EUA FCA Finanças Ford GM Governamental/Legal México Mercado

Ford e GM sofrem queda nas ações em Nova Iorque por causa do México

Ford e GM sofrem queda nas ações em Nova Iorque por causa do México

A nova crise na relação entre EUA e México já mexeu com as montadoras instaladas nos dois lados da fronteira. De acordo com o site mexicano Al Volante, as ações de Ford e General Motors sofrem queda de 4,3% e 4,9% na sexta-feira, dentro da Bolsa de Nova Iorque. As duas montadoras são as que mais possuem operações no país latino.


A queda é tida como reflexo do anúncio de imposição de sobretaxa dos EUA sobre produtos (todos) mexicanos, o que afeta diretamente o mercado automotivo no lado americano. Donald Trump, argumentando que o problema da imigração ilegal não está sendo tratado da mesma maneira pelo governo do México, decidiu impor um aumento do imposto de importação.

Com datas pré-definidas, que começam em 10 de junho, Trump pretende iniciar a sobretaxa com 5%, aumentando a cada mês em 5% até alcançar 25% em outubro. O impacto na economia dos dois países será grande. Nos carros, o aumento deverá ser repassado aos consumidores americanos.

Ford e GM, por exemplo, vendem anualmente 400 mil automóveis e comerciais leves mexicanos no mercado americano. A General Motors, por exemplo, produz somente no México os modelos Chevrolet Equinox, Chevrolet Silverado, GMC Terrain e Chevrolet Blazer.


Ford e GM sofrem queda nas ações em Nova Iorque por causa do México

No caso da Ford, são vendidos os modelos Fusion, Fiesta (ainda) e Lincoln MKZ. Mas, não é somente elas que serão prejudicadas. A Fiat Chrysler teve queda de 5,82% em suas ações na Nasdaq, no mesmo dia. A montadora ítalo-americana produz no México o Jeep Compass destinado aos EUA, assim como a RAM 2500.

Marcas como Audi e Kia deverão sofrer um impacto maior. A alemã vendeu 66 mil unidades do Q5 em 2018 e este ano pretende enviar o Q5 e-tron. No caso da coreana, o Novo Cerato é seu principal produto mexicano vendido nos EUA, que consumiram 93,6 mil em 2018.

Volkswagen, Toyota, Honda, Nissan, Mercedes-Benz, BMW, Mazda, entre outras, possuem plantas de produção no México, onde o custo de mão de obra é bem inferior ao dos EUA. O país latino tem ainda acordos comerciais com 41 países, o que o transformou uma excelente plataforma de exportação.

[Fonte: Al Volante]

Ford e GM sofrem queda nas ações em Nova Iorque por causa do México
Nota média 5 de 2 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • globonãotemjapa

    Tem fabricas japonesas no Mexico

  • Louis

    Go Trump! Que consiga erguer logo o muro, para chororô da esquerdalha mundial.

    • Junoba

      Esse muro nunca será feito. Tem muito “peixe grande” ganhando nesta fronteira. O maior problema é o tráfico de drogas. A maioria que atravessa a fronteira são trabalhadores honestos, só quem vive na América Central e no México sabe a realidade degradante em que a população vive, quem somos nós para julga-lós. É muito fácil criticar quando se tem boas condições financeiras, e pode viajar ao EUA quando quiser.

    • Paulo Reis

      Pô até aqui os Bots do Coiso vem papagaiar os que não entende. É o fim da mundo mesmo, Oh Lord!!!

      • Louis

        Por quê você não tira os muros , grades e fechaduras da sua casa? Assim você pode socializá-la com quem você não conhece.

        • R. Rover

          Porque ele não mora em Rio das Pedras onde a milícia ‘dá’ proteção.
          Tolinho.

          • Louis

            Esquerdista não precisa de proteção, tem que socializar tudo com as “vítimas da sociedade”. Ou o discurso é diferente da prática? rsrsrsrsrsrsrs

            • R. Rover

              Exatamente. E direitista, quando precisa de proteção, corre para barra da saia da mamãe ou puxa a calça do papai.
              Cresça!

          • Junoba

            Não é só em Rio das Pedras. Todo o Estado do Rio está dominado por traficantes e milicianos. Quem se salva é quem mora na Barra da Tijuca em condomínio de luxo, de resto, esta entrego ao crime organizado. Até no interior do RJ a situação a situação esta fora de controle.

