Ford fechará mais de 160 distribuidores – Rede terá só 120 lojas

Ford fechará mais de 160 distribuidores - Rede terá só 120 lojas

Após o anúncio surpresa do fechamento de três fábricas no Brasil, a Ford agora terá de lidar com uma rede de distribuidores (como a marca chama seus revendedores desde tempos imemoriais) menor.


Como já é esperado, o número de concessionários irá diminuir, assim como o número de cidades atendidas, logicamente. Segundo o site UOL, os distribuidores da Ford serão reduzidos a 120 lojas em todo o país.

Atualmente, existem 283 revendas que ostentam o oval azul em todo o Brasil e mais de 160 darão adeus ao logotipo da Ford, provavelmente mudando de bandeira ou simplesmente fechando as portas.

Muitos já estão em negociação com outras marcas e isso deve contribuir para um aumento na rede das rivais. Para o desligamento da Ford, a Abradif (Associação Brasileira dos Distribuidores Ford) já está formando um time de advogados para o processo indenizatório.

Essa indenização será feita com base no faturamento de cada concessionária, sendo que a Ford já firmou um compromisso com parte da rede para o desligamento.

Os lojistas esperam que a montadora reconheça o tempo de parceria entre a rede e a montadora, sendo que alguns distribuidores estão com a marca há mais de 50 anos e alguns “há mais de quatro gerações”.

Estabelecida no Brasil desde 1919, a Ford já teve uma capilaridade muito maior no território nacional, tanto em automóveis quanto em caminhões. A marca chegou mesmo a vender tratores (o primeiro feito no país) e ônibus por aqui.

Agora, com estoques suficientes para de 30 a 40 dias de vendas, segundo concessionários, a Ford muda seu negócio para um portfólio de importados, que terá Ranger, Mustang, Territory e Edge, com adição de Transit e Bronco Sport.

Deste último, espera-se que seja o mais vendido, embora a Ranger (ainda) venda bem. Não se sabe o quanto do mix da picape média fabricada na Argentina está ligada aos 163 distribuidores que fecharão. Isso, evidentemente, afetará as vendas do produto.

[Fonte: UOL]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.