América Latina Crossovers Elétricos Finanças Mercado Montadoras/Fábricas Pickups PSA SUVs

Ford foca nos SUVs e quer mudar negócio na América do Sul – Peugeot também

escape-2016-1 Ford foca nos SUVs e quer mudar negócio na América do Sul - Peugeot também

Jim Hackett, CEO da Ford, anunciou recentemente que a montadora americana vai mudar sua posição no que diz respeito ao portfólio de produtos. O foco agora será ter mais utilitários esportivos que carros de passeio comuns. Isso se dará não só nos EUA, mas também na Europa. O objetivo da Ford é reduzir a oferta de produtos que o consumidor não quer mais e oferecer o que eles pedem. Ao mesmo tempo, a montadora vai promover um enxugamento de custos em nível global, que deve alcançar US$ 14 bilhões.



Desse total, US$ 11 bilhões serão direcionados para a outra aposta da Ford, os carros elétricos e híbridos. Hackett diz que 90% do dinheiro já está no EUA e não deve assim contar com os lucros enviados por suas filiais estrangeiras. Mas, o que preocupa a empresa são os custos. O fabricante de Dearborn quer reduzir a logística e a enorme oferta de peças e componentes para baixar os gastos.

escape-2016-1 Ford foca nos SUVs e quer mudar negócio na América do Sul - Peugeot também

Jim Farley, que é o vice-presidente e comanda as operações globais da Ford, disse que a companhia está buscando melhorar sua competitividade e por isso o pensamento é em ter produtos que promovam crescimento mais forte, menos riscos e melhores retornos”. Isso significa reduz as opções dos carros atuais. As combinações dos modelos Escape, EcoSport e Fusion serão reduzidas de milhares para apenas 10 cada um.

O corte radical nas operações vai gerar a economia necessária para financiar a eletrificação. Farley disse: “Nossa estratégia em eletrificação mudou. Nós não estamos pensando nos veículos elétricos de uma perspectiva de conformidade”. Ele explica que a Ford busca ampliar segmentos de alta margem de lucro. Nesse aspecto, a montadora não tem outro caminho a não ser focar em SUVs e picapes, que são mais rentáveis que hatches, sedãs e minivans.

Nessa balança financeira da Ford, os carros elétricos representarão 16 modelos até 2022, enquanto os demais 24 serão híbridos plug-in. Boa parte desses produtos, no entanto, não tomará as revendas americanas, mas serão bem distribuídos na Europa e especialmente na China, onde a pressão do governo para intensificar a eletrificação da frota é enorme.

escape-2016-1 Ford foca nos SUVs e quer mudar negócio na América do Sul - Peugeot também

Mas, nessa estratégia da Ford, onde rumores já falam em transferência de modelos, tais como o Fusion e a não renovação de produtos de Fiesta e Focus, a América do Sul é vista com preocupação. A Ford estaria estudando “todas” as possibilidades de negócio na região, onde perdeu US$ 2,6 bilhões desde 2011. O fato mais recente nesse caso é um comentário de Carlos Tavares, CEO da PSA, sobre a América do Sul, onde a empresa estaria “muito aberta” para uma aliança com outro fabricante, em resposta a uma pergunta sobre as declarações da Ford para a região.

Tavares apenas disse “não tão longe” em resposta à pergunta sobre se ele teria conversado com a Ford sobre o assunto. No caso da PSA, a região também carece de lucratividade e uma cooperação regional poderia até evitar o que rumores disseram há alguns meses atrás, onde a Ford já estaria preparando a saída da região. Uma colaboração não seria algo estranho para a montadora americana, que já construiu a Autolatina junto com a Volkswagen nos anos 80 e 90.

[Fonte: Holland Sentinel / Reuters]

COMPARTILHAR:
  • Tosca16

    Vi hoje um 3008 na rua em Aju, é um carrão; PSA pode trazer só isso pra cá … e quanto a FORD, focar nos SUV’s será bom também mas poderiam abrir o leque de opções, por exemplo a Courier faz falta e como faz no mercado.

