EUA Ford Lançamentos SUVs

Ford Escape 2013 1.6 EcoBoost recebe certificação EPA com média de 11,8 km/litro

O Ford Escape 2013 recebeu certificação EPA para um consumo médio de 11,8 km/litro. Mas ele só conseguiu essa marca na versão com motor 1.6 EcoBoost e transmissão PowerShift.

Entregando 178 cv e 25,3 kgfm, o motor 1.6 EcoBoost ajuda no consumo urbano de 9,7 km/litro do Ford Escape 2013. Na estrada, o modelo faz 14 km/litro.

Esse valor na estrada é menor em relação ao rival Mazda CX-5, que faz 14,8 km/litro. No entanto, o japonês faz isso com câmbio manual e motor 2.0 Skyactiv. No automático, o CX-5 faz 13,5 km/litro, portanto, perdendo para o Escape.

Mesmo assim, os números são muito bons em relação aos demais SUV oferecidos pela Ford nos Estados Unidos, chegando a ser mais econômico que o Ford Escape Hybrid da geração anterior.

Nas versões 2.5 e 2.0 EcoBoost, o Ford Escape 2013 é consumo oficial de 9,3/12,1 km/litro (cidade/estrada) e 9,3/12,7 km/litro, respectivamente.





  • JonathanAbud

    A Ford só vai mandar pra cá os modelos globais que forem convenientes pra ela aqui. E mesmo os que vem, não são 100% globais, afinal o ecoboost não está vindo. Bem que os preços poderiam ser globais aqui, ou então são e nós é que somos de outro planeta. Ps: Lindo carro e motor excelente (pelo seus números), seria um carro de destaque aqui.

    • Debraido

      Podemos interpretar o One Ford, como uma estrategia de carrocerias globais, tecnologia é uma outra história.. Ainda mais agora com a obrigação de nacionalização de 65%. Só seria viável para Ford produzir os "ecoboost" aqui se o Brasil possuisse uma politica bilateral mais seria e não estivesse se fechando para o mundo com o novo regime automotivo, não justifica para uma empresa, investir em tecnologia só para consumo local.
      O Duratec e o Sigma caminharão para o mesmo destino motores da GM e VW…. terão que render muito…

      • JonathanAbud

        Carcaça global e qualidade nacional, uma bela maneira de enganar o povo. Os motores novos poderiam ser fabricados aqui e exportados para o mercosul. Pena que acho difícil acontecer.

        • Robson Silva

          Montadora Nacional so atualiza sua linha quando esta perdendo mercado é assim que funciona aqui na em Brazilis.

          • Tripa-Seca

            Em qualquer lugar do mundo é assim, amigo…A questão é que lá fora é exigência de mercado. Nós é que somos pouco exigentes…
            Ou acha que a Audi na Alemanha faz um modelo que está vendendo que nem água e eles mudam o modelo por um de concepção mais elaborada só para ter no portfólio um produto melhor?

            • Robson Silva

              Nacional!!!
              Lá fora eles mudam para ganhar ou manter o que tem.

              • Tripa-Seca

                Como aqui, não?

                • JonathanAbud

                  Aqui acho que não. Aqui ta mais ou menos assim:
                  Vendas boas: Ok
                  Vendas cairam 3%: Vamos lançar uma versão com nome de cor
                  Vendas cairam 5%: Vamos lançar uma versão Rally ou Sport
                  Vendas cairam 10%: Vamos lançar uma versão econômica
                  Vendas cairam 25%: Calma que jajá as vendas voltam ao normal
                  Vendas cairam 35%: Agora a p*rra ficou séria, vamos lançar um facelift
                  Vendas cairam 50%: F*da-se esta merda, vamos mandar um carro novo em uma categoria superior a que deveria, se as vendas não aumentarem, pelo menos o lucro vai compensar…

                  E ai chegamos onde estamos…

        • KTA2010

          O que vai acontecer é o contrário, já que o Escapade é o SUV do Focus, deverá ser fabricado na Argentina junto com o novo Focus 2013 e distribuído para vários países da América do Sul, incluindo o Brasil. Por esse motivo é possível que tenha o Ecoboost 1.6, vamos aguardar.

    • Imagine esse motor Ecoboost na versão Flex… Certeza de estragar todo o potencial de um motor magnifico.

      • simoloko

        Nem me fale, meu caro ! Flex acaba com qualquer motor bom! Odeio. Pena que somos obrigados a comprarmos estas porcarias.

        Dizem que é culpa do mercado, mas duvido. Quem gosta de "flex" é lojista!

  • markinmoura

    Esse nao vem pra cá…Tomara que pelo menos os fusion apareça com os Ecoboost 1.6 e 2.0 ano que vem…

  • Parabéns a Ford USA.
    Que possa inspirar a Ford do Brasil a melhorar a tecnologia em nossas terras também.

    • JonathanAbud

      Enquanto estamos vivos, por favor…

  • Gregori_Costa

    Belo motor esse 1.6, belo carro esse escape. Se a ford trouxer esse motor para o Brasil, continuarei nela, senão trouxer, olharei a concorrência atras do menos pior.

  • gusctba

    Cara, como seria legal ter por aqui um carro com 178 cv e 25,3 kgfm fazendo quase 12km/l.

    Sonho meu…

    • julianoh

      Há três anos tenho Jetta 2.5. Na estrada chega a 12km/l tranquilo. Fica devendo na cidade que na média faz 7,5km/l… mas este motor da Ford parece ser muito bom, principalmente por ter uma ótima potência e torque com peso aparentemnte baixo.

  • rodrigobertoldo

    E aqui no Brasil teremos o EcoSport 2013 com motor 1.6 fazendo 7km por litro… Esse esquema de carros globais é interessante, mas aqui não se aplica. O Fiesta eles não mandam o automático, O Focus é do modelo que já mudou e com cambio Automático de somente 4 marchas, o EcoSport duvido que vá usar o mesmo motor que usam no exterior…é Design EXTERNO Global, e por baixo é carcaça pra Latino Americano…
    E ainda por cima é aqui que se tira o lucro pra poder projetar esses belos motores que nunca usaremos…

  • Diggo

    Acho pouco, pois a gasolina deles é pura. O meu Punto 1.8 eu faço em torno de 10,5km/l. Levando em consideração que o motor não é tão moderno e a gasolina ruim está bem melhor que este ai.

    • fschulz84

      Mas você está falando de um compacto…

      Pega a diferença de peso de um Punto para a Escape?

      Sem contar que, apesar de 1.6, rende mais de 170cvs e mais de 25kgfm de torque.

      Acho o consumo condizente… Vou comparar com um veículo com proposta "semelhante" a venda aqui no BR… Será que a Freemont (que tem potência/torque similar e talvez um peso próximo) teria este consumo?

      Obviamente que nossa Alcoolina também não ajuda maas…

  • Dcyno

    Esse carro a Ford deveria lançar aqui, não essa Ecobosta que querem nos enfiar goela abaixo.

  • Rafael_rec

    De que adianta o Ecoboost com a nossa mijolina? Enquanto a nossa gasolina conter álcool, enxofre, chumbo, água e várias outras porcarias misturadas, ficaremos sem usar os modernos motores com injeção direta.

    Carro gobal sim, motor global não. Tudo pelo fato da nossa gasolina ser um lixo e o povo não aceitar carro sem sem flex.

  • Punto

    Enquanto isso, no Ecosport adota-se visual de picape… Ah! O (MAU) gosto brasileiro…

  • pririmarvil

    O problema é o preço desse sonho!

  • Romis_gtr

    Em que tipo de condução foi feito esse teste? Andando normal? Ou tirando mais do carro? Meio subjetivo esses resultados de consumo, visto que o pé de cada um tem tamanho e peso diferente ;)

    Se num me engano o Marea Turbo fazia esses números (entre 9/10 na cidade e 12/14 na estrada) com condução leve/normal….se arregaçasse, já dava aquela parada no posto mais próximo.

