Europa Fiat Hatches SUVs

Fiat terá inédito SUV derivado do Tipo – Novo Punto a caminho também

Fiat terá inédito SUV derivado do Tipo - Novo Punto a caminho também

A Fiat está feliz com sua gama de médios “populares” da família Tipo. Essa receita de ter modelos com porte de segmento superior, mas com proposta de baixo custo está dando resultado na Europa.


Tanto é que motivou a Skoda com seu hatch Scala, sendo um médio sobre base de compacto. Até rumores de um potencial Citi Golf a partir da MQB-A0 surgiram.

Contudo, a bela família Tipo – que foi intensivamente testada no Brasil – ainda está incompleta, na visão da marca italiana. Olivier François, presidente da Fiat, diz que falta um SUV para completar a gama.

Fiat terá inédito SUV derivado do Tipo - Novo Punto a caminho também

No entanto, como se trata do Tipo, não se deve pensar no que a Fiat faz em Betim para o próximo ano. O novo SUV da marca para a Europa será maior.

O próprio François, falando ao site britânico Auto Express, disse que o produto será orientado para a faixa de tamanho do Nissan Qashqai e Skoda Karoq.

Isso significa que a Fiat terá um SUV de 4,38 m pelo menos, ficando bem perto do Jeep Compass, mas com proposta mais urbana. Esse carro compartilhará a plataforma do Tipo e, assim como este, poderá ser produzido na Turquia.

Fiat terá inédito SUV derivado do Tipo - Novo Punto a caminho também

Para a Fiat, a missão de um SUV derivado do Tipo é ampliar as vendas em um segmento que a marca não está, mas com enorme potencial para sua bandeira. Com isso, ele ficará acima do atual Fiat 500X.

Diferente do Brasil, dificilmente a Fiat emplacará na Europa o SUV compacto derivado do Argo, enquanto o fastback tem algum potencial, pois será feito a partir da Toro. A questão, por lá, é posicionamento da marca sobre um crossover topo de linha. A Renault até agora não levou seu Arkana para o mercado europeu.

Novo Punto

Fiat terá inédito SUV derivado do Tipo - Novo Punto a caminho também

François também confirmou que um Novo Punto de fato será feito. O hatch premium da Fiat retornará com um sucessor a altura de brigar com o Ford Fiesta e VW Polo.

O executivo não deu detalhes do projeto e nem se o mesmo terá tecnologias específicas para baixar emissão, ficar mais econômico e andar bem.

Fiat terá inédito SUV derivado do Tipo - Novo Punto a caminho também

Ele apenas afirmou que a Fiat estará novamente no segmento B, deixando assim o Fiat 500 como nicho e o Panda como produto de acesso.

Assim como o “Qashqai” italiano, não devemos esperar por estes Novo Punto, pois a marca já escolheu o Argo por aqui. Sobre a plataforma, provavelmente será a mesma do Fiat 500, porém, com mudanças para crescer, compartilhando-a com o próximo Fiat 500X.

[Fonte: Auto Express]

 

 

 

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Raimundo A.

    Essa notícia se vai ou não ter novo Punto parece chegar a um fim e estranhamente ele ficaria acima do Tipo que em preço substitui o Punto atual. O Tipo, apesar o interior simples, é mais equipado, maior e com plataforma nova permitindo ter preço competitivo. Lembro do preço ser até melhor que o cobrado pelo Punto com opcionais.

    A Fiat, pela suposta longa vida que o Tipo parece ter, mas estariam tirando variantes em alguns mercados pela baixa venda, e um modelo CUV em análise, estaria seguindo o visto na Renault ao tomar produtos Dacia para si posicionando abaixo de autênticos da marca. O Tipo é Fiat, mas pensado em baixo custo. O novo Sandero, originalmente Dacia, irá melhorar, mas continuará abaixo do Clio V. É o esperado com o Punto NG se pensado para enfrentar 208, Clio V, etc. Tipo maior, bom custo/benefício, a preço menor, tal qual o Sandero. Punto NG mais sofisticado, medida próxima ao Tipo, como é o Clio V, que é quase um Sandero atual em medidas, em patamar acima.

