*Destaque Ford Hatches Preços

Ford Ka 2019 deve estrear em julho a partir de R$ 45.490

Ford Ka 2019 deve estrear em julho a partir de R$ 45.490

Além do aventureiro Ka Freestyle, a Ford deu detalhes das versões “civis” da nova linha do Ka para o mercado brasileiro. O Ford Ka 2019 tem estreia nas concessionárias prevista para julho deste ano e, assim como o modelo atual, terá a configuração S 1.0 manual como a mais em conta da linha. Entretanto, tal versão será ligeiramente mais cara, pulando para R$ 45.490, o que representa um aumento de R$ 710 frente ao preço praticado atualmente.


Por outro lado, este reajuste terá um motivo. O Ford Ka S 1.0 será um tanto mais equipado que o atual. Entre as novidades, o hatch compacto de entrada oferecerá vidros traseiros com acionamento elétrico, computador de bordo, quatro alto-falantes (ainda sem o sistema de som propriamente dito, somente com preparação para recebe-lo), banco do motorista com regulagem de altura e iluminação do porta-malas.

Ford Ka 2019 deve estrear em julho a partir de R$ 45.490

Vale lembrar que o modelo atual já sai de fábrica com ar-condicionado, chave canivete com controle remoto, banco traseiro bipartido, tampa do porta-malas com abertura elétrica, direção elétrica, vidros dianteiros e travas elétricas, encosto de cabeça e cinto de três pontos para os cinco ocupantes, limpador e desembaçador do vidro traseiro, Isofix, indicador de troca de marcha no painel, entre outros.


No conjunto mecânico, segue o 1.0 TiVCT flex de três cilindros, que rende até 85 cavalos de potência e 10,7 kgfm de torque, mas agora com a nova transmissão MX65 manual de cinco velocidades, que é 9 kg mais leve que a antiga AB5 e apresenta ainda a primeira, segunda e terceira marchas com dupla sincronização.

Ford Ka 2019 deve estrear em julho a partir de R$ 45.490

As versões mais caras receberão o 1.5 TiVCT flex de três cilindros já usado no EcoSport, que entrega até 136 cv e 16,1 kgfm, também com o novo câmbio manual de cinco marchas e ainda a inédita opção da caixa automática de seis velocidades e conversor de torque, também herdada do crossover compacto.

Outra novidade estará na segurança. O Ford Ka 2019 contará com novas barras protetoras nas portas dianteiras e aços mais rígidos (chapas mais espessas em até 1,2 mm) na coluna B, pilares do teto e assoalho na parte traseira.

Mais detalhes do Ford Ka 2019 deverão ser divulgados em breve.

Galeria de fotos do Ford Ka 2019

Ford Ka 2019 deve estrear em julho a partir de R$ 45.490
Nota média 4.6 de 9 votos

  • Tochio

    Com esse motor 1.5 vai ficar um foguetinho ..

    • Fanjos

      enquanto todo mundo esperava um motorzão do Yaris e a capada no motor do Ka, acabou acontecendo exatamente o contrário
      Lembrando que o motor atual 1.5 já anda muito bem no Ka atual

      • João

        Se no atual 1.5 ja da pra fazer umas graças, fico imaginando o novo em um rodovia, bem girador. Deve ser muito interessante.

      • invalid_pilot

        Espero que a Ford arrume o acabamento e painel tosco do Ka atual.

        • Edson Fernandes

          Diante do que ele já está recebendo, melhorar o acabamento é pedir demais. No maximo a repaginada em visual.

          • invalid_pilot

            Pelo menos o painel poderia ser menos pobre e ter ao menos Computador de Bordo e grafismo mais bonito.

            • Leandro Marcos de melo

              Computador de bordo virá de série, desde a versão S

              • invalid_pilot

                Ahhhh boa notícia, acho meio absurdo o carro de 45 k não informar km/l e outras infos que a central tem .

            • Edson Fernandes

              Eu já digo que poderiam adotar o painel do Fiesta (do velocimetro) e o ar digital desse.

              Acredito que seria uma evolução ao Ka.

        • Lucia C.

          Tem carro aí com painel de moto sendo líder de mercado, não é isso que vai fazer vender menos ou mais

          • invalid_pilot

            Esse com painel de moto é tão tosco que nem se trocassem painel melhoraria…

            O Ka é bem agradável, mas esse detalhe me incomoda .

        • Unknown

          Tosco talvez no acabamento, pois no design ele é um dos mais bonitos da categoria!

