*Destaque Argentina Ford Hatches Mercado Montadoras/Fábricas Sedãs

Ford Focus atual terá produção encerrada na Argentina até 2019

ford-focus-2017-vermelho-toscana Ford Focus atual terá produção encerrada na Argentina até 2019

De acordo com o site AutoData, o Ford Focus terá produção encerrada na Argentina muito em breve. O médio da marca americana, produzido atualmente em General Pacheco, que fica na província de Buenos Aires, é feito nas variantes hatch e sedã, batizada de Fastback. No entanto, segundo um fornecedor da planta portenha, a produção será paralisada até 2019.



É por volta desse ano que se espera chegar a nova geração do Focus, mas ainda existe dúvida sobre se este continuará a ser feito em Pacheco ou se terá um novo local na região sul-americana, na visão do fornecedor. Então, se a informação for confirmada, a atual geração do modelo médio nos deixará apenas no próximo ano. Já sabe também que o novo produto não aparecerá em Genebra, no próximo mês. Apenas em abril, que coincide com o Salão de Nova Iorque, é que ele será anunciado oficialmente.

Nesse caso, ele também não deverá estar na mostra americana. Isso porque a Ford desistiu do Focus nos EUA e sua produção (da nova geração), que seria feita no México, foi cancelada. A notícia de que a produção do modelo atual na Argentina será encerrada, não seria de se espantar, visto que se o próximo modelo vai chegar, então o Focus atual precisa sair de cena. O problema é que recentes movimentos em Dearborn colocam isso em dúvida.

ford-focus-2017-vermelho-toscana Ford Focus atual terá produção encerrada na Argentina até 2019



A Ford está passando por uma de suas maiores mudanças desde sua fundação. A montadora americana decidiu cortar todos os gastos em produtos que não estão dando lucro e já dispensou também Fiesta e Fusion do mercado americano, sendo que o último migrará para a China. No México, a empresa praticamente entrou em crise após o cancelamento do megainvestimento de US$ 1,6 bilhão no país, que era para fazer o Novo Focus.

Se isso não bastasse, a filial latina perdeu a produção do Fiesta. O esvaziamento de modelos mais populares no México é a resposta direta às mudanças em Detroit, que também alterarão o portfólio da marca, focado agora em utilitários esportivos, tais como o EcoSport 2018, e carros elétricos autônomos, como o futuro Model E, um provável crossover. Ventilou-se na mídia dos EUA que os prejuízos na América Latina estariam gerando todo tipo de pensamento dentro da matriz, em Michigan, inclusive uma não improvável saída da região.

ford-focus-2017-vermelho-toscana Ford Focus atual terá produção encerrada na Argentina até 2019

Recentemente, a PSA foi questionada se a empresa teria entrado em contato com a Ford sobre uma possível aliança estratégia na América Latina ou na região sul, dada a situação da empresa por aqui. Carlos Tavares, CEO da francesa, disse apenas que a companhia está “muito aberta”, referindo-se a uma possível parceria com outro fabricante na região.

E então, o Novo Ford Focus vem? Provavelmente sim, pois as vendas não estão ruins. O hatch emplacou 4.756 unidades em 2017, enquanto o sedã vendeu 6.163 exemplares. Ou seja, há demanda, mas por ora nenhum carro da nova geração foi visto em testes por aqui ou no país vizinho. O Fusion, por exemplo, vendeu 4.401 unidades em 2017, mas caiu 22% nos EUA. Sem Hermosillo, a única saída será traze-lo da China, algo que a Ford não fará nos EUA, conforme anunciou recentemente.

[Fonte: AutoData]

COMPARTILHAR:
  • Alexandre Volpi

    Ford mais perdida que cego em tiroteio

    • Josê Fagundes

      Não tá perdida! Está mais decidida e do que nunca! Jim Hackett cortará a quantidade de custos suficientes para chegar a 11 bilhões para destinar a elétricos e híbridos

    • Roberto

      O novo Focus Mk4 será lançado na Europa em Março deste ano. Era de se esperar, então, que a produção da nova geração na Argentina se iniciasse no meio deste ano. Se vão continuar a produção do Focus antigo por aqui até 2019, é porque provavelmente ele não será produzido na América do Sul.
      Espero que ele chegue por aqui, nem que seja importado (de preferência esse semestre ainda).

      Lançando a nova geração com o motor 1.5 Ecoboost e o câmbio AT6 no lugar do powershift o Focus teria mercado por aqui..

      • Meereengue

        Focus 4 será lançado em abril

        • FocusMan

          Não no Br.

      • leandro

        Melhor câmbio que a Ford já fez se chama PowerShift.
        Se dá problema eu não sei, mas o meu rodou 107 mil km como um novo e meu único arrependimento foi ter escutado a patroa e comprado uma EcoSport AT convencional ao invés de um Focus PS.

        • Tinho Tenório

          Concordo, nunca dirigi um carro automático com um câmbio tão bom. Estou no meu segundo G3 e nunca tive problema com o câmbio

          • Pedro Gonçalves

            Os relatos de problemas com o PS, em sua maioria, são da linha Fiesta.

            • Itamar

              verdade, todo xingamento de powerlixo era de dono de Fiesta rs

              • JOSE DO EGITO

                Esse negocio de falar que o cambio nao presta é coisa de “golpista” a ford,diz que nao sabe de nada,acorda BRASIL……

        • Hugo Sousa

          Tive um Focus da 1ª geração… melhor carro que tive até hoje (depois dele, já passei por mais de 10 carros). Sempre tive vontade de comprar um outro Focus, mas me acostumei com o câmbio automático. Justamente pela (má) fama do Powershift não comprei…infelizmente

        • Eduardo Alves

          Um cambio tem mais que obrigação de rodar 107 mil km sem dar problema. O fato do seu nao ter dado problema nao quer dizer que ele de um modo geral seja um cambio bom . Veja em sites e mais sites quantos deram problema, em concessionaria ford sempre tinha um reparando um cambio. O pior cego e aquele que nao quer ver, defender algo apenas por uma amostra nao quantifica se cambio ou qqr coisa presta ou não.

          • Sem entrar no mérito da confiabilidade, já dirigi um Focus com PS. Muito bom, mas é pouca coisa mais rápido que um câmbio automático convencional em termos de tempo de troca de marchas. A caixa DSG ou a S-TRONIC do grupo VW é bem mais “impressionante” que a PS da Ford em termos de funcionamento em uso.

            • leandro

              Vc nota que ele é mais rápido nas arrancadas e retomadas, e outra vantagem em relação ao AT é o menor consumo

              • Roberto

                O DSG é infinitamente mais rápido que o PowerShit (trocas em 8ms, ou seja, 300 vezes mais rápido). Já dirigiu um?

