Ford Preços Sedãs

Ford Fusion 2019 perde versão 2.5 Flex e parte de R$ 149.900

Ford Fusion 2019 perde versão 2.5 Flex e parte de R$ 149.900

O Ford Fusion 2019 agora se resume a três versões, após perder a opção de entrada, que era equipada com motor Duratec 2.5 Flex de até 173 cavalos, o mesmo que equipa a picape média Ford Ranger. Disponível nas versões SEL 2.0 EcoBoost, Titanium 2.0 EcoBoost AWD e Titanium Hybrid, o sedã executivo ficou bem mais caro e parte de R$ 149.900, alta de R$ 21.000.


Fabrizzia Borsari, gerente de marcas da Ford, diz: “O Fusion é um produto reconhecido pela qualidade, que se destaca pela segurança, tecnologia, conforto, desempenho, espaço, equipamentos e tem um papel importante para a marca”. Ela conclui: “Na linha 2019, buscamos reforçar o que os clientes mais valorizam no veículo.”

Ford Fusion 2019 perde versão 2.5 Flex e parte de R$ 149.900

O Fusion 2019 ganha faróis com assinatura em LED, apliques cromados no para-choque, grade cromada e faróis de neblina em LED na Titanium, que também dispõe de novas rodas de liga leve aro 18. Na traseira, layout modificado no porta-malas e para-choque. O sedã vem nas cores branco Sibéria, vermelho Vermont, preto Astúrias, prata Dublin e cinza Moscou, além da prata Sevilla, esta exclusiva da versão Hybrid.


Sendo assim, a versão SEL 2.0 EcoBoost agora vem de série com teto solar elétrico. Esta opção dispõe ainda de oito airbags, ar condicionado dual zone, direção elétrica, multimídia SYNC 3 com Android Auto e Car Play, partida remota, entrada e partida sem chave, bancos dianteiros aquecidos, cintos traseiros com airbags, entre outros.

Ford Fusion 2019 perde versão 2.5 Flex e parte de R$ 149.900

Na Titanium, que agora custa R$ 179.900, um acréscimo de R$ 20.000 no preço, o Fusion 2019 vem com o pacote CoPiloto 360, que inclui alerta de colisão com assistente autônomo de frenagem e detecção de pedestre, monitoramento de ponto cego, alerta de faixa, piloto automático adaptativo com “Stop & Go”, farol alto automático e Park Assist 2.0 para vagas paralelas e perpendiculares.

Bancos dianteiros refrigerados, conjunto ótico full LED e aerofólio traseiro fazem parte do pacote, que inclui a tração permanente nas quatro rodas. O Fusion 2019 nestas duas versões vem com o motor EcoBoost 2.0 de 248 cavalos e transmissão automática de seis marchas.

Na versão Hybrid, o modelo agora parte de R$ 182.990, alta de R$ 18.090, sendo equipado com motor 2.0 Duratec Atkinson e motor elétrico, entregando 190 cavalos de forma combinada. Ele faz 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada.

Ford Fusion 2019 – Preços

  • Fusion SEL 2.0 – R$ 149.900 (antes era R$ 128.900)
  • Fusion Titanium 2.0 AWD – R$ 179.900 (antes era R$ 159.900)
  • Fusion Titanium 2.0 Hybrid – R$ 182.990 (antes era R$ 164.900)

 

Ford Fusion 2019 perde versão 2.5 Flex e parte de R$ 149.900
Nota média 3.6 de 9 votos

  • Hodney Fortuna

    Falta pouco para encostar no Camry que na versão de entrada custa 196 mil.

    • Joãozinho

      Tá longe. Pelo Camry pedem R$ 206.200

      • Gabriel

        Por isso nunca vejo Camry rodando na minha região (só antigos), já Fusion é bem comum

        • Joãozinho

          Tem uma concessionária aqui com um Camry fazendo aniversário de pátio.
          Já baixaram pra R$ 180 mil e mesmo assim não vai embora

          • Gabriel

            E não vai vender kkkk quem tem 200 mil pra gastar prefere pegar BMW Audi e Mercedes
            Daqui a um tempo você compra ele ja como “resto de rico” e 0km kkkkkkkk

        • Junoba

          Em Janeiro o Camry vendeu apenas 15 unidades no Brasil. E nunca vai ver rodando.

