*Destaque *Featured Ford Hatches Segredos-Flagras

Ford Fiesta 2018 tem visual revelado em imagens vazadas no Brasil

ford-fiesta-2018-flagra-brasil-2 Ford Fiesta 2018 tem visual revelado em imagens vazadas no Brasil

Como já é sabido, a Ford vai manter a atual geração do Fiesta no mercado brasileiro ao invés de lançar a nova versão do modelo, que estreou recentemente na Europa. Para seguir sendo ofertado, o Ford Fiesta passará por uma segunda reestilização, que deve incluir ainda uma oferta maior de equipamentos. E nesta semana o hatch foi revelado através de imagens vazadas, que circulam em grupos no WhatsApp.



A reestilização do novo Ford Fiesta 2018 para o mercado nacional terá como inspiração justamente nova geração europeia. As principais alterações estarão na dianteira da carroceria, que terá faróis com novo layout interno e aparamente projetores, grade hexagonal com novo formato e elementos cromados e para-choque redesenhado, também com um detalhe cromado em formato de “L”.

ford-fiesta-2018-flagra-brasil-1-1 Ford Fiesta 2018 tem visual revelado em imagens vazadas no Brasil

Haverá ainda novas calotas e rodas de liga-leve, lanternas traseiras com novas disposições de luzes e provavelmente iluminação em LED e para-choque com novo formato. O interior também deve receber alterações, sobretudo no painel, que sofrerá mudanças no console central para abrigar a tela sensível ao toque do sistema multimídia SYNC, assim como aconteceu recentemente com o crossover EcoSport.

A lista de equipamentos pode incluir também um novo display colorido para o computador de bordo no painel de instrumentos, por exemplo.

ford-fiesta-2018-europa Ford Fiesta 2018 tem visual revelado em imagens vazadas no Brasil

Já entre os motores, cogita-se que o Ford Fiesta 2018 siga sendo oferecido com o mesmo 1.6 litro Sigma flex de quatro cilindros, que consegue desenvolver até 128 cavalos de potência e 16 kgfm de torque, com câmbio manual de cinco marchas ou automatizado PowerShift de seis velocidades e dupla embreagem. A gama deve manter ainda o 1.0 EcoBoost de três cilindros a gasolina, com 125 cv e 17,3 kgfm, apenas com a transmissão PowerShift de seis marchas.

O lançamento do Ford Fiesta 2018 deve acontecer no mês de novembro ou dezembro. Mais detalhes sobre o novo modelo devem surgir em breve.

[Imagens: Reprodução]

  • Felipe Gonçalves

    Será que o autor da foto vai ser demitido igual na VW? kkkk. Falando sério agora, creio que não estamos tão atrás do modelo europeu visto que por lá a plataforma se manteve… porém continuo achando uma pena o fim do programa One Ford.

    • Alexandre

      se a plataforma foi mantida, nao vejo motivo para mudar…
      do meu ponto de vista, que nao compro carros novos, eh uma boa, pois fica mais facil encontrar peças em desmanches afinal, saiu mais carros com a mesma porta, por exemplo.

    • pedro

      Mas espero que o NCAP dele se mantenha em três estrela. Se for isso, eu não me importaria com apenas a reestilização. Espero também que seja compensado em equipamentos, assim como aconteceu com a Eco.

    • Luis Burro

      O unico erro eh nao tentar melhorar o espaco interno.Mecanicamente eh nao adotar o motor 1.5 e nao oferecer um automatico alem dos dois outros.

      • Deadlock

        Erro crasso, é muito preço para pouco carro…

        • Luis Burro

          Mas isto é cronico no mercado brasileiro.

      • rrodrigo ROOH

        motor 1.6 e 1.0 com quase a mesma potencia diferenças mínimas, poderia ser um pouco melhor, claro que a sensação de dirigir vai ser diferente entre ambos ,mas em números são muito próximos .

  • Tosca16

    1.5 Dragon e 1.0 EcoBoost, aí salvaria.

    • Pedro154

      E um câmbio AT6 convencional.

      • Luciano RC

        O carro venderia bem mais com esse conjunto. O 1.5 e o Turbo.

      • André Luis Versiani

        Exatamente, o principal eles ainda continuam dormindo no ponto.

  • André Francisco

    Li num outro site que o motor 1.5 Dragon e a transmissão automática de 6 marchas ficaram, por enquanto, apenas no Ecosport, pois ambos vêm da Índia. E que em 2018 passarão a ser feitos no Brasil e assim equiparão, além desse ”novo” Fiesta, o Ka reestilizado, matando de vez o Powershit.