              • Como eu disse, lembra. Mas é mais ligeiro que o convencional, sim. Dá pra notar a ausência do conversor de torque.

                • Edson Fernandes

                  Opa se dá! Vc sente a embreagem acoplando no Ford. (já no DSG eu não senti isso)

            • PEDAORM

              Como proprietário de Focus, concordo plenamente. Mas esse comportamento é proposital para simular o funcionamento e suavidade do AT convencional devido ao mercado americano.

            • Roberto

              Sem duvidas o DSG é infinitamente melhor que o PowerShit. Sem comparação.

              • Joe Fernando Takeda

                o meu golf deu problema na mecatronica !com 50 mil km a peça 10 mil reais

                • Joe Fernando Takeda

                  a ford tirou do mercado e deu 10 anos de garantia para os que ficaram

                  • Felipe S. Rangel

                    tirou do mercado?

                    • Joe Fernando Takeda

                      errei , ela vai tirar !

                • Joe Fernando Takeda

                  e o meu ja estava fora da garantia e mesmo assim deram a peça e a metade da mao de obra , que no caso nao sei se a concessionaria nao embolsou metade da mao de obra ! mais perguntei se tinha garantia , nao tem garantia da garantia foi o que me falaram

            • Felipe S. Rangel

              concordo. OBS.: Estou no meu segundo PS.

        • Jose Francisco Lemos Volpe

          Sim, o PowerShift é quase tão bom quanto o DSG da VW. Tenho um Focus Hatch 2.0 Titanium Plus 2017 e tive um Golf GTI Premium 2014. Para melhorar o PowerShift só faltou ser banhado a óleo como o DSG do GTI. Câmbios de dupla embreagem é o que há de melhor pois são suaves e rápidos. Esse pessoal fala demais. O maior problema nesta 3ª geração do Focus é a embreagem. Nada a ver com o câmbio em si. Mas enquanto está na garantia tudo bem. São 2 dias para trocar e tá novo. Vamos torcer para que a 4ª geração do Focus venha para o Brasil.

          • Felipe S. Rangel

            Diz Carlos Meccia que o Powershift banhado a óleo é fantástico. Pena que é muito exclusivo…

      • Problema maior para a Ford no Brasil: hatch médio não tem mais mercado por aqui. E para os sedãs médios, só há mercado para o Corolla e um “restoio” para Civic e Cruze, nada mais. Só mesmo se o novo Focus ainda tiver mercado em outros países do Mercosul para ter sentido investir uma boa grana para adaptar linha de produção ao novo modelo, caso contrário é bem mais provável investirem em outro “SUV” maior que o Ecosport que no novo Focus.

        • Edson Fernandes

          Eu já discordo disso. Eu já acho que as fabricantes também ajudam em não divulgar esses produtos. Pode reparar: Renault deixou no limbo o Fluence e aumentou sem justificativa pelo produto. Sabems que é um bom produto, mas sem melhorias, qual justificativa de seu aumento?

          Aí passamos para a PSA (nesse caso Peugeot e Citroen mesmo), eu vejo propaganda de C3 St@rt, Aircross St@rt, mas não vejo do C4 Lounge. Vou para a Peugeot, vejo propaganda de 208 e 2008 (com condições especiais) mas cade 308 e 408? Nem em propaganda botam os carros!

          Aí vc vai pra Honda por exemplo, tá lá ela mostrando (em comerciais separados) os carros mas também mostra a gama produzida aqui. Sem precisar de promoção, apenas mostrar o produto mesmo.

          A Toyota nõa segue isso e só mostra Etios, pois o corolla atualmente se vende sozinho.

          Mas daí entra uma Chevrolet e tem TODOS os carros ali demonstrados. (e essa vende bem inclusive o Cruze)

          Quantos comerciais de Focus vc já viu na TV? Do hatch? nenhum. Só vi mesmo pos facelift do Focus fastback para tentar melhorar as vendas do sedan.

          Ou seja… ta faltando também propaganda desses produtos. E as fabricantes não são bobas em ofertar aqueles que são mais baratos de produzir.

          • Matthew

            Cara, foi o que eu comentei logo abaixo. Pras montadoras é muito mais lucrativo vender esses hatches compactos anabolizados a preço de sedã médio. O problema do mercado brasileiro é que essa transição dos sedãs médios se deu para os “SUVs” compactos. Eu particularmente não teria problemas em passar de um Civic pra uma CR-V, embora eu prefira o primeiro. Passar de um sedã médio para o HR-V é vexatório, a diferença é gritante.

            • Edson Fernandes

              Sabe o que é pior? As pessoas que estão comprando, muitas delas compram por visual. E ainda acham que são carros superiores.

              Dureza de todas elas, foi ter lido que um Virtus é superior a um C4 Lounge THP Exclusive…. essa doeu de ler. Se tivesse como “desler”, eu teria viu…rs

              • Matthew

                Pois é, e estão explorando ao máximo a ingenuidade do consumidor. Virtus ficou bacana, mas 10 mil sobre o já caro Polo é demais. Além das ausências percebidas que estão ao alcance dos olhos, sabe-se lá onde mais tentam economizar. Na Quatro Rodas de janeiro mostraram os motores MSI 1.6-16v baixando óleo na seção auto defesa. Diversos casos relatados na internet. Estamos realmente em apuros.
                Outro dia fui no dentista e ele comentou que pagou quase 3 mil reais de IPVA na CR-V 2012 dele, nas palavras dele “carro velho já”, o que não deixa de ser verdade.

                • Edson Fernandes

                  Viu…. o problema de oleo baixo parece pegar Renault com o motor 1.6 SCe e também motor TSI 1.0 da VW. Muita reclamação no Polo com ele.

                  No Golf o carro tem vindo da concessionaria 0km com oleo baixo. E o up tsi além de problemas de biaxar oleo, tem a questão da turbina sendo trocada pois o retentor não segura o oleo e esse acaba contaminando peças do turbo (podendo gerar perda de pressão)

                  • Matthew

                    Espero que sejam casos isolados, Edson. Sempre me empolgo com os lançamentos da VW, mas nunca tenho coragem de compra-los com esse tanto de história difícil de avaliar a veracidade. Eu procuro não propagar muito se não acaba caindo naquela armadilha do motor velho, porém confiável, tal como os da GM.

                    • Edson Fernandes

                      Ah sim….