    • Nicolas

      Se alguém comprar compensa o híbrido, só no primeiro IPVA os 40% de desconto já cobre a diferença de preço, fora a economia de combustível.

      • TchauQueridos

        Com um aumento de 20k em um mês num carro praticamente o mesmo desde 2013, fica difícil “compensar”.
        A Ford anuncia o seu fim e ainda eleva os preços…vai entender…
        Essa faixa cromada horrível na traseira já deveria ter sido removida.

        • Natán Barreto

          Esse carro já tá cansado. Desenho muito cheio de firula a la Hyundai fica velho em 5 anos

          • Verdade. A escola de design mais minimalista dos alemães pode não encantar à primeira vista, mas tem durabilidade muito maior.
            Os desenhos mais obtusos, mais na linha do que a Hyundai utilizou até pouco tempo, tendem a ter prazo de validade bem exíguo.

            • Dario Lemos

              Eu gosto da linha de design da marca coreana principalmente a escultura fluida de primeira geração (Sonata, Azera) e não costumo reclamar se um design “enjoou” rapidamente, sei lá, acho que as pessoas estão ficando “sensíveis” demais e necessitam de mudanças cada vez mais rápidas; na indústria automobilística, arrisco dizer que, se implementarem mudanças significativas a cada 2-3 anos, os preços irão “às alturas”.

              • Mas é exatamente essa escola de design mais “espetaculosa” que leva a esta necessidade de mudanças em ciclos muito curtos. Não é atoa que a própria Hyundai vem abandonando gradativamente essa linha de projetos em nome de um design mais próximo ao da escola germânica.
                As linhas marcantes são invariavelmente assim: causam grande impacto visual inicial, mas tendem a causar um cansaço em curto prazo. Há exemplos pré–Hyundai que ilustram bem isso: a escola New Edge da Ford fim dos anos 90, com Mondeo e a primeira geração do Focus.
                Essa escola acaba se assemelhando muito com “moda”, onde desenhos pouco perenes marcam uma época restrita e logo depois caem no esquecimento ou, pior, se tornam até enfadonhas quando observadas em épocas subsequentes.

                • Dario Lemos

                  Concordo quanto à cultura germânica, realmente o design de seus produtos é duradouro (ex: o design básico do 911) mas o que eu quis expressar era que eu não me incomodo com um design, por mais “espetaculosa” que for (é claro que não pode ser espalhafatoso ou de mau gosto), Infelizmente a sociedade moderna está se cansando rapidamente das coisas e ficam ávidas por novos produtos, novas facilidades, novos designs de carros, celulares, eletrodomésticos, etc. Tudo se tornou descartável, até as amizades já nascem com prazo de validade.

              • Não ha nada de “sensíveis demais”, muito pelo contrário, o que temos é um bando de gente que se acha “seguro demais” a ponto de dizer que tudo que o outro reclama, ou quer, é vitimismo ou mimimi. Tudo na vida, inclusive nos carros, vai ter pessoas com gostos diferentes e diferentes sensações.Cabe, a quem é inteligente, respeitar e ter o mínimo de empatia, pois nunca se sabe quando e quem vai estar reclamando lá na frente. A questão, no caso do consumidor brasileiro de carros, é uma só: OSTENTAÇÃO. Dai a necessidade de querer mudanças cada vez mais frequentes e desenhos cada vez mais “exclusivos” e/ou chamativos.

            • Piston head

              Já acho que a Ford consegue um equilíbrio entre o fluído e sizudo, resultando em um design atemporal. Problema do Fusion foi os seguidos facelifts, design original de 2013 é belíssimo. Lamentavelmente enxertaram essa grade de bagre.

              • A Ford muitas vezes tende realmente a um equilíbrio entre a sisudez do design alemão (a VW é o maior expoente, acho eu) e o “exagero” das linhas apresentadas pelos Hyundai até poucos anos atrás.
                Mas é bem notório que mesmo com esse equilíbrio um pouco maior, esse tipo de design quase que “proíbe” as reestilizações de meia idade normais no ciclo de vida de um modelo. Fica quase impossível conceber elementos que refresquem o visual do modelo sem corromper muito o desenho original. O próprio Fusion ilustra muito bem essa tese. Mesmo os frisos cromados inseridos nas lanternas traseiras a alguns anos já tinham danificado muito as harmoniosas linhas originais.

            • Alemães são referência mundial da industria automotiva atual, e assim continuarão. Por fim, texto perfeito o seu.

        • Gambixx

          Tenho um 18 com a famigerada barra cromada. Fica brega.

  • Joãozinho

    C e n t o e o i t e n t a m i l mourões !!! Essas montadoras enlouqueceram.

    • Dead Lock

      E ainda esse carro está quase no fim da linha…

  • Domenico Monteleone

    Ta aí um carro que nunca me chamou a atenção, talvez seja pela péssima css da região.

  • KevinGR

    É um excelente carro, mas por esse preço fica dificil.

  • Paulo

    Já foi os tempos de gloria dessa geração do fusion, quando foi lançado tinha desenho inovado atualmente esta todo remendado esse farol de neblina horrível, beberão mesmo sendo turbo comparados aos rivais,

    • Pegaram o farol de neblina do Ecosport (que nem no pequeno SUV tinha ficado bom) e embutiram no Fusion. Ficou bem tosco, realmente.

  • Ricardo

    Fiesta gigante!

    • El Gato!

      Nossa cara… não fala bobagem, pelo amor de Deus…

  • Joãozinho

    Daqui a pouco vou fazer igual ao saudoso Boechat (in memoriam), vou andar de Twingo velho.
    Não dá para admitir os preços dos carros novos no Brasil.
    Boicote já!

    • T1000

      Só muda o destino do dinheiro, no caso para o mecânico kkkkkkkkk

      • Raul Cotrim de Mattos

        Não, nunca, nem de longe. Basta saber escolher o carro e o lugar certo para comprar, e se mesmo assim pegar um ruim, a manutenção no final das contas fica mais barata do que ficar pagando revisão obrigatória para não perder garantia…

      • Isso é bem utópico. Já andei de carro “velho” por muitos anos. A pouco mais de 10 anos (em 2008 abandonei um Vectra 96/97 para comprar um Polo Sedã zero) tenho andado sempre em carros novos, de zero até entre 60 e 80 mil km. Os gastos com um carro novo são muito, mas muito maiores mesmo que em um carro “velho”.
        O valor mobilizado, o IPVA, o seguro, as revisões obrigatórias… é muita diferença, mesmo. E ela é até bem óbvia: é claro que andar em um carro zero é muito mais agradável, mas por óbvio que isso tem o seu preço.

    • Raul Cotrim de Mattos

      faço isso desde sempre…

  • Alfredo Araujo

    Pelo o que eu me lembro, existia também a versão Titanium 2.0 ecoboost com tração dianteira… Essa, pelo o que parece, sumiu tmb.

  • Filipo

    Safadeza da Ford Brasil! Esse carro não tem motivos pra ter subido de preço tanto assim. Ele é fabricado no México, portanto, não tem que pagar o imposto de importação que pagam Camry, Accord e Passat. Presumo que a maior parte desse aumento deve-se a ganância da fabricante, pelo fato de Accord e Camry custarem 200k.

    • afonso200

      em 2011 o Azera V6 top tava 82 mil reais….o Fusion 2.5 era 85mil reais… e o fusion V6 era 107mil reais,,,,,, ou seja, por isso vendeu muito Azera…. e tinha o azera mais basico sem teto e xenon, por 75mil reais

      • Joãozinho

        Nessa época os carros coreanos não gozavam de credibilidade.
        O Azera 3.0 saiu de linha custando R$ 170 mil em 2017 .
        É só começar a vender bem que as montadoras brilham os olhos

        • Piston head

          Humm, em 2011 as coreanas tinham credibilidade sim, hein. Aliás, foi um período de excelentes vendas para Hyundai e Kia.

  • Theu

    Execlente carro. O Fusion ainda ta barato se comparado com Camry, Accord e Passat, que com a reestilizaçao deve chegar perto de 200 mil reais.

    • Dag Drollet

      Mais caro que Passat, mesmo vindo do México, e o VW ainda é superior, em câmbio, dirigibilidade, consumo e desempenho!

    • th!nk.t4nk

      O Fusion atualmente perde pra todos esses aí. Era um bom carro anos atrás, mas agora está defasado demais. O SYNC 3 é o sistema lanterninha na categoria, a Ford abandonou esse segmento. O Fusion tem obrigaçao de custar bem menos mesmo.

      • Mr Rafael

        Sync 3 é excelente ! Melhor do que o sistema da Honda , Toyota …

        • th!nk.t4nk

          Tive justamente o Fusion com SYNC 3. Era lento, bugado e bem limitado. Os novos sistemas dão um banho nele.

          • Charlis

            Travava e MUITO ainda.

            []s

      • Theu

        Concordo q o Fusion precisa de uma geração. Mas o SYNC 3 com certeza não é o pior na categoria. O da Toyota e VW tbm não são la essas coisas. Falo isso pq ja tive um Focus Fastback e tenho saudade do carro e da multimídia. Mas realmente a Ford dormiu no ponto com o carro, merecia ganhar um 3a geração.

  • Dag Drollet

    Um aumento desse justamente quando o carro começa a ser afetado pelas notícias de sua descontinuidade! Eu tive um, era interessante pelo preço embora muito beberrão e de manutenção cara! Agora, nem o preço salva!

  • Coffinator

    Mais uma jogada de “intelijumência” da Ford BR. Se a VW lançar o Jetta GLi R$10 mil mais barato, vai finalmente enterrar o Fusion.

    • Rodrigo

      Eles estão copiando a GM: aumentam pra depois dar bons descontos e deixar a impressão de um baita negócio para o incauto comprador.

    • Jorge Castro

      o jeta nao incomoda nem na categoria dele , vai enterrar carro de categoria superior.

      • D34D P00l

        Esse pessoal fã da VW acho que não consegue enxergar direito a realidade em alguns casos.

    • Gran RS 78

      E desde quando o Jetta concorre com o Fusion?? Nem na categoria dele que é a dos sedans médios ele consegue vender bem, imagina em uma categoria acima.

    • Junoba

      Quem é Jetta perto do Fusion !?

  • Stunt

    Só tenho a lamentar. Um carro que um dia foi referência pela boa relação custoxbenefício, mas, assim como já se especula no exterior, muito provavelmente, esta será sua última cara, nessa geração.

  • afonso200

    nas bastava ja ta ganhando, meteram mais 20mil em cada versao, kkkkkkkkkkk,,,, agora sim vale a pena o PASSAT

    • Junoba

      Na verdade é ao contrário, não esta valendo a pena comprar nenhum carro. Nunca na minha vida que vou ter condições de pagar 200k em um carro, a não ser que o salário mínimo esteja em uns 30k por mês kkkk

      • 4lex5andro

        Comprar carro zero no Brasil é um luxo fora do razoável, é gastar dinheiro além do próprio dinheiro – já superelevado com impostos – pra se ter o bem.

  • BMWM

    Isso que vai sair de linha

  • Emanuel

    A dianteira tá bonita mas essa traseira eu não curti, achei que veio piorando a cada nova versão. E esse preço tá muito complicado,

  • Dod 2019

    É preciso ter muita coragem para torrar 150 ou 180k nessa barca que já teve a morte anunciada aos quatro ventos.

    Bom pra quem comprar usado daqui a uns 2 anos por 40% do valor do zero km.

    • Mr Rafael

      Comprei um em 2015 por 115 mil ( titanium fwd ) e acabei de vendê-lo por 88 ! Perdi menos de 25 % !

  • oloko

    Ou irão dar varios descontos nesse carro para dar ilusao de preço baixo, ou como está para sair de linha, a ford tocou o foda se e vai querer ganhar o máximo possível por unidade antes de ser extinto

  • Pedro

    O passar com teto e completo hoje está 155 mil …. por 165 vc pega uma C180 zero que é líder de vendas e menos desvaloriza ….

    Ford vc tem um “belo presente de grego” … este é o carro comprou / casou

  • Hugosw

    O dólar cai e o preço aumenta, Brasil sempre será o Brasil não tem jeito, 150mil táoqueis é demais para um sedan sem ser de marca premium.

