EUA Ford Lançamentos SUVs

Ford Explorer 2020 aparece com tudo novo nos EUA

Ford Explorer 2020 aparece com tudo novo nos EUA

Após surgir inicialmente na farda do Ford Police Interceptor Utility, o Ford Explorer 2020 é apresentado nos EUA em sua mais recente geração. Com tudo novo, o utilitário esportivo americano está mais leves, graças à nova plataforma, que a marca não revelou muitos detalhes.


Pesando 1.970 kg, o Ford Explorer 2020 surge com um layout bem diferente, tendo faróis duplos de LED elevados e avançando sobre a grade hexagonal, que é cromada. O para-choque proeminente tem luzes de LED em função neblina, dentro de molduras própria, além de aberturas para refrigeração do motor na parte central e inferior do protetor.

Ford Explorer 2020 aparece com tudo novo nos EUA

Com teto e colunas A retas, o Ford Explorer 2020 dá ênfase às colunas C, bem grossas e inclinadas, deixando a traseira com vigias laterais grandes e fundidas com o vidro da tampa do bagageiro. As lanternas são compactas e deixam livre a tampa do porta-malas, enquanto o para-choque chama atenção pelo opção de ter quatro saídas de escape e fixador de engate para reboque.


Por dentro, o ambiente é bem aconchegante, mas o “tablet” de 10,1 polegadas, no melhor estilo Volvo, fica entre os dois difusores centrais, elevando-se de forma exagerada, ofuscando até o cluster digital de 12,3 polegadas. Detalhes imitando madeira e couro marrom são bons, assim como o novo volante. Os bancos com capa de couro nos encostos da versão Titanium impressionam.

Ford Explorer 2020 aparece com tudo novo nos EUA

No túnel, botão para troca de marchas e modos de condução. O sistema SYNC 3 é o mesmo usado no Brasil, exceto pelos itens exclusivos dos states, tendo Android Auto e Car Play. O ar-condicionado é dual zone, enquanto os bancos dianteiros têm ajustes elétricos e climatização. O sistema de som é B&O Play com 14 alto-falantes.

O banco traseiro pode ter duas telas de entretenimento, ampliando o conforto em viagens. O pacote Co-Pilot360 com frenagem automática de emergência, assistente de faixa, câmera-retrovisor, controle de cruzeiro adaptativo, entre outros, está disponível. Há também Active Park Assist 2.0.

Ford Explorer 2020 aparece com tudo novo nos EUA

O Ford Explorer 2020 é movido por uma gama interessante de motores, começando pelo EcoBoost 2.3 de 304 cavalos e 42,7 kgfm. Já o V6 3.0 EcoBoost, mencionado na viatura, entrega 370 cavalos e 52 kgfm. Mais adiante, haverá a Hybrid com o V6 3.3 Ti-VCT de 305 cavalos e a ST, que terá o V6 3.0 EcoBoost Biturbo com 405 cavalos e 55 kgfm. O câmbio é automático de 10 marchas (mesmo do Mustang) e a tração nativa é traseira, tendo opção AWD.

Ford Explorer 2020 – Galeria de fotos

Ford Explorer 2020 aparece com tudo novo nos EUA
Nota média 5 de 4 votos

  • Gabriel

    Um dos meus carros, “comuns”, preferido nos EUA. Achei essa nova versão bonita, com um toque um tanto quanto “arriscado”, mas gostei. Porém ainda estou mais acostumado com a versão atual…

    • oscar.fr

      Ainda acho mais bonita a atual, a nova versão trouxe um quê de Taurus e Flex de meados dos anos 2000.

  • Jaderson

    Algo que esta longe de se ver por aqui. Realidade somente da galera do NORTE.

  • Diego Ribeiro

    Esse ”tablet” na vertical, matou o interior….

    • Eduardo A.

      Tem quem curta o “tablet” no painel, assim como eu.

      • Diego Ribeiro

        Tbm gosto, vide os Telsa e os da Volvo.
        Mas no caso da Explorer, parece que ele está acoplado em um suporte para carregar o tablet…

        • Na prática é como as pessoas usam o celular e um tablet, a maioria usa na vertical para a maioria das funções.

  • th!nk.t4nk

    Essa tela ao estilo Volvo vai dar o que falar.

    • Itamar

      parece mais suporte de “celular”, ficou bem mal posicionado esse TABLET, Volvo é Volvo rs

    • Luis Burro

      Ué a Ram 1500 tem uma semelhante e até agora ñ vi nd!

    • Mr. Pereba

      Se ˜deitassem” ela, garanto que na horizontal ficaria bem mais interessante!

  • Paulino Lino

    Top heim! Curti bastante

  • CanalhaRS

    Ao invés de tentar vender aquele Edge por R$ 300 mil, a Ford deveria estar trazendo o Explorer na faixa dos R$ 250 mil. Aposto que venderia bem mais.
    A impressão que dá é que a Ford Brasil é administrada por estagiários, tamanho amadorismo e falhas de estratégias e portfólio.

    • oloko

      Se a ford trouxe a edge normal por 250k, essa explorer que é mais cara que a edge nos eua, seria por no minimo 300k aqui, do jeito que são então pode colocar que seria 350~400k, não tem milagre não kkkkk

      • CanalhaRS

        O Edge varia de 30 a 42 mil dólares lá fora. O Explorer vai de 32 a 46 mil. A diferença é bem pouca, não justificaria vendê-lo aqui mais caro.

        • Oliveira

          acredito que a Escape seria algo mais na realidade brasileira, nos EUA custa entre $24k~32k.. Explorer é grande demais e não justifica a vinda sendo que o Edge já vende pouco..