    • 868686

      Câmbio automático no Brasil? Improvável. Segundo os fabricantes não há demanda suficiente para alcançar a economia de escala.

      • ViniciusVS

        Se manter o Powershift não terá demanda mesmo…

        • Alexandre Pinho

          Se mantiver! É verdade.

        • Marco

          Com toda a certeza, amigo!

  • Erasmo Artur

    Incrível a diferença que um projetor faz. O carro fica com estilo mais moderno.

    • Douglas

      Espero que ilumine melhor.

      • No_Name

        Os faróis do Fiesta com refletores já tem ótima iluminação. Com os projetores não sei como será, tem uns carros que a iluminação melhora e outros que ganham projetores e a iluminação piora.
        Esses faróis serão restritos ao Titanium.

        • Juliano Orloski

          No_Name me conta uma coisa, que cada site fala uma coisa diferente
          Os motores 1.5 e 1.0 flex ja vão vim agora final desse ano ou vai continuar o 1.6 por um tempo ?

    • Gran RS 78

      Esse farol é o mesmo do modelo anterior vendido na Europa. Note que até o filete de leds nos faróis estão lá.

  • Pedro154

    Fiasco. Powershift. Fiasco. Powershift. Fiasco.

    • carroair30

      Sera que eu li certo? vao manter o POWERSHIFT ??? por favor alguem me arruma um LEXOTAN

      • lheu

        Se vier com câmbio AT e uma Central Multimídia bacana talvez volte a vender

        • ocampi

          Talvez ??? Não sou da Ford mas dizer que talvez volte a vender é coisa de alienado. O Fiesta é líder no segmento Hatch compacto premium. Já te adianto que o Fiesta não está no segmento popular do HB20 e Onix….entenda bem a diferença…..

          • lheu

            No dia que um Fiesta SE for premium eu vou estar lá em marte

          • lheu

            alienado? o respeito realmente não existe.
            não vou nem perder meu tempo argumentando

          • Xtodos

            Compacto premium é Audi A1, BMW Série 1.
            Fiesta é hatch compacto como qualquer outro. O fato de ter um pouco mais de capricho não o condiciona a ser enquadrado como premium.
            Msm que muitos sites diferenciem em segmentos diferentes não deixa de ser U hatch compacto.
            Hoje pode estar à frente de Fit, 208, mas manter o PowerShift é convite que modelos mais competente como Argo e Polo arranque a falsa liderança.

            • Thiago Nagel Oliveira

              BMW serie 1 compacto?

            • Lucas de Lucca

              Também não concordo, mas realmente Fiesta, 208, Fit, C3 são compactos premium “popular” (hahahaha).
              A1 é compacto premium de luxo.

            • André Luis Versiani

              Polo e Argo vão passar igual trator por cima dele.

          • O segmento do Fiesta se mesclou com os demais faz uns bons anos, vide faixa de preços similar em versões equivalentes.

          • Rafael Neves

            Premium???? Putz… 208 manda lembranças! O Sedan sim possuía um acabamento condizente com a proposta “Premium” mas o Hatch??? o abismo é enorme!

          • marthepunisher

            Premium??? O Fiesta? Really?? Kkkkkkkkkkkk

            • ocampi

              Mais premium que seu Uno….garanto.

      • yurieu

        Daqui a pouco aparece um comentarista dizendo que comprou um Focus e não teve nenhum problema com o câmbio.

        • André Luis Versiani

          kkkkkkkkk, verdade.Claro que 1 em 20 não teve.

      • F14

        Com esse câmbio não vende.

    • leandro

      Quantos powerShift vc teve que deram problema? O meu segundo já tá com 90 mil km e funcionando como 0km…
      Alienado é quem critica sem nunca ter sequer experimentado, câmbio mais gostoso de dirigir que qualquer AT convencional

      • Pedro154

        Não sou só eu que estou dizendo isso. Você deu sorte com o seu, mas muita gente, não. E outra, como você acha que eu iria comprar algo que é campeão em reclamações? Prefiro o AT4 do Etios. É antiquado, mas pelo menos funciona.

        • leandro

          Muito simples de comprar, alguém compra um Focus titanium por quase 100 mil, por conta dos comentaristas que nunca tiveram um ele desvaloriza 20 mil em 2 meses, então eu vou lá e compro… Melhor que pagar 100 mil num Corolla XEI

          • Pedro154

            Por culpa dos comentaristas? Mas os “comentaristas” devem representar 0,0001% do mercado. A Ford tá com uma má fama pelo câmbio powershift, é impossível alguém que compra Corolla ou Civic ir para o Focus.