    Sobre termos SUV coupé derivado do Toro. É melhor não contar com isso embora bom seria ter. O Fastback tem demonstrado até o momento como a própria FCA disse um conceito que irá mostrar coisas que veremos em novos produtos e atualizações. Não seria um produto, mas referência de tendência. A frente dele seria a frente do Toro 2022. Pode ter diferença, mas pouca.

    Outra é que até então o SUV, CUV, coupé, seria um subproduto da base do Argo. Ainda não foi visto, mas já estaria em teste. O Fastback como um autêntico coupé copiando parte frontal do Toro usaria a plataforma deste que não é usada em Betim. Os dois CUVs da Fiat serão feitos nesta unidade. O maior de sete lugares, que seria Fiat, devem ter descartado para fazer o de sete da Jeep. Este usará a base compartilhada por Toro, Renegade e Compass. SUV coupé do Toro precisa ter a base do Toro e se sairá de Betim, então não tem coupé do Toro. Parecer não é ser.

    O Fastback poderia ter o mesmo tamanho do Compass ou até maior um pouco se derivado da estrutura compartilhada deste, Renegade e Toro. Como será compacto, o desenho pode ser diferente do visto no conceito. E há coupé de várias formas. O Nivus da VW é um apelando para o aumento do balanço traseiro mudando a inclinação da coluna C. A Fiat pode usar o mesmo artifício da VW para ter um coupé derivado de hatch como o CUV tradicional, já em testes, será um Argo com mudanças em peças da carroceria.

    • marc west

      Andei lendo em algum foro europeu que a Fiat melhoraria a qualidade do Tipo, e assim voltaria de verdade a competir no mercado de médios (compactos na Europa) e a enfrentar as versões mais baratas de Golf, Focus, 308, etc, enquanto esse Punto NG competiria com o Sandero e versões mais baratas de Polo, Clio, etc. Seria como com os Skoda Fabia e Scala, que são mais baratos que Polo e Golf, respectivamente, mas competem em seus nichos.

      Como comentado por outro colega de foro, a base para esse SUV/CUV do Tipo já existe: a da Toro/Compass, que é a mesma plataforma do Fiat europeu.

  • Renato Duarte

    Não trazer o Novo Punto pra cá, é ter excesso de confiança no potencial do “fraco” Argo. Isso por que o Argo simplesmente é um concorrente do GM Joy,, enquanto o Novo Punto seria concorrente do Onix novo.

    • Raimundo A.

      Eu já acho que é subestimar demais o Argo sem saber exatamente como será o Punto NG. Não vejo graça no design do Onix NG, mas isso é questão de gosto. O do Argo não é um exemplo também. Não custa lembrar, o Punto tinha seis air bags e se a Fiat quiser, pode usar sete no Argo. Não usar porque não quer. O Argo foi dito usar eletrônica do Toro que tem suporte a sete bolsas e instalar mais air bags é só ter os pontos de suporte. Se o Argo é um sucessor devendo ao Punto, existe suporte para seis ou sete bolsas. CMM multimidia com mais recursos a FCA já trabalha vide a nova Strada e a CMM será usada no Toro.
      Design do interior é subjetivo. Muitos elogiam o do Argo ao comparar com o Polo. Ergonômico é minimamente. Carregamento por indução se instalar num facelift assim como mais bolsas de ar. Motor turbo o Argo já é cotado para ter. O espaço interno é bom.
      Segurança a nível estrutural é um detalhe. O Onix tirou nota máxima. Isso é excelente. Alguém deixa de comprar veículo com nota 4 ou 3? O Onix Joy e FL ninguém deixou, então é fazer algo para ter nota máxima e não quer dizer que será líder. O Polo 5 estrelas virou líder? Será que o 208 NG, muito melhor em design por dentro que o Polo, mas não terá motor turbo nem motor de acesso, deve ter nota máxima dependendo da oferta de segurança, subirá muitos nas vendas? Brasileiro condena veículo francês há muito tempo seja bom ou ruim.
      Eu diria que se aqui tivesse o Tipo já seria um tapa na cara de muitos por entregar mais que o Argo em certos pontos, segurança é uma. Porém, não tem motor mais potente ficando abaixo do Cronos na Argentina para a carroceria sedan.
      Bom ou ruim, sem se apegar demais na questão estrutural influenciando a segurança, o Argo tem potencial para evoluir descartando um Punto NG que sabe-se lá quando será lançado. Essa conversa existe antes do Argo chegar ao mercado daqui e até especularam que o Argo com algumas mudanças poderiam ser o sucessor do Punto na Europa. Se há esse tipo de especulação, o Argo não pouco coisa.

