mas isso elevaria os custos de produção e seu preço final, mas o Fire Evo mais adiante dirá adeus e a Fiat não tem outro propulsor.

fiat-fiorino-2017-13 Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

Fiat Fiorino 2018 – desempenho

Segundo dados da marca, esse conjunto consegue fazer o furgão acelerar de 0 a 100 km/h em 11,9 segundos com etanol e 12,4 s com gasolina e atinge velocidade máxima de 158 km/h e 157 km/h, respectivamente.

Com baixo peso, o Fiat Fiorino 2018 apresenta uma boa performance com o motor 1.4 Fire Evo de até 88 cv no etanol. O bom torque em baixa garante saídas mais espertas com o veículo vazio ou parcialmente carregado. Velho conhecido, o propulsor tem funcionamento suave e garante um consumo adequado à proposta do furgão.

O câmbio de cinco marchas tem acionamento manual suave e preciso, assim como a embreagem de acionamento hidráulico. O conjunto motriz de modo geral é bem robusto e confiável. Já na dirigibilidade, a direção hidráulica do Fiat Fiorino 2018 é bem leve e permite maior conforto durante a condução e manobras.

Os freios atendem bem e a distribuição de força evita o desequilíbrio do conjunto, oferecendo assim maior segurança. A suspensão tem um ajuste firme e absorve parcialmente as irregularidades, mas entrega boa estabilidade em curvas, mesmo carregada. O Fiat Fiorino 2018 tem melhor distribuição de peso e uma plataforma mais rígida e estável que a anterior. A visibilidade foi sensivelmente melhorada com retrovisores maiores, mas o acesso ao baú continua o mesmo. Com separador de carga e habitáculo, o modelo oferece mais segurança.

fiat-fiorino-2017-29 Fiat Fiorino 2018: detalhes, preço, fotos, motor, equipamentos

Fiat Fiorino 2018 – consumo

O consumo, de acordo com as medições do Inmetro, é de 7,5 km/l na cidade e 8,3 km/l na estrada com etanol e 10,7 km/h e 12,1 km/h, respectivamente, com gasolina, com nota “A” na comparação relativa na categoria e “B” na comparação absoluta geral, com selo Conpet de eficiência energética.

Fiat Fiorino 2018 – manutenção e revisão

A Fiat faz a revisão a cada 10.000 km e vem com mão de obra gratuita. No caso do Fiat Fiorino 2018, o furgão tem custo total das revisões até 60.000 km em R$ 3.552. Além dos serviços da Fiat, que incluem inspeções em outros itens do veículo, recomendando a substituição se necessário dos itens de desgaste natural, tais como discos, pastilhas, pneus, limpadores de para-brisa, entre outros, as revisões são efetuadas com substituições de óleo de motor, filtro de óleo; elemento do filtro de ar, filtro de combustível, vela de ignição, fluido de freio e correia transmissão ar condicionado.

A Fiat conta ainda com assistência 24 horas para os carros em garantia, além de oferecer uma central de atendimento para emergências. A rede tem mais de 500 pontos de assistência em todo o Brasil. A oficina dos revendedores também realiza serviços de balanceamento e alinhamento de rodas, verificação de molas e amortecedores e sua substituição, faróis, lanternas, luzes internas, portas e vedações, entre outros.

Reparação e funilaria também são feitos, assim como pintura e polimento. Limpeza e higienização de interiores, além da oferta de acessórios para cuidados com o carro.

O MVP – Mopar Vehicle Protection consiste em planos de serviços exclusivos para manutenção do veículo. Ele oferece a Revisão Sob Medida, que pode ser paga no momento da compra do carro e a Garantia Estendida, indo além do período normal de cobertura.

Revisão

Custo

Quilometragem

1.4

10.000 km

R$ 208

20.000 km

R$ 428

30.000 km

R$ 664

40.000 km

R$ 580

50.000 km

R$ 404

60.000 km

R$ 1.268

Fiat Fiorino 2018 – ficha técnica

Fiorino 1.4 EVO 8V Flex Hard WorkingFiorino 1.4 EVO 8V Flex

Motor

PosiçãoTransversal, dianteiroTransversal, dianteiro
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Diâmetro x curso72,0 x 84,0 mm72,0 x 84,0 mm
Cilindrada total1.368 cm³1.368 cm³
Taxa de compressão12,35:112,35:1
Potência máxima (ABNT) / regime85 cv / 5.750 rpm (gasolina) 88 cv / 5.750 rpm (etanol)85 cv / 5.750 rpm (gasolina) 88 cv / 5.750 rpm (etanol)
Torque máximo (ABNT) / regime12,4 kgfm / 3.500 rpm (gasolina) 12,5 kgfm / 3.500 rpm (etanol)12,5 kgfm / 3.500 rpm (gasolina) 12,5 kgfm / 3.500 rpm (etanol)
Nº de válvulas por cilindro22
Eixo de comando de válvulasUm no cabeçoteUm no cabeçote

