Ford História Sedãs

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões
Ford Fusion Titanium

Importado do México, o Ford Fusion Titanium é objeto de desejo de grande parte dos aficionados por carros médio-grandes com certo luxo no Brasil. Ele é um dos carros topo de linha da marca americana por aqui.

Na configuração Ford Fusion Titanium, o sedã entrega tudo o que há de melhor dentro da sua gama, inclusive um motor turbo de até 248 cavalos.


O Ford Fusion, sobretudo na versão Fusion Titanium, já ocupou posição de destaque entre os sedãs premium no mercado nacional. Hoje, segue vendendo bem, mas sem volumes muito expressivos.

No primeiro semestre de 2019, de acordo com a Fenabrave, o sedã emplacou 680 unidades, ou 92 exemplares a menos que o BMW 320i.

Ficou próximo de um dos seus principais rivais, o Volkswagen Passat, que teve 668 carros comercializados no mesmo período.


Outro rival quase que direto do Fusion, o Mercedes-Benz Classe C teve 497 vendas, enquanto que o Audi A4 vendeu 351 exemplares nos seis primeiros meses do ano.

Vale lembrar ainda que a linha do Fusion Titanium contempla também o Hybrid, que usa um motor a gasolina e outro elétrico e tem como foco a eficiência.

Confira abaixo tudo sobre o Fusion Titanium:

Ford Fusion Titanium – história

Lançamento do novo Fusion Titanium no Brasil em 2012

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

O novo Fusion Titanium foi lançado no Brasil em dezembro de 2013. O modelo chegou inicialmente com motor 2.0 EcoBoost de 240 cv, câmbio automático de seis marchas e tração nas quatro rodas.

Por R$ 112.990, ele era muito bem equipado, com oito airbags, alerta de colisão, piloto automático adaptativo, detector de pontos cegos, assistente de estacionamento automático, câmera de ré, teto solar elétrico, entre outros.

Fusion Titanium Hybrid e Titanium FWD estreiam em 2013

Em fevereiro de 2013, juntamente com o Fusion 2.5 Flex de 175 cv, a Ford anunciou o Fusion Titanium 2.0 FWD por R$ 99.990.

O modelo seguia a mesma linha da configuração com tração nas quatro rodas, mas com alguns itens a menos.

Entre os recursos, o Fusion Titanium FWD 2014 não contava com alerta de ponto cego, aviso de tráfego cruzado, sistema de permanência em faixa, farol alto automático, sensor de chuva e tomada de 110V.

Já o teto solar era opcional por R$ 4 mil extras.

Linha 2015 do Fusion com mais recursos em 2014

Em agosto de 2014, o Fusion Titanium FWD ficou mais equipado. Ganhou os mesmos itens do Titanium AWD, como os já citados sensor de chuva, farol alto automático, assistente de permanência em faixa, tomada 110V, alerta de tráfego cruzado, monitoramento de ponto cego, entre outros.

Com isso, ficou mais caro, passando para R$ 108,7 mil. Com teto solar, chegava a R$ 112.700.

Além disso, em novembro do mesmo ano, o Fusion 2015 ganhou em todas as versões itens como cintos de segurança traseiros infláveis e assistência de emergência.

O Titanium adotou ainda banco do passageiro com ajustes elétricos e bancos dianteiros refrigerados.

O Titanium FWD 2015 partia de R$ 113,9 mil e o Titanium AWD 2015, de R$ 126,9 mil.

Fusion traz novo visual e mais equipamentos em 2016

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Quatro anos após o seu lançamento, o Fusion recebeu suas primeiras mudanças. O carro adotou retoques na dianteira e na traseira, além de melhorias no interior.

Ficou também mais equipado no Titanium, com central multimídia SYNC 3 com Android Auto e Apple CarPlay.

No motor, o 2.0 EcoBoost recebeu aprimoramentos e pulou para 248 cv. Fora isso, o câmbio automático abandonou a alavanca e adotou um botão giratório no console central.

O preço do Fusion Titanium 2017 ia de R$ 138 mil (FWD) a R$ 154,5 mil (AWD).

Menos versões e novo design para o Fusion em 2019

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões
Ford Fusion híbrido 2019

Já em fevereiro de 2019, o Ford Fusion ganhou novamente retoques estéticos.

