Fiat Manutenção Montadoras/Fábricas Populares Recalls

Fiat Mobi – defeitos e problemas

Fiat Mobi - defeitos e problemas

Apresentado pela Fiat como um irmão mais novo do Uno, o Mobi chegou ao mercado brasileiro em abril de 2016. Sua proposta incluía ser um carro para um público mais jovem e também para as cidades grandes, já que seu tamanho facilitaria a vida no trânsito.


Mesmo com algumas qualidades, o Mobi acabou tendo um desempenho bem abaixo do esperado pela marca italiana no início de suas vendas. Em seu ano de estreia, quando contou com o fator novidade, ele emplacou apenas 28.731 unidades, o que o deixou em 18º entre todos os automóveis. Entre os modelos do seu segmento, que são os veículos de entrada, o Mobi acabou na 7ª posição, atrás de Ka, Palio, Gol, up!, Etios e o próprio Uno.

É verdade que ser lançado ao longo do ano o prejudicou, já que ele não contou com as vendas dos primeiros meses. Por isso o ano seguinte prometia dar uma visão mais correta sobre sua posição no mercado. E o final de 2017 revelou números melhores: 54.270 unidades vendidas e 8ª posição no geral. Isso acabou, obviamente, refletindo também em seu segmento, onde o Mobi ficou em 3º, atrás apenas de Ford Ka e VW Gol, com 14,44% de participação nas vendas dos veículos de entrada.

E em 2018? Bem, ao final do primeiro trimestre o subcompacto da Fiat está em 12º lugar, com 12.335 unidades emplacadas. Diante de seus concorrentes diretos, o Mobi caiu para o 4º lugar, principalmente devido à chegada do Renault Kwid. Esses números mostram que o Fiat Mobi ganhou seu lugar no mercado, mas não apresentou qualidades suficientes para desbancar Ka e Gol, que há muito tempo dominam o segmento.


Mas o que os proprietários do modelo tem a dizer sobre sua experiência com ele? Alistamos abaixo, com base nos relatos do site Reclame Aqui e de fóruns especializados, as principais reclamações de quem tem um Mobi na garagem.

Vedação das portas

Fiat Mobi - defeitos e problemas

Os relatos de problema com a vedação das portas são, sem dúvida, a principal reclamação encontrada em relação ao Fiat Mobi. São muitos relatos de proprietários que se assustam ao entrar no carro depois de uma chuva, forte ou não.

Um dos relatos, do dono de um Mobi 2019, fala sobre o acúmulo de água no espaço entre a porta e a borracha de vedação após uma chuva, que rendeu um banho no motorista quando foi sair do carro. Ele relata que isso foi piorando nas próximas chuvas, chegando a entrar água dentro do carro. Ao questionar um funcionário da marca numa revisão, foi dito que “o carro não foi projetado para receber chuva, a água fica acumulada entre a porta e a borracha pois o carro não tem o acessório que deveria vir de fábrica em todos os carros, que é uma canaleta interna para escoar a água externa”.

No caso de um outro proprietário, o problema da vedacão das portas aconteceu quando o carro tinha um ano de uso. A água da chuva estava entrando pelas portas dianteiras, problema que, segundo ele, não acontecia antes do veículo passar por uma revisão. Quando questionou a concessionária sobre isso, a resposta foi que a garantia já tinha acabado (ela é de 3 anos apenas para motor e peças, segundo o funcionário), por isso ele teria de arcar com o reparo.

Outro dono, que comprou o carro em outubro de 2017, relata que o problema de infiltração nas quatro portas começou a aparecer quando o carro tinha apenas 1.500 km rodados. Depois de levar o veículo duas vezes na concessionária, o problema piorou, com água entrando por outros pontos. Outros relatos sobre o mesmo problema podem ser vistos aqui, aqui e aqui.

Ruídos excessivos

Fiat Mobi - defeitos e problemas

Uma parte das reclamações em relação ao Mobi tem a ver com fortes ruídos, de pontos diferentes. É claro que todo veículo faz algum barulho, mas segundo os proprietários, no Mobi ele é acima do normal.

Uma das reclamações cita que um ruído muito forte embaixo do carro começou com apenas dois dias de uso do veículo. Outro relato fala sobre um barulho no painel do carro, no lado do passageiro, num modelo com uma semana de uso. O carro foi levado para a concessionária nesse momento, e como o problema persistiu, novas reclamações foram feitas nas revisões, mas os ruídos não foram solucionados.

Outro dono reclamou sobre estalos no lado esquerdo do carro, e isso logo no primeiro dia de uso. Segundo ele, o problema acontecia quando o carro fazia uma conversão. O carro foi para a concessionária várias vezes, mas todas as tentativas de resolver o problema foram frustradas. Os técnicos verificaram a tampa do porta-malas, os bancos e até os pontos de solda, tentando encontrar o que originava os estalos. Depois de dois meses, o problema finalmente foi resolvido (o relato não diz como).

Carro desliga sozinho

Fiat Mobi - defeitos e problemas

Um problema mais sério onde relatos também podem ser encontrados em relação ao Mobi é quando o carro está em movimento e para de funcionar. Num dos relatos, dum modelo com menos de 10.000 km rodados, o painel apagou e o carro não funcionou mais.

Outro dono, que está com o carro há quatro meses, relata que a luz da injeção eletrônica acende e o carro para de funcionar. O problema persiste, mesmo após ter sido levado na concessionária. Outro relato fala sobre um Mobi que perde aceleração e também para de funcionar, enquanto outro proprietário também cita a mesma falha, com o motor desligando sozinho.

Fortes odores no interior

Fiat Mobi - defeitos e problemas

Outro tipo de problema citado pelos donos do Mobi são fortes odores dentro da cabine, por variados motivos. Um deles é o forte cheiro de gasolina quando abastecem, um problema que pode ser causado por vazamentos (no motor ou no próprio tanque), problema na tampa de abastecimento ou outros.

Num dos relatos a respeito disso, o proprietário fala sobre essa situação, que ocorreu com apenas dois meses de uso do carro. Além do forte cheiro de gasolina, o mesmo relato cita um forte odor entrando pela cabine quando o ar-condicionado estava ligado, problema que foi resolvido na concessionária.

Outros problemas: espuma do banco, consumo, etc.

Além dos relatos citados acima, também é possível encontrar outros tipos de problema citados por donos do Fiat Mobi. Um relato curioso é sobre um modelo que apresenta problema no banco do motorista, que é mais baixo que o banco do passageiro ao lado. Segundo a proprietária, que tem 1,70 m de altura e sente dificuldades ao dirigir o carro, o veículo foi encaminhado para uma perícia, que determinou a troca da espuma do banco. Apesar da medida, o problema continuou, pois a espuma cedeu novamente.

Outros problemas citados incluem o alto consumo de combustível, problemas na bomba de combustível, na marcha à ré (que entra com dificuldade) e na falta de visibilidade do painel, além de problemas com a tampa do porta-malas (por ser de vidro, ela esquenta muito, queimando a mão ao abri-la, além de quebrar com facilidade).

Recalls do Fiat Mobi

Desde o seu lançamento, o Fiat Mobi já passou por dois recalls. Um deles, feito em dezembro de 2017, envolvia os modelos 2016 a 2018 do Mobi, para a atualização do software da central eletrônica do comando da chave de setas.

Outro chamado, de outubro de 2017, abrangia as versões Easy e Like do Mobi, ano 2017, por causa da possibilidade de quebra da trava de segurança responsável pela fixação do pino de sustentação das engrenagens satélites no diferencial.

Fiat Mobi – defeitos e problemas
Nota média 4 de 2 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email