Fiat Manutenção

Fiat muda revisão programada

Revisão-programada-FIAT-620x314 Fiat muda revisão programada

Em agosto de 2013, a Fiat alterou o serviço de manutenção programada no Brasil. As revisões passaram a ser feitas a cada 10.000 km, já que anteriormente era a cada 15.000 km.



A montadora decidiu alinhar sua política de manutenção com o mercado e os modelos da Linha 2014 Novo Palio, Grand Siena, Idea, Punto, Doblò, Linea e Strada foram contemplados com a mudança.

Atualmente, os preços da primeira revisão, que é de 10.000 km, variam entre R$ 204, preço de tabela para o Palio Fire 1.0, Palio 1.0 e também alguns modelos 1.4 como Strada, Fiorino e Idea, e R$ 456, preço de tabela da revisão de 10.000 km para a Fiat Toro com motor 2.4 a gasolina. A Fiat Toro diesel tem a primeira revisão somente aos 20.000 km.

As primeiras revisões tem valores mais em conta, para atrair o proprietário a fazer as revisões na concessionária, e até porque elas incluem pouca coisa, muitas vezes apenas óleo do motor, filtro de óleo e filtro de ar.

Conforme a quilometragem vai aumentando os preços ficam mais salgados. A Fiat Strada 1.4 mesmo, tem a primeira revisão cotada a R$ 204, mas na revisão dos 60.000 km o preço salta para R$ 1.264, pois ela inclui muito mais coisa: vela de ignição, óleo de motor, filtro de óleo, filtro de combustível, filtro de ar, correia de transmissão do ar-condicionado, correia de transmissão da direção hidraulica, correia dentada e mão de obra.

Veja também uma reportagem falando sobre o preço das revisões programadas da Volkswagen e uma comparação dos valores de revisão do Volkswagen Up MPI versus as revisões do Up TSI.

Agradecimentos ao Lúcio Tozetti pela dica.

  • ZEKINHA71

    Se tivessem feito isso a uma década atras, não iriam ter queimado o Marea.

    • jao_simonetti

      A da minha mãe fundiu mesmo com trocas de óleo a cada 10 mil km. Era uma 2.4 2001, nova, que fundiu pouco depois da revisão de 40 mil km. Ou seja: Em engenharia ruim, não há revisão ou óleo Selênia Performance que faça milagre.

      • Diego105

        Mas ja que o motor vinha da Italia acho que o erro de engenharia foi da Fiat BR em especificar um Oleo não adapto ao motor, ou talvez não mudou a especificação do oleo que era usado na Europa, onde se usa gasolina melhor e tem temperaturas menores.

        • MecanicoDigital

          A Fiat Nunca foi boa em durabilidade de motores com maior cilindrada que os populares.

          #fato.

          • _Adriano__

            Concordo, nem motor, nem amortecedor

            • João Cagnoni

              Fiat não fabrica amortecedor.

          • willian

            Verdade, moto fraco

          • Richard

            Fiat só fazer fazer 1.0 Fire.

            #Fato!

        • jao_simonetti

          O ideal pra Marea é um 5w30, mas o selenia era um 15w40. Uma m…

          • mho

            Sei não. O pessoal usava o 15w50 e mesmo assim tinha um alto consumo de óleo.

      • EBarbosa1

        Ela usava o carro só na estrada? Porque se ela usava em condições severas, o ideal era a troca a cada 5.000km…

        • jao_simonetti

          Uso normal. Nada de "anda e pára" ou de andar pequena distância com motor frio.

          O meu Civic só troca óleo a cada 8 mil km ou 1 ano e está com mais de 100 mil sem um probleminha. Isto não é justificativa.

          • Dragoniten

            Carros diferentes, com motores diferentes, sistemas de arrefecimento diferentes, especificações de óleo diferentes, etc, etc, etc.

            É como dizer que banana não deveria estragar com a mesma facilidade que a laranja, afinal, os dois são frutas.

            • jao_simonetti

              Um tem engenharia boa (Civic) e outro tem engenharia ruim (Marea). Isto corrobora com tuas palavras e coloca ponto final na discussão.

              • EBarbosa1

                Meus olhos sangraram com "engenharia boa" e "engenharia ruim".

