Alfa Romeo Fiat Suzuki Volkswagen

Fiat quer se aproximar da Suzuki e fala da Alfa Romeo

A Fiat quer se aproximar mais da Suzuki, estreitando os laços entre as duas empresas. Como o casamento da japonesa com a VW já está indo para o divórcio legal, Sérgio Marchionne quer garantir que a Fiat vai se dar bem com o fim do negócio.

A marca italiana foi o pivô da separação entre VW e Suzuki, justamente porque os japoneses acharam melhor continuar com o Multijet em detrimento do TDI alemão. O chefão da Fiat rasga elogios em relação a família Suzuki e seu estilo de trabalho.

Marchionne deixa claro que se a Volkswagen quiser repassar os 19,9% da Suzuki, ele vai assinar o cheque com prazer. A idéia da Fiat é quase a mesma da VW: entrar no mercado indiano.

Ao contrário da Volks, a Fiat tem mais experiência com carros pequenos e baratos, e só precisaria da liderança da Suzuki na Índia para projetar seus modelos, que não tiveram a repercussão esperada na parceria com a Tata.

Já em relação à Alfa Romeo, Marchionne disse que se encontra bastante com Martin Winterkorn (chefão da VW), mas sempre diz que a Alfa Romeo nas mãos dos alemães deixaria de ser Alfa Romeo. Em outras palavras, a Alfa Romeo não está à venda.







Send this to friend