    • Alaor

      Fato. Até porque, o Argo tem a maior parte das vendas concentradas nas versões mais baratas. O Argo 1.8 não vende quase nada, numa faixa em que a margem de lucro é maior e a concorrência aperta os calos dele.

  • Guilherme Lima

    Se a Fiat for esperta mata logo o argo ou troca esse nome pq pelo amor de deus, ele ainda patina nas vendas, não o vejo tante, só nas locadoras e olhe lá, e traz essa nova geração do punto e se a FCA for mais esperta ainda faz na plataforma do novo 208 e fabrica aqui, com os motores firefly turbo, esse carro tinha muito sucesso mas poderia ter tido mais sucesso ainda se a marca aqui no brasil, tivesse trabalhado ele, e muita burrice da fiat insistir num carro que não vai pra frente como o argo.

    • RO

      Argo vende mais do que a Fiat esperava vender. Tá longe de ser fracasso.

  • disturbed591

    Antes Punto que Argo. É um carro muito legal.

  • Bruno

    O Punto é o carro mais bonito da Fiat.

  • RKK

    “Sobre a plataforma, provavelmente será a mesma do Fiat 500, porém, com mudanças para crescer, compartilhando-a com o próximo Fiat 500X.”

    -> Depois da fusão com a PSA, não faz sentido a FIAT continuar a desenvolver produtos com a ultrapassada plataforma do Punto.

    • Danilo

      Não faz sentido após a fusão é cada empresa do grupo usar plataformas diferentes pra produtos parecidos não importando a defasagem ou não. Se uma fusão é feita, deve-se cortar custos pra poder valer a pena e esses custos são diluídos com escala de produção.

      • RKK

        E se deve também aproveitar os equipamentos mais modernos já disponível da fusão para fazer frente à acirrada concorrência.

    • Alaor

      Acontece que a fusão ainda nem aconteceu.

  • GuilhermeSMello

    SUV baseado no Tipo e com porte do Skoda Karoq já existe e se chama Jeep Compass, visto que os dois compartilham a mesma plataforma, junto com Renegade, 500X, 500L, Dobló e Toro. Se a Fiat quer economizar no desenvolvimento, basta usar a estamparia da Toro no Compass e já tem um SUV Fiat tanto para Europa quanto para as Américas.

  • 😎.

    Ficaria na faixa de preço do finado Croma Wagon.

  • Tommy

    Eu acho que o Tipo teria um excelente potencial de vendas no Brasil se fosse vendido como meio-termo entre o Cronos e um Corolla, algo como o Virtus é na VW, deixando Argo/Cronos focarem nas versões 1.0/1.3

    Principalmente se usasse a marca Dodge como no México e/ou os motores Firefly Turbo

    • McLovin

      Ué, ela tentou fazer isso com o Linea, foi um retumbante fracasso comercial. Pessoal achava absurdo um sedã derivado do Punto alcançar preço de Corolla nas versões mais caras com todos os opcionais disponíveis, embora o Honda City fosse tão ou mais absurdo neste aspecto e ninguém reclama. Talvez uma caixa automática tradicional ajudasse. Essas propostas de sub-segmentos, que não é nem compacto nem médio, é sempre complicado.

