Crossovers Europa Ford Montadoras/Fábricas

Ford inicia produção do Puma ao lado de EcoSport na Europa

Ford inicia produção do Puma ao lado de EcoSport na Europa

Craiova é uma cidade da Romênia, onde a Ford produz o EcoSport para o mercado europeu. Agora, a instalação que fez no passado recente a minivan B-MAX, aposta em mais SUVs para atender a demanda de mercado no velho continente e isso será feito com o Puma, o novo utilitário esportivo compacto da marca americana.


O Ford Puma chega à instalação do leste europeu com geração de 1.700 empregos e investimento de € 200 milhões na linha de montagem, que agora fará um crossover de desenho bem esportivo e atraente, cujo destaque é a versão eletrificada com sistema MHEV, conhecido como micro híbrido.

Ford inicia produção do Puma ao lado de EcoSport na Europa

O Puma MHEV chega com sistema elétrico de 48 volts e tecnologia que permite o desligamento do motor em parte do tempo de condução, reduzindo o consumo de combustível e emissão de poluentes. O esforço da Ford Europa é para atender as exigências ambientais da UE em 2021.


Para isso, a Ford divulga que terá um portfólio com modelos híbridos leves (MHEV), híbridos comuns, híbridos plug-in e totalmente elétricos até 2022. No caso do Puma, outro interesse da marca é no potencial de vendas. O crossover chega num momento em que os SUVs dominam o crescimento nas vendas e qualquer novidade no segmento, vende muito bem.

Ford inicia produção do Puma ao lado de EcoSport na Europa

Como apenas o EcoSport não é suficiente para preencher os desejos de muitos europeus, o Puma chega para ficar acima e fazer a ligação com o Novo Kuga, embora ainda haja espaço na gama para mais uma opção. Centrado no motor EcoBoost 1.0 e com 456 litros no porta-malas, o crossover promete vender bem na Europa.

Aqui, a Ford deve manter o status do EcoSport como SUV compacto principal, mesmo que haja demanda para algo acima, como o Puma. Como intermediário entre o modelo de Camaçari e o crossover canadense, o Edge, a marca aposta suas fichas no chinês Territory, que por lá possui também uma versão MHEV de 48 volts.

Ford inicia produção do Puma ao lado de EcoSport na Europa
Nota média 4 de 2 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • ocampi

    Quando leio menção ao Brasil do tipo “por aqui” já espero assim: “Por aqui” tudo continua a mesma coisa….

  • Rodrigo

    Taí um Crossover que eu compraria (mesmo sendo Ford)

  • Eduardo T. Küll

    COMO EU GOSTARIA DE VER ESSE BICHINHO POR AQUI… Inclusive e especialmente neste motor 1.0 híbrido. Gostaria de comentar como eu acho que tanto o Puma, quanto o Tracker novo lembram, E MUITO, o HR-V, em especial na silhueta lateral e mais especificamente, da coluna central para trás. A mim parece que a Honda fez escola, e isso não é ruim. Ruim é a Ford, quase morta, nem esse aí, que usa a plataforma do novo Fiesta, que é exatamente a mesma do nosso falecido Fiesta e do EcoSport atual, nacional e europeu, com melhorias, ou seja, definitivamente, em termos de base, não seria difícil fazer o modelo por aqui, mas como disse, com a Ford quase morta….

  • GTR TELEFONIA

    Puma só conheço 1

    • cobaiao

      É verdade, esse aí tá mais para um Pumba

    • 4lex5andro

      Ou 2, o brasileiro com motor 6 cil. do diplomata e o fordinho da década de 90.

  • Gran RS 78

    Se a Ford quiser dar um salto nas vendas aqui no Brasil, esse Puma seria o candidato certo para isso.

    • Sino Weibo

      Bobagem, as pessoas achariam muito refinado, igual a VW com o T-Roc, estes kras entendem de mercado brasileiro, estão aqui ha séculos.

      • Gran RS 78

        Acho que no caso da Ford, eles “entendiam”, pois a marca ainda não lançou o Escape, F150 ou o Explorer por aqui, modelos que muitos clientes gostariam que a marca tivesse disponibilizado no Brasil, especialmente o Escape e F150. Não é atoa que a Ford está caindo cada vez mais no marketing share das mais vendidas do Brasil.

