Ford México Mercado Montadoras/Fábricas

Ford Fiesta sai de linha no México em 2018, segundo site

Crise. Assim pode ser resumido o cenário que envolve a Ford. Mas não aqui no Brasil, onde a marca conseguiu manter-se na luta com a Hyundai e tem no Ka o terceiro carro mais vendido do país. No México, porém, a situação da marca americana não é nada boa, segundo o site local Al Volante.

Erros de estratégia da administração anterior da Ford mexicana, levaram a marca a cair para quarta posição e ver até mesmo uma fuga de concessionários para marcas como Hyundai, Kia e Toyota. Na gestão do argentino Gabriel López, que assumiu após a crise mundial de 2008, a empresa passou por momentos difíceis, chegando ao ápice com o cancelamento da construção de uma grande fábrica em San Luis Potosí. Esta consumiria US$ 1,5 bilhão para fazer o próximo Focus, mas a pressão do presidente americano Donald Trump, fez a montadora desistir já nas fundações.


Segundo os mexicanos, houve até demissões dentro do quadro de executivos da Ford, quando estes violaram um acordo de confidencialidade após saberem que o investimento havia sido cancelado, mas não divulgado oficialmente. Eles adquiriram terrenos no entorno da fábrica para revender aos fornecedores e também para uso residencial. A sede em Dearborn descobriu a operação e três executivos foram demitidos.

Além disso, 25 concessionários protestaram contra a gestão da Ford México, pois a marca havia despencado para a quarta posição e exigiam a correção de erros da filial. Mas, López tinha apoio em Michigan e por isso os revendedores tiveram de sair para as marcas citadas acima. Para piorar a situação, as reclamações dos clientes sobre o caso do câmbio Powershift chegaram ao Ministério Público Federal do Consumidor. As vendas naturalmente caíram e agora já se fala no fim da produção do Fiesta (New Fiesta), em Cuautitlán, já em 2018.

Com isso, o Ford New Fiesta 2019, atualizado no Brasil, deve ganhar os mercados vizinhos no lugar do mexicano, expandindo assim a produção do modelo em São Bernardo do Campo-SP. Mas, isso significaria também o fim do New Fiesta Sedan, que a Ford já indicou que ele não receberá o facelift e sua produção no ABC não deve ocorrer. O fim do compacto no México não é totalmente surpresa, visto que a marca já havia avisado na Europa que a nova geração não iria para os EUA, devido à queda nas vendas de carros pequenos.


No lugar do New Fiesta mexicano, a Ford colocará na linha de montagem a minivan C-MAX, que deixou de ser feita em Wayne, Michigan. O modelo parte de lá para os EUA novamente, mas não devemos esperar por sua chegada ao Brasil. Sem San Luis Potosí e a crise interna na marca, já tem executivo do setor automotivo mexicano dizendo que até Cuautitlán pode fechar as portas até 2022. Certo ou errado, a perda do investimento no norte do país e a situação da marca localmente não poderiam ocorrer em pior momento, quando as vendas de carros compactos despenca nos EUA.

[Fonte: Al Volante]

Ford Fiesta sai de linha no México em 2018, segundo site
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email