    • Raimundo A.

      Courier? A Strada mesmo sendo mais simples que a Saveiro continua líder. A Montana só a graça e já especulam que se tiver nova geração vai tender a ser algo como o Oroch ou o Toro. Voltar a Courier, se for para vender, teria que seguir essa aposta, mais ai lembro que a Ford trouxe a Transit e não decolou.

      • Tosca16

        Courier era tida por muitos como uma das melhores, pra trabalho é claro; por a mesma com a base do KA, o motor 1.5 Dragon e vende!

        • Léo Dalzochio

          Tive uma 2001 e ainda temos uma das últimas, 2012 flex. Coloca qualquer outra pequena no chinelo, principalmente no uso severo, excesso de carga e estradas rurais.

      • Wellington Myph13

        Courier era a única que aguentava o tranco do trabalho pesado junto com a Strada.
        Saveiro e Montana são picapes de passeio, só pra quem precisa da caçamba pra algumas ocasiões e só… Se voltasse na mesma receita poderia vender mais que Saveiro com o tempo.

        • Tosca16

          Desde a saudosa Pampa, a Ford sempre foi boa em picape pra trabalho…

          • Luciano RC

            Exatamente. A Ranger ainda é a mais parruda do mercado. A versão XL 2.2 vendida para frota é sensacional. Aguenta demais o tranco.

      • Luciano RC

        A Ford deveria desenvolver uma Picape a Nível da Toro e usar o nome Courier. Tenho certeza que faria bem ao mercado.

        Outra coisa… concordo com o Foco em Picape e SUV. Tirar o Fiesta e focar no Ecosport. Ter um modelo de entrada SUV e um modelo acima do Eco para brigar com o Compass.

    • Handlay P.B.

      Também vi novo 3008, ao vivo não me chamou muita atenção, mas me impressionei com o volante bem pequeno que a PSA engendrou.

      • Tosca16

        PSA e seu volante de kart kkkk.

      • yurieu

        Também vi uns 2. É um veículo comum. O Equinox, porém, se vê de longe.

  • Jorge Osório Cortese Magalhães

    A experiência com a Autolatina não me parece uma boa referência…

    • FearWRX

      Pra Ford foi excelente, ela que saiu ganhando nessa, porque de mecânica já estavam BEM defasado.

      • Uranium

        Que? A Ford do Brasil quase quebrou com a Autolatina. Leia a respeito.

      • Gu92

        Depois da autolatina trouxeram o motor Endura-E que nada mais era que um motor Kent mais antigo que o Cht, apenas melhorado e com injeção multiponto, só foram lançar um motor mais moderno com o Zetec S 1.4 e depois o Zetec Rocam que nada mais era que um Sigma com outro nome!!

        • MauroRF

          Essa do Zetec Rocam juro que eu não sabia, nunca tinha ouvido falar disso.

          • Gu92

            Até algum tempo atrás eu também não sabia mas é a mais pura verdade, pesquisa no google pra você ver, chamaram de Zetec pois o nome já era conhecido no país e rocam é por causa dos balancins roletados, mas é um motor da família Sigma mesmo!!

          • Uranium

            Na verdade o Zetec Rocam é derivado do Endura. Sigma são todos 16V, derivados dos Zetec-S.

        • MauroRF

          O Zetec Rocam 1.0 a gasolina no Ka e no Fiesta GL/GL Class, Street etc. estava muito bem acertado. Não era difícil fazer 12, 13 km/l na cidade, além de andar bem para a época.

        • Uranium

          Você está confundindo Zetec-S com Zetec Rocam. O Zetec Rocam é um Endura com extensas modificações, não um Sigma. O Sigma por sua vez é derivado dos Zetec-S, todos com 16V, nunca 8V como o Zetec Rocam tinha. Na Europa o Rocam se chamava Duratec 8V curiosamente. Portanto:

          Kent -> Endura -> Zetec Rocam;

          Zetec-S -> Sigma.