                O motor Fivetech é avançado até para os padrões atuais, ele só demanda um pouco mais de cuidado com a manutenção. Se o dono não faz a manutenção devidamente, não é culpa do veículo…

                • jao_simonetti

                  Avançado é o motor 2.0 turbo do Malibu, que chega a 270cv e 40kgfm de torque, ou o motor 1.4 turbo da VW/Audi que chega fácil aos 150cv e 22kgfm de torque.
                  O motor da Marea é um projeto que não durou 10 anos. Se fosse um bom projeto de engenharia, teria frutos. Não teve.

                  • Dragoniten

                    Motor bom mesmo é motor AP que tá aí até hoje, né? Muitos e muitos anos no mercado, então OBVIAMENTE são motores bons.

                    Engenharia ruim? Me poupe.

                    • jao_simonetti

                      Se o AP fosse ruim, não seria a base (leiam esta palavra imbuídos em pressupostos de engenharia, por favor) para todos os motores TSI de hoje em dia.

                      Isto europeus e engenheiros conhecessem, coisa difícil discernimento para povão e fanzinhos de marcas.

                    • Dragoniten

                      Ah gzuis, eu mereço.

                      Sabe por que o AP é tão utilizado ATÉ HOJE nos populares? É porque é bom? Ou será que é porque é mais BARATO fazer o mesmo tipo de motor por mais de 1 década sem ter que trocar maquinário na fábrica?
                      Me diga um carro na europa ocidental que utilize um AP velhão igual os nossos aqui. Não? Beleza…

                      BASE para todos os motores TSI? Sim, assim como todas as empresas EVOLUEM e desenvolvem seus produtos, eles precisam de um antecessor, que no caso, foi o AP e Mi, assim como a Ford já teve o Endura, Zetec, Sigma e estão aí evoluindo.
                      Só que aí não estamos falando de AP somente, não é?

                      Releia meus comentários. Em momento algum disse que é um motor ruim, mas já está há mais tempo do que deveria no nosso mercado.
                      Não sei você, mas eu gosto de ter mais (performance) por menos (consumo).

                  • mho

                    Embora o 5 cilindros não exista mais, a a família Free não foi um fracasso absoluto e evoluiu com o tempo.
                    Todos os motores do Marea eram feitos na planta de Pratola Serra na Itália, inclusive os modelos a diesel que não foram vendidos por aqui. Estes faziam parte de um projeto de motores modulares, cujo objetivo era fabricar vários motores de diferentes necessidades em apenas um local compartilhando entre sí vários componentes.
                    Atualmente, nesta planta é fabricado o 1750TBI da Alfa Romeo e digamos que é uma evolução do 2.0 16v twin spark que fez parte da família free, veja estas comparações:
                    * os pistões possuem o mesmo diâmetro de 83mm (o mesmo do Marea 2.4) porém o curso foi reduzido de 91 para 80,5mm (o mesmo do motor 1.6 a diesel)
                    * os blocos têm as mesmas medidas mas o novo é de alumínio,
                    * o cabeçote DOHC não é mais twin spark mas em compensação é usado a injeção direta e velas iridium.

        • vonask

          Estrada não é uso severo.
          Uso severo é percurso com menos de 10km e estrada de terra, pois tem material particulado. (vide manual do carro)
          Estrada de terra é facilmente detectado se for causador de algum problema no motor, pois suja tudo.

          • EBarbosa1

            Creio que me expressei mal…

            Uso severo é o uso do carro na cidade, em trânsito pesado e tal. Eu perguntei se o carro era utilizado somente em estradas, porque aí a troca de olho demora um pouco mais, e "justificaria" uma quilometragem maior para a troca do lubrificante. (apesar de eu achar que 10.000km é uma quilometragem alta demais para a troca de óleo) .

    • PONCIO PILATOS

      kkkkk
      retrocesso, o linea era a cada 15.000 e era a unica coisa que era interessante.
      fico **** como o meu vovorolla que é a cada 10.000, isso é malandragem pra ganhar mais, e aumentar o faturamento em 50%.
      Daqui a pouco tá que nem a JACa, a cada 2.500 km, acho que mudaram (ou ia mudar).

      • Leandro1978

        Exatamente o que penso. Ficou anos assim, o que mudou de uma hora para outra? De repente viram que deveria ser com 5 mil km a menos? Conta outra… Querem que o consumidor vi$$$ite mais as concessionárias.

        A MG era ou é a cada 5 mil km, além da garantia ser de sete anos. Fico imaginando o dono ter que parar uma viagem para fazer a revisão obrigatória…

      • Exatamente o que penso. Eh estrategia pra ganhar mais em revisao.