  • pedrohbsilva

    A Ford não é boba , sabe que sua galinha dos ovos dourados é o Ecosport , ela podia muito bem encerrar as vendas da Ecosport e trazer esse Ford Escape , mas não , ela cria um projeto inferior e bota o nome de Ecosport para não perder essas vendas , o povo é burro , compra pelo nome , vide Journey e Freemont , foi a Fiat colocar o logozinho , que o carro tá bombando em vendas , mas todo mundo sabe que esse carro "GLOBAL" da Ford será apenas para países emergentes , não venderão ele nos EUA e Europa

    • Debraido

      Cara a Ecosport é SUV do Fiesta, sempre foi assim… Não entendi a colocação… A Escape é SUV do Focus…
      Não tem nada uma com a outra.

  • passaja155

    Sabe quando esse carro e o motor dele vem aqui pro brasil? Pode apostar que vai ser lançamento aqui em 2020 se não 2025. Ai sim vamos ter um carro descente 1.6 ecoboost fazendo 10km/L e la nos EUA vai ter carro 2.0 com uns 200cv fazendo 20km/L se ja não tiver voando tb

    Ironia Mode On

  • CanalhaRS

    Se a ford quisesse tirar vendas do RAV4, do CRV e Captiva, esse seria o modelo certo. Mas pelo visto ela não tem interesse em sair do quarto lugar.

  • mmcinza

    Das 4 grandes….. e os seus SUV ou crossovers "médios"

    Fiat – importa o Freemont
    GM – importa a Captiva
    VW – Importa a Tiguan (cara pra caramba, mas trás)
    Ford – …..zzzzzzzzzzzzz…..

    Acorda Ford!!!

    • flavioci

      Verdade. Alem disso a Nissan: Deveria trazer o qashqai.

    • ChicoFCarvalho

      Na verdade a Ford traz o Edge que é até mais curto que o Freemont. Mas sempre achei isso um erro pois, sendo fabricado no Canadá, ele não goza de benefício fiscal como o Captiva, Freemont e CRV que vêm do México. Acho que, ao invés do Edge, ela deveria trazer o Kuga (Escape) que, mesmo que saísse no mesmo nível de preço do Edge, seria melhor aceito no nosso mercado.

  • CharlesAle

    apesar das criticas,e sendo realista,e não fanboy da ford,na minha opinião a ford Brasil até que está de parabéns,pois das quatro,é a que tem mais se esforçado em oferecer bons produtos a bons preços,os carros mais velhor de sua linha,como o fiesta edge,ofereçe-o a excelente custo benefício,e o new fiesta e fiesta sedan,produtos super-modernos,a preços não muito didtantes de seus concorrentes diretos,focus tem conquistado muitos novos compradores,nova ranger já pronta,e muito moderna e bonita,até o ka,que concorre com gol g4 e old uno e celta,não está nada mal em preço a esses rivais,e agora a nova eco….enfim,depois daquele post lamentável da nova linha 2013 da VW,ver o portfólio oferecido pela ford,hoje é bem melhor que a lider VW……………..

  • anderson_sp

    Isso é lá pro hemisfério norte, pro Sul ficamos com o bagaço da laranja.

  • ChicoFCarvalho

    Creio que um dos motivos principais para que as montadoras não produzam aqui seus motores mais modernos tem a ver com as diretrizes governamentais. Os TSI da VW, os Ecoboost da Ford, os MultiAir da Fiat, os turbo da GM só equipam os modelos europeus porque lá há incentivos para motores mais econômicos e menos poluentes. Aqui, um 2.0 aspirado de 8V estaria na mesma alíquota de imposto de um 2.0 Turbo com injeção direta e 16V que é muito mais caro de produzir. O mesmo para o 1.4 MultiAir da Fiat contra o próprio 1.4 EVO dela mesma ou um Ecoboost 1.0 da Ford contra o seu 1.0 8V e assim por diante. Mas, olhando pra trás, já foi até pior: houve um tempo que a alíquota de imposto era em função da potência do motor, o que obrigava as montadoras a piorar o desempenho para diminuir a taxação!!!!



Send this to friend