Comprando e Vendendo Finanças

Financiamento: Dicas e considerações sobre o tema

financiamento-dicas-e-consideracoes-sobre-o-tema Financiamento: Dicas e considerações sobre o tema







O colega “Richard Gere”, nos trouxe dicas e considerações sobre o financiamento de automóveis. Assunto muito importante, no momento em que as taxas andam altas e as vendas em baixas.

As lojas começam a apresentar mil e uma alternativas e promoções para o consumidor levar um carro para casa. Abaixo, reproduzimos o seu texto sobre o tema:

DICAS AO ANALISAR UM FINANCIAMENTO:

Para todos saberem o que estão fazendo quando financiar algo, e não tem uma calculadora financeira tipo HP 12C, explico à seguir como calcular a parcela. Senão, vejamos:

Sendo:
V = Valor financiado em R$ (ou seja, o valor total do carro ou o valor total menos a entrada);
i = taxa de juros, com capitalização mensal, em decimal;
F = Valor final do “capital” em R$ (a quantia que você teria se tivesse aplicado o dinheiro à mesma taxa);
A = Valor da parcela em R$;
n = duração do financiamento, em meses.

A = [(1+i)^n x i] / [(1+i)^n -1] x V

OBS.: Ao executar o cálculo, solicita-se ao indivíduo atenção para as prioridades, inclusive dos parênteses.

Exemplo: Melpúcio e sua espôsa Jacinta tencionam comprar um automóvel 0km modelo Felpíade 1.2 FLEX. O preço do Felpíade é de R$ 120.000,00, sendo que darão R$ 20.000,00 de entrada, financiando o restante em 24 suaves prestações, à taxa de juros com capitalização mensal de 2,90% a.m. Qual o valor da parcela, sendo que a primeira vence um mês após o financiamento?

Então, temos:

V = R$ 120.000,00 – R$ 20.000,00
V = R$ 100.000,00

i = 2,90% a.m. = 0,029

n = 24 meses

A = [(1+0,029)^24 * 0,029] / [(1+0,029)^24 – 1] x R$ 100.000,00
A = [0,05759264] / [0,985953129] x R$ 100.000,00
A = R$ 5.841,32

Então, a prestação será de R$ 5.841,32 por mês.

Para uma taxa de 1,00% a.m., a prestação seria de R$ 4.707,35.

Observa-se que, multiplicando-se puramente esse valor por 24 (na taxa de 2,90% a.m.), têm-se o montante de R$ 140.191,59, caso o dinheiro fosse deixado mês à mês em uma conta-corrente sem correção (ou seja, R$ 40.191,59 à mais do que o valor inicial financiado, o que já é impressionante!).

Caso o valor (R$ 5.841,32 por mês em 24 vezes) fôsse aplicado à uma taxa de 1% ao mês, o elemento teria ao final do período R$ 157.560,64 !!!

Com isso, caros amigos, vocês podem calcular qual seria o “valor puro” do financiamento, e poder julgar melhor a situação.

Lembrando: o financiamento está sujeito à taxas extras, principalmente o IOF (4% – multiplique o resultado por 1,04). As pessoas são muito ingênuas e não percebem armadilhas como a TAC, que é paga à vista (ou “diluída nas parcelas”), o “custo dos boletos” e outras pegadinhas, elevando em muito a taxa real do financiamento.

Minha sugestão: Se tiver que financiar, financie à uma taxa máxima de 1,00% ao mês, analisando bem fatores como o TAC, por exemplo, e no menor prazo possível – de preferência, menos de 24 meses. Além disso, tem as despesas de Detran após o término do financiamento, para dar baixa da alienação do mesmo, mais despesas de despachante e o tempo perdido com a burocracia.

OBS.: Para calcular o valor A a ser aplicado por mês para juntar uma quantia F dada, a fórmula é:

A = i / [(1+i)^n -1] x F

Em ambas as fórmulas, pode-se, obviamente, calcular V ou F, dado A. Para calcular a taxa i sendo dados os demais termos, não vou explicar, pois é meio complicado e envolve o cálculo de integrais e derivadas, faz tempo que não faço isso e estou cansado para estudar o assunto agora.

Mas acho que o que está acima é suficiente para uma boa análise das condições, sem cair nas armadilhas do mercado.

O melhor negócio: À princípio, economizar e comprar à vista!!!

Agradecemos à colaboração do colega “Richard Gere” que nos trouxe importantes e indispensáveis informações para a hora de realizar um negócio do tipo.

Texto original editado por Moriah.



  • Kaique L. Andrade

    Quanto mais eu corro da Matemática, mais ela me persegue! :humpf:

  • Hans

    Amigos,

    Leio muito o NA mas estou postando somente agora :clapp:

    Não sou um gênio em matemática, e, pessoalmente faço os cálculos um pouco por cima para ter uma noção.

    Mas o que me ajudou muito foi ter procurado auxílio no Banco Central do Brasil. Isso mesmo, nosso país faz algumas coisas certas!

    Para quem não tem a paciência ou mesmo a disponibilidade de uma HP 12c, entrem nesse site: http://www.bcb.gov.br/?PRESTFIXA :smile:

    Nele você poderá calcular o valor da sua prestação e verificar até mesmo se a taxa de juros que você irá pagar corresponde com a realidade!

    Quanto às promoções, eu tomaria cuidado, pois hoje em dia os estacionamentos/concessionárias estão explorando o consumidor com o papo de Crise “isira o motivo aqui”. Tenho um prisma 06/07 e, hoje, em 5 lugares que fui, ofereceram de R$ 20.000,00 à 22.000,00, devido a “crise”

  • fr_amaral

    Difícil esse calculo em. Acho que é porque to na sexta serie.

  • JDFortuna

    Isso é cálculo financeiro de primeiro período de administração. Sem diminuir o intento.

    Não precisa da 12c, basta uma científica.

    Dizem que apresentar uma 12c na hora de negociar o carro, treme as pernas dos vendedores hehehehe

    Boa sorte com o cálculo ;)

  • felipeb193

    Prefiro(faço) comprar um usado a vista do que financiar um zero e pagar quase o dobro do valor do carro, além de ficar preso as prestações, caso eu precise repassar o veículo(que é uma dificuldade absurda) eu to ferrado! :banana:

  • vini.vqv

    Resumindo: vc sempre se fode no financiamento! rsrs :down:

  • Thiago07

    faze essa conta ai na HP 12C é bem mais facil, axo q o cara complico um pouco.
    É bem facil, tu pega e poe o valor q tu quer financia depois aperta em “PV” ( que é o valor presente) depois clica em “CHS” ( que é pra fazer fluxo de caixa, o valor vai fica negativo), dai depois tu bota a taxa de juro e clica em “I”, depois bota a quantidade q meses q você vai financiar, e clica em “N”, dai depois é só clicar em “PMT” e vai dar o valor da parcela. :teeth: Ppr Exemplo: 25.000,00 PV CHS
    1,5 I
    24 N
    PMT

  • Gagliotti

    Por isso que devemos fugir das armadilhas, agora tanto o governo federal como o estadual (SP) irão disponibilizar cerca de 4 bilhões cada um a juros de mercado para o financiamento de autos temendo a crise, mas uma possível ajudas para alavancar as vendas ninguém ventila, seria um acordo setorial como o de 1994 ou o a redução nos impostos, no caso do veículo mostrado no exemplo de R$120,000,00 sem os 37% de impostos ficaria por aprox. R$88,000,00 (ou seja R$ 32,000,00 em impostos) caso desse a entrada de R$20,000,00 teria R$ 68,000,00 para financiar o que poderia pelo valor menor ser feito em menor número de parcelas e seria um valor menor para caso o cliente desejasse pagar a vista.

    P.S. Esqueci que no caso poderia também isentar o IPVA que no veículo de R$120,000,00 é de aprox. R$4,800,00 (4% de R$120,000,00) ou seja só de partida em impostos o gasto do consumidor para o veículo do exemplo é de Aprox. R$32,000,00, após estas considerações é correto dizer “Vou financiar automóvel” ou “Vou financiar IMPOSTOS mais automóvel” visto que mais de 40% do valor são impostos e no caso do IPVA, são 4% todo ano até o carro ter 20 anos de uso que a grosso modo representa que só em IPVA será pago 80% do valor do veículo nos 20 anos.
    :banana: :banana:

  • Gagliotti

    CORRIGINDO: SÓ DE PARTIDA O VALOR EM IMPOSTOS É DE R$ 36,800,00 (R$32,000,00 MAIS R$4,800,00 DE IPVA) E NÃO R$ 32,000,00. :banana: :banana:

  • fr_amaral

    [Comentario #117405 sera citado aqui]

    Minha mãe tem a 12C e a 17bll. Muito boas pra fazer calculo, mais pra ser mais facil ainda é so ir no site:
    http://www.bcb.gov.br/?PRESTFI…..XA


Send this to a friend