Ford garante que fica no Brasil, diante do temor das revendas

Ford garante que fica no Brasil, diante do temor das revendas

A Ford garantiu que fica no Brasil, de acordo com o site UOL. O motivo é o temor dos concessionários de uma saída definitiva da marca americana do país em médio prazo, com alguns falando em dois anos para acontecer.


Por conta disso, a rede Ford está empenhada em resolver logo a questão com a marca, visto que é esperada uma queda no faturamento de 80% com o fim da linha dos modelos Ka, Ka Sedan e EcoSport. A rede terá apenas 120 lojas.

Em nota, a Ford disse que “continuará fornecendo assistência total ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia para seus clientes no Brasil e na América do Sul”.

Se não fosse pelo investimento já aprovado e acordado com o governo argentino, a Ford teria que dar mais explicações para o medo dos distribuidores de uma saída definitiva. Ainda assim, nada é seguro, leia mais abaixo.

Ford garante que fica no Brasil, diante do temor das revendas

Contudo, se retirar de um mercado de importância não é nada estranho entre os grandes fabricantes. A General Motors, por exemplo, simplesmente arrumou as malas e saiu de países como Austrália, Nova Zelândia, Índia e todo o Sudeste Asiático. Isso sem contar a Europa…

O objetivo da GM era o mesmo da Ford, reduzir custos para se tornar mais rentável. Como é líder na região, ficou por aqui, mas o próprio Carlos Zarlenga, presidente da empresa na região, já havia alertado para uma possível saída se os prejuízos não acabassem.

Por isso, o medo de uma saída da Ford não é nada infundado, ainda mais partindo de quem esteve ao lado da montadora há décadas. Um alento, no entanto, é a Austrália, onde a produção acabou, mas a marca continua até hoje, cinco anos depois.

Aqui, projetos já feitos foram descartados com o fechamento das fábricas, algo que nos faz lembrar da Índia. Lá, a Ford iria transferir seus ativos para a Mahindra e desenvolver três produtos em conjunto com a indiana.

O cancelamento do negócio se deu nos primeiros dias de 2021, de maneira abrupta também e pouco antes do anúncio nacional. Se a Ford vai ficar na Índia, não sabemos, mas é bom ficarmos de olho nisso…

[Fonte: UOL]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.