Ford inicia produção da F-150 Lightning nos EUA

f 150 lightning sunrun 1

A Ford iniciou a produção da picape elétrica F-150 Lightning em sua planta de Rouge, em Dearborn, Michigan.


O modelo surge na marca como um produto histórico, para mudar a imagem da empresa daqui em diante.

Primeira picape elétrica de porte grande a ser fabricada por uma montadora tradicional, a F-150 Lightning vem para quebrar a última resistência em segmentos automotivos no mercado americano e mundial.

Como se sabe, o segmento de picapes nos EUA é altamente conservador, baseado na longeva confiança dos clientes em veículos desse tipo desde o pós-guerra.

Ousar eletrificar um produto altamente consumidor de gasolina foi um passo sobre o abismo de Indiana Jones, onde a Ford agora vê que existe solo firme no desconhecido.

Com 200 mil reservas, a F-150 Lightning exigiu o dobro da produção programada e algo mais, com a Ford prometendo produzir 150.000 unidades em 2023.

Para um produto desacreditado por muitos, parece que a picape elétrica caiu nas graças dos consumidores desse mercado, não é?

Não exatamente, aliás, nem mesmo da Ford. Segundo a marca americana, a F-150 Lightning tem 75% de seus pedidos vindos de clientes de outras marcas.

Parece que ela vem atraindo consumidores em busca de tecnologia e eles não se importam que seja uma picape.

Com o fim de vários modelos tradicionais, o consumidor americano agora busca alternativas que estejam na moda e as picapes estão em evidência.

Para a Ford, a F-150 Lightning é como um Modelo T historicamente, mudando a concepção de produto da marca.

Além disso, a Ford vem prometendo várias tecnologias e funcionalidades de trabalho para quem comprar a Lightning, inclusive a capacidade de suprir a energia da casa em longos blecautes causados por efeitos climáticos.

Mesmo para o trabalho, promete energia para muitas ferramentas e até dispõe de um gerador a gasolina para serviços pesados, que se encaixa perfeitamente na caçamba da F-150 Lightning.

Confirmada para o Brasil, a F-150 não deverá vir ao país em sua versão Lightning por um bom tempo, mas não será estranho começar a ver a picape elétrica chegando por meio de importadores independentes.

 

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.