      • granrs78

        Acho que já mudaram isso, pois era somente nas primeira unidades para ver como os carros estavam se comportando.

    • alexhmoraes

      Nem Tipo e Tempra!

    • Diggo

      Estão confundindo revisão com trocas dos fluídos e filtros… são coisas diferentes.

    • CharlesAle

      O Marea,ao ser lançado aqui deveria usar o mesmo óleo da Europa,ai não teria problemas,mas,além de especificar óleo inadequado,impresso no Manual do carro,deixou as trocas de óleo com KM muito alta,o resultado é que vários deram pau e o carro ficou queimado…..

    • fabioalisson

      10 mil é muito para esse óleo e esse motor. Realmente a Fiat pisou na bola com revisões e trocas de óleo à cada 20 mil km.

      • Edson Roberto

        Para o motor do Marea? Sim… concnordo. Se for o Fire, é mais do que o suficiente.

  • yuri calmon

    É pra comer mais dinheiro dos Bestas !!!

    • _Adriano__

      Penso a mesma coisa, porem a FIAT da só 1 ano de garantia, assim depois disso é só ir trocar oleo no posto

    • granrs78

      Concordo plenamente, pois a redução no prazo de revisões só pode ser para a montadora lucrar mais, ou os modelos estavam dando problema por causa das revisões aos 15 mil Km.

    • Luís Ferreirinha

      Acredito que não. Hoje já troco o óleo a cada 7.500 Km, trocando a cada 10.000, corto a de 5.000 km e deve ficar, na soma, um valor menor.

  • FabioRuimDeRoda

    Se não copiar a Ford, que te obriga ao beija-mão de 6 em 6 meses, independente da Km, tudo bem.

    • Oba_

      VW também é assim e ninguém nunca reclamou ou comentou em qualquer site automotivo, Interessante que apesar de ser o carro mais vendido os proprietários estão indiferentes a obrigatoriedade de terem que desembolsar no minimo R$300,00 a cada seis meses independente de rodarem ou não.
      Para quem compra um Jetta de mais de 60mil pode não fazer diferença mas para quem compra um Gol de 28mil com certeza deveria ser motivo de insatisfação mas parece que não é o caso.

      • gameshark

        Vw mudou por agora, porque antes era de ano em ano, ou 10 mil km.

      • Luis Otavio

        Cara, não sabia disso, então a Ford e a VW obrigam a revisão a cada 6 meses, independente da quilometragem? Isso é brincadeira. Por isso que não adiante ter garantia de 3 anos num carro se eles te obrigam a fazer duas visitas por ano na ccs. Absurdo.

        • Tiago_brito

          Não de 6 em 6 meses e só a troca de óleo, a revisão e somente a cada 10km ou um ano, a GM tbm e assim ou seja todas a grandes!!!!!

  • guispader

    Se não copiar a Honda, que te dá revisão anual mas cobra 10% de sobrepreço em todos seus carros..

    • Avaliador

      Só 10%? rsrsrs…

    • TacodeSinuca

      30 a 40% a mais

    • ctnmartins

      Essa é a questão. Tem muito "esperto" que gasta 15 mil reais a mais pra ter um Honda ou um Toyota para "gastar menos com revisão". Esquecem que pagam sobrepreço nos japas.
      Então a lógica é pagar muito mais no carro para gastar menos nas revisões lá na frente?

      • guispader

        Pois é ctnmartins. Eu estava decidido pelo City top, pq não sou fã da Ford, mas quando coloquei na ponta da faca, fiquei apavorado, porque com a diferença de preço do City, pego o Fiesta sedan top, com 7 airbags, controle de estab e tração, central multimídia sem GPS mas anos luz à frente da do City e etc. A conta ficou da seguinte forma:
        City – 65.000 Fiesta sedan perolizado – 60.000
        Revisão durante toda garantia: City – 1700 Fiesta – 2700

        Então com a diferença de preço de compra, eu pago a revisão INTEGRAL do Fiestinha durante TODA garantia, pago o seguro (1600,00) e ainda mais da metade do ipva e licenciamento.

        Aí cara, a Honda pode ser (teoricamente) melhor carro e tudo mais, mas me daria muuuito menos opcionais, menos segurança e me cobraria muito mais caro!! Porque com ele, a conta ia fechar em mais de 70 paus!

        E não adianta me dizer que é preço de Focus, e etc pq não quero carro maior que compacto por gosto meu e Peugeot e etc tem concessionárias a mais de 400 km de onde moro.