Adotou uma nova grade frontal, para-choques redesenhados, novas rodas, faróis de neblina em LED, tampa do porta-malas com friso cromado, lanternas com novas molduras, entre outros.

Porém, ficou até R$ 20 mil mais caro, perdendo parte da sua boa relação custo-benefício.

Ford Fusion Titanium – detalhes

Mesmo que você não seja um amante de carros desta categoria ou até de modelos da Ford, não dá para negar que o Ford Fusion deixa a desejar em pouquíssimos itens.

Ele entrega um visual moderno (embora muitos considerem já cansado demais), interior refinado, lista de equipamentos bastante vasta (sobretudo em segurança e tecnologia), amplo espaço interno e motorização eficiente.

O carro mede 4,87 metros de comprimento, 1,85 metro de largura (sem os retrovisores), 1,49 m de altura e 2,85 m de distância entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 514 litros de bagagens e dispõe de tampa com abertura e fechamento elétrico.

Entre os destaques, ele tem uma grade frontal ativa que abre e fecha automaticamente conforme as condições de operação e temperatura dos fluídos do motor. Fechada, ela reduz o arrasto do ar e melhora a aerodinâmica em cerca de 6 por cento.

Por dentro, há bons materiais como plásticos emborrachados, couro e insertos em alumínio e preto brilhante por todos os lados. O painel de instrumentos tem duas telas TFT digitais configuráveis que reúne diversas configurações uteis para o motorista.

Há também outros recursos interessantes, como controle ativo de vibração, que reduz as vibrações geradas pelos pneus; controle ativo de deriva, que compensa o esterçamento induzido pelo torque do motor para aprimorar o domínio do carro em diversas situações.

Na segurança, destaque para o piloto automático adaptativo que ajusta a velocidade do Fusion conforme o veículo da frente, estacionamento automático de segunda geração, detecção de pedestres, alerta de colisão com assistência de frenagem, faróis totalmente em LED, entre outros.

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Ford Fusion Titanium – equipamentos

Fusion Titanium 2019

Segurança: faróis full LED, luzes de condução diurna em LED, faróis de neblina em LED, oito airbags (frontais, laterais, de cortina e para os joelhos do motorista e passageiro dianteiro), abertura das portas por código, alarme perimpétrico, alerta de colisão frontal com assistente autônomo de frenagem, assistente de partida em rampas, assistente de frenagem de emergência, detecção autônoma de pedestres, controles de estabilidade e tração, ancoragem para cadeirinhas infantis no banco traseiro, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, monitoramento da pressão dos pneus, assistente de permanência em faixa, monitoramento de ponto cego com alerta de tráfego cruzado, farol alto automático, piloto automático adaptativo com Stop & Go, entre outros.

Conforto: banco do motorista e retrovisores externos com memória, bancos dianteiros com ajustes elétricos em 10 posições, ajuste elétrico lombar do banco do motorista, ar-condicionado automático e digital de duas zonas, bancos dianteiros refrigerados e com aquecimento, descansa braço central integrado ao banco traseiro, porta-malas com abertura elétrica, saída de ar para o banco traseiro, vidros elétricos com abertura e fechamento com um toque, retrovisores elétricos com rebatimento elétrico, destravamento das portas por chave presencial, partida do motor por botão, retrovisor externo direito e interno central eletrocrômico, entre outros.

Visual: aerofólio traseiro na cor da carroceria, aplique preto na coluna das portas, escapamento duplo com ponteira cromada, faróis com acabamento cromado, grade frontal cromada, lanternas traseiras em LED, maçanetas das portas com inserto cromado, teto solar elétrico, retrovisores externos com repetidores de seta e luz de aproximação, rodas de liga-leve de 18 polegadas, entre outros.

Acabamento interno: bancos em couro, bolso porta-revistas no encosto dos bancos dianteiros, console de teto com porta-óculos, console central com porta-objetos, tapetes em carpete, acabamento interno em couro, entre outros.