                      Eu mesmo me interessei no Polo e preciso fazer um test drive. Na verdade são 3 carros que eu quero tstar que estão em mente uma compra PCD:
                      – March SL CVT
                      – 208 Allure AT6
                      – Polo Comfortline Tech II

                      Sei que por produto, o obvio seria a ordem inversa, mas a depender do tempo de retorno (porque teria das solicitações do PCD + tempo de produção), segundo membros do clube do Polo, a VW tem uma clausula que se o produto altera o valor, o que será ocnsiderado será do dia de fabricação, a Peugeot já tem um valor fixo da entrada do processo e eu preciso ver da Nissan.

                      Mas preciso rodar nos 3 para ver como me agrada.

                      Porque vejo esses 3? Porque com cambio automatico e os itens que desejo, os 3 me atenderiam com o adicional no Polo de ser seguro (e isso é vantagem expressiva perante os demais) . Mas a depender da forma de entrega, fica dificil considerar ele. Você se planeja para a compra, mas mudam a regra no meio do jogo… e isso me preocupa no Polo. Muita gente sem receber o carro… complicado.

                      O caso do Polo ta lembrnado do Kwid nesse negocio de entrega e para ter informações. Quem tinha reservado na pre venda, teve todo controle, mas depois disso, sem controle algum.

                    • Matthew

                      Não entendi. Você não acabou de dizer que o motor TSi é zicado e tá cogitando a compra de um Polo? Já reparei que o pessoal aqui do fórum é meio esquizofrênico. Toda vez que sai uma notícia negativa, sobre a Peugeot que tirou as barras laterais das portas no 208, a Ford que extinguiu os 7AB da linha 2019 da Ecosport e coisas do gênero, todo mundo aqui brada histericamente pra boicotar as montadoras deixando de comprar carro zero quilômetro,o que supostamente as obrigaria a baixar o preço ou pelo menos melhorar a qualidade do carro. Aí no menor sinal de recuperação econômica que nem consistente é ainda, já tá pipocando um monte de gente aqui comprando carro zero e lançamentos ainda por cima. Depois dá pau como o PS da Ford e os experts vêm orientar que é sempre arriscado comprar carro no lançamento. É aquele velho ditado: “faça o que eu digo, não o que eu faço”.

                    • Edson Fernandes

                      Não é isso, eu disse de coisas que tem aparecido de problemas. Se eu for considerar todos os problemas que ue vejo, não compro carros.

                      Mas no final das contas os que eu considero atualmente dos compactos são march, polo e 208 que ainda preciso dirigir.

          • As empresas fazem o que o público quer e com o menor custo possível para elas.
            A categoria de “SUV’s” é o melhor dos mundos para as montadoras, senão vejamos:
            – produtos via de regra passíveis de utilizarem plataformas mais simples, baseadas em compactos de entrada, com custos de produção sensivelmente inferiores;
            – produtos que não necessitam de nível de acabamento interno diferenciado (como o público de hatches e sedãs médios exigem), uma vez que a imagem do carro aceita um ar de despojamento interno sob a égide de “rusticidade”. E nós sabemos o quanto influi no preço final os materiais escolhidos para acabamento interno em qualquer carro;
            – são produtos que permitem a prática de preços elevados, no mesmo nível de produtos tecnicamente superiores;
            – até na manutenção dos modelos SUV se aceita pagar um pouco mais pelo fato de serem produtos que espelham um “status” irreal, mas bastante difundido no mercado.
            Aí não adianta. As empresas não vão investir em nada diferente de SUV. Veja o caso da VW, que não tem um SUV competindo na faixa de preços campeã de mercado hoje: tem o Golf, investiu maciçamente em sua divulgação no seu lançamento, o produto é reconhecido por suas características técnicas e dinâmicas diferenciadas e… vende 3000 carro por ano, mesmo contando com preços que estão dentro da faixa dos chamados “SUV’s compactos”.
            Não tem jeito, empresa vai para onde o público aponta. Se for um rumo em que se pode aumentar as margens de lucro ainda, muito melhor.

            • Edson Fernandes

              O que me deixa triste. Estou vendo que não terei um hatch médio… (ainda que tenha tido um automatico… gostaria de um mais atual com tecnologia do momento).

            • Edson Fernandes

              Ubaldir, totalmente fora do topico, tenho lido coisas sobre a suspensão do C4 Lounge.

              Ao que parece o seu tem sido normal certo? Nada de problemas relacionado a ela?

              • Tirando a troca de amortecedores em garantia aos 20 mil km que relatei, zero de ocorrências. Uma das coisas mais positivas que noto no carro é a integridade estrutural do mesmo e de sua suspensão: nenhum batidinho mínimo sequer, bem ao contrário do que tinha no Jetta, onde os ruídos de funcionamento de suspensão foram um incômodo do início ao fim da convivência com o carro. Era um tal de “tec-tec” em curvas com irregularidade no asfalto que irritava muito. E nas revisões era só “reaperto geral”.

          • Basil Sandhurst

            Edson, e complementando…encontrar a (ótima) versão de entrada do Focus para test drive é tarefa impossível. Fui em três concessionárias e não tinha. Deixei telefone e nada.
            Focus é um carro fantástico, mas infelizmente a SUVenização do mercado parece um fenômeno irreversível. As pessoas estão preferindo carros enormes, beberrões e com manutenção mais cara.
            Abs

            • Edson Fernandes

              Sabe qual o problema? São grandes externamente. E tirando um ou outro que tem soluções para versatilidade, muitos aí só trazem de vantagem o entra-e-sai do carro, porque o restante é tudo bem pior.

              Como foi bom poder ir na concessionaria comprar peças ontem. Minha esposa que insiste em dizer que gosta de Duster, Sandero Stepway (e agora da Captur, além do amado HR-V que ela acha lindo), entrou nos carros, sentou, sentiu falta de itens e ajustes nos carros que temos no nosso Fluence e falou: “nossa, que pobre esses carros… ” e aí a conversa foi para o lado de valores.

              Aí que ela teve a certeza que não quer…rs

              • Basil Sandhurst

                Edson, vai ser difícil encontrar tudo que vc tem no Fluence.
                Abs

                • Edson Fernandes

                  Pois é… eu to vendo isso, isso me desanima em pensar num futuro carro viu.

                  Abs

    • Dudu Pimentel

      O Focus, carro, não terá sua produção encerrada, mas sim o modelo, em prol da nova geração.

      • No_Name

        Não haverá nova geração do Focus na Argentina. É Alemanha, China e posteriormente, com alguma possibilidade os EUA, caso as vendas neste mercado sejam satisfatórias para a Ford. Vale lembrar que no último ano o Focus vendeu bem mais de 100 mil unidades nos EUA e mesmo assim isso não foi suficiente para continuar a ser fabricado lá. Não será uma Argentina que produz menos de 50 mil Focus por ano para toda América do Sul que manterá a produção.

