Fiat Manutenção Montadoras/Fábricas Populares Recalls

Fiat Mobi – defeitos e problemas

Fiat-Mobi-Drive-GSR-2018-2-1

Apresentado pela Fiat como um irmão mais novo do Uno, o Mobi chegou ao mercado brasileiro em abril de 2016. Sua proposta incluía ser um carro para um público mais jovem e também para as cidades grandes, já que seu tamanho facilitaria a vida no trânsito.


Mesmo com algumas qualidades, o Mobi acabou tendo um desempenho bem abaixo do esperado pela marca italiana no início de suas vendas. Em seu ano de estreia, quando contou com o fator novidade, ele emplacou apenas 28.731 unidades, o que o deixou em 18º entre todos os automóveis. Entre os modelos do seu segmento, que são os veículos de entrada, o Mobi acabou na 7ª posição, atrás de Ka, Palio, Gol, up!, Etios e o próprio Uno.

É verdade que ser lançado ao longo do ano o prejudicou, já que ele não contou com as vendas dos primeiros meses. Por isso o ano seguinte prometia dar uma visão mais correta sobre sua posição no mercado. E o final de 2017 revelou números melhores: 54.270 unidades vendidas e 8ª posição no geral. Isso acabou, obviamente, refletindo também em seu segmento, onde o Mobi ficou em 3º, atrás apenas de Ford Ka e VW Gol, com 14,44% de participação nas vendas dos veículos de entrada.

E em 2018? Bem, ao final do primeiro trimestre o subcompacto da Fiat está em 12º lugar, com 12.335 unidades emplacadas. Diante de seus concorrentes diretos, o Mobi caiu para o 4º lugar, principalmente devido à chegada do Renault Kwid. Esses números mostram que o Fiat Mobi ganhou seu lugar no mercado, mas não apresentou qualidades suficientes para desbancar Ka e Gol, que há muito tempo dominam o segmento.


Mas o que os proprietários do modelo tem a dizer sobre sua experiência com ele? Alistamos abaixo, com base nos relatos do site Reclame Aqui e de fóruns especializados, as principais reclamações de quem tem um Mobi na garagem.

Vedação das portas

fiat-mobi-drive-gsr-avaliação-NA-17

Os relatos de problema com a vedação das portas são, sem dúvida, a principal reclamação encontrada em relação ao Fiat Mobi. São muitos relatos de proprietários que se assustam ao entrar no carro depois de uma chuva, forte ou não.

Um dos relatos, do dono de um Mobi 2018, fala sobre o acúmulo de água no espaço entre a porta e a borracha de vedação após uma chuva, que rendeu um banho no motorista quando foi sair do carro. Ele relata que isso foi piorando nas próximas chuvas, chegando a entrar água dentro do carro. Ao questionar um funcionário da marca numa revisão, foi dito que “o carro não foi projetado para receber chuva, a água fica acumulada entre a porta e a borracha pois o carro não tem o acessório que deveria vir de fábrica em todos os carros, que é uma canaleta interna para escoar a água externa”.

No caso de um outro proprietário, o problema da vedacão das portas aconteceu quando o carro tinha um ano de uso. A água da chuva estava entrando pelas portas dianteiras, problema que, segundo ele, não acontecia antes do veículo passar por uma revisão. Quando questionou a concessionária sobre isso, a resposta foi que a garantia já tinha acabado (ela é de 3 anos apenas para motor e peças, segundo o funcionário), por isso ele teria de arcar com o reparo.

Outro dono, que comprou o carro em outubro de 2017, relata que o problema de infiltração nas quatro portas começou a aparecer quando o carro tinha apenas 1.500 km rodados. Depois de levar o veículo duas vezes na concessionária, o problema piorou, com água entrando por outros pontos. Outros relatos sobre o mesmo problema podem ser vistos aqui, aqui e aqui.

Ruídos excessivos

fiat-mobi-drive-gsr-2018-impressões-NA-15

Uma parte das reclamações em relação ao Mobi tem a ver com fortes ruídos, de pontos diferentes. É claro que todo veículo faz algum barulho, mas segundo os proprietários, no Mobi ele é acima do normal.

Uma das reclamações cita que um ruído muito forte embaixo do carro começou com apenas dois dias de uso do veículo. Outro relato fala sobre um barulho no painel do carro, no lado do passageiro, num modelo com uma semana de uso. O carro foi levado para a concessionária nesse momento, e como o problema persistiu, novas reclamações foram feitas nas revisões, mas os ruídos não foram solucionados.