      Curioso que esse Tipo esteve disponível para venda na Argentina, posicionado acima do Cronos, mas vinha com motor E-Torq 1.6 custando mais. Em hipótese alguma essa estratégia seria exitosa.

      • Rafael Straus

        O Linea queria concorrer diretamente com o Corolla e não tinha câmbio automático. Esse foi o erro.

        O Tipo Sedã poderia simplesmente substituir o Cronos e concorrer com o Virtus. Aí, sim, a estratégia seria coerente.

        • Miguel

          Pois é, a Fiat quis gastar dinheiro pra fazer um Cronos e Argo quando poderia ter se antecipado ao movimento dos sedãs compactos espaçosos, como o Virtus e cia.

          Poderia ser mais simplificado, poderia ter versões mais requintadas, e acho que venderia muito bem pelas qualidades do carro, principalmente espaço interno.
          Mas é assim, aqui no Brasil fica tudo diferente da Europa mesmo…

  • andrevilsonpereira

    um novo Punto teria mais apelo que o Argo, eu não digo que o Argo é um natimorto mas, o Punto na época dele foi melhor recebido do que o Argo, mesmo depois da reestilização baseada no evo

  • Rick Wakeman

    Apesar do design ainda não estivesse muito defasado , o Punto já não vendia bem no Brasil. Lançar o Argo foi uma boa estratégia, tanto foi que o carro vende bem, apesar de ser mais caro que os concorrentes (versão básica).

    Falta a Fiat melhorar o Uno, pois ficaria com o Mobi de subcompactos, o Uno como corrente do Joy e ka, e argo numa faixa um pouco a cima.

    E TB falta lançar um suv.

    Ou seja, hoje a Fiat não tem um modelo competitivo no segmento Hatch de entrada (que deveria ser o Uno) e nem no segmento SUV, dois segmentos que vendem muito.

    Não sei por que os dirigentes da Fiat nAo se mexem pra lançar um hatch de entrada competitivo e um SUV

    • Sino Weibo

      Argo não tem potencial pra disputar o andar de cima. Vende bem pq tem versões mais “em conta” agora, depois do fracasso inicial. Uno já é subcompacto, não tem sentido Mobi e Uno, um deles tem de sair, e nenhum dos dois disputam com Ka e nem mesmo Joy, que são bem mais modernos que ambos.

      • Rick Wakeman

        Tanto tem que vende bem. Não houve fracasso inicial nenhum. Não tem como disputar com Onix , Ka e hb20 por causa do preço. Mesmo com descontos, o preço da versão do argo compatível com os líderes é bem mais alto.

        Uno é compacto, não subcompacto. Uno é moderno sim, só é pequeno por dentro.

        • Sino Weibo

          A versão do Argo que mais vende é a 1.3 drive. Tem preço de 56 mil mas com descontos sai por bem menos, ou seja, os valores são bem proximos de algumas versões iniciais de Onix, Ka e HB20. Então como não disputa com estes? O Uno pode até ser considerado compacto, mas está ultrapassado.

          • Rick Wakeman

            HB20 custa 44,9 mil, sem descontos. Onix é por ai. Se for comparar, 44,9 mil é muito, mas muito mais baixo do que 56 mil né! Se vc considera que Argo tem descontos, HB20, Onix tb terá…e o Argo com desconto continuará a ser muito, mas muito mais baixo que o HB20 e Onix. Então, como um carro que custa (56 mil – x) disputa o mesmo mercado que outro que custa (44,9 – x)????? Pode me explicar isso?

    • Rafael Straus

      O Punto nunca teve motor 1.0 para ter volume de vendas – ela tinha uns 500 compactos abaixo dele pra isso (em 2013 tínhamos Mille, Palio Fire, Novo Uno e Novo Palio). A FIAT sempre procurou posicionar o Punto como “premium”.

      Basta a FIAT fazer a mesma estratégia do Polo: ter versões de básicas até top.

      • Rick Wakeman

        SIm, mas ele estava caindo nas vendas…mês a mês.