        Valeu!

    • fabioalisson

      Eu e minha noiva temos Honda e nenhum pagou sobrepreço, ambos sairam abaixo do valor de tabela, o meu inclusive uns R$ 7 mil abaixo.

      • guispader

        Eu me expressei mal, porque quis me referir preço acima da concorrência. A honda faz isso também no segmento de motocicletas, onde ela também (teoricamente) tem os melhores produtos. Senta a faca e compra quem pode.

        Aqui no norte de Minas Gerais tão fazendo o city top pelo preço de tabela, 65000, o máximo são milzinho de desconto no financiamento.

        • fabioalisson

          É bem puxado, oportunismo da concessionária daí, provavelmente. Aqui no DF em 2011, paguei R$ 61500,00 no meu Civic LXL MT, minha noiva ano passado pagou R$ 69 mil no Civic LXL AT dela, e um amigo fechou semana passada num Civic LXR 2.0 AT por R$ 70.700,00.

          • guispader

            Deve ser porque aqui só tem 1 concessionária. Belo Horizonte, como tem 2 empresas deve ser um pouco mais disputado, mas fica inviável eu ficar ir e voltando pra lá.

  • Marcus

    Pra quem já tem os modelos 13/13, embora não tenha atingido os 10K ou 15K, continua com 15K, correto?

    • Luciotz

      Isso mesmo. A mudança é valida apenas para os modelos 2014.

  • REUSAN

    10 mil? Na hora de drenar o cárter , só deve ter teia de aranha !Ainda mais se tratando de Fiat q baixa óleo só de entrar no carro ,nem precisa virar a chave!

    • Luis Carlos

      Para uso severo mantém-se a troca na metade do tempo. Como já postei em outros tópicos, troco o óleo do meu Idea a cada 7.500 Km e o mesmo nunca baixou. Detalhe: é o meu sexto Fiat e nunca tive problemas com baixa de óleo.

  • bva

    Pessoal, não importa se andou somnete 2.000 km ou 10.000, mas se der 6 meses é melhor trocar o oleo. Faço isto a 20 anos e neste periodo nunca fiz nenhum motor.

    • andre

      Como falo sempre, aqui o povo não gosta de gastar em manutenção de forma alguma.É muito mais barato uma simples troca de óleo do que fazer um motor ou cabeçote,passar devagar em uma lombada ou valeta do que fazer suspenção.O problema é que a pessoa compra um carro 0km, passa por cima de pau e pedra e quando aparece um problema quer jogar toda a culpa no fabricante.

      • Edson Roberto

        Isso tudo depende. Meu pai sempre trocou anualmente o oleo dos carros e nunca deu problema. Mas no caso dele, o limite é 1 ano e ele respeita isso.

        Agora, eu concordo que brasileiro evita gastar com manutenção a todo custo. Eu mesmo, por ENCHER O SACO, tive um carro usado e por ele sempre apresentar temperatura acima de 90 graus, fiz TODO O SISTEMA de arrefecimento do mesmo. Agora pergunta para o brasileiro comum se ele iria ligar? O carro ta funcionando e ele tá rodando.

        Sobre a suspensão? Vixi…. o que eu vejo o pessoal passa acima de 40km/h por lombadas não está no gibi. E não é porque "é robusto" mas é porque amanhã essa suspensão estará detonada.

    • CharlesAle

      A maioria dos carros hoje,usa óleo 5w30,bem mais avançado e melhor que os 20w50 comumente usados,mas o pessoal odeia gastar com manutenção correta,preferem gastar com som,insul-film,rodas e outras coisas,e depois não sabem porquê o motor está ruim…….

  • Zergling

    Se não copiar a Audi a cada 5.000 km ta serto.

    • Pior são as novas BMWs F20 e F30 que estão acusando no computador de bordo revisão a cada 4.000km.

      • guispader

        Urra! Sério isso mesmo? Revisão com o preço que a BMW cobra e a cada 4000 km? Só dá pra pegar BM depois de levar uma mega sena! kkkkkkk

        • Vou postar aqui um relato de um forum:

          #####################
          Acabei de fazer minha primeira revisão na bmw 116. A revisão foi com 6mil km. Rodei só 3 meses e meio como o carro. Quando peguei o carro o computador marcava revisão em 8300 km. Baixo bem e tive que fazer com 6000 mil.
          Agora piorou. O Carro já saiu da CSS marcando a próxima revisão daqui a 6mil km. Se baixar igual a primeira acho que com uns 4 mil km vou ter que voltar lá.