        • Josê Fagundes

          kkkkkkkkkkkk quando que o Focus foi fabricado no USA, amigo? Que dia? Isso nunca aconteceu! Sempre foi mexicano. No USA ele já está sendo testado em sua versão protótipa chinesa

          • passis

            Michigan

          • No_Name

            O Focus norte-americano ATUAL é fabricado em Wayne, Michigan, EUA.

    • CharlesAle

      Muito pelo contrário, está fazendo ajustes e se adaptando a novos tempos e modelos. Para mim,a FCA sim está perdida e fadada a extinção(pelo menos das divisões precárias como Fiat e Chrysler)..

  • Douglas Takiguti

    Se não fosse o câmbio polêmico as vendas teriam sido bem maiores (como era até 2014 quando começaram a pipocar os problemas na transmissão), pois é um excelente carro – já estou no segundo mas dei uma “segurada” no modelo 2013 pois de 2014 em diante, o 2.0 não oferece outra opção de transmissão se não a Powershift.

    • Eskarmory .

      Piada né. Tudo bem que a onda é AT, mas pra mim câmbio automático deveria ser, na maioria dos casos, opcional. O que quero dizer é, ser livre para escolher a versão e motorização desejada com o câmbio que bem entender.

      • Edson Fernandes

        OU….. dar a opção do cliente escolher aquele que melhor atende sua necessidade sem custo adicional de um ou outro.

        • Eduardo

          Não existe almoço grátis. Cambio automático é mais caro de produzir. Cobram mais. Até nos EUA é assim. Vi há tempos no site o Cruze manual, até existe mas ninguém compra. Custava, em meados de 2016, cerca de 800 dólares a menos.

    • Roberto

      Realmente o câmbio powershift queimou a imagem do Focus no Brasil, pois o deixou com uma pesada desvalorização no mercado de usados.
      Aliás, hoje é dificílimo vender um powershift, pois as revendas refugam o mico.

      • CharlesAle

        Desvalorização? Então porque está tão caro os usados nos anúncios da Web motors??

        • Roberto

          Desvalorização monstruosa:

          “Essa caixa de câmbio, que tem um grave problema de fábrica, “queimou o filme” do Fiesta no mercado. O Jornal do Carro já visitou lojas de usados e é consenso: o Fiesta Powershift é um carro muito difícil de revender.

          O Focus, que por muito anos foi o hatch médio mais vendido, também perdeu mercado por causa de problemas com o Powershift. E, quanto aos donos dos três carros com essa transmissão, só resta lamentar na hora da revenda. Porque, no mercado de usados, é quase um consenso: o câmbio Powershift é um dos maiores micos dos últimos tempos.”

          http://jornaldocarro.estadao.com.br/primeira-classe/ford-fiesta-cambio-powershift/

        • Robinho

          o mesmo no OLX, porque pesquisei, queria trocar meu Cruze por um, mas acabei desistindo por enquanto por conta de outras prioridades.

        • Louis

          Na Webmotors, até Lifan é caro. Mas vender, é outra coisa.

          • Robinho

            mas o preço é dono que define e não o site…sem criar polêmica, tenho consciência que o cambio deu problema, mas este carro não esta tão barato quanto dizem não, com 5 ou 10 anos de garantia “pode ser” um bom negocio, queria trocar meu Cruze (que tbm teve recall no AT Convencional) por um Focus Sedan ou Sentra, o Sentra desvaloriza bem mais, acabei deixando a ideia da troca em Stand By por enquanto por conta de outras prioridades, mais ainda vou ter um Fastback PS – ate porque convivo com duas Ecos com PS e ate agora sem problema algum…

    • leandro

      Você então perdeu o que o Focus tem de melhor, o câmbio PS. Só quem já teve e não tem mais sabe do que estou falando

      • marcos souza

        Na verdade ele não perdeu e nem ganhou, pois o mesmo deixa claro que prefere outra tipo de transmissão, de qualquer modo ainda dá tempo de voltar para o seu adorado PS, vai que eles abandonam na AL na próxima geração…

    • Jorge

      Exatamente, fiquei muito tentado a comprar um focus 2.0, mas o powershift me decepcionou, só de ver os relatos e a desvalorização.
      Esse 2.0 com cambio manual deve ficar ótimo.

      • Tinho Tenório

        Eu quero ver qual montadora da 5 ou até 10 anos de garantia no câmbio. Não vejo o Focus tão desvalorizado. Em 2016 vendi o meu SE 2014 por 51.000 em 2 semanas de anúncio. Possuo um SE PLUS 2017 que foi avaliado em 73.000

        • Jorge

          Deram esse tempo de garantia para tentar convencer alguém a comprar.

          Um focus 2016 titanium ta por 69mil com baixa km, um corolla xei 2016 você acha por pelo menos 78mil com o dobro da km do focus, se isso não é alta desvalorização não sei o que é.

          • Tinho Tenório

            Mais por quanto vc compra um Focus zero? a ford é bem generosa nos descontos e o corolla geralmente vc só consegue comprar no preço cheio. Comprei meu focus SE PLUS 2017 de 92.000 por 77.000. O corolla altis ai nos seus 115.000 não tem as metade dos itens de séria e da tecnologia do focus titanium. Questão de gosto e optar p prazer de dirigir e segurança.

          • alexandre

            Mas peraí! Quanto custaram esses 2 carros qdo comprados 0 km?

            • Joao

              TITANIUM 2.0 AT
              Preço Sugerido R$ 104.900

              Versão
              XEi
              À vista com frete incluso
              R$ 104.850,00

              Tirado agora mesmo dos sites. Pode tentar argumentar dizendo que a Ford faz promoções, mas os preços são o mesmo segundo a tabela do site dos fabricantes.

              Não estou comparado focus SE PLUS com Corolla Altis, e sim Focus Titanium com Corolla XEI. Podem argumentar o quanto quiserem, mas todos sabem que o Corolla desvaloriza muito menos que um focus,isso levando em consideração que os preços que citei são de um focus com menos de 30mil km e um corolla com mais de 70mil km. Podem olhar nos sites que tem preços de usados e vão ver a diferença.

              Não estou discutindo tecnologia e todo o resto, somente os preços. Concordo que o Corolla é caro demais para o que tem, e que o Focus ganha de lavada em termos de tecnologia, inclusive mesmo com todos os problemas do Focus se o $ não fosse problema eu escolheria ele ao invés de um Corolla, mas do ponto de vista financeiro é inviável.