            • Iran Borges

              Verdade. eu sou exemplo disso.

        • F14

          Tem abaixo assinado com 4.000 assinaturas de proprietários infernizados com o PowerShit no Brasil. O câmbio é uma bomba!

      • RRN

        Realmente o PowerShift é um ótimo câmbio mas considere-se um cara de sorte por não ter tido problemas com seus carros. Infelizmente a Ford deixou a coisa rolar e não atuou no momento correto de fazer um recall ou mesmo revisar o projeto e infelizmente queimou o filme de um belo carro que é o Focus.

        • carroair30

          Se vc acha o Powershifit bom fico imaginando como vc acha que seria um cambio ruim!!

          • RRN

            Acho que você não entendeu o contexto do assunto aqui e também não sei o nível de carro você dirige. O que estou tratando aqui é a questão do projeto do câmbio e o papel que executa e não entrando no mérito da infeliz falha que ele possui.

          • Lucas de Lucca

            Já tive um Powershift, vários problemas, mas quando funcionava o câmbio era bom sim, gostava dele no quesito funcionamento, suave e ágil. Agora no quesito durabilidade/confiabilidade… huuumm, menino, se eu te contar…

            • Davi Millan

              Pois então, no Fiesta 100% das pessoas que eu conheço que possuem o carro com cambio Powershift tiveram problema com o cambio. Já no Focus isso não aconteceu, pois nem todos que conheço que tem o Focus com powershift tiveram problemas. Será que tem muita diferença no kit de embreagem?

              • Lucas de Lucca

                Cara o Focusman seria a pessoa ideal para te responder isso, é um dos que mais conhecem Ford por aqui. Mas, pelo que sei, ambos usam a mesma caixa, a GETRAG 6DCT250.
                E os Focus 1.6 deram problemas iguais no Fiesta. Já no 2.0, pelo motor ter uma curva de torque/potência melhor que a do 1.6 acredito que a programação do câmbio seja diferente, o que minimiza os problemas.

      • carroair30

        Mas nao precisa ter tido contato direto com essa BOMBA de CAMBIO pra sabre que é PROBLEMATICO ha relatos aos montes falando isso,ate a propria FORD reconhece !

      • thi

        A propria Ford viu a caca a Ela fez

        • Rafael Neves

          E o pior, mantém isso em linha!

      • Rafael Neves

        Tive em 2015 um Sedan que trocou o kit de embreagem aos 7 mil Kms e entre esta troca e a segunda revisão passou pelo famigerada “Atualização de Software” vendi ele patinando sempre em lombadas ou arrancadas em entroncamentos…

    • F14

      PowerShit. O câmbio bomba que deixa os carros invendáveis no mercado de usados.

  • R1 o comentário no1

    Falta de criatividade

  • Ricardo

    Enfeiou!

  • Eduardo

    Uau, que arrojo! Trocaram o parachoque.

    • Gran RS 78

      Brasileiro adora um parachoque novo.

  • ocampi

    Cada site fala uma coisa. Essa coisa de especulação é terrível.

  • Raimundo A.

    Me lembrou o 207 querendo ser o 208 aqui.

    • Hoffmann

      Na verdade foi o 206 querendo ser 207.

      • Raimundo A.

        Grato pela observação. É que os produtos aqui estão tão atualizados ou sendo feitos para certos mercados como o nosso, a maioria das vezes…

  • Hoffmann

    Não que o novo Fiesta europeu seja exatamente bonito mas né, a Ford brasileira anda tomando umas decisões que não dá pra entender. Parece que estão se esforçando pra não vender. Edge que chegou por preços absurdos (tanto que está encalhado e sendo desovado com grandes descontos), Ka/Ka+ sem câmbio automático, suposta continuidade do PowerShit no Fiesta com face-lift, esse face-lift meia-boca, a demora absurda na renovação do EcoSport…não dá para entender o que se passa na cabeça dos dirigentes da marca aqui.