Outro dono reclamou sobre estalos no lado esquerdo do carro, e isso logo no primeiro dia de uso. Segundo ele, o problema acontecia quando o carro fazia uma conversão. O carro foi para a concessionária várias vezes, mas todas as tentativas de resolver o problema foram frustradas. Os técnicos verificaram a tampa do porta-malas, os bancos e até os pontos de solda, tentando encontrar o que originava os estalos. Depois de dois meses, o problema finalmente foi resolvido (o relato não diz como).

Carro desliga sozinho

fiat-mobi-drive-gsr-avaliação-NA-43

Um problema mais sério onde relatos também podem ser encontrados em relação ao Mobi é quando o carro está em movimento e para de funcionar. Num dos relatos, dum modelo com menos de 10.000 km rodados, o painel apagou e o carro não funcionou mais.

Outro dono, que está com o carro há quatro meses, relata que a luz da injeção eletrônica acende e o carro para de funcionar. O problema persiste, mesmo após ter sido levado na concessionária. Outro relato fala sobre um Mobi que perde aceleração e também para de funcionar, enquanto outro proprietário também cita a mesma falha, com o motor desligando sozinho.

Fortes odores no interior

fiat-mobi-drive-gsr-avaliação-NA-20

Outro tipo de problema citado pelos donos do Mobi são fortes odores dentro da cabine, por variados motivos. Um deles é o forte cheiro de gasolina quando abastecem, um problema que pode ser causado por vazamentos (no motor ou no próprio tanque), problema na tampa de abastecimento ou outros.

Num dos relatos a respeito disso, o proprietário fala sobre essa situação, que ocorreu com apenas dois meses de uso do carro. Além do forte cheiro de gasolina, o mesmo relato cita um forte odor entrando pela cabine quando o ar-condicionado estava ligado, problema que foi resolvido na concessionária.

Outros problemas: espuma do banco, consumo, etc.

Além dos relatos citados acima, também é possível encontrar outros tipos de problema citados por donos do Fiat Mobi. Um relato curioso é sobre um modelo que apresenta problema no banco do motorista, que é mais baixo que o banco do passageiro ao lado. Segundo a proprietária, que tem 1,70 m de altura e sente dificuldades ao dirigir o carro, o veículo foi encaminhado para uma perícia, que determinou a troca da espuma do banco. Apesar da medida, o problema continuou, pois a espuma cedeu novamente.

Outros problemas citados incluem o alto consumo de combustível, problemas na bomba de combustível, na marcha à ré (que entra com dificuldade) e na falta de visibilidade do painel, além de problemas com a tampa do porta-malas (por ser de vidro, ela esquenta muito, queimando a mão ao abri-la, além de quebrar com facilidade).

Recalls do Fiat Mobi

Desde o seu lançamento, o Fiat Mobi já passou por dois recalls. Um deles, feito em dezembro de 2017, envolvia os modelos 2016 a 2018 do Mobi, para a atualização do software da central eletrônica do comando da chave de setas.

Outro chamado, de outubro de 2017, abrangia as versões Easy e Like do Mobi, ano 2017, por causa da possibilidade de quebra da trava de segurança responsável pela fixação do pino de sustentação das engrenagens satélites no diferencial.

COMPARTILHAR:
  • truco

    “o carro não foi projetado para receber chuva”
    Whata?!
    Sem mais. Tem algo q presta?

    • Lúcio

      kkkkkkkkkk detonou legal! Mas tipo assim, eu gostei do modelo de 2019, mudou muita coisa: https://novoscarros.com.br/novo-fiat-mobi-2019/

      • Rapaz, seguindo todos os comentários que está fazendo no NA, 2019 vai ser uma revolução automotiva no Brasil. Kkkkk

    • Catucadao

      acontece afinal carro pra massas e feito em grande quantidades tem disso mesmo

    • Abdallah

      Cara ia comentar justamente isso, ou o mecânico é um charlatão mentiroso, ou a Fiat é uma marca porca que realmente está de sacanagem.

  • Joaquim Grillo

    bem feio pagar 40 mil em uma latinha de sardinha, estou com meu corolla 2010 com 120 mil km não tem nada desses defeitos ao contrário só me dá alegrias pois ele não desvaloriza nada meta agora é pegar um 2016

    • Erivelton Freitas

      Não, imagine…. Claro que você vai vender esse Corolla 2010 hoje e vai pegar R$ 120.000 fácil! Pode ter certeza amiguinho!