        • oloko

          Claro que não justificaria, mas é um suv acima da edge, então você acha que a ford ia vender ele 6 7k a mais que a edge só? Não né, eles meteriam a faca como sempre

      • what_the_hell??

        Sempre que vejo o preço do Edge (a partir de 232.800) sempre acho que houve algum erro de digitação no lançamento desse carro! Só pode ser!!! É um carro que me agrada bastante, mas por esse preço dá pra comprar 2 Jeep Compass básicos!

    • Gabriel Camilo

      Nem um nem outro amigos, a Ford deveria trazer com urgência o Everest, o SUV da Ranger. No mercado dos SUV’s grandes o Everest teria espaço, concorrendo com a SW4, Trailblazer e Pajero. Acredito que quem quer comprar um veículo nessa faixa de preço também busca um bom espaço interno (o Everest carrega 7), autonomia e economia, ponto positivo para o powertrain do mesmo, o 3.2 Duratorq 5 cilindros a diesel de 200 cv. Além do mais, seria mais chamativo para o mercado nacional, onde os SUV’s de chassi e tração traseira fazem sucesso, com o conjunto mecânico já conhecido na picape e acredito eu com manutenção mais em conta que a do Edge e cia, um V6 a gasolina.

  • RicLuthor

    Titanium? A versão é Platinum!

  • Chap

    Isso sim é um “SUV”.

  • R. Rover

    Americanos e design, definitivamente, não combinam.

  • Ricardo Alexandre

    Esses americanos da Ford sabem fazer carros de verdade. Enquanto isso aqui no Brasil, ficamos á ver navios. Ford Brasil é muito burra mesmo. Pois essas máquinas americanas deveriam todas ser ofertadas no mercado brasileiro. Vide o grande sucesso do Mustang, que só chegou oficialmente ao Brasil no ano passado. Acorda dona Ford para á realidade do mercado.

    • Eskarmory .

      Nem precisava ser o Explorer, pois já tem o Everest. Projeto pronto e tropicalizado com a Ranger, é só trazer. Ford tinha despertado entre 2011 e 2015. Nova Eco, Ranger, Fusion, New Fiesta e Focus mk3 com facelift todos com pouquíssimo tempo de atraso, agora percebe-se tudo indo por água abaixo novamente, voltando a estagnação. Já que tudo aponta para a descontinuação do Fiesta e já confirmada a do Focus, deveria ser assim o portfólio – de acordo com a atual demanda que tanto entristece; Ka / Ka Sedan / Ecosport / Territory / Kuga / Ranger / Everest / Edge / Raptor / Mustang.

      • EuMeSmObYmYsElF

        Ford acompanha o dólar.

  • Elias Silva

    Orra, sempre gostei dos carros americanos da Ford, Explorer, Expedition. Agora com esse iPad no meio do carro ficou forçando a amizade…

  • Fanjos

    A versão anterior era mais bonita em tudo

    • oscar.fr

      Concordo, essa nova versão trouxe um quê de Taurus de quinta geração e Flex.

    • Aires Jone

      Sim som. Ma primeira imagem parece um com um ar cansado e velho.

  • Luiz Felipe S. Silva

    Achei que perdeu muita personalidade comparado a geração antiga. Ficou genérico.

  • Tibúrcio

    Este é um BAITA carro!

  • Mauro Mury Junior

    Apaixonado! Taí um carro que foi um pena parar de ter sido vendido no Brasil, um carro sempre bonito e bem acertado.

  • Robinho

    tirando o “tablet” gostei muito, é uma resposta a altura para o Hyundai Palisade…

  • Gran RS 78

    Fico pasmo com a lerdeza da Ford no Brasil em lançar seus suvs por aqui, pois só temos o Ecosport que começa em 70 mil reais e um abismo de preço em relação ao Edge, que custa inacreditáveis 300 mil reais. A marca tem o belíssimo Escape, que poderia ser um forte concorrente do Compass, Equinox e cia, sem contar na versão SW da Ranger, que poderia brigar com a Trailblazer e SW4. Acorda de uma vez dona Ford!

    • Oliveira

      Escape concordo totalmente.. porém a Everest, a Ford já disse que não traz para não canibalizar ao Edge.. lógica!? nenhuma, mas fazer o que..

    • Matthew

      Eu acho que existe um acordo tácito entre as montadoras pra não bater de frente em nenhum segmento do mercado. A mesma coisa em relação ao ritmo de lançamentos. Até 2011 a Chevrolet só tinha restos de Opel das gerações passadas, enquanto a Ford renovava todo o portfólio com a política do Ford One. Ano passado parece que a Volkswagen voltou a acordar, mas a Renault parece que parou no tempo também: tá devendo a nova geração da Duster e a reestilização do Logan?Sandero com câmbio CVT. É quase um rodízio de quem vai renovar a gama a cada ciclo.

  • Benedict Benedito

    Não tem cara de carro novo.

  • Ricardo Blume

    Alô Ford Brasil, acorda pô! Por que lá fora o negócio bomba e por aqui é só Ka e Eco?

  • Mauricio

    Acho que o projetista “esqueceu” um tablet em pé no painel e o pessoal da produção achou que era pra fabricar assim mesmo…

  • Luis Burro

    Na primeira impressão achei q era mais uma reestilização do modelo atual mas olhando atentamente só a lanterna traseira lembra.

  • Hodney Fortuna

    Belíssima! Só não gostei foi da posição dessa tela multimídia, ficou parecido um tablet adaptado (colado) ao painel.

  • Wanderson Perin

    Esse arranjo seis lugares eu acho furada…pra familias sem dúvida é melhor que a segunda fileira de bancos seja inteiriça, pois assim há possibilidade de 7 lugares.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email