          • armroots

            Amigo…é que os computadores de bordo são programados para algum tempo antes, já darem o aviso, seja por tempo ou por quilometragem. Já trabalhei em concessionária e te digo, é melhor que avise antes, pois o que tem de cliente que perde a data da revisão, não é fácil.

            • Dragoniten

              Os computadores de bordo da BMW tem um sistema que não trabalha com quilometragem, que aliás, pro motor, é errado calcular o momento da revisão pela quilometragem rodada. Por isso as revisões podem vir antes ou depois, dependendo do uso do carro.

              • Exato Dragoniten!
                O sistema das novas BMWs F20 e F30, calcula a revisão de acordo com o modo de condução, qualidade do combustível, entre outras variáveis. Ou seja, a quilometragem da revisão não é fixa como nas outras marcas, podendo até variar de um proprietário para outro.

                • Zergling

                  Que fantástico!

                • armroots

                  O Novo Master da Renault também tem esse dispositivo, pai d um amigo meu que tem uns Master's para transporte escolar, estava me mostrando o sistema outro dia…bem interessante.

    • Os Audi mais novos são a cada 7.500 km.

      • REUSAN

        E ainda tem um computador q te lembra de fazer revisão ! E ñ para de ficar mandando msg no computador de bordo!da vontade de dar reset.

    • granrs78

      "Serto"? Aí meus olhos!! rsrs.

      • Zergling

        Você não usa muito a internet, né? É proposital, logo na palavra "serta".

        • granrs78

          O que tem a ver se eu uso muito ou pouco a internet com o erro de português? Se vc quer "brincar" com a palavra " serta" , coloque entre aspas, daí vai dar para saber se vc estava brincando com a palavra, pois dessa maneira que vc escreveu, parece que vc estava achando que " serto" é o correto.

          • Zergling

            É que é um meme bem conhecido na internet… Geralmente quando algo está errado, ao invés de você criticar, você escreve "ta serto". Justamente pra mostrar que está errado afirmando que está certo, sendo bem irônico. Entendeu?
            Abraços!

  • survivor123

    Hum. Pra quem possa interessar, a nissan mudou de 6 em 6 meses (durante a garantia) pra 12 em 12 ou 10.000km. A ford continua de 6 em 6. Sei dessas duas porque são as marcas que temos carros em casa…

    • MDBruder

      Isso faz toda a diferença pra quem utiliza pouco o carro, que é o meu caso. Eu "ando" cerca de 13-14mil km por ano. Grosseiramente significa 3 revisões em dois anos no caso da Nissan e 4 no caso da Ford.

  • Luciotz

    Espero que não sejam mais necessárias as trocas de óleo intermediárias (antes a cada 7.500km) como alardeavam os concessionários independente do tipo de uso.

    • Luís Carlos

      Agora falam a cada 5.000 km. Não troco a intermediária mesmo.
      Na verdade, o que mudou em relação aos carros produzidos até 2013? Nada. Mesmo motor, mesmo óleo…

  • odirrr

    Para mim era uma boa.

    As revisões eram a cada 15k, com trocas de óleo a cada 7,5k, onde muitas css davam de cortesia essa troca intermediária pelo menos até os 30k.

    Eu considerava um diferencial competitivo da FIAT, agora virou mais do mesmo.

  • ctnmartins

    Como ex-proprietário de um Fiat Palio falo com propriedade: a FIAT é uma das fabricantes mais enganadoras quanto ao custo de manutenção de seus veículos, pois muitos gastos com o carro, durante a garantia são omitidas pelo aludido fabricante. O consumidor só conhecerá os gastos não previstos durante as visitas às concessionárias.
    Vou colocar aqui alguns exemplos para que os consumidores desavisados e que adoram ler comparativo de revista não recebem antes de comprar um Fiat:
    1 – Quem roda com o carro na cidade deve trocar o óleo a cada 7.500km e não a cada 15.000km. Já vi vários motor Fire com borra formada por não terem essa manutenção mais rigorosa;
    2 – A cada ano você terá que pagar pela "revisão da lataria" se quiser manter a garantia anti-corrosão. A revisão funciona assim: você paga (na minha época, em 2007, era R$ 90,00) e eles fingem que olham a lataria. Na prática funciona como um seguro, não como garantia propriamente dita;
    3 – Não se surpreenda se itens que deveriam durar 40.000km se deteriorem aos 15.000km. Será considerado desgaste natural e você terá que brigar muito pra não ter que desembolsar grana pra suprir a má qualidade das peças;
    4 – Os valores fixos das revisões sempre são acrescidos com itens de desgastes acima citados e caso o consumidor se negue a autorizar suas substituições terá que brigar pela manutenção da garantia.
    Em síntese, se for comprar um FIAT, não acredite que só terá gastos com as revisões fixas divulgadas pela fabricante.

