*Destaque Fiat Lançamentos Linha 2018 Peruas

Fiat Weekend 2018: fotos, versões, preços, motor, equipamentos

fiat-weekend-adventure-2017-1 Fiat Weekend 2018: fotos, versões, preços, motor, equipamentos

O segmento de peruas no mercado brasileiro, assim como no resto do mundo, vai perdendo cada vez mais espaço para os crossovers. No entanto, algumas montadoras seguem apostando na categoria, sobretudo nos modelos compactos. A Fiat é uma delas. A montadora italiana já deixou de produzir a velha Weekend (conhecida até 2014 como “Palio Weekend”), com novos equipamentos e a ausência da versão de acabamento Trekking 1.6. Com isso, a Fiat Weekend 2018 será o fim da linha para uma longa carreira da familiar da marca italiana no Brasil.



Nascida em 1997 como parte da linha Palio e sucessora da clássica Elba, a então Fiat Palio Weekend era a perua do novo compacto, lançado um ano antes. Ela diferia dos demais membros – que incluía também o sedã – desenhados pelo estúdio I.DE.A, o mesmo que fez a semelhante linha de compactos da Tata Motors na mesma época, por ter entre-eixos maior e um conjunto de suspensão com braços arrastados no lugar do tradicional eixo de torção. Com isso, ele podia levar mais carga e conferir conforto adicional.

O projeto 178 foi executado em diversos países, embora tenha nascido no Brasil. Com isso, a perua Fiat Weekend acabou sendo vendida inclusive na Europa. Ela também recebeu diversos motores por onde foi vendido, partindo desde o 1.0 16V até o 1.8 E.torQ mais recentemente. Até mesmo motor GM 1.8 foi empregado na perua. Redesenhada por Giugiaro em 2001, ela inaugurou a era dos aventureiros, criando a versão Palio Weekend Adventure, que vinha com proteções plásticas nas saias de rodas e para-choques, pneus de uso misto, suspensão elevada, faróis auxiliares, rack personalizado e acabamento diferenciado.

Em 2004, um novo facelift de Giugiaro dá uma nova cara para a Fiat Weekend, que continua com versões normais e a aventureira Adventure. Nessa época, ela já liderava há algum tempo o segmento de peruas no país, que já estava sofrendo grande pressão por parte das minivans, que infestavam o mercado nacional. Três anos depois, o Centro de Estilo da Fiat em Betim-MG executava a quarta atualização visual da perua, que ganhou um ar mais moderno e ficaria assim até de carreira.

Depois do fim da Volkswagen Parati, a Fiat Weekend permaneceu sozinha no mercado. Em 2008, a versão Adventure passa a adotar um sistema para realmente enfrentar o fora de estrada, chamado Locker, que bloqueia o diferencial a fim de permitir que a roda que está girando em falso transfira a força para aquela que está livre, facilitando assim sua saída de atoleiros ou buracos, por exemplo.

Em 2013, a perua ganhou a atual designação Fiat Weekend numa tentativa de afasta-lo do Novo Palio e do Palio Fire. E assim ele permanece no mercado até os dias de hoje, sempre oferecendo um bom porta-malas e uma suspensão traseira mais robusta. A versão Adventure foi amplamente utilizada por taxistas e forças policiais, assim como as demais versões para patrulhamento urbano no segundo caso.

A Fiat Weekend 2018 sairá de linha sem deixar sucessora. Nem mesmo o Idea sobreviveu à chegada de um novo tipo de veículo, o utilitário esportivo compacto, que arrebatou as vendas das minivans e decretou seu fim por aqui. Mas, a marca italiana não possui nenhum em sua gama, confiando à Jeep a tarefa de disputar esse mercado com Renegade e Compass, que fazem muito sucesso.

Fiat Weekend 2018 – detalhes

Na parte estética, o “novo”  segue idêntico a linha anterior. A Fiat Weekend 2018 mantém a mesma cara da antiga geração da família Palio, com direito a faróis espichados, para-choques com desenho mais limpo, laterais com formas mais limpas e traseira com lanternas que invadem a tampa do porta-malas.

A versão Adventure 2018, a mais cara da linha, se diferencia por adereços que tentam passar a impressão de se tratar de um carro aventureiro. Entre os diferenciais, há para-choques mais robustos, grade dianteira cromada, rodas de liga-leve com desenho exclusivo, molduras nas caixas de roda, novos retrovisores com repetidores de seta, detalhes na parte inferior das portas, rack de teto exclusivo e suspensão elevada.

O interior também é o mesmo, com plástico por todos os lados, com exceção das portas, que tem uma grande área revestida em tecido na Fiat Weekend 2018.