Tecnologia: sistema de estacionamento automático estacionamento paralelo, perpendicular e saída de vagas paralelas), acendimento automático dos faróis, sistema de som Sony Premium com oito alto-falantes e quatro tweeters, painel de instrumentos com duas telas configuráveis de 4,2 polegadas, central multimídia com tela sensível ao toque de oito polegadas, sistema de entretenimento SYNC 3 com Android Auto e Apple CarPlay, câmera de ré, Assistente de Emergência, sensor de chuva, sistema de navegação, partida remota do motor por controle remoto, controle ativo da grade frontal, comandos de voz com funções de áudio, telefone, ar-condicionado e navegador, entre outros.

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Ford Fusion Titanium – preços

Veja os preços do Ford Fusion Titanium 0 km:

  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2019: R$ 179.900
  • Ford Fusion Titanium Hybrid 2019: R$ 182.900

Agora, os preços do Fusion Titanium no mercado de usados, segundo a Tabela Fipe:

  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2013: R$ 67.640
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2014: R$ 71.950
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2015: R$ 81.490
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2016: R$ 98.690
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2017: R$ 113.480
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2018: R$ 129.680
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD 2019: R$ 152.660

 

  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD 2013: R$ 64.980
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD 2014: R$ 68.870
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD 2015: R$ 77.250
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD 2016: R$ 82.400
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD 2017: R$ 104.940
  • Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD 2018: R$ 117.930

 

  • Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2013: R$ 76.150
  • Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2014: R$ 82.030
  • Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2015: R$ 89.870
  • Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2016: R$ 101.780
  • Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2017: R$ 120.630
  • Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2018: R$ 137.970
  • Ford Fusion Titanium 2.0 Hybrid 2019: R$ 155.600

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

Ford Fusion Titanium – motor

Fusion Titanium 2.0 EcoBoost

A nova geração do Fusion abandonou o motor V6 da geração antiga para abrir caminho para o downsizing.

A versão topo de linha Titanium chegou equipada com o motor 2.0 litros EcoBoost, dotado de quatro cilindros, 16 válvulas, turbocompressor, injeção direta de gasolina, duplo comando de válvula variável e bloco e cabeçote em alumínio.

Esta unidade desenvolve 240 cavalos de potência e 34,7 kgfm de torque – segundo a Ford, 75% da força está disponível entre 2.000 e 4.500 rotações.

A Ford diz que o turbo usado no 2.0 EcoBoost gira em rotações de até 195.000 rpm e foi desenvolvido para durar mais de 240.000 km ou 10 anos de uso.

Já a bomba mecânica de combustível trabalha em alta pressão de até 2.200 psi (mais de 50 vezes maior que a de motores aspirados de quatro cilindros), com injetores com sete jatos individuais que distribuem o combustível dentro da câmara de combustão.

Em sua primeira reestilização, lançada em 2016, o Fusion passou a contar com um motor 2.0 EcoBoost com melhorias. O propulsor adotou um novo turbocompressor pulsativo “twin-scroll” e coletor de escape integrado ao cabeçote com duas câmaras independentes.

Além disso, a taxa de compressão foi elevada, os componentes de baixo atrito e o sistema de injeção direta de combustível foram aprimorados e o balanceador dinâmico de alumínio foi renovado (o que contribuiu para uma redução de peso de 2,75 kg do componente).

A unidade traz ainda o sistema Auto Start-Stop, que desliga o motor em paradas curtas (como em semáforos) para economizar combustível. Todavia, se o ar-condicionado estiver operando no máximo ou a bateria não estiver com carga elevada, o recurso não desliga o motor.

Com essas mudanças, o 2.0 EcoBoost do Fusion passou a desenvolver 248 cavalos de potência e 38,04 kgfm de torque, a 3.300 rpm. Além disso, houve uma redução no consumo de combustível em até 7 por cento.

O Fusion Titanium usa um câmbio automático SelectShift de seis velocidades com conversor de torque.

A única diferença é que os modelos a partir de 2016 passaram a contar com um seletor rotativo E-Shifter no console, que substituiu a alavanca de câmbio convencional – ele tem ainda a função Low, que ajuda a segurar o Ford em declives usando o freio-motor, e a Sport, que permite troca de marcha em rotações mais altas para uma tocada mais “emocionante”.

Já a tração é dianteira FWD ou integral inteligente AWD.

Fusion Titanium Hybrid

Ford Fusion Titanium: equipamentos, preços, motor, consumo, revisões

O Fusion da antiga geração foi o primeiro carro híbrido comercializado em nosso mercado. A atual geração foi lançada e logo depois ganhou sua versão híbrida para se manter como uma das referências no segmento.

A atual linha do Ford Fusion Titanium Hybrid oferece um motor 2.0 litros de ciclo Atkinson de quatro cilindros a gasolina, com comando de válvulas variável. Esta unidade rende 143 cavalos de potência, a 6.000 rpm, e 17,85 kgfm de torque, a 4.000 rpm.

Junto ao 2.0 litros a gasolina está um motor elétrico, alimentado por uma bateria de alta tensão. Ambos os motores desenvolvem 190 cavalos de potência combinada.

O propulsor elétrico é alimentado por uma bateria de íons de lítio com capacidade de 1,4 kWh. Ela é autorrecarregável, ou seja, dispensa o uso de uma rede de energia externa para ser reabastecida.

A bateria é recarregada também por meio dos freios regenerativos, que aproveita a energia das frenagens para alimenta-la.

O conjunto simula o freio-motor no primeiro estágio para desacelerar o carro suavemente e, em frenagens mais bruscas, funciona como os freios normais, sem regeneração.

Ambos estão acoplados ao câmbio automático continuamente variável e-CVT, também com o botão seletor E-Shifter, com a função Low. Ele dispõe ainda de uma função de segurança que, ao abrir a porta do carro, o comando da transmissão entra automaticamente no modo de transmissão (P).

Entre os outros recursos, o Fusion Hybrid tem um compressor elétrico exclusivo para o ar-condicionado, que contribui para uma maior eficiência energética. Ele dispõe ainda de molas e amortecedores com calibrações exclusivas.

 

Ford Fusion Titanium – consumo

Veja abaixo os números de consumo do Fusion Titanium 2.0 EcoBoost segundo o Inmetro:

Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD (2016 a 2019)

  • 8,2 km/l na cidade e 11,1 km/l na estrada com gasolina;
  • Notas “C” na comparação relativa na categoria e na comparação absoluta geral do Inmetro.

Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD (2013 a 2015)

  • 7,8 km/l na cidade e 11 km/l na estrada com gasolina;
  • Notas “C” na comparação relativa na categoria e “D” na comparação absoluta geral do Inmetro.

Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD (2012 a 2015)

  • 8 km/l na cidade e 11,2 km/l na estrada com gasolina;
  • Notas “C” na comparação relativa na categoria e “D” na comparação absoluta geral do Inmetro.

Ainda conforme o Inmetro, confira os números de consumo do Fusion Titanium Hybrid:

Ford Fusion Titanium Hybrid (2016 a 2019)

  • 16,8 km/l na cidade e 15,1 km/l na estrada;
  • Notas “A” na comparação relativa na categoria e na comparação absoluta geral do Inmetro e selo Conpet de eficiência energética.

Ford Fusion Titanium Hybrid (2014 a 2015)

  • 16,8 km/l na cidade e 14,7 km/l na estrada;
  • Notas “A” na comparação relativa na categoria e na comparação absoluta geral do Inmetro e selo Conpet de eficiência energética.

Ford Fusion Titanium – desempenho

Os números de desempenho do Ford Fusion Titanium são os seguintes:

Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost FWD

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 7,2 segundos;
  • Velocidade máxima de 195 km/h.

Ford Fusion Titanium 2.0 EcoBoost AWD

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 7,4 segundos;
  • Velocidade máxima de 195 km/h.

Ford Fusion Titanium Hybrid

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 9,3 segundos;
  • Velocidade máxima de 180 km/h.

Ford Fusion Titanium – garantia e revisões

A Ford vende o Fusion Titanium com garantia de três anos, sem limite de quilometragem. Há manutenção preventiva por 12 meses ou 10 mil km, assistência complementar por três anos, garantia da bateria de dois anos e garantia dos amortecedores de dois anos ou 50 mil km.

O Fusion Hybrid tem a mesma cobertura. Todavia, a bateria conta com garantia de oito anos.