  • Louis

    Dirigi um ecoboost, não achei tudo isso que o pessoal fala. Anda bem, mas tem um lag que retarda a reação, talvez pelo carro ser pesadão.

  • Bruno Silva

    Passat >>> Fusion. Com esses preços acabou a atratividade que tinha.

  • Leo

    E… morreu!

  • Charlis

    Tivemos por 3 anos a versão 2013 Titanium Ecoboost FWD.
    Na época, foi comprado 0km ainda baixo dos 6 digitos. Sem dúvidas alguma, de longe foi o melhor custo x beneficio.
    O carro é bom, acabamento, qualidade do som, conforto, itens a bordo e segurança, conforme diz a teoria.
    O custo de manutenção das revisões também é excelente.

    Agora alguns pontos que a teoria não mostra, mas 3 anos de experiência, mostrou.

    O câmbio desse carro é muito aquém com a realidade de hoje.
    Ele, e mais o excesso de peso, atrapalham o desempenho e principalmente o consumo.
    O desempenho deste carro é bom, mas não parece ter 240cv, andando menos do que a 320i (que foi seu sucessor em casa).
    O consumo, eu classifico como horrível, sofria para fazer 12 ou 13km/l.
    Como comparação a BMW 320i fazia brincando 16km/l, e já consegui médias ainda melhores que isso. O Jetta TSI que também tivemos ao mesmo tempo, faz brincando 15km/l. E ambos, andam nitidamente mais forte.

    A dinâmica também não é excelente, ao menos na minha visão.
    Freia muito menos que o Jetta e a 320i.
    E a estabilidade também abaixo de ambos. Em altas velocidades, quando o freio é exigido a traseira dele fica soltinha, até me assustava as vezes, coisas que o Jetta não faz, nem acima dos 200km/h e freiando totalmente.
    Neste ponto, nem há comparação com a 320i, aqui que entendemos a diferença entre um carro Premium x Generalista.

    Altura do solo e a longa frente, deixa ele bonito, mas horrível para encarar o asfalto lunático cheios de valetas.
    É impossível não raspar a frente, mesmo parando ele por completo.
    Este defeito, e o consumo, ouvi dizer que foi levemente melhorado em 2015 em diante.

    E por fim, nestes 3 anos, tive 2 pneus rasgados, curiosamente foi o único carro que aconteceu isso em casa.
    Cada pneu custou 1200 reais na época.
    Bem mais caro que o da 320i que é Runflat, e todos temem disso.

    Enfim… teoria x prática, a coisa muda bem.
    Via muitos por aqui, na época comparando Fusion com os Premiums, por que na teoria ele engole todos…
    OK, mas na prática a coisa muda muito.

    É um excelente carro, na época o melhor custo beneficio, fui muito feliz com ele, mas ele está longe, longe e longe dos Premiuns, e hoje diria que está longe do Passat também.

    • Thiago

      Excelente relato.
      A experiência do meu pai que possui um 2013 igual ao seu, só que com teto, tirado zero por 103 mil é a mesma, hoje o carro está com quase 150 mil km.
      Os amortecedores dianteiros foram trocados mês passado por R$3.000,00 em concessionária Ford, o que não achei absurdo.
      Os pneus, troquei os 4 (tinham bolhas) goodyear por 4 michelin por R$800,00 cada, se fosse trocar pelos mesmos goodyear saía por R$1.200,00 mesmo.
      Destacaria ainda os farois que não iluminam nada (parece que foi resolvido com os farois de LED no facelift).
      A CMM é lenta e trava toda hora (você comentou isso lá em cima).
      Agora um ponto que eu acho positivo do fusion é o sistema de som, que eu acho muito melhor que o do civic ou da GLA.
      Agora em matéria de preço, tinha que custar uns 145 a versão top, para se distanciar do passat, que é melhor e um projeto mais novo.
      Nesse preço, mais caro que classe C em promoção, não vai vender nada.
      Acho que a ford chamou o mesmo funcionário que tabelou a edge em 240 mil.
      Nem vi o preço da ST, mas deve ser na casa dos 300 mil seguindo esse parâmetro.