    • Matthew

      Na prática falam que este motor não faz jus aos valores de potência e torque declarados. Nos dias de hoje estes ganhos são muito mais voltados pra consumo do que pra desempenho, considerando que tem uma parafernália eletrônica que limita o motor pra reduzir consumo e emissões de poluentes.

      • RVS

        Que “parafernálias eletrônicas”?
        Explique-se, por favor.

        • Matthew

          Todo o gerenciamento eletrônico do motor, o corpo de borboleta eletrônico, do comando de válvulas etc. Achei que a essa altura dos acontecimentos era óbvio a eletrônica presente no motor de um carro. Os ganhos obtidos em potência e torque são mais orientados a melhorar o consumo do que fazer do carro um esportivo.

          • Dragoniten

            A lógica é simples. Se dizem ter 136cv, tem 136cv. COMO eles tiraram 136cv que entra na parte de emissões. O que mais muda num carro desses pra reduzir emissões é uma mistura mais gorda e avanço de ignição abaixo do MTBT. Quase sempre da pra otimizar um pouco (ou as vezes muito) além do que já saí da fábrica, em termos de eficiência e/ou performance, abrindo mão de seguir as regras de emissões, calibrando o motor de forma mais “agressiva” sem comprometer a durabilidade a longo prazo.

            • Edson Fernandes

              Só lembrando que no caso do Ecosport e ka automatico, segundo a Ford, não dá para extrair o limite do motor por conta da transmissão. Veremos isso na versão manual. Faz tempo que tu não aparece por aqui hein? rs

              Abs

            • Dp Som

              Comecei a ler sem ver o nome de usuário, na metade do post tive que ler pra ver quem era kkkkk

          • FREDRED

            Na verdade tudo se resume ao acelerador eletrônico, ele não vai permitir que o carro entregue toda a potência de uma só vez, a curva vai ser plana, priorizando o consumo e poluentes, por isso que alguns carros vc (consumidores em geral) “acha” mais fraco mesmo tendo um bom torque e potência, (ótimo exemplo: Argo 1.8) mas nada que um sprint booster não resolva, rs

            • Edson Fernandes

              Eu estou trabalhanod como terceiro na Fiat. E aqui dentro tem um Argo HGT modificado que foi pensado para ser esportivo. A Fiat desistiu: Não foi o suficiente para um desempenho mais empolgante. E apesar da ficha técnica, o motor tem muitos contras a ponta de um motor menor e mais moderno, dar uma resposta maior. As vezes por culpa tbm do peso do carro e as vezes por culpa do motor.

              Outro ponto crucial na Fiat é que ela vai apostar em turbinar os firefly e abrir mão de melhorar a potencia ou respostas do motor 1.8. Ele vai se manter (e eu não sei até qdo) da forma que está atualmente.

    • Unknown

      Se com o 1.5 atual já é, imagine com este com 25 CV a mais…

  • Pedrov154

    Vale lembrar que o modelo atual já sai de fábrica com ar-condicionado, chave canivete com controle remoto, banco traseiro bipartido, tampa do porta-malas com abertura elétrica, direção elétrica, vidros dianteiros e travas elétricas, encosto de cabeça e cinto de três pontos para os cinco ocupantes, limpador e desembaçador do vidro traseiro, Isofix, indicador de troca de marcha no painel (…)

    O atual Ka S não dispõe de vidros elétricos dianteiros. É a velha manivela mesmo.

    • Ricardo Prado

      Correto. Salvo engano, é o único na categoria sem VE dianteiro

    • Lucas Oliveira

      Bem observado, vidro elétrico dianteiro atualmente só a partir da versão “SE”.

  • vicegag

    Já que vem sem o player, só deveria ter o chicote, pois se colocarem os auto falantes quevieram no meu Fiesta, é melhor nem por, e dar um desconto, pois o meu sem nunca terem sido usados quando fui instalar um som percebi que surround (amortecedor que vai em volta do falante), estava se desmanchando.

  • Robinho

    um carrinho que sempre considerei, gostei da nova versão…continua muito bonito, se a Ford melhorou o acabamento e com o cambio automatico devera fazer muito sucesso.

    • João

      Eu tenho um SE 16/16. Está com 57 mil km.
      Consideraria muito comprar um 1.5 manual do novo se não fosse ficar com ele por mais 2 anos e meio. Carrinho muito gostoso de dirigir, espaçoso e relativamente econômico.
      Os defeitos, além da falta de segurança que quando eu comprei não era conhecido, são fáceis de resolver. E esse novo parece ter resolvido a maioria.

    • Anderson Lemos

      Sei não, em 2015 comprei um zero por 35 mil e já achei caro, 10 mil a mais é loucura, na minha opinião. Sei que está muito próximo dos concorrentes em questão de valores, mas no geral carro zero está totalmente fora da realidade. Hoje pra sair do básico tem que gastar em média 70 mil, ridículo!!

      • Joel Silva dos Anjos

        Eu não acho. 45 mil reais convertidos dão 12 mil dólares, ou o que se pagaria por ele nos EUA se ele fosse vendido por lá. O Fiesta, por exemplo, parte de $14 mil.

        • Anderson Lemos

          Você está de brincadeira comigo né, fazendo comparação direta com os Estados Unidos. Nos Estados Unidos um trabalhador braçal ganha $2000 no mínimo, ou seja com seis salários ele compra um carro desse. Com quantos salários um trabalhador braçal compra um carro desse aqui no Brasil.

          • bbmp_

            Independentemente do salario do “peao”, os materiais usados para construcao sao commodities e possuem preco atrelado ao dolar e vendidos pelo mesmo preco a EUA, Huezil, etc.
            Ex. Aco, Plastico (petroleo), etc.
            Nosso poder de compra esta baixo, mas nao quer dizer NECESSARIAMENTE que os valores dos carros estao muito altos – em relacao ao mercado mundial.

            • Anderson Lemos

              Cara, você pegou o bonde andando e quer sentar na janela. Eu falei para ele que em 2015 eu comprei um Ford Ka de entrada pelo valor de r$ 35000 e que hoje eu não compraria um Ford Ka de entrada custando r$ 10000 a mais. A questão aqui não é preço do aço nem preço do plástico a questão é que antigamente estava muito mais atrativo, se você quiser um carro de entrada da Ford Hoje vai ter que pagar r$ 45000.
              Outra coisa, se você está me dizendo que o problema é o nosso poder de compra Então você está desconsiderando a diferença da Carga Tributária entre o nosso país e os Estados Unidos.
              No meu comentário eu havia dito que, na minha opinião, não vale a pena mas se vocês acham que vale a pena será um ótimo negócio para vocês e para as montadoras.

              • bbmp_

                Veja que estou respondendo a referencia de salario. Nao se esta mais caro ou mais barato.
                O carro subiu de preco assim como tudo subiu – inflacao bizarra dos ultimos anos. Disso concordo com voce.
                O meu comentario eh justamente contra a sua resposta ao Joel.
                O que estou tentando te abrir a mente eh que o valor de um produto com alto custo agregado em materias primas e impostos, ainda assim consegue ter um valor – bruto convertido – equivalente aos EUA, entao esse produto nao esta NECESSARIAMENTE caro. Fora da nossa realidade? Pode ser…
                Se o Iphone X custasse R$3600 no Huezil, alguem reclamaria? Nao, pq ele estaria custando o mesmo que nos EUA. Independente de la o cara comprar com 1/2 salario e aqui com 3.
                Blz?

                • Anderson Lemos

                  Cara sua argumentação tá virando uma bagunça você mesmo acabou de falar que o produto está realmente caro!!
                  De que adianta você fazer uma conta de equivalência do valor em reais e dólares se eles podem comprar e você não?
                  Tudo se resume ao meu primeiro comentário tá caro demais, não adianta fazer comparações com os Estados Unidos pois lá eles podem comprar e aqui você não pode independentemente do valor estar “próximo”, que na verdade nem é tão próximo assim depende muito do modelo.
                  Para resumir essa nossa conversa este carro está muito caro para nossa realidade. O nosso amigo do comentário acima tentou extrapolar esta questão para outras fronteiras mas a conversa sempre foi sobre a nossa realidade.

                  • bbmp_

                    Blz cara, se vc nao quer entender blz.
                    Continuo afirmando que os carros nao estao caros, o brasileiro eh que nao possui poder de compra.

                    • RRodrigo Souza

                      isso mesmo ,poder de compra do Brasil é horrivel.

              • RRodrigo Souza

                em 2010 geração anterior o ford ka que tinha 2 portas paguei 22 mil reais, em 2015 voce pagou 35 na geração morderna que trouxe varios itens que em 2010 nao tinha, esse de 2018 em diante ja tem mais itens acessorios que antigamente nao tinha, então as montadores vao acrescentando os valores desses novos itens, Ford ka novo está com preço parecidos com o concorrentes. Nosso poder de compra ,nossa realidade de compra não nos ajuda a comprar nada no Brasil.

                • Anderson Lemos

                  Então Rodrigo, mas aí não tem como fazer essa comparação, são carros diferentes! Agora estamos falando do mesmo carro com algumas firulas a mais.
                  Os caras alopraram com meu comentário, eu afirmei que carro zero está totalmente fora da realidade do brasileiro, isso por si só já significa que nosso poder de compra foi pro ralo, aí o cara cita os EUA e que lá compensa mas estamos no Brasil e aqui está caro. A confusão está entre estar caro e poder de compra, os caras estão querendo separar as duas coisas sendo que uma justifica a outra.

                  • RRodrigo Souza

                    então , a minha comparação é que a cada ano que passa o valor de carro de entrada vai crescer muito por exemplo. ainda continua a ser um ford ka correto , Ai em 2010 custava 22 mil, 2015 35mil agora 2018 45mil, em 2020 se ainda tiver ford ka ele vai custar 50 a 55mil. Infelizmente cada ano que passa vai ficar mais dificil para se comprar um carro popular 0km.

          • Joel Silva dos Anjos

            Seguindo sua linha de raciocínio os carros tinham que custar no máximo 1000 dólares na China.

            • Anderson Lemos

              Não, você não seguiu a minha linha de raciocínio se tivesse seguido não faria um comentário desse.

        • Unknown

          Mas você está fazendo esta conta considerando o dóllar na cotação dos último dias, em que ouve um disparo! Se tirar R$0,50 da cotação de alguns meses atrás esta sua argumentação já vai para o buraco.

    • JOSE DO EGITO

      Entao se prepara pq KA da muitos problemas mecanicos !

      • Robinho

        tem tres na frota da empresa, e tirando alguns problema de acabamento, mecanicamente não tivemos nenhum problema, e sempre escuto o exatamente o contrario.

      • RRodrigo Souza

        quais problemas mecanicos? todos carros possuem alguns, mas se for por defeito de fabrica ai é outra coisa, o meu de geração antiga nunca me deixou na mao .

  • Razzo

    Está faltando a versão Titanium com motor Dragon 1.5 12v e câmbio AT6 (com conversor de torque), ESC/ESP, central multimídia e reforço lateral. Ainda bem que o emblema Ford voltou para fora da grade. Agora essa roda de liga está afrescalhada (precisava de algo mais másculo como da versão Freestyle).

  • Fabão Rocky

    Esses filetes cromados no pára-choque ficaram de gosto duvidoso!

  • Agora o Fiesta morre de vez…

  • Ady Bastos

    Um Ka com esse motorzinho tecnologico 1.5 de 136cv vai ficar show. De repente vai andar junto com Up TSI (105cv “divulgados”) e talvez até Sandero RS (150cv no limite do motorzinho 2.0 de Duster).

    • Jefferson A.

      sera que alguém vai compra um KA 1.5 se a versão mais barata já parte de 45k?

      • Edson Fernandes

        Pensando que o Freestyle éo topo de linha, muita gente vai comprar a versão 1.5 por uns R$55000.

        Sempre pagaram isso em outros, o ka será mais um.

        • Pedrov154

          O curioso é que aqui na minha cidade (Fortaleza) o Ka 1.5 é raríssimo, sedan nem se fala. Creio que o câmbio automático deva aquecer um pouco mais as vendas desse motor.

          • Edson Fernandes

            Olha Pedro, o que eu vejo na pratica, é que o motor 1.5 sigma (atual motor) é mderno mas pouco economico. Ele anda bem, mas não tem a economia esperada.

      • RRodrigo Souza

        sim irá comprar, carros populares em nosso país começa na media de 40 mil reais em excessão ao cherry QQ e mais uns 3 modelos no maximo, olha o preço do onix, olha o preço de hb20,sandero

    • Felipe Barreto

      Será???? A Ford divulgou o 0-100 desse carro, eu achei pífio. Ele fica em 11,4 no automático e 10,8 no manual. Chega desanimei…

      • Dp Som

        Lembre que o 0-100 divulgado pela Ford para o Fiesta 1.6 tb eh alto (12,4s)… no entanto quando comparamos com outros 1.6 como o gol q divulga 0-100 2 segundos mais rápido q o fiesta, e na pratica o fiesta tira carreta do gol.

  • Eduardo Gregório

    O que seria 1a, 2a e 3a com dupla sincronização?

    • Cardoso (não aquele)

      Também queria saber. Essa “dupla sincronização” é por acaso o que os gringos chamam de “auto rev matching” ?