    • Danillo Santos

      Concordo, poderia colocar todos os equipamentos do fusion nesse new fiesta que ainda assim não resolveria o calcanhar de Aquiles do carro: espaço interno. O Focus tem o mesmo problema, entrei no banco traseiro de um Focus e quase tive que sentar de lado, tamanho era o aperto. Além disso, a Ford já tem a solução do problema de imagem do powershift e não quer usar…

  • Robinho

    olha se realmente for este da foto, ficou lindo…mas tendo informação oficial para saber…

  • Paulino Lino

    NOSSA vamos ter que fazer um tremendo esforço pra identificar as mudanças! kkkkk

    • Alexandre Pinho

      Concordo contigo. Não percebi quase nenhuma mudança!

  • Felippe2010

    Se a Ford insistir no Powershift o npumero de vendas vai continuar com os mesmos números, apesar de não ser tão new assim a nossa versão ainda é um bom carro, mas merece o novo powertrain usado no Ecosport, o novo cambio e motor irão dar um bom up nas vendas do Fiesta assim como um novo interior

  • Gabriel Medeiros

    Pessoal só reclama. Gostei da grade com os novos pontos cromados flutuantes, os faróis agora finalmente tem projetor e DRL. Só não sei se gostei dos faróis de milha, mas é ver ao vivo pra saber.
    Quanto ao powershift, espero que continue em linha. A taxa de problema dos novos é mínima e ainda é a forma mais barata de se dirigir um super eficiente DCG. Aí colocam um câmbio AT que rouba potência do motor e o carro fica mais lento e beberrão.

    • Felippe2010

      essa historia de que cambio at rouba potencia ficou no passado, os cambios at atuais são infinitamente mais efcientes, mesmo que os problemas do Powershift já tenham sido solucionados, insistir neles é um erro, ate um cego está vendo como a imagem do powershift é queimada no mercado

      • Rodrigo

        Nem precisa ser tão atual assim.
        O câmbio AT5 da Honda encontrou um casamento muito bom em termos de economia com o motor 2.0 (No Civic pelo menos). Mas em compensação era lento nas retomadas.

      • Gabriel Medeiros

        Eu vou ter que concordar que a imagem dele está queimada, seria realmente um erro insistir, “mercadologicamente” falando. Agora em relação a eficiência, eu li varias avaliações nas revistas quando o novo Ecosport foi lançado, e por exemplo a QR apontou que o desempenho com o novo motor ficou identifico (se não ligeiramente inferior) ao 1.6 Sigma antigo, e o consumo aumentou, exatamente pela troca do DCT por um AT com conversor de torque. Eles estão mais avançados sim, mas não ao ponto de renegarem as perdas mecânicas.

    • Rafael Neves

      Não é tão barato manter não… um Kit com atuadores e discos por módicos 7 mil reais… (isso em Nota Fiscal)

      • Gabriel Medeiros

        Eu vejo os câmbios DCT como sendo mais sensíveis ao dono. Pessoas com vícios de direção como parar o carro com o P, segurar na ladeira acelerando e outros mais, podem apenas fazer mal a um câmbio automático convencional, mas destroem um DCT. Se o cara dirige direito, vejo vários donos de PS que passam dos 100 mil km sem problemas algum.
        Manter um não se torna caro, pode não haver manutenção nenhuma, mas um convencional é muito mais robusto, sem dúvida. Pra Ford é uma mudança inevitável, até correta, mas eu acho uma pena.

        • Rafael Neves

          Gabriel entendo o seu posicionamento. Sou um motorista tão chato e que dá tanto valor ao dinheiro que colocava o cambio em N com o pé no freio, puxava o freio de mão, soltava o freio comum, pisava de novo no freio aliviando a carga e colocava a alavanca em P. Sei que tem pessoas que não sabem conduzir um veículo com transmissão DCT entretanto acho um absurdo um carro com menos de 20 mil km ter apresentado os problemas de transmissão (e não condução) como os que o meu Sedan apresentou. sempre tive exímio cuidado com o carro e achava ele excelente (principalmente a versão Titanium e lembro de ter fechado o negócio na época principalmente pelo cambio DCT que recebia excelentes avaliações nas revistas mas infelizmente fui “sorteado”com uma unidade que me deu mais dor de cabeça (pelo câmbio) do que alegrias (apesar de acho-lo extremamente confortável para quem dirige e cheio de equipamentos de segurança. Não reclamo nem mesmo do pós venda que me atendeu muito bem sendo sempre prestativos mas perdi a confiança no Powershift e não a recomendo a ninguém. Abs

          • Gabriel Medeiros

            Pois é, foram as primeiras (muitas) unidades que lascaram o câmbio. Se tivessem solucionado o problema logo e feito um recall, talvez não tivessem manchado a imagem do câmbio, mas trataram o problema da forma errada. Eu não passei por esse problema e na sua posição, talvez também não recomendaria. Ficar com o carro parado na concessionária é horrível pra quem precisa dele no dia a dia. Mas não consigo deixar de sentir pena da perda do que poderia ter sido um concorrente por DSG da Volks (tá looonge, mas poderia).