          • Gran RS 78

            Vc tem que mudar o seu avatar, pois Londres não é um país comunista, talvez uma bandeira de Cuba iria cair bem para vc, mortadela defensor de bandido.

        • Ananias Anacleto

          Por qual motivo você não leu as matérias e análises detalhadas de vários especialistas americanos mostrando o custo absurdamente extratosférico que esse muro teria (caso fosse construído), além do custo inacreditável de alto que teria para a manutenção do dito muro. Além de que, uma parte significativa dos imigrantes ilegais que entram nos eua sabem pular o muro, com um dispositivo de alta tecnologia, que se chama avião. Ler e se informar é melhor do que palpitar.

          • Louis

            Esta é apenas a SUA opinião.

            • 4lex5andro

              Bom dia, se tiver um fórum de política com disqus, favor indicar.

              Por aqui, não parece bom negócio alimentar certas trollagens, que fogem do foco do site, que são os carros.

              • Louis

                Com Disqus desconheço, mas deve ter.

            • Ananias Anacleto

              É, mas fatos não se importam com a opinião de ninguém. Prefiro fatos do que “por que sim e pronto”.

            • Enzoando

              Misericórdia pessoal

        • Junoba

          As leis migratórios do EUA são ridículas, até pra fazer turismo são extremamente burocráticos, tem que fazer uma “correria” pra poder tirar um simples visto. Até mesmo você Louis, que tem grana no bolso, é tratado diferente por ser estrangeiro quando faz visitas por lá. Então não se ache o rei da barriga.

          • Louis

            Eu sei que sou “ralé” para eles, inclusive estou indo pra lá daqui 2 semanas passar umas férias. A burocracia para entrar lá é mal necessário, caso contrário o país seria invadido por terroristas e bandidos de tudo quanto é tipo.

            • Junoba

              Qualquer país é sujeito a entra de bandidos e terroristas, o problema é o preconceito deles com imigrantes. Até as minorias étnicas tem preconceito. Conheço a história de um brasileiro que morou com a família em Newark,(New Jersey), onde ”só tem negro”, e o preconceito dos negros foi maior do que o dos brancos, tiveram que mudar de cidade pois eram perseguidos.

      • Mr Rafael

        Caso não saiba , existe uma cerca , inclusive construída pelos democratas ..:

  • SDS SP

    Belo tiro no pé. O consumidor que acaba pagando a conta.

    • TchauQueridos

      Como já aconteceu por aqui…

  • Wolfpack

    Calma calma ticanos, vcs ainda podem desovar todo o seu excedente de produção no Brasil, que acaba de assinar um acordo caracu de livre comércio para automóveis com vcs, além da América Latrina que gosta do lixo produzido por ai.

  • th!nk.t4nk

    Que amor esse Trump. Quero ver quando a conta de todas essas belas decisoes começar a chegar na economia americana.

    • Diego Lip

      O problema não só com os mexicanos, mas com os chineses também, que também vai respingar na economia norte-americana.

    • Zé Mundico

      Olha, no último ano a economia americana cresceu perto de 4% enquanto o resto do mundo (China inclusive) está estagnado. Foram criados cerca de 200 mil empregos nos EUA E a taxa de desemprego caiu para 3,5%, o nível mais baixo em décadas.
      Tenho vários links mas o site trava, mas basta dar uma busca rápida no google para confirmar. Não sou fã do Trump nem de ninguém, mas o cara tá fazendo um bom trabalho, goste dele ou não, afinal foi prá isso que ele foi eleito.O problema é que a mídia parece que sofre de amnésia quando se fala nisso……

      • th!nk.t4nk

        Sim, mas no último ano os EUA ainda estavam vivendo os efeitos do governo anterior (a exemplo do que também acontece no Brasil). Os efeitos das decisoes do Trump ainda vão aparecer.

        • TchauQueridos

          Os brasileiros deveriam saber disso muito bem!
          Mas parece que brasileiro tem a memória fraca…

        • Zé Mundico

          Os dados são do primeiro trimestre de 2019, portanto, bem atualizados e recentes.

          • th!nk.t4nk

            Exatamente. O Trump tem somente 1 ano de governo. Ainda se está vivendo basicamente os efeitos do que foi feito pelos governos anteriores. Leva tempo pros resultados de certas açoes impactarem a economia. A briga com a China por exemplo afetou apenas superficialmente até agora, mas dentro de um par de anos é que os resultados devem aparecer.