      • Marcelo MF

        Sim, ele vai levar na css da Toyota deixar o dele e pegar um novo sem custo nenhum .. pois não teve nehuma desvalorização ..rsrsrs

      • afonso200

        um corolla 2010 perde em media 2mil reais ano….ja um mb ZERO de 45mil rais, perde 7mil no primeiro ano, no segundo ano perde 3 mil. no segundo ano segue 2 ou 3 mil….e o corolla em 3 anos só perdeu 6mil….. se for corolla automatico entao nem baixa tanto

        • Erivelton Freitas

          Aaaahhhhhhhhhhhh ta!

      • Unknown

        Ele disse 120 mil Km e não que pagou R$120.000!

        • Erivelton Freitas

          Sarcasmo = Algo que nem todos entendem!

          • Unknown

            Bom, em momento algum ele disse que acharia que venderia o carro por R$120 mil. Não sei de onde você tirou esta pérola, deu a entender que confundiu a Km com o valor.

            • Erivelton Freitas

              Não meu filho, o comentário foi bem claro, sobre a valorização/desvalorização de um produto Toyota, e o uso do ‘número’ R$ 120.000 tem a ver com o preço do Corolla Altis 2018. No mais, entenda como quiser…

              • Unknown

                De qualquer forma um Corolla 2016, como ele informou que é a pretensão de aquisição dele, custa na faixa de R$80.000, no máximo, mesmo sendo a verão de topo Altis.

    • Alexandre

      parem de ser doidos. em momento algum ele disse que vai trocar o usado pelo 2016 e não pagar nada a mais. está bem subentendível que vai dar de entrada ou interar com mais. desculpem a palavra, mas tem que ser muito bocó pra achar que é possível trocar um carro 2010 com 120k km pelo mesmo modelo 2016… a não ser q seja uma carretinha rs

    • Piston head

      Quem sabe vc consegue lucrar na venda hein

      • Joaquim Grillo

        Não vou lucrar vou perder menos, e meu sistema nervoso fica mais intacto pois não passo raiva com o carro o coração fica mais saudável

  • Fanjos

    ““o carro não foi projetado para receber chuva”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    No máximo pode receber umas duas cuspidas, mais que isso a vedação não segura xD

    • O bom é que uma ducha completa, é realmente completa no Mobi. Até os bancos são lavados.

    • Rafael Neves

      Pior que não é só no Mobi que isso acontece.. tive uma Uno na empresa onde trabalho que também apresentava o mesmo problema… em chuva moderada a forte entrava água pela borracha de “vedação” das portas… molhava banco e carpetes sempre…

  • Fanjos

    “Segundo a proprietária, que tem 1,70 m de altura e sente dificuldades ao dirigir o carro, o veículo foi encaminhado para uma perícia, que determinou a troca da espuma do banco. Apesar da medida, o problema continuou, pois a espuma cedeu novamente.”

    Aqui MUITO mais importante que a altura o que realmente importa é: Quantas arrobas essa senhora pesa?

    • ObservadorCWB

      Se o carro não foi projetado para receber chuva, talvez não tenha sido projetado para receber MOTORISTA no banco dianteiro esquerdo..kkk

      • JOSE DO EGITO

        O UP tambem entrava agua no porta malas ! e olha que o UP é um carro com projeto moderno,europeu,de alta tecnologia……………hocccc….hocccc…

        • Verdades sobre o mercado

          Você viu os testes de longa duração do Mobi e do up na Quatro Rodas ? Você viu a pontuação do up da pesquisa “Os Eleitos” da mesma revista ?

        • dogmarley

          meu up 45k km e nem uma gota de infiltração

    • Um deputado de direita disse isso. Não sabe a m… Que está dando.

      • Fanjos

        Hoje em dia onde só tem mimimi e vitimismo e não se pode mais falar mais a verdade, eu não duvido.

  • Henrique12

    “o carro não foi projetado para receber chuva”,era mais fácil o funcionário dizer “o carro não foi projetado”…

  • Tibúrcio

    O up, concorrente direto do Mobi, não foi mencionado por quê?

    • Lúcio

      Realmente! Temos que dar palmas para o UP: Compacto que todos respeitam… Já viram o UP 2019? Tá demais! https://novoscarros.com.br/novo-up-2019/

      • Tibúrcio

        É bem melhor que o Mobi!
        Mas também não é tudo isso.

        • Eu diria que é bem melhor que o Mobi, mas cobra muito, muito bem por isso. É bem mais caro que o modelo da Fiat em configurações de equipamentos semelhantes.