O modelo mede 4.251 mm de comprimento, 1.515 mm de altura e 1.639 mm de largura, com distância entre-eixos de 2.437 mm e porta-malas capaz de levar até 460 litros. No caso da Fiat Weekend Adventure 2018, são 4.310 mm, 1.643 mm e 1.721 mm, respectivamente, com a mesma medida de entre-eixos e porta-malas com a mesma capacidade.

fiat-weekend-adventure-2017-2 Fiat Weekend 2018: fotos, versões, preços, motor, equipamentos

Fiat Weekend 2018 – Novidades

A Fiat Weekend 2018 já está fora de linha de produção. O que se vende são estoques acumulados nos últimos meses de fabricação para mante-la no mercado por mais algum tempo, atendendo assim os clientes que ainda desejam uma perua clássica, a última do gênero no mercado nacional, visto que a Volkswagen SpaceFox é um misto de perua e minivan. Dessa forma, não há novidades em relação à antiga familiar da Fiat, que sairá de cena sem ao menos ter recebido uma edição final de despedida para os fãs.

Fiat Weekend 2018 – Versões

Fiat Weekend Attractive 1.4 – R$ 59.480
Fiat Weekend Adventure 1.8 – R$ 74.760
Fiat Weekend Adventure Dualogic 1.8 – R$ 78.970

Fiat Weekend 2018 – Equipamentos

A linha 2018 da Fiat Weekend traz novidades na lista de equipamentos. A versão de entrada Attractive 1.4 passa a contar com barras longitudinais no teto, rádio Connect e banco do motorista com regulagem de altura. Nos demais itens de série, há aerofólio traseiro na cor da carroceria, alertas de limite de velocidade e manutenção programada, alças de segurança traseiras, apoios de cabeça para todos os ocupantes, banco traseiro rebatível, bolsas porta-objetos nas portas dianteiras, brake light, rodas de aço com calotas, computador de bordo (distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e tempo de percurso), entre outros.

A lista inclui ainda console central com porta-objetos e três porta-copos, desembaçador do vidro traseiro, direção hidráulica, para-sol do motorista e do passageiro com espelho, faróis de neblina, sistema follow me home, frisos cromados nas laterais, friso na tampa do porta-malas, grade frontal com acabamento cromado, airbags frontais, freios ABS com EBD, maçanetas e retrovisores externos na cor do veículo, retrovisores externos com comando interno mecânico, travas elétricas, vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento, volante com regulagem de altura, entre outros.

Já o topo de linha Fiat Weekend Adventure 1.8 2018 passa a contar com faróis com moldura e máscara negra, moldura dos para-choques dianteiro e traseiro escurecidos, protetor de soleira escurecida, rodas de liga leve de 16 polegadas escurecidas, volante com revestimento em couro e comandos do sistema de som e banco traseiro bipartido.

A lista agrega ainda (em relação a Fiat Weekend Attractive 1.4), apoia-braço central no banco do motorista, banco do motorista com ajuste de altura, ar-condicionado, barras longitudinais no teto com brake light integrado, bússola e inclinômetros longitudinal e transversal, chave canivete com telecomando para abertura e fechamento das portas, computador de bordo B (distância B, consumo médio B, velocidade média B e tempo de percurso B), faróis de profundidade, grade frontal cromada exclusiva Adventure, indicador de portas e porta-malas abertos, indicador de temperatura externa, indicador gradual do nível de combustível, protetor de cárter, painel de instrumentos exclusivo Adventure, entre outros.

Há também retrovisores externos com luzes indicadoras de direção integradas e ajuste elétrico, rodas de liga-leve de 16 polegadas com pneus de uso misto 205/60 R16, rádio Connect CD MP3/WMA integrado ao painel com RDS, viva-voz Bluetooth e entrada USB, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos traseiros, entre outros.

fiat-weekend-attractive-2017-5 Fiat Weekend 2018: fotos, versões, preços, motor, equipamentos

Entre os itens opcionais, a Fiat Weekend Attractive 1.4 oferece o Kit Creative 1 (rodas de liga-leve de 14 polegadas com pneus 185/65 R14, banco do motorista com regulagem de altura e banco traseiro bipartido), Kit Creative 2 (ar-condicionado e barras longitudinais no teto), Kit Creative 3 (vidros elétricos traseiros com one touch e antiesmagamento, retrovisores externos elétricos e rádio Connect com Bluetooth e USB), Kit Creative 4 (vidros elétricos traseiros, rádio Connect CD com Bluetooth e USB, sensor de estacionamento traseiro e volante em couro com comandos do rádio) e predisposição para rádio (2 alto-falantes dianteiros, 2 alto-falantes traseiros e antena).