      • Thiago

        Já percebeu que aqui muitos comentaristas parecem videntes com Alzheimer… sabem tudo do futuro, mas do passado…

        • R. Rover

          A verdade é que éramos felizes e não sabíamos.

          • Gran RS 78

            Fale isso só por vc, pois a conta que estamos pagando é justamente pela sua “felicidade” do passado.

      • Luiz Felipe S. Silva

        Mas no início sempre é assim. Quando a Dilma fez o que fez em 2011 muitas marcas abriram fábricas e se pensava que a economia melhoraria, apesar dos preços mais caros.
        Os EUA estão se aproveitando do seu tamanho e mercado interno, exatamente o que a Dilma fez.
        Acredito que a conta vai vir quando o mundo perceber que não depende tanto assim dos EUA e o Trump tá forçando isso.
        No mês que vem a Huawei vai anunciar seu novo sistema operacional por exemplo, com a força da Huawei na Ásia e na América latina isso poderia ameaçar o reinado do Android e da Apple. É esperar pra ver as cenas dos próximos capítulos.

  • Leonardo

    Trump seguindo a escola Dilma de tributação. Adoro essa alt-right liberalista, tão consistente, tão preparada… hehehe

  • MonHoe

    O cara vai acabar com a economia do país, daqui a pouco as empresas vão procurar negócios em outros países, Trump parece aquele cara chato que se começa a perder leva o brinquedo embora, e ainda há quem ache isso bonito, a ignorância virou padrão no mundo mesmo

    • Zé Mundico

      Olha, no último ano a economia americana cresceu perto de 4% enquanto o resto do mundo (China inclusive) está estagnado. Foram criados cerca de 200 mil empregos nos EUA a taxa de desemprego caiu para 3,5%, o nível mais baixo em décadas.
      Tenho vários links mas o site trava, mas basta dar uma busca rápida no google para confirmar. O problema é que a mídia parece que sofre de amnésia quando se fala nisso……rsrsrs

      • Enlil Pulver

        A economia americana está crescendo hoje, mas quem dirá quando as políticas estiverem implementadas?

        • Zé Mundico

          Bem, se está crescendo, é melhor do que estar caindo……e vamos convir que uma economia forte tem mais capacidade para enfrentar crise do que uma economia fraca.

          • Paulo Reis

            Economia não é so crescer PIB em pouco tempo, economia é a longo prazo. A dívica externa americana já o coloca em alerta muito antes de estourar de fato. Isso é desespero porque a China irá ultrapassar a economia dos EUA em pouco tempo. Trump é o moleque mimado que leva a bola pra brincar, mas quando começa a perder faz birra e não empresta a bola pra ninguém.

        • Mr Rafael

          Já estão …

      • SDS SP

        Crescimento com fundamentos muito ruins, diga-se de passagem. Assim como todo crescimento econômico em escala global desde o último crash.
        Não se analisa a saúde de uma economia apenas com PIB e dados de emprego.
        O Fed, no começo da gestão Obama, criou trilhões de dólares do nada (Quantitative Easing) e injetou na economia. Dinheiro que alavancou as bolsas de valores. Além disso, baixaram os juros na marra.
        Mas essa festa normalmente não dura muito tempo.

        • R. Rover

          Perfeito.
          O crescimento americano está baseado em cortes de impostos e gastos governamentais.
          O resultado disso é que o deficit está explodindo. Situação que se agrava com a perda de força do crescimento que já era esperada.
          É importante ressaltar, ainda, que a esmagadora maioria dos empregos criados por lá tem sido de baixa remuneração.

      • R. Rover

        Acabou de sair a estatística de crescimento de todos os países. Em primeiro lugar ficou a Geórgia (se não me engano), depois a China com 6,4% e a Índia com 6,3%.

      • MonHoe

        Mas o que ele tá fazendo vai representar algo a longo prazo? Pq eu to vendo alguns erros iguais aos do Lula e Dilma

  • Marcus Vinicius

    Se realmente o chevrolet silverado for feito no México poderia chegar ao Brasil ficando acima da Atual S10 ( Colorado) chegando na versão top de linha sendo uma concorrente da RAM 2500 !

  • SDS SP

    Primeiro trimestre, né? Vamos ver se vão seguir nessa toada após esse monte de pataquada.
    E esses dados da economia americana me lembra do Brasil nas vésperas de entrar em sua maior recessão da história.

    • Zé Mundico

      Pois é, é apenas o primeiro trimestre mas acho que não podemos achar que a coisa vá piorar assim de uma hora para outra. Se a gente for viver pensando que um dia tudo vai dar errado, ninguém faz nada na vida…..rsrsrs

      • R. Rover

        A ideia era fazer crescer entre 4 a 5% ao ano.
        Para isso, cortaram impostos e aumentaram os gastos governamentais.
        O que está ocorrendo é que os EUA vêm perdendo fôlego e o déficit público está explodindo.
        Em tempo.
        Acabei de ler que o FED deve baixar as taxas de juros duas vezes esse ano.

  • globonãotemjapa

    Tem fabricas japonesas no Mexico

  • TchauQueridos

    Antigos governos no br fizeram o mesmo. Crescimento artificial e superficial.
    Brasileiros sabem muito bem disso! A conta uma hora chega…

    • Zé Mundico

      Tá, mas a pequena diferença é que no Brasil a coisa foi feita na base do crédito consignado subsidiado e por uma taxa de câmbio artificial, sem falar na maquiagem das contas das estatais, todas ferradas. Enquanto isso, a produtividade praticamente não mudou e o modelo não se sustentou.
      Lá nos EUA o crescimento econômico está mais centrado na produtividade das empresas e na massa salarial, que são critérios mais sólidos e confiáveis.
      Enquanto aqui a gente ficou “rico” na base do cheque pré-datado e do cartão parcelado, lá eles crescem de maneira sólida e sustentável. Meio complicado comparar uma coisa com a outra, mas no geral é isso.

      • TchauQueridos

        Primeiro a taxação de veículos importados em 30% .
        Segundo que nos governos anteriores a industria nacional bateu recordes, que até hoje não foi superado.
        Primeiro e segundo governo PT o Brasil bateu recordes de crescimento de PIB, recordes mínimos de desemprego.
        Tudo muito parecido com oque estamos vendo com Trump.

      • leomix leo

        Exato, não tem como comparar o nosso poder de compra com o dos Yankees.

  • Klaus Nickel

    ação caiu? bora comprar!

  • Duh

    já ouviu falar em bolha?

    • Zé Mundico

      Já sim, teve a bolha do Clinton (aquela que ferrou meio mundo) e a bolha do Obama, que baixou juros de maneira artificial gerando déficit. Sem falar na bolha da dupla Lula-Dilma, que gerou o paraíso do crédito consignado e do cartão parcelado, quando todo mundo achou que tinha ficado “rico”….rsrsrsrsrs

      • 4lex5andro

        Pois é, o aumento de impostos para ”proteger” fabricantes nacionais, os juros subsidiados como os do MCMV, e controle de preços de mercado, como de petróleo e energia, resultaram na crise brasileira, de 2014-2016, a maior recessão do país.

        Tal como a crise econômica causada pelos mutuários FannieMae e FreddieMac, deixando milhões endividados e inadimplentes, que quase quebraram os Eua em 2008, exigindo socorro do Fed, sacrificando diretamente mais de 200 bancos dos Eua, entre os quais o Lemman Bros, e as montadoras Olds, Pontiac, Saturn e Mercury, e indiretamente a Chrysler (e todos os empregos dessas) que terminou vendida ao grupo Fiat.

        Todas essas crises geradas sob anuência/incentivo do Estado (governos) a fim de motivar crescimento econômico.

  • Henrique Gouveia

    Vai vender muito Onix pra pagar a conta. Não duvido que os valores dos carros não aumentem por lá mesmo com o aumento dos impostos.

  • 4lex5andro

    O presidente norte-americano errou nessa, inibir um comércio mais livre, impondo aumento de taxas de importação, só está prejudicando o consumidor estadunidense.

    Que o diga o consumidor brasileiro, refém de um mercado ”protegido” em prol de ”empregos nacionais”.

  • disqus_9EbrqhVEjL

    Hehe, em 2014 quando a Dilma tava colocando imposto de 35% sobre os carros importados, Brasil tava crescendo pra caramba também. O resultado dessas ações demora alguns anos para acontecer.

  • Fabão Rocky

    Qdo a coisa aperta, as montadoras apelam p/ fusão. Imagina uma fusão de Gm e Ford q são rivais há anos?

  • ivan

    O Trump achou uma forma de repatriar as multinacionais nacionais americanas.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email