Ford Lançamentos

Ford lança novo Cargo extrapesado com preços de R$ 260.900 e R$ 294.900

Novo-Cargo-extra-pesado_3-620x463 Ford lança novo Cargo extrapesado com preços de R$ 260.900 e R$ 294.900

A Ford apresentou no deserto de Atacama, no Chile, seu primeiro modelo para o segmento dos caminhões extrapesados – que representaram 20% das vendas de 2012. Tratam-se dos novos cavalos-mecânicos Cargo 2042 4×2 com capacidade máxima de tração de 49 toneladas e 2842 6×2 com capacidade de 56 toneladas, que chegam ao mercado brasileiro até o final deste mês para rivalizar com os modelos Mercedes-Benz Axor de 12 litros, Volkswagen Constellation com motor 8.9 litros e Volvo FM de 11 litros.



O motor que equipa o novo Cargo extrapesado é o FPT de 10,3 litros, de seis cilindros em linha, capaz de desenvolver 420 cavalos de potência e 193,88 kgfm de torque máximo, associado à transmissão automatizada ZF ASTronic de 12 velocidades, que de acordo com a montadora pode apresentar economia de combustível de 2% a 5% em comparação com o câmbio manual. O motor, produzido pelo Grupo Fiat Industrial em Córdoba, na Argentina, já atende as normas do Euro 5.

Novo-Cargo-extra-pesado_6-620x452 Ford lança novo Cargo extrapesado com preços de R$ 260.900 e R$ 294.900

Tanto o Cargo 2042 4×2 como o 2842 6×2 incorporam de série controle automático de tração (ASR) e freios ABS com EBD, e o Cargo 2842 conta ainda com a opção do controle eletrônico de estabilidade (ESP). A linha traz a configuração de cabine leito teto alto, com ampla área envidraçada e garantia de fácil acesso às operações de manutenção e verificação. Na lista de equipamentos de série há ainda ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores com acionamento elétrico.

O novo Cargo extrapesado será oferecido em todas as 140 concessionárias da Ford Caminhões. A garantia é de três anos sem limite de quilometragem para motor e transmissão no lançamento – o normal são dois anos –, e garantia geral do veículo de um ano. O Cargo 2042 4×2 tem preço sugerido de R$ 260.900 e o Cargo 2842 6×2, de R$ 294.900.

Novo-Cargo-extra-pesado_4-620x404 Ford lança novo Cargo extrapesado com preços de R$ 260.900 e R$ 294.900

  • macaense

    Lindaço

  • CharlesAle

    "O motor que equipa o novo Cargo extrapesado é o FPT de 10,3 litros, de seis cilindros em linha, capaz de desenvolver 420 cavalos de potência e 193,88 kgfm de torque máximo, associado à transmissão automatizada ZF ASTronic de 12 velocidades" .Ou seja,motor Fiat/Iveco em um Ford,que aliás foi uma excelente escolha, ainda falta a opção 6×4,mas pelo menos é uma nova opção para bitrens no mercado…….

    • Edson Roberto

      Vc que conhece bem produtos Ford, um caminhão desses… 6×2 por exemplo, conseguiria encarar estradas de pessima pavimentação? Explico, lamaçal e coisas do tipo?

      Eu fico pensando no que um extra-pesado com um motor forte desse jeito consegue fazer. Quase 200kgmf de torque!!!!! Deve doer as costas cada aceleradinha…..

      Só achei feio esse volante de Fiesta gigante….

      • Zetros

        Edson, essa sensação acontece somente nos caminhões da Fórmula Truck com seus 1200 cv e peso reduzido.

        Os caminhões normais, não tem essa aceleração monstruosa como vc imaginou, principalmente se estiver carregado, por conta do peso dele.

        Para estradas com pavimentação ruim, o ideal seria um 6X4 com redução nos cubos do eixo, para melhorara a tração.

        Com relação ao volante eu achei bonito, pq antes ele usava o volante dos Ford Cargo antigo.

      • mjprio

        Note que a alavanca também é do fiesta rsrsrsrs

      • CharlesAle

        Edson,beleza,a questão de ser 6×4 é que no Brasil,para puxar bitrens a legislação obriga esse modelo de tração,6×2 só até 57 ton,ou seja,esse cargo não pode puxar composições de nove eixos,ou acima de 57 toneladas!a tração 6×4 ela equaliza melhor a tração do caminhão,já a tração 6×2 tende a desgastar mais os pneus,devido muita tração naquele eixo,e pisos ruins ou lamaçal,com certeza 6×4 é a melhor opção,6×2 talvez nem passe…valeu..

      • dniro2011

        Painel muito simplório empobreceu o conjunto,,,,,,

    • Zetros

      Em breve chega a versão com 460 cv, tbm com motor FPT.