Já a Fiat Weekend Adventure 1.8 dispõe do Kit Extreme (centra multimídia com tela sensível ao toque de 6,2 polegadas, navegador GPS, TV digital, DVD player, Bluetooth, USB, MP3, rádio AM/FM e câmera de ré, rodas de liga-leve aro 16, grade dianteira escurecida, sobre tapetes exclusivos, badge Extreme, detalhes externos na cor Grigio Netuno, porta-objetos no encosto dos bancos dianteiros, rede porta-objetos no porta-malas e volante em couro com comandos do rádio), bloqueio do diferencial Locker, Kit Creative 1 (banco traseiro bipartido e volante em couro com comandos do rádio), entre outros.

Há também o Kit Confort (sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico, subwoofer, bancos revestidos parcialmente em couro bicolor) e o Kit Urban (pneus de uso urbano 205/60 R16, estepe em roda de liga-leve aro 16 e rede porta-objetos no porta-malas).

Fiat Weekend 2018 – Preços

Fiat Weekend Attractive 1.4 – R$ 59.480
Fiat Weekend Adventure 1.8 – R$ 74.760
Fiat Weekend Adventure Dualogic 1.8 – R$ 78.970

fiat-weekend-attractive-2017-1 Fiat Weekend 2018: fotos, versões, preços, motor, equipamentos

Fiat Weekend 2018 – Motor

Com o fim da versão Trekking 1.6, a linha do Fiat Weekend agora dispõe de apenas duas opções de motorização.

A variante de entrada Attractive usa um propulsor 1.4 litro Fire flex de quatro cilindros, que rende 85 cavalos de potência com gasolina e 86 cv com etanol, a 5.750 rpm, e torque de 12,4 kgfm e 12,5 kgfm, respectivamente, a 3.500 rpm, associado a uma transmissão manual de cinco velocidades.

Já o modelo Fiat Weekend Adventure dispõe do propulsor 1.8 litro E.torQ flex de quatro cilindros, capaz de gerar 130 cv com gasolina e 132 cv com etanol, a 5.250 rpm, e torque de 18,4 kgfm e 18,9 kgfm, respectivamente, a 4.500 rpm, com câmbio manual de cinco velocidades ou automatizado Dualogic Plus, também de cinco marchas.

fiat-weekend-attractive-2017-2 Fiat Weekend 2018: fotos, versões, preços, motor, equipamentos

 

Fiat Weekend 2018 – Desempenho

A Fiat Weekend 2018 tem um desempenho adequado para a proposta. No motor Fire 1.4, segundo dados da marca, a perua vai de 0 a 100 km/h em 13,5 segundos (gasolina) e 13,4 s (etanol), e atinge velocidade máxima de 166 km/h e 167 km/h, respectivamente.

Já no 1.8 E.torQ, com este conjunto, a Fiat Weekend 2018 alcança os 100 km/h em 10,5 s e 10,9 s e tem máxima de 182 km/h e 184 km/h.

Fiat Weekend 2018 – Consumo

Cidade

  • Fiat Weekend 1.4 2018 – 7,2 km/litro no etanol e 10,5 km/litro na gasolina
  • Fiat Weekend 1.8 2018 – 6,6 km/litro no etanol e 9,7 km/litro na gasolina
  • Fiat Weekend 1.8 Dualogic 2018 – 6,5 km/litro no etanol e 9,5 km/litro na gasolina

Estrada

  • Fiat Weekend 1.4 2018 – 8,0 km/litro no etanol e 11,6 km/litro na gasolina
  • Fiat Weekend 1.8 2018 – 7,2 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina
  • Fiat Weekend 1.8 Dualogic 2018 – 7,2 km/litro no etanol e 10,2 km/litro na gasolina

Fiat Weekend 2018 – Manutenção e revisão

A Fiat faz a revisão a cada 10.000 km e vem com mão de obra gratuita. No caso do Fiat Weekend 2018, a multivan tem custo total das revisões até 50.000 km em R$ 2.900. A Fiat faz inspeções em outros itens do veículo, recomendando a substituição se necessário dos itens de desgaste natural, tais como discos, pastilhas, pneus, limpadores de para-brisa, entre outros.

Nas paradas, são efetuadas substituições de óleo de motor, filtro de óleo; elemento do filtro de ar, filtro de combustível, vela de ignição, fluido de freio e correia transmissão ar condicionado. A oficina dos revendedores também realiza serviços de balanceamento e alinhamento de rodas, verificação de molas e amortecedores e sua substituição, faróis, lanternas, luzes internas, portas e vedações, entre outros.

