*Destaque Crossovers Ford Lançamentos

Ford EcoSport 2019 perde airbags e fica mais ‘barato’

Ford EcoSport FreeStyle 2018 1 - Ford EcoSport 2019 perde airbags e fica mais 'barato'

UPDATE: Questionamos anteriormente a Ford sobre a ausência dos airbags adicionais no EcoSport 2019, a pedido de um leitor, e agora segue a resposta da montadora:


A Ford monitora constantemente o mercado e as necessidades dos consumidores. A oferta de catálogos do EcoSport 2019 visa aumentar a competitividade do modelo no segmento, com versões de entrada, intermediárias e topo de linha, alinhadas com as preferências de cada perfil de consumidor. 

Conforme havíamos antecipado no início deste mês, o Ford EcoSport 2019 já está sendo comercializado com a versão SE Direct para pessoas com deficiência (PcD) e frotistas, a aventureira Storm com motor 2.0 litros, transmissão automática e tração integral 4WD e também com uma lista de equipamentos mais enxuta para os modelos com motor 1.5 litro. As configurações SE e FreeStyle perderam os airbags laterais, de cortina e para os joelhos do motorista, que agora é uma exclusividade da inédita variante FreeStyle Plus entre os modelos com propulsor menor.


Porém, o Ford EcoSport 2019 recebeu reduções de preços nas versões SE e FreeStyle, cujo reajustes não representam o real custo a menos que a marca passa a ter com os recursos de segurança a menos. Os modelos SE 1.5 manual e SE 1.5 automático agora estão sendo comercializados com preços mais baixos em R$ 1,3 mil e R$ 1,1 mil, respectivamente. Já o FreeStyle 1.5 manual e o FreeStyle 1.5 automático tiveram reduções de R$ 300 e R$ 100, respectivamente. Por outro lado, o Titanium 2.0 AT está mais caro em R$ 140, embora não tenha recebido qualquer novidade.

Ford EcoSport FreeStyle 2018 2 - Ford EcoSport 2019 perde airbags e fica mais 'barato'

A versão FreeStyle Plus é equipada com o motor 1.5 litro flex de até 137 cavalos e transmissão automática, além dos airbags laterais, de cortina e para os joelhos do motorista. Todavia, esta versão é R$ 2,9 mil mais cara que a FreeStyle 1.5 AT convencional. Ou seja, a Ford promoveu uma redução de preços insignificante na linha do FreeStyle normal, mas está cobrando um valor expressivo pelos airbags na nova configuração. Este modelo parte de R$ 92.790.

De resto, o Ford EcoSport 2019 segue sem quaisquer alterações. A linha do crossover compacto é composta por seis versões com motorização 1.5 litro flex e outras duas com o 2.0 litros flex. É provável que o modelo receba em breve outras configurações, como a FreeStyle com motor 2.0, transmissão automática e tração nas quatro rodas.

Ford EcoSport FreeStyle 2018 3 - Ford EcoSport 2019 perde airbags e fica mais 'barato'

Confira os preços do Ford EcoSport 2019:

EcoSport SE Direct 1.5 AT: R$ 68.690 (novidade)
EcoSport SE 1.5 MT: R$ 76.690 (- R$ 1.300)
EcoSport SE 1.5 AT: R$ 82.890 (- R$ 1.100)
EcoSport FreeStyle 1.5 MT: R$ 83.690 (- R$ 300)
EcoSport FreeStyle 1.5 AT: R$ 89.890 (- R$ 100)
EcoSport FreeStyle Plus 1.5 AT: R$ 92.790 (novidade)
EcoSport Titanium 2.0 AT: R$ 96.990 (+ R$ 140)
EcoSport Storm 2.0 AT 4WD: R$ 99.990 (novidade)

COMPARTILHAR:
  • Filipo

    Quero saber se esses OTÁRIOS da Ford fazem o mesmo nos EUA. É claro que não!
    Fabricantes que nos tratam com irrelevância devem ser tratados com irrelevância também.
    A Ford BR deve perder mais uma posição no nosso mercado, logo logo. E merecido!

    • vicegag

      E nos EUA a Eco 4×4 tem freios traseiros a disco, aqui a poderosa “Storm” continua com os tamborzitos.

      • Esquilo Tranquilo

        Ué, aqui tem que ser versão OLODUM, vc compra e vem com tambor de monte.

    • Charlis

      Infelizmente os únicos OTÁRIOS nessa história somos nós, amigo.
      Se até a Compass que passa dos 120 mil vem apenas com airbags duplo de série, e ainda sim está sempre nos TOP 10 de vendas, imagine o Fiestão levantado.

      []s

      • Filipo

        É verdade!

    • Evandro Santana

      Merece perder ainda mais mercado..

    • mjprio

      Realmente uma palhaçada

  • Hoffmann

    A lixosa da Ford BR está parecida com a da época da Autolatina, é diarreia atrás de diarreia. Essa porcaria perder 5 airbags de uma vez só é o cúmulo da imundice.
    Arruma as malas e sai do país de vez, maldita.

    • what_the_hell??

      Realmente, não durou muito a boa notícia dos 7 airbags de série em todas as versões num carro abaixo de 100mil no Brasil! E fazer uma redução de R$ 100 no preço (Freestyle) tirando os 7AB e cobrar 2.900 para se ter o que antes era de série é um baita tapa na cara do brasileiro!

      • Hoffmann

        Infelizmente sabemos que as vendas não deverão cair nada. Brasileiro não está nem aí para airbags e segurança e provavelmente as 7 bolsas era uma característica menosprezada pela maioria dos compradores. Se tiver telinha touch screen no painel já está valendo para o povão gado de abate.

        • Gil de Piento

          Quem compra carro de mais de 76 mil reais não é povão gado de abate, é uma classe média bem reduzida.

          • Hoffmann

            Ser classe média não significa que não é povão gado de abate. Vá em qualquer concessionária da Jeep e veja que 100% dos Renegade e Compass em estoque possuem apenas airbag duplo, sem o kit safety que adiciona mais 4 bolsas. E por que? Porque a imensa maioria dos compradores dos modelos não fazem questão alguma de AB6.

            • Gil de Piento

              É… isso diz muito sobre a parcela mais escolarizada e de maior poder aquisitivo de nosso país.

  • Guilhe

    Quando parece que a FORD tinha acertado ela vai lá e caga de novo.

  • awatenor

    Novo ataque da equipe de depenação, composta de anões que só sabem contar feijões…

    • vicegag

      Calma! Ela também reduziu o preço em 100 reais, para facilitar a aquisição do veículo para os menos afortunados, agora quem se preucupar demais com a segurança, ela devolve os mesmos air bags que tirou por 2.900 reais.

      • Xandy Paiva

        É um jeito de subir o preço, fingindo que está abaixando kkkkk

  • Lucas086

    Em pleno fevereiro, a notícia mais absurda do ano… a Ford realmente não se entende, queria eu estar em um reunião da diretoria ford kkkkkkkk

    • TijucaBH

      como que pode no segundo mes do ano já anunciar modelo 2019!!!!
      Possivelmente nem produziram o 18/18 pois a fabrica e concessionárias ainda tinham estoque do 17/18 pra vender em janeiro e fevereiro… Daqui uns dias teremos só carro 2 cabeças! Por isso que essa historia de Fipe falar que o que vale é o ano modelo é furada. Imagina um Ecosport de fevereiro de 2018 ser avaliado como 2019 com o mesmo valor de quem comprar esse mesmo carro 19/19 em abril do ano que vem por exemplo….

      • Lucas086

        Também acho esse negocio de vender pelo modelo furada… tenho um carro 15/15 tirado em março e valer o mesmo que um 14/15 tirado em agosto? meio complicado isso

        • Mas na prática conheço muita gente quando compra carro, 0 km ou usado olha o ano de fabricação. Nem todo consumidor paga o mesmo valor para um carro 14/15 ou um 15/15. Eu mesmo se fosse comprar iria dar preferência pro carro mais novo.

          • Lucas086

            Isso mesmo, eu também sou pelo ano que o carro começou a rodar, não pelo modelo… meu carro é de março de 2015, 15/15, eu nunca vou vender pelo preço de um de agosto de 2014, mas modelo 2015… sempre vou vender a mais, já que tem menos tempo de uso.

        • leandro

          Porém, por outro lado, eu tenho uma Eco 17/18 que comprei em janeiro e o modelo 2017 tem muitas diferenças para o 2018.. penso q no meu caso seja justo avaliar pelo ano do modelo

          • Lucas086

            Ai é outro caso, já que houve facelift, comentando carros iguais que só mudam o ano modelo.

            • leandro

              Exato, não dá pra haver uma regra de avaliação na tabela Fipe…
              Um outro exemplo dessa falta de normatização é que marcas como Fiat e VW dentro de um modelo específico podem haver opcionais tipo teto solar que encarecem muito o carro, mas q na hora da venda vai cair na mesma tabela do que não tem..
              Nisso a Honda, Ford, Toyota e etc são mais justas por não vender opcionais, vendem as versões.

              • Lucas086

                Mas o mercado regula no caso de casos como golf com teto e pacote premium, por exemplo, ele nunca vai ser vendido pelo preço do highline básico… mas também, não se recupera todo o investimento dos opcionais

                • leandro

                  Única regra de mercado para carros que conheço é a seguinte: o meu para vender não vale nada, o dos outros para comprar é uma fortuna

      • Xandy Paiva

        Até o fim do ano devem lançar a versão 2024, visto que a cada dois meses eles contam um ano…. kkkkkk

  • Felipe Alves

    O que já era ruim… conseguiu ficar pior!

  • Carlos

    Pensamento da direção da Ford Br: “Pra que 7 airbags, se aqui neste país pitoresco tem cidadão que leva 08 pessoas dentro de uma Ecosport?”

    • Gil de Piento

      Ué, então deviam colocar mais um airbag para ficar um por passageiro, hehe!

  • não ficaria uma imagem melhor da ford se não tivesse colocado os airbags desde o começo?

    • Edu

      com certeza.

    • Xandy Paiva

      Jogada de marketing, quem comprou comprou, quem não comprou, já era.
      Em 2004, comprei um Astra GLS 99, com duplo Air Bag e direção elétrica, o que pra época de fabricação era coisa linda.
      Depois comprei um Sport 2001, sem Airbag e com direção hidráulica, vai vendo…

      • Verdades sobre o mercado

        O Astra GLS que você comprou era 16v, por isso tinha direcao elétrica, o Sport era 8v que vinha com direção hidráulica. Quanto aos air-bags quase certeza que eram opcionais.

        • Xandy Paiva

          O Astra era 8 v apenas, e quanto aos airbags, não sei dizer pois comprei o carro usado, segundo dono.

  • Speed Racer

    Acabei de recomendar a um amigo o Ecosport por causa dos seus 7 airbags, já mandei mensagem pra ele esquecer essa sugestão e ver outros Suvs. Esse era justamente o diferencial da Eco. Acho um absurdo tirar os airbags e não reduzir quase nada nos preços. No mundo inteiro carros ganham mais e mais equipamentos mas aqui no Brasil é o contrário, e o pior é que é sempre com equipamentos de segurança.

  • Piston head

    Entre os crossovers compactos e de médio porte era o unico a conta com 7 airbags desde a versão de entrada, não mais…

  • Uranium

    A Ford é um lixo mesmo. Gosta de se nivelar por baixo em tudo. Vá pro inferno.

  • Eron Lopes

    Agora mostre essa notícia para um americano ou europeu e eles vão ficar de boca aberta. Inadmissível. Isso só acontece em mercados subdesenvolvidos.

  • Ronaldo Santos

    Quanto mais lança menos vende!

  • RRROL

    Vergonha!!!

  • RRROL

    Agora EcoSport não tem vantagem nenhuma. Que encalhe nas ccs.

  • Renato Almeida

    Ford entregando o que o mercado quer. Chama atenção do brasileiro o fato de ser altinho e ter telona no painel. Se bobear, muitos proprietários não sabem quantos airbags tem no carro. Aqui na Alemanha, as propagandas nem destacam a quantidade de airbags nos carros, pois já partem do pressuposto que nenhum é lançado sem preocupação máxima com segurança. O Ecosport por aqui não tem tanta saída e é fácil achar promoções (um 0km custa cerca de 15mil euros). E ele não tem o polêmico estepe na traseira, por questão de segurança.

  • Evandro Santana

    A Ford é Ridicula! Sinceramente…

  • salvibr

    Nao duvido que o valor que eles estao dando de “desconto”seja o custo real de colocar esses 7 airbags!! ou seja eh bem barato, e faz uma baita diferenca, mas se eles podem por no bolso!!

  • Ailton Junior

    Essa manobra foi muito canalha. Assim esse carro merece o esquecimento

  • Haggard

    O povão faz o mercado né… se perde equipamentos pra caramba e não barateia quase nada e ainda tem gente que compra sem reclamar, mantendo o modelo no topo das vendas, a montadora vai sempre continuar utilizando essa estratégia… afinal, pra que mexer em estratégia que se está ganhando né?

    • Gil de Piento

      Povão mesmo nem tá comprando mais carro zero. Quem compra esses carros de 80 mil reais está longe de ser povão analfabeto.

  • Martini Stripes

    Quase peguei uma 1.5 Freestyle 17/18 por 80k no começo do ano. Estavam queimando.
    Mas fui de Polo Highline e não me arrependo.

  • Adriano

    Comprei a minha, Titanium, com os 7 airbags. Por ser um (in)feliz proprietário da versão Titanium anterior, com o problema do Powershi(f)t, fiz uma negociação agressiva. Saí satisfeito, e o carrinho tem proporcionado alegrias. Ponto fraco que verifico no dia a dia é o pouco espaço para as pernas, para quem se acomoda no banco de trás. Pelo valor do veículo, também deveria ter freios a disco atrás. Mas comprei consciente disso. E sim, a questão dos 7 airbags foi marketing. De outra forma não dá pra entender. Jogo mal jogado, Ford, mal jogado…

    • MauroRF

      Adriano, tenho uma Titanium 2018 faz 1 mês. Estou curtindo bastante o carro. A minha é azul, então vejo bastante olhares pela rua, kkkkk. Uma coisa que notei é que quando a pressão passa de 32 lb, ela fica dura. Em dias mais quentes, deixando ela com 30 lb, como recomenda o manual, ela fica meio dura depois que a pressão sobe, aí eu deixei os quatro pneus com 29 libras quando frio e resolveu o problema. No mais, tudo bacana, som forte e de qualidade, agilidade, nível de equipamentos, computador de bordo completo etc. Claro, o consumo não é dos melhores, tenho feito entre 8 e 9 na cidade. Quando peguei um pouco mais de congestionamento por 1 hora, aí caiu para 7.7 km/l, isso tudo com gasolina. No nosso caso aqui, o foco principal foi a segurança, depois equipamentos/tecnologia. Sim, bola fora foi ter tambor atrás, mas o freio é bom ainda assim. Achei os cintos de segurança bem “sensíveis”, do tipo, se passar numa ondulação mais forte e um pouco mais rápido, já escuta o “tlec” e o cinto travando. Nem precisa ser freada mais seco para travarem.

      • Adriano

        Sim, não reclamo da eficiência dos freios… obviamente não submeti a uma situação de exigência extrema, mas a percepção é de que são mais do que suficientes. Entretanto, pelo valor pago, por transformar dúvida em certeza, acho que a Ford deveria ter empregado os discos traseiros nos modelos vendidos aqui. No fim, manda o mercado: se pagamos, é assim que ficará. Vou tentar a dica da calibragem do pneu, as minhas estão em 31lb. Quanto ao consumo, estou na verdade surpreso: é menos “gastadora” do que o modelo anterior que eu tinha. Consigo atingir média de 13.5km/l nas viagens (percursos Curitiba-SP, Curitiba-Florianópolis) com ar ligado e velocidade dentro dos limites da estrada (entre 80km/h até 110 km/h). Na cidade fica entre 7.5 – 8 km/l, sem ladeiras, também com ar ligado direto.

  • Sílvia

    Santo Pai ! Podia tbm perder esse estepe horrível , fincado na anca do carro . . .

  • REDDINGTON

    Que mofe, apodreça…

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email