      • CharlesAle

        Para o PS Ford, agora tem o Kit paralelo.. Uma excelente notícia, pois me parece que o Kit custa em torno de dois mil reais. Reduzindo drasticamente o preço do reparo comparado ao Kit original Ford..
        http://www.segs.com.br/veiculos/81930.html

    • Davi Millan

      “Aí colocam um câmbio AT que rouba potência do motor e o carro fica mais lento e beberrão.” ZF8HP mandou lembranças. Ah! o Aisin AWTF-80SC também!

      • Gabriel Medeiros

        Poxa que legal! Mas te garanto que elas não estarão no Fiesta! Kkkkkk
        Seguindo o Eco, não é uma versão da transmissão do Fusion que ele usa? Adaptada para menos torque, assim disseram. E não é a 6F da Ford usada no Fusion? Enfim… corrija se eu estiver errado.

  • REDDINGTON

    Não trás o europeu e ainda vão insistir nesse câmbio??? Tá Serto Ford.

    • Jurandir Filho

      Pois é, custava colocar o automático da Eco?

  • ocampi

    A galera do 1.0 pira por não ter capacidade de entrar no segmento do Fiesta….quando vai na concessionária acha o Fiesta caro. Claro o Fiesta não é popular….simples assim.

    • Fanjos

      Só na terra da banana que um subcompacto todo de plastico que custa 14 mil dólares em país de verdade não é popular.
      Mas HuEzeiro merece se lascar mesmo, então que cobrem 130 mil nessa tranqueira para ficar com preço bão.

      • Rafael Neves

        Sobe mais Ford… tá barato! rsrsrs 1.0 Ecoboost po 75 mil temers vai?

        • Fanjos

          Quero 100 mil para começar a ficar bão e com caixa de ferramenta como cambio

      • Gabriel Medeiros

        14 mil dólares lá fora, não estamos nos EUA. Odeio essas comparações sem nexo. Lá fora eles não tem Kwid, Mobi, Gol… aqui nós temos, e eles são os populares. Logo o Fiesta, como o 208, Argo e cia, deixam de ser populares.
        Quando vc me mostrar um Kwid, UP, Mobi ou Gol com o mesmo pacote de equipamentos e motorização que um Fiesta ou 208 oferecem, chamarei eles de populares tb.

        • Fanjos

          Tudo Subcompacto chinfrim, vamos fazer a comparação com gordões, não é porque um gordão que pesa 180 kg e o outro que esta mais lascado ainda pesa 250 kgs que o de 180 kgs deixa de ser gordão entende?
          Então não é porque aqui temos subcompactos dignos de fazer vergonha alheia que os subscompactos um pouco menos vergonhosos viram carros bons…
          Mas como falei, HuEzeiro merece só o chorume e que custe 200 mil no básico.

    • ViniciusVS

      Fiesta é carro de luxo? Kkkkkkk

  • TT 230

    Acredito que o novo Fiesta Europeu esteja programado para durar 3 anos, o que não seria financeiramente vantajoso para a Ford Brasil investir tanto para vender pouco.

    Em 3 anos teremos a realmente nova geração do Fiesta, com aumentos de entre eixos e espaço interno, assim como a VW fez com o Polo. Remendou e prolongou a vida até onde poderia para que tivéssemos a mesma geração que o europeu – mesmo que mais simples.

    As fichas foram jogadas no EcoSport, pois além de vender mais, entrega mais lucro por unidade.

    • No_Name

      O Fiesta europeu tem a mesma plataforma do atual e não teve o entre-eixos aumentado. Só a distância entre bitolas que foi ampliada para poder ganhar rodas 18″. Se o europeu ganhou algum espaço interno foi pelo rearranjo dos bancos ou diminuição da espessura dos bancos dianteiros.

      • TT 230

        Não foi o que eu disse?

        O Europeu foi um tapa buraco para em 3 anos eles realinharem o modelo, com uma realmente nova geração, com ganhos de entre eixos e espaço interno.

        • No_Name

          Não foi “tapa buraco” não, é considerado como nova geração pela Ford e tem facelift programado para 2021.