          • Gu92

            O zetec rocam não tem nada a ver com o motor endura é um motor da família Sigma sim, pesquisa no google tem um monte de informações a respeito lá!!!

          • Gu92

            Antigamente existia a família Zeta e a família Sigma na Ford, o Zetec- R era família Zeta e o Zetec Rocam era família Sigma simples assim!!

  • Luiz Felipe S. Silva

    Mas o problema da Ford na América do Sul é a burocracia, nao a venda de carros. É uma empresa surpreendentemente lenta, parece até empresa pública. O ka vende muito bem em toda américa latina, mas sem eficiencia: Como que ela tem prejuízo vendendo mais que outras que estao comemorando os lucros?

    • Tosca16

      E deixando modelos se perderem como é o caso do Fiesta em nosso mercado… Se eu fosse a mesma, era só trazer o que tem de melhor, vê só a Ranger pro EUA, pouca coisa a mais e já é melhor que a nossa, que não é ruim, diga-se de passagem… Traz o Kuga, coloca pra bater com o Compass … Volta com a Courier, baseada no KA agora.

      • yurieu

        Se o sr. olhar nos sites da Ford dos países vizinhos, verá que a pobreza de modelos é só no Brasil e Argentina. É o que o povo quer, o povo não quer Explorer, Expedition, F150, mustang, nada disso. Brasil só quer Ka, ka sedan, Fiesta, Fiesta sedan.

        • Luciano RC

          O problema é que todos esses que você mostrou que ela vende lá fora, não venderia nada aqui. A Ford precisa focar no Ka, colocando mais opções e cambio automático.
          Também precisa focar no Eco e num SUV médio para ser concorrente do Compass.

    • Gomes

      Tá na materia: custos

    • Eskarmory .

      Eu fico aqui fazendo minhas continhas de leigo de quanto essas montadoras vendem por mês no Brasil, simplesmente não consigo conceber como alguma pode ter prejuízo…

    • MauroRF

      Ela é lerda para fazer lançamentos, não traz produtos em segmentos que vendem bem. Por exemplo, trazer o Fiesta europeu agora seria uma boa, pois é um segmento que está vendendo. Ia dar uma boa disputa entre ele e o Polo (e o Argo). O Ka já deveria ter câmbio AT faz tempo (parece que terá agora na reestilização). Ele precisa vir com acabamento melhor, estrutura melhor, motor Dragon 1.5 e o câmbio AT da Eco. Mesmo o Fiesta atual já deveria ter esse câmbio. O Focus, idem, era melhor colocar o AT logo, mas vamos ver o que fazem com o Focus.

      Em relação à Eco, apesar de ser o mesmo modelo de 2012, eles melhoraram muito agora no 2018. Estou há uma semana com uma Titanium e está show de bola, melhorou bem o acabamento, o silêncio a bordo, suspensão muito boa e muitos equipamentos encontrados em automóveis superiores. Acredito que, enquanto não vem uma geração nova, eles apostaram em melhorá-la/equipá-la para conseguir brigar com a concorrência. Pelo menos da Titanium, não tenho nada a reclamar, pelo contrário, só a elogiar. Ela é muito bem equipada, o som Sony é espetacular, farol de xenônio faz diferença, central multimídia bem completa e ao mesmo tempo fácil de mexer, além de uma série de equipamentos legais. Pelo menos na Eco, a Ford investiu.

      • Ronald

        É incompreensível essa lerdeza da Ford….

        • Ricardo Blume

          A VW no Brasil também estava nesse ritmo. Perdeu terreno ao ver a concorrência nadar de braçada e agora está correndo atrás do prejuízo. Dizem que teremos em torno de 20, 22 lançamentos e reestilizações da marca até 2020. Torcer que a Ford mude sua mentalidade também.