Ignição

TipoMagneti Marelli, eletrônica digital incorporada ao sistema de injeçãoMagneti Marelli, eletrônica digital incorporada ao sistema de injeção

Alimentação

CombustívelGasolina/ etanolGasolina/ etanol
Injeção eletrônicaMagneti Marelli, multiponto, sequencial indiretaMagneti Marelli, multiponto, sequencial indireta

Câmbio

Número de marchas5 à frente e uma à ré5 à frente e uma à ré
Relações de transmissão1ª – 4,273 2ª – 2,316 3ª – 1,444 4ª – 1,029 5ª – 0,795 ré – 3,9091ª – 4,273 2ª – 2,316 3ª – 1,444 4ª – 1,029 5ª – 0,795 ré – 3,909
Relação de transmissão do diferencial4,4004,400
TraçãoDianteira com juntas homocinéticasDianteira com juntas homocinéticas

Embreagem

TipoMonodisco a seco com mola a disco e comando mecânicoMonodisco a seco com mola a disco e comando mecânico

Sistema de freios

De serviçoHidráulico com comando a pedal e absHidráulico com comando a pedal e abs
DianteiroA disco ventilado (ø de 257 mm) com pinça flutuanteA disco ventilado (ø de 257 mm) com pinça flutuante
TraseiroA tambor (ø de 228 mm) com sapata autocentrante e regulagem automática de jogoA tambor (ø de 228 mm) com sapata autocentrante e regulagem automática de jogo

Suspensão dianteira

TipoMacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais e barra estabilizadoraMacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais e barra estabilizadora
AmortecedoresHidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeitoHidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeito
Elemento elasticMola helicoidalMola helicoidal

Suspensão traseira

TipoEixo rígido tipo ômegaEixo rígido tipo ômega
AmortecedoresHidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeitoHidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeito
Elemento elasticMola parabólica longitudinalMola parabólica longitudinal

Direção

TipoMecânica com pinhão e cremalheiraMecânica com pinhão e cremalheira
Diâmetro mínimo de curva10,6 m10,6 m

Rodas

Aro5,5×14¿5,5×14¿
Pneus175/70 r14175/70 r14

Peso do veículo

Em ordem de marcha (STD A)1151,0 kg1123,0 kg
Capacidade de carga650 kg650 kg
Carga máxima rebocável (sem freio)400 kg400 kg

Dimensões externas

Comprimento do veículo4.384 mm4.384 mm
Largura do veículo1.643 mm1.643 mm
Altura do veículo (vazio)1.900 mm1.900 mm
Distância entre-eixos2.717 mm2.717 mm
Bitola dianteira1.430 mm1.430 mm
Bitola traseira1.434 mm1.434 mm
Altura mínima do solo174 mm174 mm
Volume do porta-malas3100 litros3100 litros
Tanque de combustível58 litros58 litros

Desempenho

Velocidade máxima157 km/h (gasolina) 158,0 km/h (etanol)157 km/h (gasolina) 158,0 km/h (etanol)
0 a 100 km/h12,4s (gasolina) 11,9 s (etanol)12,4s (gasolina) 11,9 s (etanol)

Fiat Fiorino 2018 – fotos

4.0

COMPARTILHAR:
  • oloko

    É, vivi para ver a mopar fazendo acessório para uma fiorino! kkkk

    • Franco da Silva

      Ecobag Mopar deve ser demais! huahua

      • Luiz Fernando

        As peças de lataria da fiat vem tudo mopar agora e de péssima qualidade!

    • invalid_pilot

      Pobre Mopar, pior que tem fanboy que acha que ta comprando peça pra um Challenger

    • Eduardo Alves

      Se não fosse essa infelicidade talvez nem estaria vendo essas marcas.

  • fschulz84

    “De Land Rover é fácil, é mole, é lindo, quero ver jogar a gata no fundo da Fiorino”.

    Pelo preço, a letra dessa música (tosca por sinal) vai mudar em breve.