        • Unknown

          Bem melhor e bem mais caro! Rsrs

      • Cardoso (não aquele)

        Por que você está fazendo propaganda do seu site em todos os posts daqui?

    • Jefferson A.

      Acho que Up não é concorrente do mobi não, acho que é o kwid e QQ.

      • Tibúrcio

        Sub compactos: Fiat 500, VW up, Fiat Mobi, Renault Kwid e Chery QQ
        Estes são os representantes deste segmento, concorrem entre si.

        • PAULO SARACELLI

          Esqueceu do mini one Pelado custa o dobro mas é mesma categoria.

        • Unknown

          Engraçado que a matéria coloca Ka e Gol como concorrentes, mas não coloca o Ônix, HB20 ou Etios… este NA está virando partido político de esquerda…

  • luiz

    Problema número 1:
    -Existir

  • Lúcio

    Sinceramente eu achei o Fiat Mobi 2019 bom demais para um compacto, e vocês? Olha: https://novoscarros.com.br/novo-fiat-mobi-2019/

  • Mardem

    O maior defeito desse carro é ele existir e o maior problema é a Fiat insistir em deixá-lo em linha.
    Um carro que não pode pegar chuva? É o fim da picada.
    A Fiat tem capacidade e know-how pra fazer coisa muito mais decente do que essa aberração!

  • Hugo Leonardo Dos Santos

    “Ao questionar um funcionário da marca numa revisão, foi dito que “o carro não foi projetado para receber chuva”
    Poxa, aí é o cúmulo, ter que deixar o carro em casa em dia de chuva, hahahahaha

  • William Simon

    Não entendi o início da matéria. Ele é concorrente do Ka e gol? Sempre achei que fosse do kwid e do up. Gol e Ka tão mais pra pnix, Sandero, Etios.
    Esse mobi é ruinzinho mesmo.
    Paga muito pra não ter um carro descente.
    O pior foi no início venderem com aquele motor velho de Palio, e só na versão mais top o motor novo pelo preço de carro maior

    • Unknown

      Exato, que eu saiba concorrente de Ka e Gol são Ônix, Sandero, Etios, HB20, etc.

  • Clementino Zelador

    Fiat fazendo fiatice,ocês queria o que?

  • Cardoso (não aquele)

    Imagina gastar 40mil numa tranqueira dessas, e o carro sem nem ter DOIS ANOS DE USO já começa a apresentar esse monte de problemas.

  • Wellington Myph13

    Fiat Mobi – Defeitos e Problemas
    1.) Projeto feito nas coxas, recorte de plataforma, leves ajustes pra que o carro não capote (ainda assim teve 2 noticias de Mobi capotados, e em baixa velocidade ainda) e adaptado pra usar o motor velho e novo, ficando com espaço sobrando desnecessário no cofre do motor.
    Só esse o problema dele :)

    NA, Agora aqui vai um pedido, será que dava pra levantar algo sobre os motores Firefly da Fiat, em especial os 1.0?
    Tenho visto alguns relatos de que o motor esta dando problema, que as locadoras estão passando Uno a preço de banana e não estão renegociando os 1.0 Firefly da Fiat por causa de problemas e etc… Está dando problemas mesmo?
    Se olhar na Webmotors, o que tem de Uno 1.0 Firefly a venda não é brincadeira, e se levar em consideração que o Uno quase não vende…

    • T1000

      ué mas este motor não era o milagre de engenharia da fiat?

      • Wellington Myph13

        Pelos testes da imprensa, desempenho, consumo e até o que usei no Argo do meu cunhado (1.0 mesmo), eu achei bem competente, no Argo faltou um pouco de força em alta, mas em um Uno deve ficar show…. Mas o cara da locadora unidas disse que tem dado problemas de motor, que a Fiat tem resolvido na garantia e talz, e que a localiza não esta negociando mais Fiat com Firefly… Às vezes é só Papinho e o cara aumentou o problema por causa dos preços porque afinal eles também vendem seminovos né…

    • William Simon

      Realmente olhei nos seminovos da Localiza esses dias, os modelos Uno estavam bem mais barato que Ka, march, etc. no mesmo ano e km. Achei estranho mas nao cheguei a ver a motorização deles.

      • Unknown

        Se Uno usado custasse o mesmo que Ka e March, para o mundo que eu quero descer!