              • alexandre

                Mas como não é pra considerar o preço real de venda praticado pela Ford? É esse valor que sai do meu bolso, não o da etiqueta….
                Mas por falar em valorização, tem uma coisa que eu dou muito valor: meu prazer de dirigir. E nesse quesito, colocar o Corola na balança não dá! Tem q ser Jetta tsi 2.0 no minimo, ok?rsrs

      • marcos souza

        Para mim a mesma coisa, tenho um hatch 2.0 manual 2010 e não troco para ter sorte em powershit(ainda mais com a possibilidade de abandono do cambio), só os donos defendem pois não querem ver a desvalorização, depois que tem o problema baixam logo a crista depois de ter que esperar um mes pela peça, pois ela não tem em lugar nenhum, penso se a ford quisesse mesmo apostar no powershit obrigaria todas as concessionarias a ter pelo menos dois kits no estoque…

        • Leandro

          Não troco por “abandono do cambio”. O teu de 2010 ja nao saiu de linha ha muito tempo? Ta abandonado e não sabe, rs

          • marcos souza

            o meu é o mk2,5 queria muito troca-lo por um 2.0 manual atual, mas a ford não quer trazer para cá os que tem na argentina e empurrar os powershit, unico carro que vi a nivel dele foi o Cruze hatch, mas não curti muito…mas pelo menos não o abandonei usando a “desculpa da patroa” para se livrar do powershit XD

            • Leandro

              Eu tenho um desde 2014, você deve estar me confundindo com outro. Como eu te disse, seu carro já foi descontinuado, enquanto o powershift tem 10 anos de garantia. Um abraço.

              • marcos souza

                Descontinuado, mas acho peça em todo canto, não tenho que esperar 1 mes para receber uma peça, abraços e torço para que você nunca tenha que precisar da “garantia” péssima da ford…

                • Leandro

                  Não sei se você sabe, mas até câmbio de dupla embreagem paralelo existe, que serve tanto no golf quanto no focus. Manter um carro no paralelo é muito mais rápido e barato que esperar a montadora, o problema as vezes está na qualidade e procedência da peça, que muitas vezes é de origem criminosa. Se você for pedir peça pro teu 2010 na Ford terá o mesmo problema que Eu, não sei qual a vantagem que você imagina que tem…

  • impostoéroubo

    Argentina quem mais compra carro do BR

  • Vitor

    A Ford nunca focou no Focus.

    • Alexandre Volpi

      Eu vi o que você quis dizer heheh

  • Robinho

    sonho de consumo, um dia chego lá.

  • Bruno Costa

    A Ford quer se tornar a nova Jeep+RAM? Triste por modelos clássicos que irão desaparecer, mas se for pra empresa voltar a ter relevância, que tenha boa sorte na empreitada.

    • Matthew

      Ford América, né. Na Europa os hatches médios e compactos são de suma importância. Focus vende vem na Argentina e o Fiesta tem potencial no Brasil.

  • Diego Lip

    Será que só eu que não está nem aí pra SUV’s?

    • leandro

      Meu maior arrependimento foi ter saído de um sedan pra um SUV. Isso que dá escutar a patroa…

      • Jose Borges

        Também escutei a patroa, deixei ela falar, expliquei q os SUV que ela gostava eram carros compactos com acabamento inferior, coloquei alguns defeitos nos SUV e depois levei ela pra dar uma volta em bons sedans médios. Resultado: troquei meu sedan por outro sedan. Não troco por um altinho compacto d jeito nenhum.

        • leandro

          A minha é do tipo que não escuta… Hehehe

          • Ricardo

            Já eu quero é SUV…
            Sedan é pra quem é baixo e gosta de dirigir “no chão”.

            Pra mim tem SUV decentes >>>>>>>>> ABISMO >>>>>>>>>>>>> SEDANS.
            Isso pras nossas ruas né… lá fora eu teria um esportivo de boa… mas em SP nem vontade dá..

          • Edson Fernandes

            Se a minha não escutasse eu tbm não iria fazer a vontade dela viu…rs

            A minha se amarra na HR-V. Cara… não consigo imaginar eu naquele carro que é duro feito pedra!

      • Itamar

        se eu fosse na onda da minha, teria comprado a BELISSIMA EcoSport.
        Graças a Deus convenci ao Polo rs

      • alexandre

        Aqui em casa quase aconteceu essa “tragédia”. Esposa queria a nova Eco, mas quando eu vi o Focus na css pelo mesmo preço, não deu pra resistir. Estou com um Focus hatch 2.0 AT há 3 meses e te digo sem pestanejar: melhor carro q já tive.

        • leandro

          Não tenho dúvida, já tem 1 mês que troquei e tô morrendo de saudades

      • Robinho

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, to no mesmo barco….mas ainda não troquei, mas provavelmente irei…

        meu sonho como eu disse mais acima era o Focus Fastback, mas a chefe quer uma Eco ou HRV…ai ai…

    • Jorge

      Você e qualquer pessoa que tenha noção.

      SUV pra rodar quase 100% em circuito urbano é ridiculo.

      • daneloi

        Errado amigo. Tenho 7 hérnias de disco e problemas nos joelhos. Saí de um Civic 2014 para um Renegade diesel e apesar de ser fã do civic ( tive 3) o Renegade me atende melhor. O Civic muito mais baixo e duro enquanto o jeep é muito mais fácil para entrar e sair. Suspensão é ótima é não maltrata minha coluna.
        Existem alguns casos específicos aonde um SUV se justifique na cidade. Se eu tivesse mais saúde teria um Hatch ou sedan medio, mas no momento o SUV melhora minha qualidade de vida enormemente :-)

        • Leandro

          Suspensão do focus é muito melhor que do Civic. Não generelize. Não é por que é baixo que a suspensão é ruim e dura…

        • Matthew

          Então, eu não sou radicalmente contra os SUVs e entendo o que você colocou. O problema é que o consumidor brasileiro de alta renda migrou de hatches e sedãs médios para esses crossover (me recuso a chamá-los de SUV) que nada mais são que compactos anabolizados. Se a transição fosse de Civic pra uma CR-V não me sentiria tão desconfortável na troca. Mas passar de um sedã médio para o HR-V é de chorar. Pras montadoras é um negócio da China, pois vendem Fit (já superfaturado) a preço de Civic. Aí o preço da CR-V vai pra estratosfera, sendo que era pra ser um produto com o mesmo volume de vendas da HR-V. E isso vale para todas as marcas. Tracker a preço de Cruze e por aí vai.

        • Edson Fernandes

          Se vc andasse em carros como Fluence e Corolla veria que sedans médios tbm podem lhe tratar bem. O que vc está falando do Renegade que é destaque nessa categoria é a suspensão que por sinal é muito mais confortavel que a “pedra” do Civic.

        • Jorge

          Como já foi dito, se você quer um sedã confortavel deveria ir de corolla (que por sinal já é um carro bastante alto) e não de civic que tem uma proposta mais jovial por assim dizer.
          Nem vou comentar sobre o espaço interno e estabilidade em velocidade do renegade em relação a um sedã.