    • Austin&Katya

      Pelo preço, jogar a gata no fundo da Fiorino já é ostentação

    • Danillo Barros

      Se esses preços isso não forem um tapa na cara do brasileiro é no mínimo uma cusparada escrota…

  • Mr. Car

    Esta Hard Working está boa para uma aventura easy rider: faço umas adaptações para dormir nela, e saio viajando por este brasilzão véio sem porteira, he, he!

  • M_13

    Por esse preço poderia oferecer o motor novo né, pelo menos na versão top ou como opcional!!

  • A partir de 53 mil num uno vivace de caçamba. Meu Deus!

    • Mr. Car

      Caçamba, não: baú. He, he!

  • João Cagnoni

    Pior que isso, só um Etios furgão…

  • Tosca16

    Tá, até aceito permanecer com o visual antigo mas Fiat pelo amor de Deus poderia ao menos colocar a motorização decente que vocês colocaram no Uno 2017; aquele motor 1.3 FIREFLY juntamente da direção elétrica daria novos ares a velhinha Fiorino .

    • invalid_pilot

      Exato, a Fiat gosta de espremer até o último, ao menos poderia ter versão com esse motor novo ou o Fire

  • Edu Lima

    Nem recebeu reestilização, nem o novo motor.. poxa Fiat, vamos melhorar né!!

  • Dimitri Diegoli

    Por esse preço dá quase pra comprar uma Dobló Cargo…

  • A lei do menor esforço. Se houvesse alguma concorrência mais séria do segmento, com certeza estaria com a frente do uno atual e os novos motores, além é claro de preços melhores. Quem precisa deste tipo de veículo, acaba ficando refém, ou faz as adaptações nas montanas da vida.

  • Rafael Santos

    tá loco… dá pra comprar um caminhão por esse valor…

  • ViniCarvalho77

    53 mil…. Eitaaaaaaa!

  • Tosoobservando

    Nova Kombi? Que preços são estes??

  • Elfo Safadão.

    Não seria melhor comprar um Doblo?
    Acho que para trabalho tem mais motor.

    • EuMeSmObYmYsElF

      Doblo tem o mesmo motor por 3 mil a mais (e talvez alguns equipamentos a menos, não parei pra comparar as listas).. com o 1.8 começa em 60 conto ….. sim, a Doblo furgão 1.8 começa em 60 paus (62 na verdade)..

      • Elfo Safadão.

        Como pode, né?
        Muito dinheiro pra pouco carro.

  • Felippe2010

    A Fiat ta muito piadista mesmo, pagar 60 mil reais num uno com um caixote enxertado na traseira?? menos Fiat bem menos, esse “veiculo de carga” ai vale no máximo 35 mil e ainda ta caro!!!

  • jkpops

    Na realidade essa carroça não vale mais que 20 mil pois a fiorino Antiga é bem melhor essa além do baú parecer de papelão qualquer carga que se movimente lá dentro estufa a lata pra fora aí não tem mais aquele porta treco no interior da cabine e o estepe foi pra trás do Banco do passageiro fora que não tem para-choque traseiro qualquer encostada mínima as portas do baú vão pro beleléu…

  • João Holmes

    Se a Kombi estivesse ainda em linha quanto estaria hoje?

  • Cristiano

    A dois meses comecei a procurar um carro para minha esposa fazer o transporte de material dela para feiras de moda. É um evento por semana e na região metropolitana do RJ.

    Tenho um Citroen C4 Picasso 2014 e o carro quase cabe tudo com os bancos deitados, tenho que dar uma segunda viagem por poucos itens.

    Procurei Doblô e Fiorino e me assustei com os preços e pra completar a minha esposa ainda implicou com a impossibilidade de ter cambio automático.

    Sabe qual a saida?

    Vou comprar um C4 Grand Picasso 2010 com uns 50K km que vai caber tudo, tem ar condicionado, limpador automático, cambio automático, direção elétrica, etc… Vai me custar uns 30.000,00, Mais barato que um Doblô com mesma idade e com 100K km rodados.

    Ok, meu caso é muito específico pq não vou andar o que esses caras de entrega andam com uma Fiorino, mas NO MEU CASO está me parecendo a melhor saída. Sem contar que dar pra adesivar e fazer uma aparência muito boa para uma marca de bijuterias.

    • Felippe2010

      melhor coisa que você faz, queimar 50 mil num Uno Baú com motor 1.4 não dá hehe

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email