    • Luís Carlos

      Revisão em Concessionária, somente durante a garantia. Compra-se as mesmas peças, por preços e mão-de-obra, infinitamente inferior. Mas isto não é uma peculiaridade da Fiat. Todas fazem isto. E as que dão 3 anos, ou mais de garantia? Fica-se preso às revisões e nem se tem a certeza de que teremos a devida cobertura. Veja bem: não estou defendendo a Fiat, apenas acho injusto acusá-la, somente, por um expediente utilizado por todas.

  • ctnmartins

    Sem esquecer que o Fiesta tem melhor desempenho e é mais econômico, segundo testes do INMETRO.
    Acho que você fez uma boa compra, dentro do valor citado.

  • Cafefilosofico

    Mais uma forma de aumentar os lucros das css, e sabem pq? tem muitas querendo virar 'multimarcas" ou Fiat- Nissan, ou Fiat Renault, Teve varias reunioes em Sampa p/ decidir isso,
    O que ocorre é que a Fiat é a que mais sacaneia os css, nao tem pena. Ela te quebra em um piscar de olhos. Estao duvidando? Qtas css novas (novas de donos novos, nao filiais) abriram em sua regiao da FIAT? Só louco p/ encarar estes caras….

  • paulistadalapa

    Ta aí uma marca que não compro de jeito nenhum… Fiat é sinônimo de carroça e dor de cabeça. Tipo, Tempra, Marea, Linea… sem contar as carroças uno e palio.

    • danilloacosta

      Eu também NUNCA MAIS compro Fiat. Tenho um Punto T-Jet e estou extremamente decepcionado com os serviços e atendimento porco da concessionária Fiat da minha cidade. Nem filtro de óleo eles tem para o carro em estoque, pior ainda peças mais complexas. Além do mais, quando levava o carro pra fazer revisão, voltava com algum problema, até o atuador da embreagem eles detonaram, após a revisão, a embreagem do carro afundou e vazava fluido de freio.

      Estou aguardando o Novo Focus pra trocar por essa bomba atômica da Fiat.

    • Marco A.

      Acho que vc deve ser um dos "consumidores" de Agile, coCôbált e Spin… tô certo ou tô errado ??? :D Se vc acha Línea sinônimo de carroça, creio que é porque vc NUNCA deve ter pelo menos entrado num. O dia em que você der pelo menos uma voltinha num LINEA, vc com certeza muda de opinião. Tranquilo tranquilo…

    • marcelo

      ta falando bobeira paulistadalapa.

  • Paulo Júnior

    Eu tenho um Fiat Palio Fire Economy 2009 e provavelmente seu veículo com 40 Mil KM já estará fora da garantia, e também pode muito bem comprar peças por fora de qualidade original que a montadora usa e muito mais em conta. Meu carro nunca mais viu um concessionária depois da garantia, esta com 60 Mil KM e nunca deu um defeito sequer. A revisão de 60 mil KM que custa R$ 981 de acordo com a Fiat eu gastei no máximo R$ 364 com peças originais, como óleo 5W30 Selenia K Pure Energy, Filtro de óleo Bosh, Correia Sincronizadora, Poly-V, DH da marca Continental e Tensores SKF. Só vai a concessionária depois da garantia para encher o bolso das montadoras de dinheiro mesmo, pois tudo, simplesmente tudo é mais caro até uma simples lâmpada de "seta" aqui custa R$ 21 e a mesma lâmpada em uma auto peças da mesma marca, OSRAM custa R$ 4,95. É só ler o manual que la te recomenda todo tipo de peça e inclusive a marca.

  • gcarlos

    Acho q isso não acontece a todos, tenho um segundo carro um Mile fire 2007 está com 149kms, agora q fiz a terceira troca de correia, um par de amortecedores dianteiro, umas 3x o escapamento, 3x pastilhas de freios, troca de óleo a cada 7,5k. Do contrário não se venderia tanto Fiat, não?