        • Sino Weibo

          Mas qual concorrente tem modelos desse tipo? GM, não tem, VW, o Touareg, unico SUV top, micou aqui. Fiat? Nao. Franceses? Muito menos. Toyota? Honda? Não. Hyundai?

          • Gran RS 78

            A Peugeot tem o 3008, a Gm tem o Equinox e a VW tem o Tiguan. A Honda tem o Crv, a Toyota tem o Rav4 e a Hyundai tem o Tucson.

            • Sino Weibo

              Sao modelos de mais de 150 mil, mas ainda assim a Ford nao conseguiria trazer, a meu ver, o Escape nessa faixa. Muito menos Explorer ou F150. Teriam de esguer uma fábrica pra isso, pra no fim vender pouco e ter margem de lucro reduzida. A Ford esta fazendo certo em utilizar suas parceiras indianas e chinesas aqui, como a GM também faz, e vai lançar novos SUVs oriundos da China. Acabam tendo economia de escala e produtos competitivos. Quem largar essa corrida primeiro irá dominar o mercado pelos próximos anos. A VW é a próxima a seguir essa tendência, a meu ver, mas todas sao devagar.

              • Gran RS 78

                O Tucson começa em 129 mil reais, o Tiguan nos 135 mil e o Equinox tbm. Só o CRV e Rav4 custam acima dos 150 mil reais. Porque vc acha que a Ford não conseguiria trazer o Escape abaixo dos 150 mil? Não precisaria erguer uma fábrica como vc menciona só para vender F150 ou Explorer, pois seriam modelos com vendas mais discretas, mas teriam sim um público específico por aqui, portanto a marca poderia sim importá-los para o Brasil, assim como ela faz com o Mustang, que custa mais de 300 mil reais, e mesmo assim vende “bem” pela categoria e preço que ele custa por aqui.

                • Sino Weibo

                  Isso vai muito de onde é feito o carro, no caso o Escape teria de ser feito no Mexico ou Argentina, pra vir pra cá competitivo, e mesmo assim ainda tem cotas que limitam. Se o carro é europeu, pior ainda, dependendo o país que é feito. No caso de F150 e Explorer que são exclusivos dos Eua, é pior ainda, pois são carros do nicho do nicho, venderiam pouquíssimo e seriam carissimos. Sim o Mustang é excessão e vende razoável, mas quanto tempo a Ford demorou pra trazer ele novamente de forma oficial? Justifica ter de assistência, garantia, logística pelo preço? Talvez um muscle car como Camaro ou Mustang sim, mas F150 ou Explorer não. É o mesmo que vc de se perguntar, pq a VW não traz os belos Arteon e Atlas dos Eua??

  • pedro rt

    se a FORD quiser crescer nas vendas e simples, nao traga o territory e traga o PUMA

    • Sino Weibo

      O mesmo com a VW e o T-ROC? E não precisou, o que trouxeram ae ta no top 5 mesmo com a difusão de plásticos duros.

    • Saymon Erickson

      Acho que o Puma é menor que o Territory.
      Na verdade, parece mais um Fiesta “bombado”.

  • Marcus Vinicius

    O Puma têm os faróis da frente do K de segunda geração fabricado no Brasil o tupiniquim

    • th!nk.t4nk

      Pra mim ele tem os faróis do Puma antigo mesmo. É uma releitura dele, na forma de crossover.

  • Bruno Gomes

    Apesar do ranço com a FORD, tá aí um modelo que eu gostaria de ver nas ruas brasileiras e até mesmo nas minhas mãos. Mas já sabemos de como será o Portfólio da marca.
    Ela expôs no rock in rio um modelo (chinês) do Territory e ao meu ver não compete em nada com o Compass. Bem montado, materiais de boa qualidade, mas não teve tanto impacto. Uma pena ver a Ford totalmente perdida no mercado nacional enquanto no resto do mundo, apresenta bons produtos.

    • Sino Weibo

      Vai acabar roubando vendas do Renegade, pois não tem como custar caro como o Compass.