    • Rodolfo

      Pra mim o defeito imperdoável é exatamente um dos que citou:

      Fazer o carro comportar o motor velho e novo… Fica um monte de espaço sobrando no cofre do motor Firefly que poderia ser destinado a mais espaço para os passageiros e porta-malas…

      Só esse já é motivo suficiente pra eu NUNCA considerar a compra dessa gambiarra… Up, Kwid… Esses sim foram projetados para motores menores (3cilindros)

  • Catucadao

    normal acontece afinal carro pra massas e feito em grande quantidades tem disso mesmo

  • Denise Villaça

    Não sei o que se passa na cabeça de um comprador de Mobi :/

  • Denise Villaça

    Só gostaria de saber o que se passa na cabeça de um futuro comprador de Mobi :/

    • duhehe

      Muitos acham realmente que o Mobi é um Mille de nova geração (ledo engano)

  • Defeito maior que esse Mobi ter sido lançado? Acho que não. E esse problema de entrar água? Herança do Uno e por consequência, do Palio de primeira geração que de tempos em tempos tem esse problema. Agora, falarem que o veículo não foi projetado para isso, dá licença.

    • Rodolfo

      Concordo com tudo exceto dizer que o Palio de 1º geração tinha problema com entrada de água nas portas…. Tive um 97 com 200mil rodados e um 2004 com 90mil e não tive problema algum de infiltração….

      Isso deve ter nascido nessa leva Uno/Mobi aí…

      • Então, meu pai teve um 2005 ELX Mk3 que com nós ficou 9 anos e 90 mil km nunca teve isso e eu tenho um Mk1 ED 1996 com 150 mil km e só tive isso no início, pois os drenos tinham sido entupidos (também, após 20 anos…). Mas, veja o post do NA sobre a Strada que apresenta esse mesmo problema, em épocas de chuva, vejo sempre o pessoal no Clube do Palio com este problema… agora, convenhamos, modelos novos com esse problema, é um absurdo e no caso do Mobi, pior ainda.

        • Rodolfo

          Pra mim o defeito imperdoável é fazer o carro comportar o motor velho e novo… Fica um monte de espaço sobrando no cofre do motor Firefly que poderia ser destinado a mais espaço para os passageiros e porta-malas…

          Só esse já é motivo suficiente pra eu NUNCA considerar a compra dessa gambiarra… Up, Kwid… Esses sim foram projetados para motores menores (3cilindros)

          • Tem dois pontos nesse quesito, ter um espaço maior pode facilitar na manutenção (embora que não sei se isso no fim vai chegar ao cliente do mesmo), mas no mais, realmente, o Mobi é uma bela gambiarra. Entre ele e o Kwid, o Renault parece cumprir melhor a função de ser um city car e embora o Up seja superior a ambos, o preço acabou matando o mesmo, ainda que ele tenha boas características (segurança, câmbio, motor, consumo e etc)

  • Ítalo Figueirôa

    Minha noiva tem um Mobi Like 17/17 com motor Fire, bebe bastante pra proposta… acabamento bate como sempre, fez o recall do software das setas… mas o defeito mais bizarro que deu nele foi que simplesmente o capô abria mas não conseguia mais fechar, até deu uma mossinha de tantas tentativas… mas foi resolvido em garantia com a troca da fechadura e do acionamento do cabo de aço, mas nem meu Fusca 1973, com seus 44 anos de via deu uma zica dessas de capô kkkkkkkkkk, uma desgraça esses nacionais!!!

  • Lucas086

    Eu ainda não acredito que esse custa 36,990 na versão Fire evo. Se fosse na Fire fly, ainda ia… gol de 38,990 manda lembranças pra esse Mobi

  • afonso200

    “o carro não foi projetado para receber chuva, a água fica acumulada entre a porta e a borracha……que legal andar so no SOL entao…………

  • Davi Millan

    Pior do que eu ter algo para reclamar é eu não ter nada para reclamar. Isso só mostra o quão insignificante é esse carro pra mim.

  • Diego Sampaio

    Bem vindo a Fiat.

    Li todo a reportagem sentindo na pele tudo que foi relatado. Comprei um Palio 12/13 DL e as concessionárias tratam o consumidor como idiota. Frases do tipo “Isso é característica do veículo” e “o carro não foi projetado para …” são comuns de serem ouvidas pelos atendentes e mecânicos.