Veja abaixo os preços das revisões do Fusion 2.0 EcoBoost:

  • Revisão de 10.000 km ou 12 meses: R$ 499
  • Revisão de 20.000 km ou 24 meses: R$ 799
  • Revisão de 30.000 km ou 36 meses: R$ 849
  • Revisão de 40.000 km ou 48 meses: R$ 1.233
  • Revisão de 50.000 km ou 60 meses: R$ 834
  • Revisão de 60.000 km ou 72 meses: R$ 1.704

Agora, os preços das revisões do Fusion Hybrid:

  • Revisão de 10.000 km ou 12 meses: R$ 299
  • Revisão de 20.000 km ou 24 meses: R$ 599
  • Revisão de 30.000 km ou 36 meses: R$ 499
  • Revisão de 40.000 km ou 48 meses: R$ 1.249
  • Revisão de 50.000 km ou 60 meses: R$ 531
  • Revisão de 60.000 km ou 72 meses: R$ 1.288

Ford Fusion Titanium – ficha técnica

Motor

2.0 EcoBoost

2.0 Hybrid

TipoDianteiro transversal, Turbo e GasolinaDianteiro transversal, Híbrido a Gasolina
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm31.9981.999
Válvulas1616
Taxa de compressão9,3:112,3:1
Injeção eletrônica de combustívelDiretaMultiponto
Potência MáximaGasolina: 248 cv a 5.500 rpmGasolina: 143 cv a 6.000 rpm
Torque MáximoGasolina: 38,0 kgfm a 3.000 rpmGasolina: 17,8 kgfm a 4.000 rpm

Motor elétrico

Potência MáximaElétrico: 120 cv a 0 rpm
Potência combinada elétrico + gasolinaGasolina + Elétrico: 190 cv

Transmissão

TipoAutomática de 6 marchasCVT

Tração

Tipo Integral (AWD)Dianteira

Freios

TipoDisco ventilado / DiscoDisco ventilado / Disco

Direção

TipoElétricaElétrica

Suspensão

DianteiraMcPherson, independente com barra estabilizadoraMcPherson, independente com barra estabilizadora
TraseiraMultilinkMultilink

Rodas e Pneus

RodasLiga-leve de 18 polegadasLiga-leve de 18 polegadas
Pneus235/45 R18235/45 R18

Dimensões

Comprimento total (mm)4.8714.871
Largura sem retrovisores (mm)1.8521.852
Altura (mm)1.4931.493
Distância entre os eixos (mm)2.8502.850

Capacidades

Porta-malas (litros)514392
Tanque (litros)6853
Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)387386
Peso em ordem de marcha (kg)1.6911.670
Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)0,280,28

Ford Fusion Titanium – fotos

Este texto lhe foi útil??

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • Peter Bishop

    A Ford matou o carro com o aumento dos preços!

  • 1945_DE

    Excelente carro. Mas é um martírio rodar com ele nas ruas brasileiras. Distância entre eixo longa e balanço dianteiro longo, faz esse carro raspar muito nas valetas e saída de estacionamentos. Pena que a Ford está matando.

    • Marcelo Amorim

      Verdade,tive um 2013 2.5,mesmo com muito cuidado,era quase certo raspar a frente,inclusive quebrar ou perder os spoilers da parte lateral na parte inferior do parachoque.

  • Piston head

    Matou também no visual. Tá, ainda é bonito mas o modelo 2012>> é perfeito!

  • Antonio_Brust

    Esse carro perdeu um pouco a graça quando passou a carregar a alcunha de “nave” e ser objeto de desejo de vileiro. Atualmente, optaria por um Passat.

    • MarcosGojira

      o mesmo aconteceu com o Sonata e Azera… Acho que os únicos médios-grandes que escaparam das mãos dos malacos foram Passat e os finados Malibu e Kia Cadenza.

      • Marcelo Amorim

        Optima tbm,é difícil ver.

        • Augusto

          Diga-se de passagem, um belíssimo carro! Na minha opinião!

    • leomix leo

      Ainda continua sendo um excelente carro, não vou deixar de gostar ou ter um pq os choraboy tem.

  • fsjal

    Tive um AWD 2014 e foi o melhor carro que eu já tive, apesar de ser Ford.
    Eu adoraria ter outro (apesar de sofrer com lombadas e valetas), mas a montadora não faz questão de vender mais o carro… o último aumento de preços matou o carro, colocando-o acima do Passat (que seria a minha escolha hoje, na faixa de preço)

    O maior trunfo do Fusion sempre foi o custo x benefício e a Ford acabou com isso.