    • Ricardo Blume

      Na verdade a Ford está com uma política pouco agressiva no Brasil. Demorou horrores para atualizar seu ex-best seller Ecosport, deixando a concorrência dominar o mercado, extinguiu a Courier, deixando o mercado das pick ups leves nas mãos da VW e Fiat, fez um face lift ridículo no Fiesta (não trazendo o modelo europeu), se queimou feio com o Powershift e por ai vai. O que salva são as vendas do Ka que, diga-se de passagem, vão muito bem. Da a impressão que a marca está na sua zona de conforto.

    • Ronald

      A Ford sempre tem esses papos pra cavalo-vapor dormir….😂

  • Gu92

    Vem aí um Fiesta THP e um 208 ecoboost, no aguardo dos próximos capítulos da Autolatina parte 2- uma nova esperança!

    • No_Name

      “Não tão longe”, como disse o portuga. É improvável uma sinergia entre as duas, são empresas de filosofias corporativas distintas. Para dar certo com a Ford teria que ser outra americana, ou uma chinesa que bote muita grana na jogada.

      Mas seria uma associação interessante, Peugeot-Citroën, Opel e Ford juntas. A unificação dos carros generalistas mais arrojados do mercado mundial.

      • Fernando Bento Chaves Santana

        Talvez uma parceria em âmbito local ou até mesmo a PSA assumir as operações da Ford aqui no Cone Sul.

        • No_Name

          Regionalmente mesmo que digo ser improvável. Mundialmente é impossível.
          Quando mencionei Opel, é porque essa suposta aliança certamente teria acesso direta ou indiretamente a algo proprietário da Opel.

  • Bons Carros

    Parece que o novo Focus Mk4 que está sendo apresentado no exterior não vem para o Brasil (nem será fabricado na Argentina).

    • Luciano RC

      Se vier um SUV para o lugar dele, tudo bem. Porém eu acho que nessa nova geração, somente o Focus Sedan deve vir.

  • Vagner Guedes

    A Ford somente não decola no Brasil, pois o seu pós venda é de péssima qualidade. Tentei voltar para a Ford comprando um Edge que veio com o GPS mostrando somente a América do Norte. Me prometeram atualizar o software e depois de quase 01 mês na concessionária o serviço não conseguiu ser executado. Pedi para trocarem o equipamento e negaram. Mecânicos me confidenciaram que a Ford havia largado as primeiras gerações do Edge, só corrigindo o problema na geração posterior. Era caso de Recall, mas se omitiram. Nunca mais compro um Ford !!!!

    • Handlay P.B.

      Isso é uma deslisura.

    • MauroRF

      Comprei uma Eco porque gostei bastante do carro, mas sei que corro esse risco do pós.

    • daneloi

      Aumento o coro amigo. Depois da tristeza de um Fiesta e um Focus comprados 0 KM e só problemas e descaso, ford nunca mais!

    • yurieu

      Que chique, um GPS que mostra apenas a América do norte. Não conseguiu te fazer esquecer da lambança chamada Brasil em nenhum instante?

    • Snaro

      Assino embaixo.
      Meu New Fiesta é o 3º e último carro da Ford. Nunca mais!
      Cansei de ser feito de palhaço pelas concessionárias de Porto Alegre, especialmente pela Ribeiro Jung.

  • spampolha

    A Ford cavou a própria cova com a porcaria daquele powershift dando problema é ela fingindo que não via. Poderia ter tirado logo de linha… mas não. Teimou em queimar oa carros dela.

    • Luciano RC

      Ela já tirou no Eco e não colocou no Ka. Agora tem que lançar a nova geração do Focus e um SUV para concorrer com o Compass.

  • Handlay P.B.