  • Esquilo Tranquilo

    Graças a deus poderei comprar os faróis com projetor e DRL pro meu NF :O sem recorrer ao estupro que é importar. (Não to dizendo que vai ser mais barato kk)

    • Gabriel Medeiros

      Será que serão compatíveis? Parecem de formato diferente olhando na foto. Realmente importar sai a mais de 3 mil, sem condições… 😭

  • Fael

    Tanto suspense pra isso?

  • klaus

    não mudou muito mas, por outro lado, não precisa mudar tanto.

  • Kaian Reis

    Acho que a transmissão devera mudar, senão a Ford não ia fazer esses testes todo por um simples para-choque novo.

    • Renato L

      Tem razão!

  • Ricardo

    Parece um Peugeot! Carros alemães tem identidade própria, os outros são todos parecidos, designers sem criatividade.

  • Lucas086

    O new fiesta sempre foi um carro bonito, a questão é o acabamento e o espaço traseiro, além do powershift, esse “chiclete ” que a Ford vai dar uma sobrevida, mas se não trocar pelo menos o câmbio, vai ser massacrado com a chegada do novo polo.

    • Alexandre

      verdade

    • Gabriel Medeiros

      Com o espaço interno até se convive, mas o acabamento interior precisa de um tapa pra ontem. Perder a calculadora do painel e melhorar os plasticos. Acho que esse face-lift vai ser 90% interior.

      • Lucas086

        Fui dar uma olhada mais atenta novo polo agora pela manhã, cara que decepção. Acho que o Fiesta consegue ser um pouco melhor, o plástico cinza do polo parece que vai quebrar só de olha, ao bater as portas, os vidros por estarem baixos, batiam, tipo estarem soltos na canaleta, isso em um carro de test drive… Se a Ford se esforçar um pouco, consegue deixar o acabamento melhor que o Polo.

        • Gabriel Medeiros

          Quando eu vejo o Fiesta 1.6 SE sendo vendido por 50 mil, mesmo preço do Polo 1.0 pelado, eu sei que a Ford tem a faca e o queijo na mão, só falta se esforçar um pouco. Minha namorada diz que nunca mais compraria um carro que tem retrovisor “com pauzinho”, agora que até Uno tem elétrico. Só isso já mata o Polo, mas aí ela entra no Fiesta, desempenho muito melhor e sem os “pauzinhos” e acha o interior feio (com razão). Dona Ford precisa tomar vergonha, ta perdendo venda.

          • Lucas086

            Se usar a mesma estratégia da ecosport, oferecer mais cobrando o mesmo que a concorrência, tem chance de vender bem

  • Renato L

    Que decepção esse PowerShift. Minha mãe é apaixonada nesse carro, e até ela que não entende absolutamente nada de carros, em uma rápida pesquisa, desistiu de comprar porque descobriu que “o câmbio não presta”. Falei pra ela esperar a reestilização, que poderia vir com uma mudança de powertrain, e pelo jeito ela desistirá de vez.

    • CharlesAle

      Assuma..Você contou para sua mãe os problemas do PS né ..rsrs

  • José Ricardo Braga

    A Ford exerceu uma bela evolução com a nova geração do Fiesta na Europa. Mas, evoluir não quer dizer agradar. O modelo está vendo as vendas declinaram vertiginosamente, em especial no seu principal mercado: o britânico. Então, apesar da evolução, algo deve ter INvoluído seriamente. Nesse contexto, prefiro que fiquemos com a geração fabricada nacionalmente. É bonita, bem acabada, oferece mecânica moderna, apesar de infelizmente salgar excessivamente nos preços.

    • Fabio Marquez

      Bem acabada é relativo, o modelo atual tem tanta fresta no painel que chega dar inveja nos populares pé de boi.

      • José Ricardo Braga

        Falo das versões Hatch que vieram do México e dos Fiesta Sedan.

        • Ernesto

          “Nesse contexto, prefiro que fiquemos com a geração fabricada nacionalmente. É bonita, bem acabada,…”. Não, você não falou da mexicana.

    • daneloi

      Respeito sua opinião mas o acabamento do fiesta é horrível

  • Elinho Casagrande

    O que custaria colocar o motor 1.5 e o câmbio automático do Ecosport? E o painel?

