EUA Ford Híbridos Pickups

Ford F-150 Hybrid não terá modo de condução 100% elétrico

f-150-modo-sport-1 Ford F-150 Hybrid não terá modo de condução 100% elétrico

Raj Nair, vice-presidente global de desenvolvimento de produto da Ford, revelou ao site CNET Roadshow que a picape F-150 Hybrid não terá um modo “EV”. Ou seja, não poderá rodar apenas com a energia das baterias.



Normalmente, os carros híbridos e híbridos plug-in, em especial, possuem a opção de deslocar-se apenas utilizando a energia elétrica, permitindo assim emissão zero, embora de forma limitada, já que a autonomia é muito pequena. Em alguns casos, suficiente para alcançar um posto de combustíveis ou pode-se rodar até 50 km, geralmente plug-in mais modernos.

Nair explica que, por ser uma picape, a F-150 é vista por seus clientes como um veículo de capacidade de carga, o que coloca de lado qualquer intenção de impedir emissão de CO2 ou rodar de forma econômica. Por isso, a Ford descartou o modo EV. Além disso, utilizar somente as baterias forçaria o sistema híbrido, pois a picape é bem pesada, mesmo vazia.

O foco é ajudar a reduzir o consumo de combustível, aliviado um pouco o esforço do propulsor à gasolina. Por enquanto, ainda não se sabe qual a capacidade desse conjunto motriz híbrido e nem qual dos motores atualmente disponíveis trabalharão com a tecnologia. No entanto, comenta-se que será a mesma empregada no Mustang Hybrid, que também pode não dispor do modo EV.

Fala-se também que a F-150 Hybrid poderá prover energia elétrica para uso doméstico ou comercial, provavelmente em 110V. Na GM, as rivais Chevrolet Silverado e GMC Sierra com o sistema eAssist apenas usam a energia nos primeiros metros, a fim de evitar uma saída usando o motor à gasolina.

[Fonte: CNET Roadshow]

  • 1945_DE

    Está claro. É um veiculo muito pesado. E olha que ela agora e feita em alumínio.

    • th!nk.t4nk

      Na realidade tá cheio de ônibus híbrido pelo mundo que roda com o motor à combustão desligado em baixas velocidades. Não é só pelo peso, visto que o Mustang híbrido segue a mesma estratégia. No geral a Ford parece estar bem na contra-mão, mas deve ter alguma outra explicação técnica mais convincente (talvez garantir sempre toda força possível nas arrancadas, mas é um desperdício de energia).

      • Edson Fernandes

        A diferença é o proposito. Sabemos bem que picapes por lá carregam no reboque muita coisa. Utilizar apenas modo eletrico acredito realmente que teria de ter uma capacidade superior ao desejado (porque uma pisada poderia reduzir a autonomia da bateria fortemente).

        • th!nk.t4nk

          Sim, por isso citei os ônibus. São bem mais pesados e carregam muita carga. Porém cabe bateria a rodo num ônibus e motores enormes pra alimentá-las. Talvez seja por aí a questao. E porque o americano quer sempre força total nas arrancadas, quem sabe (mas quando está vazio poderia ficar só no motor elétrico heim, mas…).

          • Edson Fernandes

            Penso o seguinte… esse negocio de ficar só no elétrico qdo vazio e com motorista… só pode dar errado. Porque o sistema não detecta isso…

            Então… ela vai fazer vale para todos porque sabe que poderia ter algum tipo de problema em algum uso.

  • Igor Pricandi

    Cuidado com as manchetes.
    Condução? Não seria propulsão?
    Condução não 100% elétrica, pode significar que o “Condutor” tenha que fazer alguma coisa na “Condução” do veículo ao invés dos sistemas elétricos do carro. Como por exemplo: A direção tem assistência elétrica, mas o “Condutor” tem que direcioná-la.
    Mas é propulsão.
    Atenção garotos
    ;)

  • expoJapãoAcelLondrina

    gas de xisto

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend