Argentina Ford Gadgets Hatches Preços Sedãs Segurança

Ford Focus ganha mais equipamentos e segurança na Argentina

focus-argentina-2

O Ford Focus 2016 recebeu uma boa atualização na Argentina, cujos preços variam de 345.800 a 492.400 pesos argentinos. O médio da marca americana passa a ser oferecido de série com controles de tração e estabilidade, torque vetorial em curvas e assistente de partida em rampa.

Além disso, o Focus dos hermanos adota também LEDs diurnos, retrovisor eletrocrômico e sensor de chuva. O alarme perimétrico e volumétrico também passa a vir de fábrica. Outra novidade é a multimídia SYNC 3 com navegador GPS com mapas em 3D, tendo agora memória interna no lugar do cartão SD.

focus-argentina-1

A SYNC 3 vem com Android Auto e Car Play, sendo bem mais rápida no processamento de voz e informação, além de possibilitar melhor uso dos sistemas SIRI e Google Now. No mais, o Focus argentino ainda dispõe de frenagem automática de emergência, estacionamento automático, faróis bi-xênon adaptativos e sistema de som Sony, itens já presentes anteriormente.





  • DTF

    A Argentina é um país tão ou mais falido que o nosso PORÉM lá os produtos são melhores daqueles vendidos por aqui!!!! Mais equipados, mais seguros….vide este e outros produtos como o Honda HR-V, o Chevrolet Tracker…etc….Porque o Brasil é tão desprezado?? Se alguém responder que é porque o consumidor brasileiro é desinformado, pouco exigente, talvez seja o começo de uma boa resposta….

    • João Cagnoni

      Não vou dar a resposta que você quer ouvir, mas eu pensava igual você há pouco tempo atrás. Hoje acredito que grande parte da culpa são dos impostos, a Argentina possui uma carga tributária inferior à nossa..

      • DTF

        Ledo engano, o governo da Cristina Kishtner simplesmente tributou absurdamente os veiculos, amenizado agora no governo Macri….logo nao é isso, é estrategia para majorar margens, e so da para fazer isso pq o consumidor nao eh exigente….e isso se deve pq nao sao informados ou nao procuram se informar….

        • João Cagnoni

          Mesmo com a “super tributação Cristina Kirchner” os carros tinham somente 30% de imposto, sendo que no Brasil podem chegar a até 54%. O Brasil possui a maior carga tributária do mundo para carros, a Argentina nunca soube o que é alta tributação.

          • DTF

            Chegou a ver o preço dos carros na Argentina com a supertributacao? Superou em muito a brasileira!!!

        • Lucas Mendanha

          Essa é fácil: Eles são mais exigentes e “menos maria vai com as outras” que os brasileiros.

          Exemplo?

          desde 2013 eles tem Focus 2.0 associado ao cambio manual MTX75, da versão S à Titanium Plus. Enquanto isso no Brasil prevalece a modinha “médio? apenas cambio automatico”.. Se pelo menos tivesse um cambio à toda prova, tudo bem.. Mas o Powershift 6DCT250 a tempos ja mostrou nao ser a opção adequada pra nossa realidade…

      • Antonio Falm

        Empresário adora dizer que os carros brasileiros são caros por causa dos impostos, inclusive, gastam muita grana para nos convencer disso. Só que já esta provado que não é bem essa a verdade, basta a gente se lembrar do caso do Honda City feito aqui e exportado para o México, mas lá custava pouco mais da metade do que custava aqui. Foi bem veiculado o assunto.

        • João Cagnoni

          Eu acreditava nisso, já xinguei muito aqui nos comentários… rsrs… Mas produtos exportados não pagam praticamente nenhum imposto, então faz todo o sentido um City custar metade por lá.

          • Antonio Falm

            Não exatamente. Não pagam alguns, mas todos os impostos embutidos na cadeia produtiva estão no custo final, e tem ainda frete, seguro e o imposto mexicano sobre a venda. Ou seja, aqui poderia ser um pouco mais caro, mas o dobro? Conheci uma funcionária da matriz italiana da FIAT, que vinha sempre ao Brasil fazer auditoria. Contou-me que o lucro sobre os carros feitos n Brasil é 3x maior que na Itália, já calculado em dólar. E por ai vai…

    • Robinho

      Simples: O mal do Brasil é os brasileiros.

      • vidgal

        Isso aqui é o país das bananas!!!

        • Luis Burro

          Nao,isto aqui eh o pais dOs Bananas!

    • Leonel

      No geral, fica claro que a massa é ignorante e de fácil manipulação, devido, em boa parte, há uma educação precária de décadas. Fica claro que as empresas têm conhecimento desse fato e sabem usufruir muito bem disso e a consequência é essa que testemunhamos.

      • Lucas Mendanha

        De fato.. Na argentina vc compra um Titanium Plus como o da foto, com cambio manual MTX75. Já por aqui prevalece a modinha do automatico, e grande parte de quem compra se ferra, ja que o Powershift 6DCT250 ja provou nao ser a opção adequada pra nossa realidade…

    • Gran RS 78

      Concordo com vc. Lá eles tem carros que nós não temos, como por exemplo o Mégane hatch, Scirocco e o Koleos, sem mencionar que Palio, Gol e Onix não possuem versões com motor mil, somente com motorização 1.4 para cima.

      • Ernesto

        Aqui os carros com motor até 1.000 cc possuem incentivo fiscal. E quanto aos veículos mencionados, acredito que o governo argentino não dificulta tanto a importação de carros como aqui.

        • Gran RS 78

          Mesmo com incetivo fiscal que os motores 1.0 tem por aqui não está fazendo diferença nos preços, vide Fiesta mil com preços acima dos 71 mil reais o mesmo vale para o Up tsi, que custa acima dos 53 mil reais.
          Na época da Presidente Cristina, os carros importados tbm estavam sendo sobre taxados, mas depois que o Macri assumiu, ele retirou vários impostos dos carros importados, medida que ajudou a cair os preços de vários modelos naquele país.

          • Ernesto

            Apenas comentei sobre o incentivo fiscal no Brasil para carros até 1.000 cc porque você falou de Palio, Gol e Onix não terem versões 1.0 na Argentina.

            • Gran RS 78

              Entendi o que vc disse, o que eu quis dizer é sobre isso mesmo, pois na Argentina eles não tem versões com motor mil e no Brasil, país que tem incentivo a essa motorização, nós acabamos pagando mais caro que os argentinos e ainda levamos carros com menor potência.

    • Martini Stripes

      Abismo social.

  • Gustavo73

    O daqui já tem esp/tc de série desde o facelift. Antes já era de série nas versões com o Powershift. Outros itens também existem aqui dependendo da versão. A novidade realmente parece ser a nova Sync 3. E ter iten lá não significa ter aqui lá o Fiesta hatch e EcoSport tem a opção da CMM, coisa que não trm aqui. Lá tem Focus 2.0 com câmbio manual aqui nunca teve e por aí vai.

  • Leonel

    Poderiam atualizar (leia-se: substituir ou arrumar definitivamente) o Powershift e com toda tranquilidade do mundo substituir esse 1.6 pelo 1.0 Ecoboost.

    • Lucas de Lucca

      Vi notícias que nos EUA a Ford já começou a substituir o PowerShift por um tal de SelectShift que se trata de um AT convencional em algumas versões do Focus. Acredito que aos poucos essa substituição acontecerá por aqui também.
      Quanto a substituir o 1.6 pelo 1.0 Ecoboost vou além, e acho que deveriam substituir o 2.0 pelo 1.5 Ecoboost, já que Cruze, Golf, 308 e em breve Civic já contam com tecnologia similar.

      • Leonel

        É? Espero que realmente o façam. Eu admiro a Ford porque não dá para reclamar do recheio de seus carros aqui, é só ver Ka com ESP. Mas eles estão ignorando por completo as reclamoções e afins sobre o Powershift, é incrível.

        Sobre o 1.5 Ecoboost, eu acho difícil, claro que eu apoio 100% haha…mas imagino que iria elevar bastante o preço do carro em questão, todavia, concordo que VW entre outros conseguiram, porque eles não, né?

        • Lucas de Lucca

          Pois é. O que atrapalha um pouco também é essa crise no setor, acaba espantando as inovações. Mas, foi como você disse, todas estão indo por esse caminho, não tem como fugir. O downsizing já está virando regra e não exceção. Tem que seguir o mesmo caminho pra se manter competitiva.
          Vamos ver o que o futuro reserva na linha Ford, estou curioso, principalmente no caso da possível substituição do PowerShift.

        • cepereira2006

          Outra reclamação recorrente é a de desalinhamento na montagem das portas nos veículos montados na Bahia.

          • Edson Fernandes

            Sem contar que o acabamento das portas do Ka range ao ficar encostado.

        • CharlesAle

          Não diria não dar ouvidos. .Mas acredito que a empresa confia na tecnologia do produto..Que tem suas vantagens sobre uma caixa AT comum..O consumidor tem de entender e diferenciar ambas..Suas vantagens e desvantagems..Multas tecnologias, no começo, deram seus problemas, po ex.o cabeçote 16V….

      • Lucas Mendanha

        SelectShift é o nome dado à função sequencial do cambio automático. No EUA, as versoes mais simples nao tem esse modo sequencial… Focus Mk3/3.5 ‘automático’, apenas Powershift mesmo. Porem tem 3 versoes de Powershift: 6DCT150, para os 1.0EB/1.6, xxx250 para os 1.5EB/2.0 e xxx450 para os diesel. as duas primeiras com dupla embreagem de disco solido/seca e a ultima com embreagens multidisco, banhada a oleo, como no DSG6.

        O que ocorrerá muito provavelmente no Mk4, que nao demora a chegar, é vir com o novo cambio automatico (com conversor) GM-Ford, de 9 marchas

        • Lucas de Lucca

          Engraçado que no site da Getrag a 6DCT150 é descrita como “nested wet clutch”, assim como a 6DCT450, dando a entender que não trabalha a seco, e sim imersa em óleo. A 6DCT250 sim é descrita como “dry dual clutch”. Esquisito isso.

          • Lucas Mendanha

            Ja li uma vez que a versão europeia, sim, e que as vendidas na America (sul e norte) são com embreagem de disco solido (seca)..

            vai entender!

      • Edson Fernandes

        Lucas, olhando o que é o “Selectshift”:
        http://www.maritimeford.com/blog/how-does-ford-selectshift-automatic-transmission-work/

        Aí olhando a respeito de entender o que é esse tal de “Selectshift Transmission” vejo isso:
        http://fordfusiontransmissionproblems.com

        http://www.city-data.com/forum/ford-lincoln/2319852-ford-powershift-6-spd-automatic-selectshift.html

        Então te colocando aqui… aparentemente é a mesma transmissão Powershift que temos aqui. Vale lembrar que depende da versão do Fusion por exemplo, pois podem ter uma versão menos parruda se considerando o uso do Powershift.

        Mas se vc ler os links, verá que há problemas neles. Sempre nos cambios de operação a seco.

        • Lucas de Lucca

          Então Edson eu vi no blog daquele pessoal fã do up! (kkkkkk) esse assunto. Lá eles falam que a Ford já começou a substituir no Focus 1.0 EcoBoost e que se trata de uma transmissão AT com conversor de torque. Bom vamos ver se sai alguma notícia disso em outras fontes mais confiáveis.
          Abraços.

          • Edson Fernandes

            O complicado é que em nenhum mercado o 1.0 ecoboost tem cambio automatico convencional. Mas vamos ver o que eles irão fazer….

    • Leo

      Será que o problema do Powershift é tão complexo assim de se resolver? Alguns dizem que a questão são os discos a seco, mas não sei se é verdade. Se a solução demandar a reengenharia de todo a caixa de câmbio, aí talvez valha mesmo a pena substituir por um automático convencional que já esteja no portfólio.

      • Lucas Mendanha

        Tem problema técnico? tem! mais do que o desejado, principalmente nos modelos 1.6 (tanto que a versao saiu de linha), e alguns 2.0 13/14 e 14/14.. Nos demais, observo que grande parte do “problema” é criado pela realidade que nao atende a expectativa do proprietario, principalmente no que tange à questão da caracteristica do componente.. Galera que quer que um DCT funcione 100% do tempo com o mesmo feeling de uma automatica convencional (epiciclica com conversor de torque).. Tem caso de gente que saiu do manual e nao pegou o jeito com o automatico, e por ai vai.. é muito caso nos clubes de focus que participo/administro.. Nesse caso, usar a 6DCT450, usada nos 2.0 TDCI, poderia ser uma boa opção “de prateleira”, dado que usa embreagem multidisco banhada a oleo..

        Reclamam tbm de barulho (tuc tuc) da caixa de direção elética, quando em pistas de paralelepípedo ou com muito buraco, visto que a caixa usa um rolamento no lugar de uma bucha plastica. Ou seja, algo feito para que a caixa trabalhe justa e precisa em pistas de boas condições, é visto como um problema por boa parte dos donos, afinal, faz barulho e incomoda quando colocado nas maravilhosas ruas de algumas cidades..