    Uma pena

  • Chap

    Custando quase R$ 200 mil atualmente, vendendo quase o mesmo que o Mustang de mais de R$ 300 mil. Parabéns aos envolvidos, acabaram com um carro do segmento D que chegou a vender mais de 1000 unidades/mês.

  • Anda muito, mas pra essa faixa de preço deve em acabamento e dinâmica. Digo como ex dono.

  • Fábio

    Esse motor é ainda um dos melhores do mercado. Eu não sei o por que a Ford não explora melhor isso.

    Caro como todo veículo no Brasil. Em um país onde um popular Virtus é 85 mil e um popular suv HRV é 130 mil, falar em carro caro é chuver no molhado.

    O ruim do carro é…. as ruas brasileiras !

  • Marcelo Amorim

    Vende tanto que no pátio da ccs tem 2018 zero km.

  • th!nk.t4nk

    Esse carro marcou uma época importante da minha vida. Tive o SE 2.5, andava bem, mas era beberrão. Foi o primeiro carro de uma categoria acima que tive, mas em retrospecto, vejo que ele tinha falhas graves. Tive problemas com o SYNC (travamentos aleatórios), e os bancos deixavam a desejar em viagens. A suspensão achava ótima (nos EUA), mas daí a qualidade do pavimento conta muito. Pena que a Ford abandonou esse carro no mercado, e hoje é um dinossauro nas ruas. Mais uma coisa: depois dele tive um Passat (já na Alemanha) e só então entendi o degrau que há entre eles. São da mesma categoria, mas as diferenças em qualidade geral de projeto e construção são imensas a favor do VW. Mas paga-se a mais por isso, logicamente.

  • CanalhaRS

    Sério que o Fusion custa atualmente 180 mil reais???
    Na minha ingenuidade, achei que ele ainda custasse menos de 150 contos…kkkkkkkk!!!

    • Thiago

      Sim, e a Ford não negocia muito não, não baixa de 170 mil, enquanto o passat com os descontos ficava em 160 mil.
      Meu pai trocou o fusion que ele tinha por um passat.
      Andei nos dois, o fusion é bom, mas o passat é melhor.

    • Leonardo

      Em Brasília acha por 155k, acho que se negociar 150k.

  • Dick Buck

    Wow. Vimos a supremacia de um líder de mercado por muitos anos que hoje está em decadência. Triste ver como a Ford foi capaz de acabar com esse carro. Parece ontem que ele vendia mais que todos os carros de seu segmento somados.

  • Eskarmory .

    Não porque cargas d’agua não tinha uma versão SEL 2.0 Ecoboost. Uns equipamentos que poucos vão usar a menos, rodas menores para o melhor conforto e bancos em tecido, não haveria problema algum.

  • Mayck Colares

    Não fazia ideia que o Fusion já tinha tantos itens de tecnologia desde 2013 que ainda estão chegando nos carros. Se sua carroceria fosse suv custando no máximo 10k a mais com os mesmos equipamentos faria muito sucesso.

  • marcus vinicius

    Tive um Titanium AWD 2015, que comprei usado em 2016 e vendi em 2018, 2 anos depois. Foi o melhor e também o pior carro que já tive na vida! Explico: foi o maior, mais imponente, equipado, potente e confortável carro que já tive (e olha que tive bons carros, como Mercedes C180 2012, Jetta 2.0 TSi 2012, dentre outros). Porém, além de beberrão e de raspar muito fácil a frente, ele deu problema nos bicos injetores (trocados ainda em garantia) e, logo após terminar a garantia, constatei estarrecido que com pouco mais de 40 mil km rodados o óleo do motor não estava baixando, mas sim sumindo! Não pingava no chão, nem dava pra perceber aquela fumaça branca que se vê em carros mais velhos com motor fumando. Nada. Mas em cerca de 1.000 km rodados o nível do óleo baixou de acima da marca do máximo pra metade do caminho entre mínimo e máximo. Algo como um dedo, mais ou menos. Sem contar outros probleminhas menores… Fiquei tão chateado que parti pra um Corolla zero km, carro de categoria inferior, porém muito mais confiável. E to bem satisfeito! Da linha de motores Ecobosta, quero distância!! E, pra não dizer que fui premiado, soube de outros casos Brasil afora, inclusive envolvendo outros modelos de carros também equipados com a linha Ecobosta.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email