    • Doyle

      pq ranço? Uma p*ta marca foda dessas bicho

      • Bruno Gomes

        Tenho um Fiesta 14/15 na briga com a Ford desde a compra em 2014. O carro veio cheio de defeitos e eles nunca repararam, só deram tapinhas e aperto em parafusos. Fora que não entraria na Ford pra comprar carro algum da marca.
        Se ofertassem o novo Focus, o Fiesta (vindo de fora) e o Kuga seriam outros quinhentos, mas entrar numa loja pra ver Ka, Eco e Ranger não cola.
        Mustang é carro de nicho e mesmo se tivesse dinheiro não pagaria pelo preço cobrado aqui.

  • Danilo Meira

    Que carro lindo esse Puma

  • Sino Weibo

    Assim como o T-Roc esse Puma nao é “adequado” para o Brasil. O Territory fará as honras, pelo menos a Ford economizará, pois só tem prejuízos aqui.

    • th!nk.t4nk

      Exatamente. Esse Puma é muito tecnológico (tem até sistema de 48 V) e isso encarece todo seu lineup. No Brasil iriam achar que é muito dinheiro por um carro pequeno, e iriam esperar um acabamento luxuoso (coisa que o Puma nao oferece). No Brasil é necessário carro com interior vistoso, mesmo que o resto do veículo seja fraco em termos de refinamento construtivo e pack tecnológico, pois as pessoas avaliam mais pelo visual e pela possibilidade de status que o modelo dá. E aí adivinha: é justamente o Territory que entrega isso.

      • Sino Weibo

        Exatamente, eu considero o Territory um produto muito bem acertado para nosso mercado, uma boa cartada da Ford, só acho a marca muito devagar considerando que eles estão sem player no segmento há tanto tempo e esse modelo existe desde 2016. A Ford também podia aproveitar esse sucesso da Jeep e aumentar o line-up da Troller, com projetos próprios ou de suas parceiras chinesas, mas parece que a marca vive no ostracismo e só lança novidades na última hora.

    • 4lex5andro

      Pois é melhor trazer, ainda que venda pouco, sempre é melhor ter mais opções no mercado do que o Brasil ficar cada vez mais isolado do que se fabrica no mundo civilizado.

      • Sino Weibo

        A partir de agora o Brasil só irá receber projetos ourindos da China, no máximo da Índia. Redução de custos, contenção de gastos, o mercado brasileiro também não é tão forte, o país é fechado, não é ainda competitivo. É o preço que se paga por não ter tecnologia própria e depender das empresas estrangeiras. E o povo vai aceitar pianinho, pagando caro e achando bom ainda kk igual nesse caso dos novos Onis e Onix Plus chineses.

  • Mesquita17

    Se a Ford quiser se manter no mercado de SUVs compactos brasileiro, tem que substituir o EcoSport por algo mais moderno e espaçoso. E este Puma é a melhor opção dela hj.

    • Sino Weibo

      Na verdade o EcoSport se dá bem no segmento dele, que é suvs compactos, o que não pode é a Ford querer aumentar o preço dele pra competir com os grandes. Precisam de outros modelos, e podiam também investir em uma gama mais variada para a marca Troller.

    • na verdade o Kuga/Escape seria melhor do que o Territory para substituir a EcoSport, em questão de valores diretos.. o valor dele na Argentina fica pouco acima da Ecosport.. Por aqui, por conta do acabamento, o Territory vai chegar muito caro (coisa de R$150 mil, pra cima) para ser substituto, e não acho que alguém trocaria uma Tiguan (R$ 127.667,00-R$ 187.811,00) ou Equinox (R$ 145.955,00-R$ 165.601,00) por ele..

      • Mesquita17

        A questão é que os impostos de importação na Argentina são menores, por isso que Kuga fica atrativo para eles, e por incrível que pareça o mercado deles recebe carros mais “sofisticados” que o nosso.
        Kuga/Escape é muito carro para os brasileiros segundo a visão da Ford, assim como não recebemos o Scirocco da VW, o Tipo da Fiat, 308S da Peugeot, todos modelos presentes no mercado dos hermanos, mas que não aparecem por aqui.

  • a EcoSport atual é bem mais bonita.. esse ai parece um Ka anabolizado..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email