    Os SUVs estão avançando tanto que algumas marcas já começam a considerar esse segmento (cujas vendas são auspiciosas) como o principal se importando cada vez menos com os carros baixos. Se o ritmo de crescimento se manter, os carros altos podem dominar o planeta e o mercado mundial ser majoritariamente constituído de SUVs. No futuro, as ruas podem estar locupletadas de SUVs.

    Quanto aos carros elétricos, toda marca grande já tem seu projeto para que meados da década que vem terem mais de 20 carros eletrificados cada uma, só a Ford e a PSA querem engendrar 40 cada uma e a FCA não tem nada certo ainda…

    Seria muito louco a Ford ir embora da América do Sul, apesar de o Ka ser um dos carros mais vendidos do Brasil. Se a Ford vazasse, os carros dela poderiam ter mais desvalorização, mas seria interessante ter um carro cuja marca foi embora do país. Seria interessante ver a Ford e a PSA engendrarem uma coalizão para reduzir os custos, apesar de não se poder colimar precisamente como seria essa parceria.

  • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿®

    Se olhar o portfólio dela aqui só vende bem Ka e Fusion, o resto são figurantes nas categorias, produtos interessantes como o Kuga não trazem, quando vão fazer algo é tardio para o momento, então estão colhendo o que plantaram.

    • yurieu

      Que indústria nacional é essa que produz apenas 3 carros, ka, fiesta e ecosport? O Escape(ou kuga se preferirem este nome europeu lixo) deveria ser montado aqui, isto é o mínimo. Acho que a Ford deveria fazer valer a tomada 3 pinos criada pelo governo Lula e ligar esta fábrica de uma vez kkkk

  • Ricardo Blume

    Realmente os SUVs chegaram para acabar com tudo. Hatches médios seguindo o mesmo caminho das wagons aqui no Brasil.

    • Luciano RC

      Os hatchs morrem em menos de 3 anos. Os sedan em 10 anos morrem também por causa dos SUV. E questão de tempo de até os hatchs compactos começarem a ser transformados em Mini SUV (estilo Kwid).

  • Danillo Barros

    A Ford é tão lenta que quando chegar com os produtos novos a moda de suv/Crossover já terá passado.

    • Luciano RC

      Bem ela que foi inovadora e lançou o segmento no Brasil com o Ecosport.

      • Danillo Barros

        de fato foi, mas olha de lá pra cá como ela ficou lenta. um exemplo é o estepe fora do carro.

        • Luciano RC

          Exatamente… ela parou no tempo e deixou de entender o mercado.

  • Diego G. de Lima

    Essa Ford é sonsa ó, se não conseguem ter lucro aqui é por incompetência única e exclusivamente da marca.

    • Luciano RC

      Uma gestão errada. Infelizmente falta gestão na marca. Ela poderia crescer e dominar, mas prefere ser mais uma.

  • yurieu

    Eu não encontrei no texto nenhuma menção à tentativa de mudança da Ford América do Sul.

  • Luis Burro

    Tá,mas e pra qm não curte, vai perder o cliente? Pombas, deveriam ao menos deixar a opção de produção por encomenda.

    • Luciano RC

      Hoje são poucos que não curtem. E as montadoras pensam na maioria que da lucro e não na minoria que reclama.

  • Luis Burro

    O q acabou com a Ford no Brasil (e no mundo) foi o Powershift!A imagem ficou bem desgastada,deve ter um monte de cliente q trocou pelos concorrentes e não quer mais voltar.Tbm esperar melhor não dá com a empresa destravando tdo mundo.O pior é ver q todas agem mais ou menos da msma forma diante de problemas de engenharia e fabricação!

  • HENRY ME

    Fusion em risco não ter sucessor

  • Mauro Schramm

    Que tradução horrorosa…

  • Basil Sandhurst

    Inferno!
    Em 2030 só existirá SUV ? Já morreram as SW (globalmente), agora isso? Só veremos Focus ou mesmo Golf por fotos antigas?
    Abs

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email