Reparação e funilaria também são feitos, assim como pintura e polimento. Limpeza e higienização de interiores, além da oferta de acessórios para cuidados com o carro. O MVP – Mopar Vehicle Protection consiste em planos de serviços exclusivos para manutenção do veículo.

Ele oferece a Revisão Sob Medida, que pode ser paga no momento da compra do carro e a Garantia Estendida, indo além do período normal de cobertura. A Fiat conta ainda com assistência 24 horas para os carros em garantia, além de oferecer uma central de atendimento para emergências. A rede tem mais de 500 pontos de assistência em todo o Brasil.

Revisão 

Custo 

Custo 

Quilometragem Preços 1.4 Preços 1.8 
10.000 km R$ 204 R$ 320 
20.000 km R$ 424 R$ 588 
30.000 km R$ 660 R$ 740 
40.000 km R$ 576 R$ 728 
50.000 km R$ 400 R$ 560 
60.000 km  R$ 1.264 R$ 1.012 

Fiat Weekend 2018 – Ficha técnica

Weekend Adventure 1.8 16VWeekend Attractive 1.4Weekend Adventure 1.8 16V Dualogic

MOTOR

TAXA DE COMPRESSÃO11,2:110,35:111,2:1
TORQUE MÁXIMO (ABNT/REGIME)18,4 kgfm / 4.500 rpm (gasolina) / 18,9 kgfm / 4.500 rpm (etanoll)12,4 kgfm / 3.500 rpm (gasolina) – 12,5 kgfm / 3.500 rpm (etanol)18,4 kgfm / 4.500 rpm (gasolina) / 18,9 kgfm / 4.500 rpm (etanoll)
POTÊNCIA MÁXIMA (ABNT/REGIME)130 cv / 5.250 rpm (gasolina) / 132 cv/ 5.250 rpm (etanol)85 cv / 5.750 rpm (gasolina) – 86 cv/ 5.750 rpm (etanol)130 cv / 5.250 rpm (gasolina) / 132 cv/ 5.250 rpm (etanol)
EIXO DE COMANDO DE VÁLVULASUm no cabeçoteUm no cabeçoteUm no cabeçote
POSIÇÃOTransversal, dianteiroTransversal, dianteiroTransversal, dianteiro
CILINDRADA TOTAL1.747cm³1.368 cm³1.747cm³
DIÂMETRO X CURSO80.5 x 85,8 mm72,0 mm x 84,0 mm80.5 x 85,8 mm
NÚMERO DE VÁLVULAS POR CILINDRO424
NÚMERO DE CILINDROS4 em linha4 em linha4 em linha

IGNIÇÃO

TIPOMagneti Marelli, eletrônica digital incorporada ao sistema de injeçãoMagneti Marelli, eletrônica digital incorporada ao sistema de injeçãoMagneti Marelli, eletrônica digital incorporada ao sistema de injeção

ALIMENTAÇÃO

INJEÇÃO ELETRÔNICAMagnetti Marelli, multiponto, seqüencialMagneti Marelli, multiponto, seqüencialMagnetti Marelli, multiponto, seqüencial
COMBUSTÍVELGasolina/EtanolGasolina/EtanolGasolina/Etanol

CÂMBIO

RELAÇÕES DE TRANSMISSÃO1ª 3,909 / 2ª 2,238 / 3ª 1,520 / 4ª 1,156 / 5ª 0,919 / Ré – 3,9091ª – 4,273 / 2ª – 2,238 / 3ª – 1,444 / 4ª – 1,029 / 5ª – 0,872 / Ré – 3,9091ª – 3,909 / 2ª – 2,238 / 3ª – 1,520 / 4ª – 1,156 / 5ª – 0,919 / Ré – 3,909
RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO DO DIFERENCIAL4,0674,0674,067
NÚMERO DE MARCHAS5 à frente e uma à ré5 à frente e uma à ré5 à frente e uma à ré
TRAÇÃODianteira com juntas homocinéticasDianteira com juntas homocinéticasDianteira com juntas homocinéticas

EMBREAGEM

TIPOMonodisco a seco com mola a disco e comando hidráulicoMonodisco a seco com mola a disco e comando hidráulicoMonodisco a seco com mola a disco e comando hidráulico

SISTEMA DE FREIOS

TRASEIROA tambor (Ø de 228 mm) com sapata autocentrante e regulagem automática de jogoA tambor (Ø de 228 mm) com sapata autocentrante e regulagem automática de jogoA tambor (Ø de 228 mm) com sapata autocentrante e regulagem automática de jogo
SERVIÇOHidráulico com comando a pedal e ABSHidráulico com comando a pedal e ABSHidráulico com comando a pedal e ABS
DIANTEIROA disco ventilado (Ø de 284 mm) com pinça flutuanteA disco ventilado (Ø de 240 mm) com pinça flutuanteA disco ventilado (Ø de 284 mm) com pinça flutuante

SUSPENSÃO DIANTEIRA

TIPOMacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais, com barra estabilizadoraMacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais, com barra estabilizadoraMacPherson com rodas independentes, braços oscilantes inferiores transversais, com barra estabilizadora
ELEMENTO ELÁSTICOMolas helicoidaisMolas helicoidaisMolas helicoidais
AMORTECEDORESHidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeitoHidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeitoHidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeito

SUSPENSÃO TRASEIRA

TIPOCom rodas independentes, eixo de torção e barra estabilizadoraCom rodas independentes, braços oscilantes inferiores longitudinais e barra estabilizadoraCom rodas independentes, eixo de torção e barra estabilizadora
AMORTECEDORESHidráulicos, telescópicos de duplo efeito pressurizados a gás (Powershock)Hidráulicos, pressurizados a gás, telescópicos de duplo efeitoHidráulicos, telescópicos de duplo efeito pressurizados a gás (Powershock)
ELEMENTO ELÁSTICOMolas helicoidaisMolas helicoidaisMolas helicoidais

DIREÇÃO

DIÂMETRO MÍNIMO DE CURVA10,5 m10,5 m10,5 m
TIPOHidráulica, com pinhão e cremalheiraHidráulica com pinhão e cremalheiraHidráulica, com pinhão e cremalheira

RODAS

ARO6JX16”5.5JX14”6JX16”
PNEUS205/60 R16185/65 R14205/60 R16

PESO DO VEÍCULO

CAPACIDADE DE CARGA400 Kg500 Kg400 Kg
CARGA MÁXIMA REBOCÁVEL (SEM FREIO)400 Kg400 Kg400 Kg
EM ORDEM DE MARCHA (STD A)1.235 Kg1.091 Kg1.242 Kg

DIMENSÕES EXTERNAS

COMPRIMENTO DO VEÍCULO4.310 mm4.251 mm4.310 mm
VOLUME DO PORTA-MALAS460 litros460 litros460 litros
BITOLA DIANTEIRA1.471 mm1.418 mm1.471 mm
ALTURA DO VEÍCULO (VAZIO)1.643 mm1.515 mm1.643 mm
DISTÂNCIA ENTRE-EIXOS2.466 mm2.437 mm2.466 mm
LARGURA DO VEÍCULO1.721 mm1.639 mm1.721 mm
ALTURA MÍNIMA DO SOLO (VAZIO)190 mm135 mm190 mm
BITOLA TRASEIRA1.441 mm1.420 mm1.441 mm
TANQUE DE COMBUSTÍVEL51 litros51 litros51 litros

Fiat Weekend 2018 – fotos

4.0

  • EJ

    Engraçado que o motor E-Torq que mais preserva características do Tritec, que é justamente o 1.6, acaba sendo o menos utilizado. Pensar que já equipou Mini Cooper, foi super elogiado e hoje devido aos downgrades o povo senta o pau no 1.75 16V…

    • Cristiano_RJ

      Pois é né? O que era bom há 20 anos atrás não continua sendo bom hoje. Fosse assim, estaríamos até hoje elogiando as características técnicas superiores das caravelas de Pedro Álvares Cabral.

      • CharlesAle

        E que por falar em caravelas, parece que essa família Palio 1 vem dessa época..rsrs

        • Cristiano_RJ

          kkkkk… os bandeirantes levavam algumas unidades consigo em suas expedições.

    • Guilherme Couto

      No punto, o motor 1.6 é terrível. Muito fraco abaixo de 3000 rpm, pra quem mora em cidades com topografia desfavorável, fica amarrado que nem o punto 1.4. Em alta anda junto do 1.8 8v e bebe que nem.

  • Fábio A.

    R$ 56.600 carro cujo projeto e plataforma já tem 20 anos e onde o ar-condicionado é opcional… A que ponto chegamos…

    A Fiat já foi vista como marca que trouxe inovação, mas hoje em dia sinceramente…

    • CharlesAle

      A não ser pela Toro(com ressalvas) Hoje, não teria nada que valeria sequer entrar em uma CSS Fiat..Que dirá comprar um…

    • Dimitri Diegoli

      Por esse preço você pode optar por um Uno completo. kkkkkkk

    • Matafuego

      Essa Weekend é o Classic da Fiat. Só falta a Fiat seguir o exemplo da GMB e aposentar essa carroça.