  • Alexandre

    A Ford economizando no segmento que mais vende no Brasil? Isso vai concorrer com o novo Polo? Que vergonha…

    • CharlesAle

      Se ela melhorar o acabamento, sem alterar tanto o preço, mesma estratégia que fez na Eco, e as vendas da Eco reagiram muito bem..Por que não fazer o mesmo com o Fiesta?? Brasileiro tá sem grana, se o Fiesta ficar melhor, com motor 1.6 e melhor acabado, e com preço bom também. Pode sim atrapalhar as vendas do Polo 1.0..

  • Diego G. de Lima

    Quero demais esse carro, sempre fui xonadão por ele. Se vier com CMM e um acabamento interno um pouquinho melhor eu pego um. Tá na mão da Ford.

  • RBuriti

    Pela foto frontal, vendo aquela central multimídia, algo me diz que a ford vai manter o mesmo painel e usar a central do Fiesta Sedan.
    Será que vai manter o plástico duro? Acho que não vou trocar meu 2013 por esse nem tão cedo…..

    • Gabriel Medeiros

      Que tristeza! Custava colocar o interior do Eco? Parada é ganhar mais dinheiro e partir pro Focus… rsrs

  • Fanjos

    Deixou o PS, morreu na cirurgia plastica, não vai vender mais nada do jeito que esta hoje

  • BMWM

    Ficou bonito, pago 40.

  • Louis

    Ah, agora sim, vai vender menos ainda.

  • Fernando

    e esse farol com olho puxado, ao estilo maquiagem da finada amy winehouse continua tb? eu gostaria de saber quem disse que isso é bonito. meu deus que mal gosto. perderam a chance de tb alterar os faróis ao estilo europeu que ta mais elegante. fora isso, é quase desnecessário comentar que se vier com o cambio PS e mantiver aquele interior tosco, vai continuar caindo em vendas. boa sorte pra ford.

  • No_Name

    Esse “bumerangue” ou “L” cromado na região dos faróis de neblina não foi feliz, deve ter sido algum designer de país subdesenvolvido (Brasil, Índia, China etc) que fez essa cafonice. No mais está bonito. Com o incremento de equipamentos vai ganhar fôlego até a chegada do novo que está planejado para 2021 por aqui.

  • Lucas

    Que lixo de atualização.

  • Draga

    Se vier com preço competitivo e um bom pacote de equipamentos (como o Ecosport), pode dar uma melhorada nas vendas, além da tão necessaria, p/ muitos – menos p/ mim -, central multimidia, mas motores e cambios provavelmente nao mudarão…

  • thi

    Esse parachoque de Cruze. Gostei nao

  • Fabio Marquez

    Quem será o topeira dentro da Ford que ainda acredita nessa porqueira de cambio PowerShit? Ou talvez estão tentando achar um lugar para desovar os PowerShit descartados de outros mercados no Fiestinha…

    • F14

      Melhor reciclar na fundição.

    • Tygra

      Haja powershift para desovar, porque a Ford acabou de anunciar que o Focus 2018 virá com o câmbio powershift, assim como o Ecosport mantém o câmbio powershift em outros mercados, nos EUA, o Fiesta e o Focus continuam com esse câmbio.

  • Lucas de Lucca

    Dá pra entender PARTE da decisão da Ford, pois o Fiesta no quesito design exterior (isso é subjetivo) ainda me agrada, particularmente acho o mais bonito da categoria, inclusive mais bonito que o Polo (referência hoje?), bem resolvido e praticamente todo mundo que conheço acha o mesmo, então não tinha muito o que mexer nesse questão. Manter o motor 1.6 Sigma não acho nenhum absurdo, quem já teve sabe que é um excelente motor, é um “velho moderno”, econômico, com desempenho mais que o suficiente para o carro e sem nenhum problema crônico ou surpresa, vejo ele levemente superior ao 1.6 MSI do Polo. Se eles derem um tapa no visual interior, utilizando materiais mais “nobres”, melhorando os encaixes e rebarbas, adotarem uma central MM, colocarem bancos com assentos um pouco maiores e mais confortáveis, teto solar como no sedan e estenderem o uso do 1.0 Ecoboost para versões mais baratas, reservando o 1.6 para entrada e primeiro degrau da intermediária como faz o Polo o carro já melhorará demais, resolveria vários pontos negativos dele. Para quem não precisa de espaço interno, é uma excelente compra ainda, já que oferece segurança de sobra também. Agora, manter o Powershift sim, vai ser um tiro no pé. Quem já teve problema não quer nem pintado de ouro mais, quem não teve mas lê fóruns na net antes de comprar também se assusta, ou seja, o produto, independentemente de ter sido consertado definitivamente ou não, já está queimado, melhor por de lado. E com isso, com exceção da fatia de mercado que procura um manual (que diminui a cada ano, o automático caiu no gosto do brasileiro de vez), afugenta compradores em potencial e concorrentes como o bom Polo, que não tem nada a ver com isso, agradecem.

