Fiat Toro alcança 300.000 vendidas no Brasil e vira referência

Fiat Toro alcança 300.000 vendidas no Brasil e vira referência

A Fiat Toro chegou à marca importante de 300.000 unidades vendidas em cinco anos de mercado. O produto, que inaugurou um segmento inexplorado anteriormente, se tornou referência para o mercado nacional e internacional.


Sempre vice-líder entre os comerciais leves, a segunda picape mais vendida do país só perde em posição para a irmã menor, a Fiat Strada. Contudo, inicialmente, a Toro chegou a ocupar o topo de vendas.

Feita em monobloco, a picape cabine dupla da Fiat se situa entre as leves e as médias de chassi de longarinas. Com uma caçamba de 937 litros e porta dupla no lugar da tradicional tampa da caçamba de carga, a Toro chama atenção pelo estilo.

Fiat Toro alcança 300.000 vendidas no Brasil e vira referência

Fabricada em Goiana, a Fiat Toro aproveitou a plataforma de Renegade e Compass, assim como compartilhando os propulsores do primeiro, sendo eles o fraco E.torQ 1.8 de até 139 cavalos e o forte diesel Multijet 2.0 de 170 cavalos, este com nove marchas e tração nas quatro rodas.

A Fiat Toro aplicou ainda uma suspensão traseira independente, que deu mais liberdade ao produto tanto no asfalto quanto fora dele.

Nestes anos, a picape chegou a utilizar o motor Tigershark 2.4 com até 186 cavalos, nove marchas e tração dianteira. Agora, ela tem o GSE Turbo 1.3 com 180 cavalos na gasolina e 185 cavalos no etanol, além de transmissão automática de seis marchas.

Fiat Toro alcança 300.000 vendidas no Brasil e vira referência

Atualizada mecanicamente, a Fiat Toro ainda recebeu faróis full LED, display digital de 7 polegadas no cluster, multimídia de 10,1 polegadas, conexão 4G com Wi-Fi, serviços conectados, carregamento indutivo de smartphone, detector de pedestres e frenagem autônoma, entre outros.

Sem rivais, a Fiat Toro continua reinando nesse seu nicho, porém, General Motors e a Volkswagen prometem azedar um pouco a vida da picape pernambucana com concorrentes vindos do ABC paulista e, talvez, do Paraná.

Além disso, a Ford deverá trazer a Maverick para fazer pressão e, quem sabe, até a Hyundai decida importar a Santa Cruz para completar a festa…

Fiat Toro 2022 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.