    Tive quase todos os problemas citados, incluindo ainda:

    – Alinhamento torto do painel;
    – Luzes que queimavam com constância;
    – Lâmpada de ré que deu curto;
    – Eterna cambagem do Palio;
    – Botões no volante com mau contato;
    – Condensador do Ar vazando;
    – Válvula termostática com problemas;

    A maioria dos problemas foram citados durante as revisões. Poucos resolvidos. Depois que a garantia acaba magicamente eles encontram o defeito e cobram um rim pra resolver.

    Chegaram ao ponto de em uma das revisões mudarem todas minhas estações de rádio, sujaram o teto (por dentro) e ainda esqueceram de colocar A TAMPA DE CIMA DO MOTOR (a de plástico). Liguei para o 0800 que não serve de nada. Abrir uma reclamação formal e me deram uma “lavagem gratuita na minha próxima revisão”. Passado um tempo fui novamente e adivinha oq aconteceu? Mesmo eu relatando que tinha a lavagem garantida pelo 0800 eles se negaram a lavar o carro. Como se leva a sério uma empresa dessa?

    Hoje, estou cansado do carro. As manutenções são EXORBITANTES. A última realizada em 10/2017 custou incríveis 1.280,00. E pra fechar com chave de ouro um carro que custa 31k na Fipe, a PRÓPRIA FABRICANTE quer pagar 15k na recompra pq “é um carro cheio de problemas pra revender”.

    O slogan da Fiat é a piada de sempre: Fui Iludido, Agora é Tarde.

    • REDDINGTON

      Cara luzes que queimavam eu concordo viu…tive um Palio 2007, tirado zero…puta que pariu. Luz de placa, luz de posição, farol baixo, queimava mais do que todos os carros que já tive, a Fiat deveria cobrar mais qualidade dos fornecedores.

    • Rodolfo

      Uma pena o que houve com seu Palio… Tive um ano 97, usei até os 200mil km e o carro só precisou de manutenção no que era previsto… Nenhuma surpresa… Tive também um 2004, usei até os 90mil km e também tive a mesma boa experiência…

      Uma pena o seu ter vindo com tantas falhas e a montadora não ter dado a atenção que deveria…

      • Diego Sampaio

        O mais interessante disso tudo é que antes desse Palio eu tive um outro Palio 2007. O carro era infinitamente melhor, com acabamento superior e manutenção em conta. Por isso tive confiança pra permanecer na marca.

        • Matuska

          Veículo antigo, vão cortando custos onde podem.

  • pedro

    E por que escolheram o Mobi? Teremos outros veículos nesta “série”?!

  • Rafael Neves

    Porcaria por porcaria preferia ir de QQ… pelo menos é mais barato e vem mais equipado.

  • Jose Alexandre Mendonça Neto

    A Fiat vai recomendar aos clientes que comprarem o Mobi, ”Não saiam na chuva”, vcs podem se molhar…

  • Luciano Barbosa

    Vixe.. desse jeito eu prefiro o QQ.

  • Marcelo Henrique

    A solução é voltar a fazer o Uno Mille.
    E vou falar que o modelo de 2008 é muito mais bonito e espaçoso que esse Mobi.

  • leandro

    Pois é sera q a fiat não tinha nada pra trazer da europa? Teve q partir pra gambi tipo a ford fez com o ka a gm com agile a vw requentou bem a plataforma do polo então todas montadoras fazem mercadoria.kkk

    • Unknown

      A qual Ka vc se refere? Se for este novo, ele é o terceiro carro mais vendido no Brasil e tem muitas qualidades!

      • leandro

        Não amigo me refiro a segunda geração que a ford pegou a plataforma do fiesta e requentou o mesmo. Abraço.

        • Unknown

          Aí sim, realmente um carro “gambiarrado” de baixíssimo custo!

  • matheus

    Depois vem algumas pessoas e começam a falar que carro francês é ruim, rsrs

    Comprei meu 207 13/14 por 31 mil reais e hoje, com 4,5 anos de uso e 44 mil km não passei por nenhum dos problemas citados. Na verdade, não passei por nenhum problema. A unica reclamação é o consumo e a suspensão seca e dura.

    Fiat pra mim nem de graça. Não existe nenhum carro que presta lá, nem mesmo aquele tal de Argo.

  • Marcos S. Campos

    O meu Santana Quantum ano 1996 não tem nenhuma gota de infiltração de água de chuva e em Curitiba chove muito. Fiat é mal acabado, com mau atendimento em concessionárias daqui. É uma porcaria, por isso que cada vez vende menos. Bom é Volkswagen, é mais caro, mas é mais carro.

    • Unknown

      Você estava indo muito bem até a parte: “Bom é VW”. Kkkkk

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email