    • ctnmartins

      A troca de óleo a cada 7.500km em condições severas de uso consta no manual de todos os modelos com motor Fire.
      A revisão anual não-gratuita também faz parte da política da Fiat do Brasil ao menos pros carros fabricados aqui.
      Uno Mille e Palio Fire compartilham muito de suas peças, seja para o bem ou para o mal.
      Não estou dizendo que que a manutenção dos Fiats são as mais caras, apenas externei minha indignação com o fato da Fiat divulgar apenas parcialmente os custos referentes a serviços periódicos completamente previsíveis. Uma maneira de ludibriar o consumidor, fazendo-o crer que ao revisar o carro a cada 15.000 km gastará menos do que um concorrente que exige esse serviço a cada 10.000 km.
      Na prática, manutenção de Fiat só é barata quando feita com o mecânico da esquina.

    • Edson Roberto

      O que mais espantou no seu carro foi a troca de escapamento. 3 vezes???? E pensar que no meu ex Uno ELX 1995 meu pai só trocou com 99000km…. e uma unica vez. De resto, foram apenas uma troca com tensor e correia dentada. Achei acentuada a troca 3 vezes de escapamento.

  • Diggo

    Era um dos grandes trunfos da Fiat, revisões a cada 15mil km… eu comparo com a Ford que a cada seis meses o cara tem que ir concessionária, chova ou faça sol.
    É bom não confundi revisão com troca de óleo… tópicos ai pra cima estão confundindo.

    • ctnmartins

      Você tá comparando tempo com distância percorrida? qual o sentido disso?

      • Diggo

        Estou dizendo que fazer REVISÃO a cada seis meses é palhaçada… REVISÃO é diferente de trocas de fluidos e filtros.

  • O_Corsario

    Que ruim. Acho ridículo.
    Com estas políticas fica cada vez mais claro que a garantia longa é uma grande arapuca para arrancar seu dinheiro, te amarrando nas péssimas concessionárias que ganham assim uma mamata.

  • ctnmartins

    Vendi meu Palio com mais de 50.000 km, quando começou a apresentar problemas de toda sorte na parte elétrica e a pintura (azul búzios) começou a apresentar um certo ofuscamento. Eu gostava do carro, mas ele não tinha condicionador de ar e eu não confiava de mandar instalar esse equipamento em lojas especializadas. Se ele já tava queimando lâmpada, motor do vidro elétrico dianteiro, imagina se eu invento de instalar um condicionador de ar.

    • Edson Roberto

      Olha, queimar luz é uma coisa… agora dar problemas… é outra.

      Meu C3 no começo queimava muitas lampadas. (e eu sempre colocava na concessionaria até os 30000km!). E sempre em valores por volta de R$30. Foi quando o "esperto" teve a lampada queimada em Campinas que então fui onde um colega de trabalho comprou peças para seu Monza. Comprei igualmente da Osram…. e não foi que deu certo?

      No final das contas… as vezes a peça ruim pode ser da propria concessionaria que nesse caso, DUVIDO que era de qualidade. Para se ter ideia, agora com 90000km (na verdade 96000km), meu C3 teve brake light queimado. Irei trocar no sabado essa luz.

  • ac_martins

    15 mil ou 1 ano estava bom demais, troca de óleo com 15 ou 1 ano ou 7,5 mil km para uso "severo". Mas brasileiro aceita tudo. Audi com revisão aos 7,5 mil km… só no Brasil.

  • Leonardo

    Um carro a menos nas estatisticas da fiat!
    pra mim esse era uns dos diferenciais da marca. Tenho um fiat Idea e essa foi a gota dagua… perderam um cliente.. agora vou para os japoneses depois desse tiro no pé!

    • Luis Otavio

      Amigo, me desculpe, mas de que japoronga você está falando? Porque se for da Honda. é tomar tinta, tomar ferro, ser garfado, roubado, da mesma forma, a Honda está vendendo banana a preço de ouro. Onde já se viu vender Civic manual mais caro do que o Fluence CVT? A Honda está abusando dos brasileiros, o Honda Fit está cada dia mais caro. A Toyota está quase chegando lá. Vai chegar um dia que ficaremos felizes com os carros chineses.