    • Gabriel Medeiros

      Concordo 100%. É digo mais, o Polo ainda não oferece câmbio AT nas versões de entrada, e essa é a janela de tempo que a Ford tem pra oferecer o dela primeiro. Um interior mais bem cuidado, CMM, bancos melhores, tudo que vc disse. Eu só mudaria oferecendo o Ecoboost na versão manual. Câmbio AT6 por 56 mil na versão de entrada e Ecoboost manual com esse conjunto ótico novo + CMM por até 60 mil, vendido.

  • Luis Burro

    Em outra foto achei q os faroid estivesdem maiores,mas me enganei.Soh mudou o parachoque msmo,mas acho este bem mais bonito.

  • Alexandre Maciel

    Mudança cosmética. Sem condições, dona Ford. Pelo preço, o carro tinha obrigação de ser o novo modelo, com mais espaço.

    No mais, o NA não deveria dizer que haverá mais detalhes do “novo modelo”, visto que sabemos não se tratar disso.

  • Luis Burro

    Nao tenho mais visto reclamacoes do powershift,o q estah acontecendo?

    • Leo

      Deram jeito nos câmbios fabricados de 2016 em diante e estenderam a garantia.

    • F14

      Ninguem mais compra…

      P.S: Olha o Jornal do Carro de hoje, a sessão defenda-se é quase um “fuja do PowerShit”.

    • Tygra

      Desde agosto de 2016 os veículos com esse câmbio não apresentam mais problemas, sejam novos ou que tiveram o câmbio substituído. O problema está totalmente resolvido, é tanto, que o Focus 2018 já foi lançado na Argentina e virá com o câmbio powershift. Todos os câmbios com problemas estão sendo substituídos pela Ford e tiveram a garantia estendida. Inclusive daqueles que ainda não apresentaram problema, mas que já apontam alguma anomalia no escaneamento, como foi no meu caso, na última revisão dentro da garantia o consultor da Ford me disse que ao escanear o carro foi verificado que a embreagem poderia apresentar problema e que por isso seria feito o pedido de substituição (feita quando o carro estava com 40 mil km). Atualmente meu New Fiesta está com 64 mil km, sem apresentar qualquer problema no câmbio.

  • Dreidecker

    Ainda bem que não ficou com a cara de fuinha do novo Fiesta europeu.
    Porém com a manutenção do Powershift é pena de morte certa para o carro no Brasil.

  • Ricardo Blume

    A Ford criou uma imagem horrível com o Powershift. Talvez um projeto novo e, claro, um novo nome mude isso. Na minha opinião, o Fiesta não precisa de dupla embreagem; um AT6 já quebra o galho. Deixa um câmbio mais moderno para modelos acima dele.

  • G. Filho

    Não entendo o motivo da Ford ter trocado a transmissão do Ecosport e manter o powershift no fiesta… vai entender…

  • Hodney Fortuna

    Continuam teimando com o câmbio Drogashift! Nem a Ford World usa mais esse lixo de câmbio, somente no brasil onde tudo de ruim é permitido!

  • Bruno Gomes

    O fiesta sempre teve essa novela de gerações se comparado aos outros mercados. O Rocam teve três facelifts até a chegada da nova geração baseada no projetos Verve, e fizeram a mesma coisa, deixaram a frente a lá New Fiesta e desmentiram quando indagados sobre a vinda da nova geração. O segmento de hatch’s está aquecido, além do lançamento do Argo, temos o novo Polo e o futuro Toyota Yaris e também o lendário Kia Rio. Creio que a Ford traga a nova geração já em 2019 com facelift de meia vida, ainda mais depois do mico do Ka no Latin NCAP. O Fiesta é o carro chefe da marca no Brasil e tem uma legião de fans. Se atualizassem o carro tirando o problemático câmbio PS e ofertando mais itens de conveniência e segurança o carro voltaria para a briga. Bom mesmo seria a nova geração mas já que lá ainda não chegou por aqui, vamos nos contentar com o atual.
    Ficou massa essa dianteira e os novos faróis, resta saber quanto deve custar esse tapa no visual.

  • Ainnem Agon

    É esse a mesma plataforma desde 2009?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend