Argentina Brasil Ford

Ford irá produzir protetores faciais no Brasil e na Argentina

Ford irá produzir protetores faciais no Brasil e na Argentina

A Ford anunciou que irá produzir protetor facial para ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus na América do Sul. Ao todo, a montadora anunciou que irá fabricar 50 mil protetores na unidade fabril de Camaçari, na Bahia, e em Pacheco, na Argentina. Os equipamentos de proteção serão entregues aos profissionais da área da saúde, que atuam na linha de frente do combate ao COVID-19.


A Ford ressalta que a sua ampla experiência em projetos ajudou na adaptação das fábricas para a produção dos protetores faciais. Os itens estão sendo produzidos por voluntários, que estão seguindo as orientações de distanciamento social e outras recomendações de proteção. Após a fabricação, a distribuição das máscaras será feita pelas Secretarias de Saúde e pela Cruz Vermelha.

“O desejo de ajudar e cuidar das pessoas é parte integrante da nossa tradição. Em momentos difíceis como este, nossas ações se tornam ainda mais importantes”, diz Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul.

Além do apoio com os protetores, a Ford anunciou que ajudará na recuperação de respiradores quebrados no Brasil, em parceria com o CNI (Confederação Nacional da Indústria) e o SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial). Outras montadoras, como General Motors, Honda e Fiat Chrysler Automobiles também estão comprometidas com o conserto de todos os ventiladores danificados.

Ford irá produzir protetores faciais no Brasil e na Argentina

Ainda para os países da região (Argentina, Chile, Colômbia, Peru e o Brasil), a Ford estará disponibilizando alguns veículos para ajudar a Cruz Vermelha. Além de uma ambulância, estão na frota: Fusion, EcoSport, Transit, Ranger e Ka.

Na semana passada, a fabricante anunciou outras medidas de atendimento aos seus clientes. Dentre elas, está a possibilidade de pegar um carro reserva através do Ford Assistance. Profissionais da área da saúde e segurança pública podem pegar um veículo reserva quando houver solicitação de guincho. Se for preciso, a pessoa pode deixar o carro em outra cidade, sem precisar pagar por isso.

[Fonte: Ford]

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • delvane sousa

    Notícia excelente. Parabéns a Ford pela iniciativa!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email