    • pedro rt

      hj em dia seu UNICO CARRO BOM DE FATO E O TORO, o resto e so carroça e remendo…

    • T1000

      Pior, 56k com painel de uno vivace modelo antigo

  • luiz

    Isso é algum tipo de piada fiat ?

    • Marcos Souza

      Perto da Doblô, essa wekeend fica barata! Isso sim é piada

      • Henrique Rocha

        kkkkkkkk

      • pedro rt

        barata ou nao todos os fiat sao carroça com excecao do toro

  • FPC

    uma palavra: Deprimente!

  • Dias

    Que carro horrível! Não sei como ainda tem gente que compra.

  • Nem pra modernizar o motor pra dar uma ‘enganada’… Esse 1.4 litro Fire Flex parece mais um 1.0 comum. Que Torque pífio pra um 1.4. Será que com 5 pessoas e a mala cheia, sai do lugar?

    • Filipe Carvalho

      Sair sai, mas olha uma sofrencia só, meu teve um

    • pedro rt

      esse 1.4 ja e fraco no punto oq dira na velha weekend

  • DGA

    Isso já deu o que tinha que dar, já passou da hora de uma nova geração!

    • pedro rt

      a sucessora dela chega no começo de 2018, sera o suv derivado do novo punto

  • Diego

    Que carro nojento….Essa velharia sobre rodas ainda vende ?Tem que ter coragem, mesmo olhando nosso mercado sem limites.

    • Elizangela Oliveira

      O mercado como um todo é decepcionante. Mas quando vc analisa particularidades como essa Weekend e Doblo, Spacefox de R$ 90.000,00, é estarrecedor!

    • pedro rt

      so compra quem e muito fã do carro realmente, qualquer suv hj e melhor q isso ai de cima…

  • Miguel

    Uma pena, virou um dinossauro. Tá envelhecida, embora eu ainda ache o desenho bonito, principalmente da trailwalk(KKKKKK), mas não dá, deveria ter evoluído com plataforma e interior pra continuar no mercado.

    • Elizangela Oliveira

      Ou cobrar R$20.000,00 a menos!

  • lucas lobo

    Esse preço é piada!!!!!

  • Não entendo como nem o novo motor 1.3 colocam no carro. O mercado já não tem peruas disponíveis, e Fiat e também a VW insistem em manter modelos caros e defasados. Infelizmente ainda continua sendo a opção pra quem quer e curte esse tipo de carro.

    • pedro rt

      motor 1.3 e 1.0 novo so vai pros modelos q vao continuar em linha pós 2018, portanto e obvio q toda a linha atual de carros pequenos nao vai receber com excecao do uno e mobi

      • Óbvio para você e para os jênios da Fiat. Pega carro em fim de vida, gasta dinheiro com mudanças, mantém preço caro e nem pra colocar o motor novo. Seria muito mais fácil para manutenção, redução de custo dos motores firefly, e nas vendas se colocassem o motor novo.

  • Alexandre Furtado

    Isso ainda vende alguma coisa? A única perua q ainda vale a pena é a golf variant

    • Vattt

      Também concordo, pena o “preção” e que tiraram a suspensão mais confortável, mas realmente deve ser quase imperceptível a diferença!!! Espero.

    • Junoba

      A Weekend emplacou 598 unidades em Agosto, e no acumulado do ano 4.721. Já o Golf Variant, apenas 52 exemplares no mesmo mês e 779 no resto do ano.

      • Vattt

        A maioria pra frotista, que tem muito desconto. Gosto da perua, só não gosto dos preços cobrados por elas que deveriam custar o mesmo ou um pouquinho a mais que suas versões mais compactas.

      • pedro rt

        engraçado ver q o SIENA EL vendia 3 vezes mais q a weekend e saiu de linha e essa carroça de quase 20 anos continua em producao…

        • Junoba

          O Siena EL continua a venda.

    • pedro rt

      sinceramente nenhuma vale a compra pelo mercado muito restrito e a pouca venda e aceitacao de mercado

  • Mr. Car

    Poderiam passar o motor 1.6 da extinta Trekking, para a Attractive. Da forma que ficou, uma versão (1.4) acho fraca, e a outra (1.8) é a tal da Adventure, que acho horrorosa com este monte de plásticos que chegam a deformar um design originalmente até agradável.

  • Igor

    A já substituiu o 1.4 do Uno pelo 1.3 Firefly. Se não deu o novo motor para a Weekend, ela não deve durar muito mais… Vinte anos é muita coisa. Quem senta atrás vai apertado.

    • Edu Lima

      Vdd!!

    • pedro rt

      acho q a weekend nao passa dos primeiros meses de 2017…

  • Vattt

    Gosto de Peruas, mas cobrar 20 mil a mais por um porta malas e motor um pouco maior que o do Palio Fire é injusto!!! Me lembro quando minha mãe comprou a 207 SW, ela custava quase 5 mil a mais que o Hatch, ou seja, nada que justifique as grandes diferenças. O correto é custar o mesmo, e o cliente poder escolher, já que a diferença é um palmo a mais ou a menos de lata e que para uma pequena família faria toda a diferença.

    • pedro rt

      nenhuma sw vale apena no brasil, nao e a toa q o tipo de publico desse carro se mudou pros sedans e hj tao mudando pros crossovers

  • Edu Lima

    Sou fã da Fiat… Mas qual eh a necessidade de manter esse carro em pleno 2016? É bonito, mas já está MUITO defasado e MUITO caro. E ao invés de tirar o motor 1.6, poderiam tirar o 1.4!!!!!

    • pedro rt

      o motor 1.6 vai sair de linha em todos os modelos, no lugar dele teremos o firefly 1.3 assim tmb como o velho 1.4 fire tmb saira de linha nos proximos anos… portanto so vai ficar os firefly 1.0, 1.3 aspirados e turbo e o e.torq evo 1.8 usado no toro

  • Tosoobservando

    Esse tipo de carro e seus preços sao simbolos do nosso mercado, e tipo aquelas copias da China sabe, como se fosse um vicio em plasticos. A diferença é que as copias chinesas sao feitas pra ser baratas pro consumidor que aceita, ja esse ae a marca tenta enfiar guela abaixo como “compravel” nestes preços absurdos. Se custasse 20 mil a menos ainda seria caro mas seria pelo menos aceitavel no seu fim de carreira… Lamentavel a defasagem do mercado.

  • gustavo

    75 mil em um Palio esticado ??? Com um projeto de mais de 20 anos de idade !!!!!
    E sério isso ???
    Só no Brasil mesmo …….

    • pedro rt

      raramente se ve uma dessa em estoque, ate os vendedores preferem vender outro tipo de carro como o velho doblo como exemplo…

  • tiago

    Eita, sem ar-condicionado????
    que loucura….

    • pedro rt

      pois e, ninguem compra carro sem ar condicionado hj oq dira uma weekend…

  • Kaian Reis

    Ooh Fiaaaaaaaat, gosto da marca, mas toma vergonha nessa sua cara, como que um carro que custa mais de 56k tem ar-condicionado como opcional?

    • pedro rt

      pior q isso e sendo uma weekend… carroça de quase 20 anos ainda em linha

  • Edson Fernandes

    Curioso. Um carro que COMEÇA em R$53000, QUE SEQUER tem ar condicionado e um bendito ajuste de altura dos bancos!

    “E cada vez mais os Crossovers vão tomando conta”. Claro que sim! Para ter uma versão aceitavel já se paga R$60000! Assim fica dificil!

    Bizarro é ver a versão 1.8 por R$71000. A culpa não é do tipo de carro, mas sim do preço colocado. Eles conviveriam SIM, desde que o preço fosse compativel.

    E tem uma adendo: A idade de projeto. Para custar tudo isso é que é bizarro!

    • francis

      Tá f*** mesmo os preços de carros nessas terras tupiniquins…. veja a concorrente da Adventure Weekend, a SpaceCross custa 81.100,00 na versão manual e a
      Automatizada I-MOTION vem que vem a R$ 84.400,00….

    • CharlesAle

      $71.000,00 em um dinossauro.. E depois o Fiesta Ecoboost que é caro!!

      • pedro rt

        nada justifica pagar 71mil independente de ser uma weekend ou um fiesta 1.0T, existe coisa melhor no mercado na msm faixa de preço, exemplo? renegade sport manual por 72mil e golf 1.0 TSI por 75mil como comparacao

    • pedro rt

      nao conheço ninguem em pleno 2016 q compre uma weekend, tem q ser muito idiota de pagar mais q 50mil num carro de quase 20 anos e com o abaixo do minimo q poderia oferecer como item de serie

      • Edson Fernandes

        Pode existir quem curta. Eu vejo de vez em quando sim, da versão Adventure por aí. E tenho total certeza que tem várias 0km (comprada obviamente com desconto). MAs eu nunca vi nenhuma com esse kit extreme… (mas já vi uma doblo “Xingu” e uma “Extreme”!)