      • Charlis

        Show cara, é isso ai!
        Eu tive que colocar os mesmos pneus, pois isso aconteceu com 15.000 km rodados do Fusion…
        Todos os pneus estavam novos ainda.

        Curiosamente o som da 320i é uma M* …, o do Fusion foi o melhor que já tive.

        É isso ai, como ele já é um projeto de mais de 5 anos e já esta no fim, deveria custar 140, 145 mil. Acho que venderia um pouco mais.
        MAS, as vezes as contas dos caras contempla justamente isso, vender um pouco menos e lucrar mais … vai saber.

        []s

        • 4lex5andro

          O Fusion é o tipo de sedã {de médio/grande porte} que deveria sempre ser tração traseira, melhoraria bem seu comportamento dinâmico.

    • El Gato!

      Bom relato, obrigado por compartilhar. Colega, por favor, quero sua opinião. Considerando principalmente o CUSTO DE MANUTENÇÃO em relação ao que o carro oferece, você diria para eu comprar um Fusion ou uma 320i? Pergunto porque tenho receio dos custos de manutenção envolvidos na BMW, e que ela não me proporcionaria o conforto do Ford. Pode me ajudar?

      • Charlis

        Rapaz, isso é extremamente pessoal, difícil responder isso.
        Tenha me mente, que o custo de manuntenção da BMW, dentro da CSS, será 3x mais caro que do Fusion, dentro da Ford.
        Agora fora da CSS, a diferença é muito menor, já que hoje é relativamente fácil conseguir comprar o que precisa, pela internet.

        Agora carro por carro, na minha opinião, eles nem se comparam, a BMW 320i é muito mais carro,e todos os sentidos. Anda mais, bebe muito menos, freia mais, faz mais curva, e é mais prazeroso. Porém perde em itens de série.

        Novamente, isso é muito pessoal.
        Eu sou completamente fora da curva, de um consumidor “normal”.
        Eu dirijo todos meus carros automáticos, no modo manual, isso mesmo dentro da cidade.
        Eu participo de Track Days.
        Eu constantemente pego estrada, apenas para dirigir, sem ter destino.
        Eu não dou valor NENHUM para itens como, dual zone, freio de mão eletrônico, ou melhor, resumindo as frescuras que vendem hoje.
        O que eu pago no carro, é: segurança, prazer, e desempenho, somente isso.

        []s

        • El Gato!

          Muito obrigado por dedicar seu tempo para me ajudar. E ajudou muito, pode ter certeza. Aproveite sua 320i! Forte abraço!

  • Natán Barreto

    Só maluco pra dar quase 200 mil num Fusion. Passat manda lembranças

  • CanalhaRS

    Ford não dá uma dentro…minha nossa!

    • 4lex5andro

      Dólar mais baixo que no ano passado, inflação abaixo da meta, no fim, o de sempre: montadoras aumentando seus preços.

      O governo, claro, não ajuda com seu Estado super-pesado, mas a panelinha da anfavea tem grande responsabilidade na decadência do setor.

  • Aumentou só 20k, gente… não sei porque tanto falatório. Vale cada centavo, ainda mais que vai sair de linha.

    • El Gato!

      Tem quem irá achar que é sério, só cuida.

  • Leonardo

    Carro top. Tecnologia de ponta. Da pau em carros premium que custam pelo menos 1.5x mais. O problema do valor é de toda a indústria. Estão surreais… carro dr entrada por 40-60 mil… lembro quando lançaram o Celta em 2002 para custar menos de 10 mil … foi-se o tempo

  • Fabão Rocky

    A Ford e essas reestilizações de gosto duvidoso!

  • Luis Burro

    Ainda prefiro o original,mas qm quiser pagar a diferença pelo parachoque novo parabéns!

  • Marcelo Amorim

    Comprei um 2.5 2013 ano passado de única dona com 55 mil km por 48k,aguentei pouco tempo,pode alisar o acelerador que conseguir 5.5 km/l é luta.

  • Fernando Gabriel

    Bom te conhecer, Ford…Volta algum dia ainda?

  • Alessandro Rodrigues

    Como exatamente quiseram reforçar o status de premium com essa para-choque preto fosco? Sinceramente, prefiro a versão 2018.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email