        • Rafael Straus

          Natural um carro cair de vendas se não é feito nenhum investimento ou atualização. O Polo que o diga, que morreu em 2014…

  • Rodrigo Staliano

    Estive em fevereiro em Portugal e fiquei impressionado como há desse carro por lá.
    Muito comum nas ruas lusitanas. Especialmente a versão SW. Muito bonita !!

  • Charles Duarte

    Há tempos que comentei que a linha Tipo deveria ter vindo para o Brasil… Já era um projeto de baixo custo e ao meu ver muito bem acertado, mas como a Fiat FCA “respeita” o Brasil resolveram tapar o sol com a peneira com o Argo/Cronos que nem fede nem cheira… Estrategicamente a FCA resolveu focar mais na Jeep e deixou a Fiat de lado, pois até a Toro é um Jeep com o logo Fiat, deve ter dado mais lucro com certeza, agora vamos ver as cenas dos próximos capítulos, de uma coisa eu sei: Se já tínhamos projetos bem remendados quando as coisas ainda iam mais ou menos agora então o que vier será lucro porque só tende a piorar… Infelizmente.

  • Paulo Vítor

    Punto era figura fácil entre os mais vendidos na Europa e tinha uma boa imagem. O que faz uma montadora a abandonar o seu produto de maior sucesso comercial? Não dá para entender..

  • Fabão Rocky

    Acontece q o Argo nunca foi e nunca será o sucessor do Punto. Quer queira quer não, o Argo é o sucessor do Palio.

    • Vae Victis

      Não, é melhor e maior que o Palio

    • Exatamente, a fiat disse isso, mas a imprenssa teima em dizer que ficou no lugar de Punto e bravo. Simplesmente a fiat deixou de produzir 3 modelos, ficando apenas com o argo, que está longe de ser um fracasso, é o quarto mais vendido do país.

      • Miguel

        E repete o mesmo erro do Linea, posiciona o carro onde ele não deveria estar posicionado!

  • cerberos

    Novo Punto ou também conhecido como novo 208 com adesivos da Fiat

  • Henrique

    Fiat matou Bravo e Punto em uma cajadada só, através de um carro chamado Argo. O argo na época parecia uma ótima opção para o mercado, após sua chegada com os primeiros reviews e recalls, mudei de ideia.

    Até hoje acho que o Bravo e punto carros bonitos e muito completos, são ótimas opções no mercado de usados com cambio manual. Acredito ter pouco concorrentes que disponibilizem tantos equipamentos e com certa qualidade por um preço competitivo.

    Mas a Fiat se limitou em trazer apenas um motor moderno, o 1.3. Precisa de um novo motor Turbo e aposentar de vez esse 1.8 (que de torq não tem nada), além desses cambios automatizados.

    • Paulo Lustosa

      Na verdade o E-Torq até tem agilidade, mas ficou limitado esta questão ágil apenas ao Linea por este utilizar câmbio bastante curto.

      • Henrique

        Então, na verdade não é mesmo. O E-torq 1.6 e 1.8 tem arrancadas fraquíssimas, ou seja, baixo torque em baixas rotações.
        Experiência própria minha e da comunidade Punto. Além do renegade…

        • Paulo Lustosa

          Renegade tem 1450kg pra um motor de 132 cv e o Punto tem câmbio longo e não tem comando variável. Eu tive Linea, e o câmbio dele é mais curto que o do Punto, a ponto de velocidade de cruzeiro nele ser bem mais alta que no Punto. A real é que esse motor foi a pior escolha pra matar o 1.9 16V argentino que equipou os Linea anteriores, que é um motor bem mais competente que o E-Torq, e na prática o 1.9 andava mais até de baixa.

  • Miguel

    Fiat, comeca de novo! Deixa aqui:

    500 – Subcompacto simples e luxo
    Uno – Subcompacto simples
    Familia Tipo – versão simples e luxo
    500X – SUV
    Strada –
    Toro –

    Pronto, pra mim seria isso.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email