    • CharlesAle

      Meu amigo acabou de comprar uma Tracker! E o espaço interno é ridículo..94mil para andar em um carro apertado..

      • Ricardo

        Mas ai o erro foi do seu amigo…
        Eu gosto de carro trambolho, espaçoso… Jamais compraria Tracker também!

    • Eu também não dou a mínima para, eca, SUV’s, porque percebe-se claramente que dificilmente chega ao nível de conforto e acabamento primoroso de um maravilhoso hatch médio ou sedã médio: dá uma sensação de que a suspensão de um SUV chacoalha muito, ao passar em uma estrada de terra, onde eu quase vomitei de tanto passar mal no banco traseiro de um CRV que me deixou com a minha bacia dolorida. Argh! :p

  • Josê Fagundes

    Primeiro erro da matéria: a Ford não desistiu do Focus no US. Ele será importado da China, como os Volvo e Jaguar atuais
    O segundo, é que a Ford cortará 11 bilhões de custos por ter admitido que fará investimento de 11 bilhões em elétricos e híbridos, e terá 40 novos eletrificados até 2022

    • Davi Millan

      Verdade, tinha me esquecido desse detalhe! Talvez nós tenhamos um Focus sedan made in china também. Já no caso do hatch eu acredito que essa será a última geração que veremos um Focus hatch… Pelo menos em terras brasileiras.

    • CharlesAle

      Nada como uma pessoa mais informada! Porque os jornalistas não fazem o mesmo né?

      • No_Name

        Tão “informado” que acha que o Focus norte-americano atual é mexicano rçrçrç.

  • Roberto

    O novo Focus Mk4 será lançado na Europa em Março deste ano. Era de se esperar, então, que a produção da nova geração na Argentina se iniciasse no meio deste ano. Se vão continuar a produção do Focus antigo por aqui até 2019, é porque provavelmente ele não será produzido na América do Sul.
    Espero que ele chegue por aqui, nem que seja importado (de preferência esse semestre ainda).

    Lançando a nova geração com o motor 1.5 Ecoboost e o câmbio AT6 no lugar do powershift o Focus teria mercado por aqui.

    • Josê Fagundes

      em nenhum lugar do mundo o focus 4 terá produção em 2018. E o lançamento será em abril lol

      • Roberto

        Segundo a própria Ford, o carro será lançado em Março/Abril de 2018, com as vendas se iniciando na sequência na Europa.

        Mas você, como super-fanboy Ford, deve saber mais do que a montadora.
        Parabéns.

        • GrandeMacBurger

          a Ford não deu nenhuma nota oficial sobre o início da produção do Focus 4, porque ainda o modelo nem foi apresentado oficialmente kkk

          • Roberto

            José Fagundes, você me respondeu com o perfil errado.

            • Josê Fagundes

              eu não te respondi, mas o GMB falou tudo

            • TT 230

              Tem tanto fake aqui que o cara tem que ir fazendo a peneira, pra não perder tempo.

        • FocusMan

          O carro será apresentado. Existe uma grande diferença.

          • Fabio

            Exato. Vale lembrar que a geração atual foi apresentada em janeiro de 2010 e as vendas só começaram no começo de 2011. Estive na Europa em março de 2011 e ele ainda não estava sendo vendido, mesmo tendo sido apresentado mais de um ano antes. Vi um exposto em uma feira de tecnologia (por causa da central multimídia, se não me engano). E lembro bem da data da apresentação do Mk 3 porque eu tinha comprado um Mk 2 um mês antes…

  • GrandeMacBurger

    O Focus continuará no US, mas sob importação chinesa, medida para atingir a quantia de 11 bilhões de economia para investimento na produção dos 40 novos elétricos e híbridos da Ford até 2022! O Fusion sairá de linha porque o Focus já utilizará a plataforma modular CD6, que já o deixará muito grande em sua versão sedan que o aproximará muito do Fusion e sua plataforma CD4

    • FocusMan

      O Focus nao usa CD6. De onde tirou essa info? O Focus usará a C2, uma plataforma nova usada nele e nas novas Kuga/Escape/MKC.

      • passis

        Essa plataforma C2 será estendida para os modelos futuros da categoria abaixo (B) ou ficará restrita à C? Parece que a CD6 será amplamente usada em vários modelos maiores (Fusion?/Taurus?/Smax?/Galaxy?/Continental/MKZ/MKX/Edge/Explorer), com foco no mercado americano. Seria interessante se os modelos menores também ficassem sobre uma mesma plataforma moderna (Ka/Fiesta/Escort/Focus/Mondeo?/Ecosport/Escape/MKC), focada em Europa, Asia e America do Sul.

        • Josê Fagundes

          CD6 é uma plataforma modular que aceita tração traseira, dianteira e integral. Poderá ser amplamente difundida sim

          • Roberto

            Focus MK4 usa plataforma C2. Isso já foi confirmado.

        • FocusMan

          A CD6 é uma plataforma aplicada apenas para veículos CD. Ela não é moderna, ela saiu no Fusion de 2012 e é uma atualização da anterior. Não tem nada de moderno nela.

          • passis

            A C2 será moderna? Ficará restrita à ‘família’ Focus, de compactos médios C?

            • FocusMan

              C2 é nova. Tem uma familia de veículos sendo feita em cima dela.

  • RSRX

    O Focus nunca foi foco brasileiro, e sim argentino! É lá q ele vende quase 3 mil carros por mês, e trazem algumas unidades para serem vendidas no Brasil. Então acredito sim que continuará, pois há grande demanda dele por lá, e o sedan, se de fato substituir o fusion, será outro motivo da produção do focus por aqui

    • Meereengue

      nisso eu discordo de vc! Focus, até alguns anos, era um dos modelos Ford q mais vendiam aqui no brasil, chegando a ter numeros parecidos com esses da argentina. Mas hoje, o hatch médio que vende mais é o cruze com 600 carros por mês. Não acho q o focus tenha muito o q ganhar aqui no brasil. Se a Kuga argentina nunca veio ao BR, pode ser q o focus 4 seja como a Kuga futuramente

      • Fabio

        O Kuga nunca foi feito na Argentina. Sempre foi importado, como o Mondeo.

    • Ducar Carros

      Acredito que vai continuar, mas sem ser atualizado, enquanto der, focando no preço, como faz a Peugeot com o 308.

  • Meereengue

    eu não sei o que houve com o editor da matéria para transformar o “saída de alguns mercados sul-americanos” em “saída da america latina”. Notícias Sensacionalistas Automotivas

  • Razzo

    Que venha logo o novo Focus com câmbio AT6 com conversor de torque (nada de Powershift), motor 1.5 Ecoboost e preferencialmente sem a cara de fuinha do novo Fiesta europeu.

    • leandro

      Infelizmente vamos acabar perdendo o câmbio powerShift.. aí vai sobrar só carro sem graça de dirigir pq manual já tá em extinção

      • Fuscao

        Não sei qual a graça de dirigir um powershift, aquilo é uma porcaria até quando funciona. Parece que quem projetou nunca andou sequer num DSG. Sou o cara dos manuais, mas antes daquilo mil vezes um auto com conversor….

        • leandro

          Nunca teve e vem dar palpite… E outra, o comportamento dele é muito parecido com DSG

          • Fuscao

            Eu tenho em casa um Focus Titanium com esse câmbio, não ia falar sem conhecimento de causa. Não tem nada a ver com DSG, nem um pouco. Numa rodovia por exemplo não é raro do nada ele reduzir, pra 2 segundos depois subir marcha novamente, sem alteração em acelerador ou carga. As trocas também são estranhas, enfim, acho o AT dos Fusion 20x superior a qualquer powershift.

            • leandro

              Pelo que li nos seus comentários anteriores parece que seu AVÔ tem um Focus e vc tem um Fusion 2009…
              Então pegue seu banquinho e saia de fininho…

              • Robinho

                oxi achei que ele tinha um Fusca, oia tem um Fusion…

              • Fuscao

                Pegue seu banquinho? O carro é dele, presente meu inclusive, e ele usa em trajetos curtos por conta. Em estrada não tem mais condições de dirigir, e adivinha quem anda? Pois é… Meu Fusion já está aposentado, devido a desvalorização imensa resolvi guarda-lo, e abandonei a Ford após anos fiel, o último zero sendo o Focus Tit. Carros atuais: CC V6 e GTI 15. Ataques pessoais não agregam ao debate.

            • Leandro

              Você não sabe dirigir entao. Ele tem justamente um atraso para reduzir.. Ele sobe de marcha rapido, mas reduzir nao é o forte dele…

              • Fuscao

                Se não reduz não sou eu que não sabe dirigir… O que me parece é que está o tempo inteiro queimando embreagem, numa ultrapassagem tem que puxar marcha pra baixo antes pra ele ir bem, se for no kickdown ele primeiro sobe o giro, queima umas 2h de embreagem e depois anda, demora coisa de 1 segundo, sensação estranha. Fora as trocas de marcha inadequadas, em que ele tem que voltar a anterior em poucos segundos. O ruim dele é a programação mesmo, que tentaram imitar um câmbio com conversor, como já vi gente de dentro da Ford falando.

          • Roberto

            Não tem nada a ver.
            DSG é ultra-rápido, câmbio de esportivo.
            PowerShit simula o comportamento de automático.

            • No_Name

              Não é o que quem pilota um DSG na pista acha… Lá na Europa preferem um Golf GTI ou R manual para track day. Ou seja, o câmbio DSG está longe de ser “ultra rápido”, pois se assim fosse não iriam gostar mais do modelo com MT.

        • Robinho

          DSG???????????? kkkkk, ta de sacanagem né?

          • Fuscao

            Agora eu que pergunto, tem ou andou tempo considerável em um pra dizer? Não estamos falando de defeitos (DSG7 com mecatronica e embreagem), estamos falando de comportamento. Já andei em uma penca de carro e tive vários, e para desempenho não achei nenhum que superasse o DSG. Conforto um AT convencional vai ser melhor, mas pra pisar, tem que ser algo um nível acima (PDK) ou um manual.

            • Robinho

              nunca tive mas ja andei, é tão bom quanto o PS e da defeito assim como o PS.

              • Fuscao

                Depois de conviver bastante com ambos, não tenho como concordar, mas cada um cada um….

                • Robinho

                  e nem precisa concordar, esta é graça do mundo automotivo, cada um tem gostos e opiniões diferentes – caso contrario teríamos só Ford T preto.

                  • Fuscao

                    Exatamente, mas tem gente ai que porque não concorda com alguém começa a dar xilique e atacar pessoalmente….

              • Roberto

                Você bebeu? O DSG/Stronic faz trocas em 8ms, ou seja, é apenas 300 vezes mais rápido que o PowerShit.
                Favor pesquisar antes de falar bobagem.

                • Robinho

                  não posso ter minha opnião? eu não bebi acho os dois tão bom quanto…

                  • Roberto

                    Pelo visto você nunca dirigiu nenhum dos dois.

                    • Robinho

                      verdade o carro do meu sogro e da minha prima é ficção minha, coisa da minha cabeça..aff cada uma.

        • Ananias Anacleto

          Também prefiro câmbio manual, mas andei no test drive da época do lançamento do Fiesta powershift, e recentemente fiz uma viagem com um Polo tsi, e olha, o funcionamento do câmbio do fiesta é muito melhor do que o automático tradicional (Polo, por exemplo), as trocas de marcha do powershift achei bem mais rápidas e suaves.

          • Fuscao

            Não andei no Polo AT ainda pra dizer, mas o powershift foi calibrado justamente para ser mais parecido com um AT na questão do conforto, e patina muita embreagem pra isso, o que ajuda a ocasionar os problemas

            • Ananias Anacleto

              Está claro que o powershift, ao menos os primeiros, são micos em termos de confiabilidade, mas na época que testei gostei muito do funcionamento da transmissão.

        • Leandro

          Já andou em um? Qual o seu carro?

          • Fuscao

            Já disse aí em cima, depois de diversos Ford, hoje CC e GTI.

  • Davi Millan

    Eu acredito que essa será a última geração do Focus que veremos por aqui. Talvez o sedan ainda continue, mas isso beeeeem talvez. No caso do Hatch eu acho mais provável um Focus ST ou RS voltar a America latina, sendo importado da Europa, do que ter uma versão civil sendo feita por aqui…

  • Jorge

    Ford seguindo a tendencia de smartphones e mudando o carro a cada ano, melhor botar logo números no nome pra não perder a conta.

    • Tinho Tenório

      Danosse, o Focus G3 foi lançado em 2013, reestilizado em 2015. Ecosport lançado em 2012, reestilizado em 2017, ranger lançada em 2012, reestilizado em 2016, fusion lançado em 2012, reestilizado em 2016, ka lançado em 2014 e será reestilizado esse ano, new fiesta lançado em 2010 e tá até hoje. Vamos procurar saber antes de falar bobagem

      • RSRX

        Focus G3 chegou em 2013 ao BR mas é de 2010

        • Jorge

          Se for levar isso em consideração o fiesta é basicamente o mesmo carro desde 2008, só agora que de fato veio uma versão nova, que por sinal só lançou no exterior, 10 anos depois.

      • Jorge

        Não entendi se você foi contra meu argumento ou se só tentou apoiá-lo.

        Pelo o que você mesmo disse, o focus mudou em 2 anos e depois vai mudar completamente em 4 anos, enquanto a ranger mudou 1x em 4 anos, fusion mudou uma vez em 4 anos (diga-se de passagem foi uma mudança bem sutil), ford ka vai mudar 1x em 5 anos.

        Claro que eu exagerei no meu comentário, mas o focus mudou bastante e relativamente rápido, lembro que comprei meu fiesta 2014 já do modelo nacional e ainda nem tinha sido lançado o novo focus, depois disso ele já lançou, já saiu de linha e já vão mudar novamente, enquanto o fiesta teve uma leve restilização, o focus mudou completamente 3x. Os carros que voce citou no geral tiveram uma restilização (com exceção do ka), o focus literalmente mudou.

        • Tinho Tenório

          o ciclo normal de um carro é de 5 anos, geralmente fazem uma reestilização de meia vida quando o carro completa uns 3 anos de mercado. Observe as marcas Honda e Toyota, principalmente corolla e civic. O unico carro que a ford fez uma rápida restilização foi no Focus, com 2 anos. Confesso que eu fiquei puto da vida, pois eu tinha um 2013/2014 que comprei no lançamento e em 2015 foi reestilizado pois, existia a estrategia de mercado ONE FORD e todos os carros seriam iguais no mundo todo, só que a G3 do focus demorou muito para estrear aqui no Brasil, por isso a mudança precoce. Então amigo, tá mais do que provado que a marca não está sempre mudando seus produtos.

  • Ziliontec

    Não vai acabar em 2019 não, será estendida (C346) e o novo (C519) não vem mais :(

    Um Crossover entrará no lugar do Focus pois é o que o mercado deseja.

    As cotações do C519 foram todas canceladas e as cartas de confirmação de capacidade de extensão do fornecimento das peças do C346 já foram enviadas pela Ford.

    • Ducar Carros

      A tendência é a Ford manter o Focus até quando der, como a Peugeot faz com o 308 aqui no Mercosul…

    • No_Name

      É bastante possível que, além disso, dêem um facelift para nosso C346. O porém é que o carro é tão bem resolvido esteticamente que fica difícil imaginar um retoque no design, assim como o Fiesta 2013-2017 que é muito bonito e foi estragado pela Ford BR no modelo 2018.

  • marcos souza

    Que Deus salve os hatch médios…#amem

  • Fabio Marquez

    Oh não! Mais um ano de “PowerShit”…

    • Roberto

      Os proprietários com medo da desvalorização já começaram a defesa desesperada kkkkkkkkkk

      • Leandro

        Como se comentarista comprasse carro e influenciasse preço . Maioria aqui anda de carro popular ou aqueles usados lixo de rico, nunca dirigiu um carro com ps mas faz questão de criticar.

  • CanalhaRS

    Enquanto outras marcas crescem, a Ford cai em vendas, abandona segmentos e mercados….parece que a má gestão é um problema crônico na casa.

  • Erivelton Freitas

    O Fusion é maravilhoso, mas quando eu vi o Ford Taurus, fiquei babando, queria muito por aqui. Já sobre a situação da Ford, eu acredito que realmente ela vá enxugar o portfólio. Fiesta Sedã e Focus (no Geral) não vendem tão bem, e o motivo é o câmbio que a Ford teima em manter. Se ela simplesmente se livrasse disso, e aumentasse o entre-eixos do carro para priorizar o espaço interno (outro problema crônico), com certeza eles venderiam bem mais. Mesmo no USA, a Ford não vende tanto carro popular, pois com exceção da F-Séries, que aqui é Caminhão de trabalho, os modelos da Ford perdem para Toyota, Honda e Nissan no próprio país de origem, e isso é tenso! A Ford tem que se ligar, não é porque ela não é líder em vendas na região, que ela tem que sair com o rabinho entre as pernas, toda inconformada com isso e aquilo. Mercado é assim… O Ka ta indo muito bem, mas se ela espera vender as mesmas 9.000 unidades de todo santo carro que lança, assim como vende do Ka, então ela vai sair mesmo, não só desse, como de inúmeros outros mercados.

  • Antonio

    A Ford está perdendo terreno em todos os mercados do mundo.

    • Josê Fagundes

      kkkkkk chora hater. 3ª maior fabricante global e crescimento vertiginoso na europa no ultimo ano

  • azardo

    Sobre a PSA, quero que ela traga de volta os modelos Opel (Corsa, Astra, Zafira) Aqui pro BR. No Chile eles já estão

  • Edson Fernandes

    E assim, hatches médios vão cada vez mais sumindo. A pergunta que fica pra mim é: Será que eu chegarei a ter um hatch médio?

    Que triste. Acho que os sedans tbm estão seriamente ameaçados.

  • Oscar Alho

    A atual geração dos Ford demonstra alguns erros graves. O Focus possui um espaço interno péssimo, e aquele motor 1.6… Tinha que ser trocado pelo Ecoboost, já naquela polêmica reestilização de 2015. O Fiesta estava no auge, mas a Ford exagerou no preço, surgiram os problemas de câmbio e as vendas minguaram. Com a chegada do Polo e Argo, ficou difícil.
    Se continuar no Mercosul, acredito que as alternativas são a substituição do Focus pelo kuga, a atualização do Ka em estilo, segurança e mecânica (motor dragon) e o lançamento de uma pick up média, baseada no Ecosport.

  • Flávio

    Duvido muito que a Ford saia do Brasil, ainda mais figurando em quarto no ranking das montadoras. No caso do Focus esqueçam, os SUV mataram os médios, primeiro os hatch e na sequencia deve matar os sedans, o povo quer carro alto, ainda mais nas péssimas condições que se encontram nossas ruas. Aposto numa morte do Fiesta atual e para 2020 (junto com ele uma nova Ecosport, ainda mais que é desenvolvida aqui e vendida ate nos EUA agora), vem o “novo” simplificado claro e vem um SUV maior que a Eco para brigar com Compass e companhia no lugar do Focus, que apesar de ser um excelente carro (onde a Ford cagou com força no powershift) não tem mais mercado na AL. Agora nos EUA ele tem mercado como carro de entrada, se não me engano está sempre entre o top 10 mais vendido por lá. Em quanto isso vão investindo no Ka aqui para manter as contas equilibradas.

  • Moisés Soares Biford

    FOCUS hatch. Sem reclamações… Agora, que poderiam fabricar o KUGA por aqui, aí sim…!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email