        • Leandro

          Concordo

        • Leo

          Ótimo post, Lucas! Participe mais e enriqueça nossos conhecimentos aqui no NA. Tenho vontade de adquirir um Focus seminovo com Powershift (sou proprietário de um manual), mas a falta de clareza sobre o assunto ainda me deixa receoso, apesar de adorar o carro e a marca…

          • Lucas Mendanha

            A dica é: Evite os 1.6. Alem da caixa mais problematica, o motor 1.6 é pouco para o Focus. Para ter desempenho com esse motor, é necessario andar numa faixa de giro mais alto, e a tendencia da programação eletronica é sempre manter uma marcha alta para manter a rotação baixa.. dai, a chance dos possiveis problemas aparecerem sao maiores.

      • Leonel

        É uma baita pergunta Leo. Eu não sei, para ser honesto, mas eu vejo que a Ford não se posiciona de forma adequada em relação à isso, como se não estivesse “nem aí”, no popular. Mas enfim, aguardemos.

  • Rodrigo

    Será que alguns itens desses já não farão parte do modelo vendido no Brasil?
    Só apareceu lá primeiro pq é montado lá… Prata da casa inclusive (Argentino adora Focus).

    • Pacheco

      Acredito que deve vir mesmo… por que sai da mesma fabrica.

    • Pedro Huback

      O daqui já tem isso tudo, com exceção da multimídia. Passaram a vender o brasileiro lá.

  • Rodrigo Pasini

    Focus com torque vetorial em curvas? É sério isso?

    • Pedro Huback

      Sim, o brasileiro já tem de série desde a linha 2016

      • Rodrigo Pasini

        Eu não sabia disso.

    • Lucas de Lucca

      O modelo brasileiro já tem esse recurso.

  • Pedro Huback

    O daqui tem isso tudo

  • fbl

    e o powershit…

  • Martini Stripes

    Acho engraçado, quando um produto é mais barato , no México por exemplo, colocam o preço em reais. Quando é mais caro ou equivalente, EUA, Argentina, Europa (de maneira geral), colocam na moeda local pra não ficar claro. Que feio NA.

  • DougSampaNA

    com cambio Powershit? Não obrigado, detesto dor de cabeça.

    • Leandro

      Virou meme de internet falar mal do powershift, toda matéria é a mesma coisa, chuva de comentários de gente que não tem, não teve, nunca dirigiu, mas sai por aí falando mal. Me lembra muito a lenda que se criou contra motores turbo, da questão de serem “frágeis”. Até hoje tem gente que acredita nisso. Não querem comprar powershift, não comprem. Interessante é vr que o mesmo não acontece no Clube do Focus, onde os USUÁRIOS REAIS comentam. Existem sim alguns casos de problemas, mas não nessa proporção que alguns acham. Na audiência do Procon de MG foram 40 pessoas, acredito que se fosse um caso generalizado, teria mais gente. 40 pessoas representa muito pouco dentro do universo de carros vendidos com ps. 85% doa Focus saem da loja com ele. Façam as contas e vejam se tem tanto dono de focus reclamando. A verdade é que muita gente reclama mas tem na garagem seu celtinha manual 2000 e entra aqui dizendo, powershift nao, obrigado, hahahahaha

  • Leandro

    Virou meme de internet falar mal do powershift, toda matéria é a mesma coisa, chuva de comentários de gente que não tem, não teve, nunca dirigiu, mas sai por aí falando mal. Me lembra muito a lenda que se criou contra motores turbo, da questão de serem “frágeis”. Até hoje tem gente que acredita nisso. Não querem comprar powershift, não comprem. Interessante é vr que o mesmo não acontece no Clube do Focus, onde os USUÁRIOS REAIS comentam. Existem sim alguns casos de problemas, mas não nessa proporção que alguns acham. Na audiência do Procon de MG foram 40 pessoas, acredito que se fosse um caso generalizado, teria mais gente. 40 pessoas representa muito pouco dentro do universo de carros vendidos com ps. 85% doa Focus saem da loja com ele. Façam as contas e vejam se tem tanto dono de focus reclamando. A verdade é que muita gente reclama mas tem na garagem seu celtinha manual 2000 e entra aqui dizendo, powershift nao, obrigado, hahahahah.

    • Guilherme Batista

      É o que eu sempre falo, esse câmbio por algum motivo só deu uma quantidade expressiva de problemas com Fiesta, que tem um volume de vendas maior que os outros modelos e como participo do forum do fiesta e também do focus, sem bem que diminuiu bastante a quantidade de fiestas com defeitos.
      Meu pai mesmo ja teve Focus com powershift e não teve problema algum.

      Enfim, moda aqui no Brasil é foda, algumas coisas pegam e não tem jeito, mas levantar dados verídicos ninguém faz, por isso existem aberrações como o caso de qualquer Toyota, que “não quebra”



Send this to friend