      • Dragoniten

        Eu acho difícil auto rev match num carro de 50k que não tem nem vidro elétrico na traseira, rs. Deve ser algum tipo de sistema que sincroniza mais rapidamente a velocidade dos eixos para facilitar o engate das marchas

        • Marcio Almeida

          nome bonito, para uma adaptacao tecnica de baixo custo kkk

    • FREDRED

      Vou chutar: talves um sistema que tenha um “garfo” diferente que troque as marchas de forma mais rápida? Ou… Não sei se vcs conhecem mas para a linha vw ap tem alavancas de engate rápido (pesquise alavanca Aton Ag) que fazem a troca ser muito mais rápida mantendo o câmbio original, digo sem alterações das engrenagens, garfos, eixos, etc.

      • RRodrigo Souza

        ou as vezes não seja tanto para trocar mais rapido, e sim para que não errem as marchas, pois no meu de geração anterior G2 mesmo ,as vezes ao engatar a marcha ela dá uma travada

    • 🅰🅽🅳🅴🆁🆂🅾🅽 – 🆂🅿® ✅

      Deve ser algo para facilitar o engate das marchas sem ter o famoso “arranho” quando passa de forma rápida ou não pisa totalmente na embreagem.

  • Natán Barreto

    Aí a gente pergunta pq a Ford simplesmente jogou o Fiesta pra escanteio. Pra que deixar ele atrativo se o Ka bem menos equipado e mais barato pra produzir está em terceiro lugar nas vendas??? A Ford não é burra, o povo que é ignorante.

  • Marius

    É uma absurdo, ando de Mercedes 2018 aqui na Alemanha e me sinto como alguem abaixo da classe-média aqui, imagina alguem economizar 45 mil reais para andar de Ford Ka, até adolescentes teriam vergonha de andar com um carro desses aqui.

    • Anderson Lemos

      Concordo plenamente com você esse país aqui é uma piada pronta!
      Para andar com qualquer carro da trinca alemã aqui você tem que vender um rim.

    • RRodrigo Souza

      acho que nao devemos colocar o nome de um carro apenas e sim, para comprar qualquer carro no Brasil pagamos muito caro.Nosso poder de compra é horrivel.

  • Samuel Almeida

    Rodas horríveis

  • Mike

    Queria que o Fiesta 2019 viesse com esse motor 1.5 aí… O 1.6 já me agrada bastante!

  • Gilberto Silva

    A Ford podia ter mantido a antiga geração do Ka ou Fiesta, como modelos acessíveis, já que ambos se encaixavam na obrigatoriedade do AirBag e ABS…

    45 mil num modelo de acesso, a marca irá perder muitos compradores…

    • Anderson Lemos

      É o que eu estou tentando explicar o dia inteiro mas o pessoal não entende.
      Carro de entrada beirando 50 mil no país onde o salário mínimo não chega a 1 mil.

      • RRodrigo Souza

        tem muita coisa envolvida nos valores dos carros, acredito que se todos os brasileiros tivessem a oportunidade de sair para morar em outro país ,só voltariam para o Brasil no maximo para passear e visitar a familia que não quiz ir, eu mesmo quero sair do Brasil para tentar viver em outro país.

  • Pedrão de Cunha

    R$45.000,00 NUM 1.0?

  • Julio Andraski

    Será que a Ford manterá o antigo em produção, tornando-o um modelo de entrada, como faz a GM com o Onix Joy?

  • Gunga

    Melhoraram o Ka para ocupar as vagas de Fiesta e Focus no futuro, só pode ser isso.

    • Pedrov154

      É isso.

  • Rodolfo

    Faltou só um cambio de 6 marchas como o Chevrolet Onix tem… Na estrada o giro do motor agradece…

    • RRodrigo Souza

      a ford informou que o cambio deu conta do recado, eu tambem preferiria um cambio 6 marchas

      • Rodolfo

        Quando os câmbios tinham 3 marchas, as montadoras diziam que dava conta do recado…kkk Não engulo essa de a Ford dizer que deu conta do recado não. Se assim fosse, nenhuma montadora migraria para câmbios com mais relações de marchas…

        Um câmbio de 5 marchas, por melhor escalonado que seja, será inferior a um de 6 marchas bem escalonado!

        • RRodrigo Souza

          pode ser inferior, mas a FORD informou em outra materia, não colocamos o cambio de 6 marchas pois regulamos este e deu conta do recado, e o de 6 marchas o custo ficaria mais caro, infelizmente não podemos ter as melhores coisas, eu mesmo queria que tivesse 6 marchas,

  • Felipe Barreto

    Alguém se anima com esse 1.5 fazendo um 0-100 em 11,4 segundos com tanta potência e torque anunciado assim?

  • Unknown

    Está ficando cada vez mais interessante. A concorrência que se cuide.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email