  • francis

    A versão Attractive deveria herdar o e-torq 1.6 16V , mas vejam uma curiosidade, ficou um buraco enorme entre as versões…. teria a Fiat alguma carta na manga pra ocupar esse espaço….

    • pedro rt

      a carta na manga e tirar o 1.6 e dualogic dos carros q usam 1.6 e 1.8, alem disso tirar todas as carroças de linha e so deixar o uno, strada na versao de entrada, toro e mobi alem claro de estender o cambio aisin de 6 marchas pros futuros lançamentos e o dualogic usado no uno pros futuros carros q usarao o 1.3 firefly

  • Ricardo Blume

    Preço sem noção.

  • Andre Cupertino

    Achei que a Fiat já tivesse tirado essa carniça nojenta de linha.

    • pedro rt

      eu tmb achei a msm coisa mas ela insiste em fzer uma carroça desde 1997 “weekend” e outra desde 2001 “doblo”…

      • Andre Cupertino

        Se tem quem compre, né?

  • Ailton Maschio Gomes

    A Fiat com seus opcionais. “Completo” deve beirar 90.000. o novo civic tá barato pra caramba.

  • Filipe Augustus

    Ela pode ser, cara, antiga e mau acabada, mas ainda acho ela muito bonita, em especial na versão Adventure, quando lançaram a Strada e o Siena Sporting, eu pensava muito em uma Weekend Sporting, amarela! Prefiro ela à SpaceFox, embora eu não compraria nenhuma das duas!

  • mauricio

    esse carro e ridiculo kkkkk

  • Fernando S.

    Se a versão 1.8 com ar condicionado estivesse neste preço inicial (57 mil), já estaria caríssima pois estamos falando de um carro com mais de 20 anos.

    Mas não. As montadoras são insaciáveis. São 20 anos + motor chocho + plástico pra todo – ar condicionado = quase 60 mil

  • Thiago C

    Um tanto depressivo imaginar alguém transferindo 70 mil reais para a concessionária e ir pra casa na expectativa de pegar sua weekend adventure em alguns dias. Será que alguém sente prazer em uma compra bizarra assim?

    • pedro rt

      infelizmente existe gosto pra tudo e se ela custa isso hj e pq tem gente q se oferece e se dispoe a pagar isso… muito melhor ir do lado numa css JEEP e pegar um renegade sport manual por 72mil…

  • Louis

    Minha 206 SW com 10 anos de uso é mais moderna que essa Palio 1996 aí…

    • pedro rt

      sorte sua, agora vai vender pra ver se chega pelo menos perto da weekend no valor…

      • Louis

        Não está a venda.

      • mauricio

        weekend ‘e um lixo de revenda, desvaloriza muitooo

  • pedro rt

    incrivel como continuam insistindo em produzir um carro q esta as vesperas de completar 20 anos, e pra finalizar e bem dificil de se ver um nas css…

  • pedro rt

    cada vez eu tenho mais certeza de q a fiat so faz carroça… o unico carro bom de fato e o TORO pq o resto e so velharia e remendo de outros carros velhos como o mobi e uno…

  • pedro rt

    preguiçosa e pouca… e desleixo msm ficar com essa carroça de 20 anos enquanto na jeep por exemplo vc leva um renegade sport por quase o msm preço

  • pedro rt

    nao inventa! o ideal seria tirar de linha ela e o doblo e esperar pelo suv derivado do novo punto

  • Milton Fabiano Camargo

    Esse carro horrendo ainda é fabricado?

  • Diogo Augusto

    R$ 56 Mil em uma perua cuja plataforma é mesma de 1996, sem central multimídia, ar-condicionado opcional, sem controles de rádio no volante com freios a tambor na traseira… se uma pessoa bate uma Weekend dessas a 30Km/h em um Renegade ou qualquer outro carro com 4/5 estrelas no CT a weekend parte no meio…
    Antigamente a Fiat era aquela marca que só trazia inovações, novas tecnologias, motores, e design moderno… hoje só tem lixo e produtos ultrapassados… no Brasil é claro (embora no exterior ela não seja mais aquela marca tão empolgante de antigamente)

  • Lula Malucão

    n vejo um desses faz um bom tempo, hoda é comprar um desses e falar para os amigos que é zero modelo 2017

  • durango

    Bananeira que já deu banana…

  • RKK

    É um caso de ressuscitação ? Não tinha morrido ?
    Devia haver uma versão Attractive 1.6 16v etorq com opcional de câmbio dualogic para valorizar o relegado segmento de peruas no Brasil

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend