China Ford Segredos-Flagras SUVs

Ford Equator surge de novo na China – SUV de 7 lugares chega em 2021

Ford Equator surge de novo na China - SUV de 7 lugares chega em 2021

O Ford Equator foi visto novamente na China, mas desta vez em flagrante nas ruas. O próximo SUV da marca americana no maior mercado do mundo terá sete lugares e será baseado em um projeto local, sendo executado pela sócia Jiangling Motors, mais conhecida como JMC, uma divisão da Changan.


Com 4,905 m de comprimento, 1,930 m de largura, 1,755 m de altura e 2,865 m de entre-eixos, o Ford Equator ficará logo acima do Endeavour (variante SUV da Ranger) e do Territory, sendo o maior utilitário esportivo do portfólio da marca naquele país.

Ford Equator surge de novo na China - SUV de 7 lugares chega em 2021

Por sua característica de mesclar elementos com o fabricante chinês, seu custo deverá ser bem mais aceitável que um projeto totalmente desenvolvido em Dearborn, Michigan, para atuação nos EUA. Dessa forma, o Equator não deve ser oferecido no mercado americano, onde a Ford já dispõe do Explorer e do Expedition.

Além disso, uma importação chinesa implicaria em risco de abastecimento no caso de uma nova crise comercial entre EUA e China. A própria GM, que importava o Envision da Buick já passou a fazer a nova geração nos states para evitar problemas desse tipo.

Contudo, a Ford poderia trazer o Equator ao Brasil, ainda mais por conta do custo menor do produto chinês. Assim, ele ficaria acima do Territory, embora seu porte seja realmente muito grande.

Ford Equator surge de novo na China - SUV de 7 lugares chega em 2021

Na China, o Equator será equipado com um motor 2.0 Turbo – que ainda não se sabe se de fato é o EcoBoost 2.0 da Ford – com 221 cavalos e transmissão automática, além de possível versão AWD.

Tendo estreia marcada para o primeiro trimestre de 2021, o Ford Equator será o segundo SUV desenvolvido localmente pela marca em parceria com a JMC.

Por certo, a montadora dos EUA deve ampliar essa aliança em outros segmentos, como de subcompactos e compactos, uma vez que o próximo EcoSport terá um projeto tocado pela Índia (Mahindra), que deve refletir também no Brasil.

Ford Equator surge de novo na China - SUV de 7 lugares chega em 2021

Para a China, fica mais fácil para a Ford usar um produto da Changan como fez com o Territory, que não encontrará lugar na Índia, onde o similar será da Mahindra (SsangYong).

Essa estratégia de regionalização da Ford, provavelmente, só não encontrou paralelo no Brasil, pois, a CAOA – maior revendedora da marca – não é de fato sócia da empresa e nem fabricante de seus próprios carros.

[Fonte: Car News China]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

      Quem somos

      O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

      Notícias por email