      • Leonardo

        Qual o seu carro Luiz? Ouço falar muito bem da manutenção da honda, inclusive o civic, do carro nao quebrar e tal… Quanto ao preço voce tem razao, estao explorando! Mas a impressao que me dá é que nao estao vendendo gato por lebre.. o carro é caro mas vc paga por qualidade… vou te dar um exemplo. meu idea é 2008 e sempre fiz as revisoes na ccs fiat… na ultima, carro com 59.000 fiz a rev de 60.000 e me cobraram 5 mil reais pra trocar amortecedores um coxim e o restante referente a revisao programada. O carro vale em torno de 25.000. Eu sinceramente acho um absurdo pagar 1/5 do valor do carro em pecas descartaveis..

    • Luís Carlos

      É mesma coisa. 10.000 Km ou 1 ano. O que ocorrer primeiro.

  • granrs78

    Amigo, sei que gosto é gosto, mas vc não acha um pouco demais para mais de 60 mil em sedans compactos, independente de ser Top ou não?

  • fabioalisson

    City por R$ 65 mil? Absurdo! Em Brasília você compra Civic LXS (muito mais carro) por R$ 66 e LXR 2.0 AT por R$ 70 mil. Basta pesquisar.

    • guispader

      Justamente! Mas como disse, eu quero um sedan compacto e não um médio. Por isso tenho que comparar os preços dos sedans compactos. Eu acho caro é pagar 52 mil num polo sedan com o imotion e 2 air bags. Não que o carro seja inseguro, mas tecnologicamente já está bem defasado e saindo de linha. Linea nem se comenta pois é FIAT, Cobalt e Sonic feios pracaralho, Versa só tem manual e o acabamento é mais espartano do que desejo e assim vai.
      Acabo sobrando o City e o Fiesta sedan. Não é barato, mas não quero médio.
      Até porque se fosse pros médios (fiz test drive em todos médios também) o que achei melhor custo/ benefício/conforto/desempenho foi o Fluence.

      • fabioalisson

        Gosto é gosto. Por essa diferença eu partiria para um médio. Mas se for por questões de consumo e custo de manutenção acredito que os médios empatam com os compactos premium.

        Inclusive Civic e Fluence estão super bem qualificados no teste de etiquetagem do INMETRO e no caso do City, o mesmo consome praticamente o mesmo que um Civic.

  • Luis Otavio

    Amigo, desculpe me intrometer, mas por esse preço, você chegou a pesquisar o Fluence CVT? É um baita carro por esse preço e o seguro é menor do que o Fiesta e do City. Abraços!

  • JMOREIRA

    Tenho um Punto Sporting 1.8 2013 fiz a troca de filtro e óleo com 2.000km fora da css, por não acreditar nesta porcaria de óleo selênia de a fiat recomenda. Substituí pelo óleo Pentosin 5W30 100% sintético, a resposta imediata que ocorreu foi a rara atuação da ventilação forçada quando quente, estou assumindo o risco….ah farei substituição do óleo a cada 7500 km.

  • Leandro

    Isso deve ter sido uma solicitação da rede de concessionárias querendo ganhar mais um $$$….

  • Eduardo

    Bom é o motor 2.0 da Renault que chega nos 265cv…

  • Marco A.

    Concordo contigo. Tenho um Siena 2003 e desde que acabou a garantia, só faço as revisões em mecânico de confiança e baseado no manual. Nunca tive problema algum e as revisões ficam cerca de 50% mais baratas.

  • farleytito

    só uma coisa que não foi mencionada na matéria, a intenção da fiat é passar para três anos o prazo de garantia dos seus veículos.

    • Luís Carlos

      Será?

  • jao_simonetti

    Comparação.

    Fivetech não existe mais por causa do projeto ruim.
    AP evoluiu por causa do projeto bom.

    Bye.

  • Maciel

    a fiori da garantia de 3 anos se fizer as revisões com intervalo de 5000 quilometros. jajá vao ter a ideia de trocar de 1000 em 1000

  • Luiz Martins

    O assunto é fiat mas a Vw ñ ta diferente só que eu ñ sei pra q revisão por q quando dá defeito em carro ex. o meu ( tenho 2 ) em casa da Vw ambos novos, na 1ªº revisão, 4 dias depois se foi lona de freio e a me irmão eu cai no caldeirão do diabo, garantia é uma palavra que eles ñ conhece, ai voce tem agendar o concerto ñ pode fazer fora da rede, e descobri o q é carro popular andei quatro dias de buzão, sem falar do acabamento, plásticos, pressãozinhas etc… é sistema alto consumo descartável da globalização.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend