Combustíveis Fiat Preços Sedãs

Fiat Grand Siena volta a ter opção de GNV a partir de R$ 54.990

Fiat Grand Siena volta a ter opção de GNV a partir de R$ 54.990

Não é o mesmo Tetrafuel de antes, mas traz de volta o gás natural veicular. O Fiat Grand Siena retorna com a opção de utilizar GNV em uma versão preparada para receber kit gás com preço sugerido de R$ 54.990. O retorno já havia sido antecipado pelo governo de Minas Gerais.


Herlander Zola, chefe da Fiat para a América Latina e diretor comercial do Brasil, diz: “O Grand Siena já é um produto consagrado da Fiat, especialmente entre os profissionais. O Novo Grand Siena Attractive 1.4 preparado de fábrica para a instalação do kit gás, mantendo a garantia original após a instalação, o torna ainda mais atrativo ao oferecer o menor custo por quilômetro rodado entre os veículos de sua categoria e faixa de preço”.

Fiat Grand Siena volta a ter opção de GNV a partir de R$ 54.990

Certificada pelo Inmetro, a instalação do kit gás mantém os cilindros pressurizados dentro do porta-malas, que tem 520 litros e ainda permite acomodar bastante bagagem, algo importante para taxistas em aeroportos e rodoviárias. Porém, não apenas para o kit instalado, mas modificações são feitas no motor, diferente das conversões feitas por particulares.


Fiat Grand Siena volta a ter opção de GNV a partir de R$ 54.990

Nesse caso, o Fiat Grand Siena GNV recebeu melhoramentos no propulsor 1.4 Fire Evo, entre elas cabeçote com válvulas e sedes produzidas com material mais resistente e com nova geometria, garantindo durabilidade e confiabilidade diante do uso do gás. O coletor de admissão foi reprojetado com nova posição dos bicos injetores de gás, agora em posição correta.

Fiat Grand Siena volta a ter opção de GNV a partir de R$ 54.990

De acordo com a Fiat, “isso traz mais segurança e maior rendimento para a conversão, pois melhora o enchimento do motor e a formação da mistura ar combustível”. A marca revela ainda que as mudanças visam ampliar a vida útil do motor e reduzir a depreciação na hora da revenda.

O Fiat Grand Siena GNV vem com direção hidráulica, ar condicionado, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, computador de bordo, preparação para som, entre outros.

Fiat Grand Siena volta a ter opção de GNV a partir de R$ 54.990
Nota média 3.4 de 8 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Deadlock

    Será que agora explode em vendas?

    • Tosca16

      Vender bem vai.

    • Rafaelprado

      Explodir, não explode. Mas vai bombar entre motorista de aplicativos que alugam carro para trabalhar.

    • Silvio Luiz

      o governo traiu a população, o GNV aumentou 100% o valor, mais caro que etanol e quase preço da gasolina, sendo que outras marcas, vc perde garantia de fabrica, risco de problemas no cabeçote, vistorias, sem falar no cilindrão com 60 kilos no seu porta malas, carro fica mais fraco e no fim vc paga o combustivel mais caro que etanol,
      GOVERNO BRASILEIRO SEMPRE FOI TRAIRA
      SE FOSSE POR MIM TODA POPULAÇÃO QUE USA GNV DEVERIA TIRAR E LARGAR O CILINDRO NO MEIO DA RUA PARA O GOVERNO TER MAIS RESPONSABILIDADE, SER JUSTO COM A POPULAÇÃO.
      CUIDADO SENÃO VC VAI TIRAR O CILINDRO E ANDAR COM ELE NA CABEÇA….

      • Paulo Reis

        Primeiro a gente tira a Dilma… depois deixa a festa para o mercado, vem ai os anos 90, neoliberalismo na veia igual nossos hermanos. Nossa meta é chagar no FMI, deixa acabar as reservas internacionais que o governo anterior deixou. Alias, qual país neoliberal deu certo??

    • LL

      Vai passar o cronos…kkk

    • Vender eu não sei, mas explodir quem sabe? kkkkkkkkk!!!

  • Felix Sehnem

    Muito bom
    Vai vender bem

  • Tosca16

    Se fosse o 1.3 Firefly nessa bagaça ia dá um caldo e tanto, mas mesmo com esse 1.4 só por ter o GNV as vendas vão dá aquele salto.

    • invalid_pilot

      1,4 com GNV deve estar homologado já – ai no desespero a FIAT faz isso pra ter baixo custo.

  • Feliphe Santos

    Não desmerecendo o carro, que é uma boa opção pra frotistas, mas um carpete pra ocultar os cilindros cairia bem! Tô sendo muito exigente ou concordam?

    • Leandro Oliveira

      O carro nao vem com os cilindros. Vc quem tem que comprar. Releia a materia.

    • leomix leo

      QQ capoteiro faz isso, uma capinha pra poder esconder os Minions.

      • Edson Fernandes

        O que ele reclama é vc ter mais esse custo.

  • RTEC30

    Não entendo nada de preparação de gás, sei que as instalações evoluíram nos últimos anos. Espero que atualizem.
    Estranho tirarem de linha e anos depois colocarem de novo, sem melhorias de fato.

    • Tosca16

      Pergunte a quem tem, não vende, não troca; conheço taxista que finalmente vai trocar de Siena; esses de fábrica não dão defeito no kit gás, na época que tiraram de linha foi mais pelo fim de contrato com a empresa lá que fornecia os kit.

      • Geraldo Xavier

        White martins se não me engano

        • Tosca16

          Sim, iria dizer isso, mas depois não a citei.

    • Ducar Carros

      Voltaram com ele por causa da lei mineira nº 23.174/2018, que passou a isentar o IPVA de veículos a gás fabricados em MG. As locadoras sediadas em BH exigiram seu retorno.

  • Cleidson

    Não seria melhor colocar o GNV no Cronos?

    • Objetivo: Liberar refugo…

      • Rafaelprado

        Exatamente, logo menos em um Cronos perto de voce.

      • Marcus Mendes

        Esse motor 1.4 movido a gasolina tem potencia baixa, com gás então vai virar uma tartaruga.
        Deveriam instalar esse sistema no Cronos 1.3 ou 1.8.

        • Edson Fernandes

          DEveria ter sido isso. Além de alavancar as vendas do Cronos, seria um apelo comercial forte em aumento nas vendas do produto que receber mais um recurso para se manter “atualizado”.

    • Leopss

      Cronos é fabricado na Argentina.

  • Bruno Alves

    Custava nada ter colocado um carpete ali hein…

    • Leandro Oliveira

      O carro nao vem com os cilindros. Vc quem tem que comprar. Releia a materia!

    • Alisson Bona

      Questão de segurança, igual ao fumê, por lei o examinador tem que ver o cilindro por completo para verificar eventual vazamento e conseguir extinguir fogo/pressão se necessário. Porém depois pode colocar o carpete e esquecer que ali existe um cilindro.

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    Toda montadora deveria ter essa opção de colocar um kit gás de fábrica, pelo menos as versões frotistas como onix e prisma 1.0 e 1.4, sandero e logan 1.0 e 1.6, Ka e ka sedan 1.0 e 1.5. Seria interessante (hoje se não me engano já está na 5ª geração o kit gás e mesmo os 1.0 perdem quase nada de potência)

    • Everaldo Junior

      Aqui no RJ o kit de 6ª geração que foi desenvolvido visando os carros com motor turbo!

      • leomix leo

        Já tem um ano essa 6° geração aqui na Bahia, segundo relatos de usuários, o carro não perde força pq o sistema detecta a necessidade de mais torque e injeta combustível junto com o gás, por isso tem um melhor desempenho.

      • Davi Millan

        Já tem o kit gas para carros turbo? Fiquei interessado, pois aqui em SC o gás compensa tanto quanto ai no Rio, tendo uma diferença de preço absurda pra gasolina. Um carro turbo pra trabalhar não é nada mal, pois rodo basicamente dentro da cidade apresentando imóveis para locação.

        • Everaldo Junior

          Já vi motorista de app rodando com carros turbo e usando GNV 5° geração e não vi nenhum deles reclamando, inclusive em um C4 lounge thp. Porém esse 6° geração tem o controle de injeção de gás de maneira eletrônica, diferente do 5° geração que só reconhece quando o motor está quente e passa para o gás automaticamente.

  • Domenico Monteleone

    Pessoal da praça vai gostar dessa.

    • Rafaelprado

      e a galera dos aplicativos??

  • Geraldo Xavier

    Se fosse no etorq seria melhor ainda

  • Denis

    O kit GNV fez o Grand Siena ganhar mais alguns anos no mercado. Muitos sites disseram que o modelo sobreviveria até o fim deste ano, mas vejam que a Fiat mudou por completo o rumo do sobrevivente sedã da família Palio. E este é o argumento mais racional de mante-lo em linha, pois o Grand Siena não requer de motor FireFly como no Argo e Cronos, pois o bloco Fire 1.4 dá conta do recado.
    Assim como o ausente sistema de multimídia que o tornaria atraente, porem caro de mantê-lo. O Grand Siena não paga mal com um humilde radio de toca discos, pois tem entradas USB e bluetooth, além de obter comandos no volante….. Visualmente falando, não é um Fiat defasado. Pois foi lançado em abril de 2012, ou seja, acabou de completar sete anos de mercado. Embora permaneça sem grandes atualizações de estilo, seu destino encaminha a um passo para a Fiat desenvolver a nova geração do Uno, que contará com uma inédita versão sedã. Podendo permanecer ao longo de dois anos ou mais……

    • Logo deve ganhar atualização no painel, se continuar em linha por mais tempo, colocando a multimídia externa, como Argo e Cronos.

    • Andre Cupertino

      O Prêmio vai voltar?

      • Enzoando

        Seria interessante…

      • leitor

        Oggi e Panorama também.

  • Quantos km/l faz esse carro?

    • leomix leo

      Na gasolina, com o pé leve, já fiz 20 fácil, com um que o sogro tinha, carro com somente 2 ocupantes e sem bagagem, carro cheio e com ar ligado faz fácil 15/16km/L.

  • Baetatrip

    ….Engraçado……
    A Fiat “relança” a versao GNV e mete o preço dos cilindros GNV por fora?
    E como ter carro normal e colocar cilindro GNV….
    Está meio confuso…!

    • Emanuel Schott

      Nao é. Colocar cilindros por fora sem as devidas adaptações de fabrica anula a garantia, além de desgastar mais rápido as peças e desvalorizar o veículo.

  • Ricardo Blume

    Do jeito que andam os preços dos combustíveis, a Fiat terá que lançar um modelo movido a lixo, igual o DeLorean Time Machine. Brincadeiras a parte, excelente para taxistas e motoristas de aplicativos.

  • Fabio Assunção

    Esclarecendo a dúvida de muitos (inclusive a minha), fui no site da FIAT e verifiquei que essa “preparação para GNV” trata-se de um opcional de 690 reais que você pode inserir no Grand Siena 1.4. Aí ele viria com essa predisposição para instalação do KIT GNV por terceiros. Não tem mais informações sobre o que está contido essa predisposição.

    • leitor

      Este opcional serviria para outro carro da Fiat?

  • Bruno Volpato

    Tivemos 4 sienas tetrafuel. Todos os carros foram rodados até 200 mil km. Carro maravilhoso, econômico e custo mto baixo de manutenção. Infelizmente a Fiat nos abandonou. Hj tenho um Toro no GNV. Com 20 metros instalados no lugar do estepe. Seria um sonho novamente ter modelos p comprar sem precisar das instaladoras.

  • leitor

    Os carros no Brasil já deveriam sair da fábrica sem perder nenhuma garantia pela instalação do kit de GNV homologada pelo Inmetro. Assim não se perderia nem na instalação nem na revenda e acabaria com a revisão anual que inclui aspectos não relacionados ao sistema além de ser pago. Daria até pra fazer uma experiência sem tanta burocracia.

  • Eric PB

    Ta ai um carro com preço mais realista. Espero que tenha sucesso!

  • Eric PB

    mas então não vem com os cilindros… kkk bem q eu achei ‘barato’.
    ”O Novo Grand Siena Attractive 1.4 preparado de fábrica para a instalação do kit gás, mantendo a garantia original após a instalação”

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email