      • guilherme paschoal

        motor FDP?? isso sim

    • mjprio

      Achei interessante o uso dos FPT pela Ford que normalmente usava os MWM ou Cummins. A questão é saber se haverá boa assistência técnica pós venda e oferta de sobressalentes no mercado, fundamental pros caminhoneiros. A FPT, através da IVECO, até que goza de boa reputação no segmento Europa, onde o mercado é cheio de boas opções( além da Cummins, e MWM, tem MAN, DAF, MB, Scania, Renault, etc..). Quando estive por lá vi muitos caminhões e ônibus IVECO, estes últimos muito parecidos com os Scania ao rodar

      • Zetros

        Os motores Cummins e MWM são mais utilizados em caminhões nos Estados Unidos. Onde também é utilizado os motores Catterpilar e Detroit.

        • Cláudio

          Eu sou caminhoneiro e já trabalhei nos EUA, nunca vi vi motores MWM equipando os caminhões de lá…MWM legítimo só vi no Brasil, na Argentina e na Alemanha (terra destes motores) lá tem muito Cummins e Caterpillar, mas também tem um pouco de Detroit. Em caminhões médios e picapes tem bastante International, John Deere, Ford.

      • ahsoliveira

        O motores para Extrapesado não são Renault são Volvo! Esta é dona da Renault Trucks há algum tempo. Se bem que nosso mercado também promete ficar bem diversificado nos próximos anos, com a vinda da DAF (O grupo Paccard preferia está atuando no mercado brasileiro já algum tempo) e a promessa de uma consolidação maior do mercado da International com o Aerostar (O interessante é que mesmo o Grupo Navistar sendo dono da MWM os caminhões International ainda utilizam ou já utilizaram motores Cummins, Detroit Diesel…). E também a Volvo que prometeu uma outra marca para ser vendida abaixo de seus modelos, ai vem as especulações Mack (acho difícil), Renault Trucks (há possibilidade), UD trucks ( antiga Nissan Diesel, pode até ser dependendo do porte dos veículos que eles queiram comercializar)

        • Zetros

          Nos Estados Unidos, o cliente pode escolher a marca do motor e do câmbio independente da marca do caminhão. A Freightliner, por exemplo, que pertence à Daimler, usa motores Cummins, Mercedes, Detroit(que tbm pertence à Daimler) ou Catterpilar.

          Com relação à segunda marca da Volvo, eu acredito que venha a Renault, inclusive, existe alguns caminhoes rodando por aqui no Corpo de Bombeiros.

    • Davi8u

      Espero que a Ford nao encontre os mesmo problemas por quais passou a VW ao lancer os seus caminhoes com motores MWM. Depois que mudaram pra MAN e relancaram com motores Cummins foi bem recebido pelos caminhoneiros. Agora coloca motor Iveco em caminhao Ford acho que foi um erro ja que seria tao facil ter optado pelos ja confiaveis e conhecidos Cummins que equipam os caminhoes MAN. Ou entao trazer os CAT (caterpillar) que equipam quase todos os caminhoes na America do norte. Porem la a cavalaria e bem maior girando em numerous superiors de 900 cavalos por motor.

      • CharlesAle

        Segundo li,a Ford não tinha planos com a Cummins para esse caminhão,já que o mesmo modelo em outros países usa o motor Iveco,esse motor Iveco também tem suas vantagens,pela cilindrada,derrepente pode ser um modelo econômico….

      • Zetros

        A VW só teve problema com o motor NGD 9.3 do 19.370, mas, conseguiu resolvê-lo.Os caminhões VW já eram bem recebidos pelos caminhoneiros David, visto que ela lidera quase todos os segmentos.

        Antes a VW os oferecia com as duas opções de motor, Cummins e MWM no mesmo segmento, agora com a entrada dos motores MAN, que são fabricados pela MWM, a VW passou a usar os Cummins no segmento de leves e extrapesado e MAN no segmento de semipesado.

        A MWM tbm fabrica o motor da nova S-10 para a GM.

        • Marcos

          O NGD é e foi um ótimo motor nos EUA, com cilindrada menor, aqui no Brasil eles aumentaram a cilindrada, colocaram um bitrem e mais o péssimo diesel…fez que este motor tivesse problemas…de superaquecimento…Queimou a imagem da International, aliás a insistência de usar o EGR quase destruiu o seu motor grandão lá nos EUA…a International está cometendo muitos erros…mas aqui nos Brasil os verdadeiros MWM, de tecnologia alemã, são bons motores…já os verdadeiros International, de tecnologia americana, nem tanto…

      • Zetros

        Ah, esqueci de comentar: o motor Caterpillar foi um dos motivos do fiasco dos caminhões GMC aqui no Brasil na época. É melhor usar um motor conhecido como o FPT, do que o Caterpillar desconhecido no mercado nacional.

        Outra coisa Davi, acho que vc se equivocou aí nesses números de potência, pq os motores Cat usados nos caminhões americanos variam de 210 hp do motor C7 de 7.2 litros até 625 hp do motor C15 de 15.2 litros.

      • Luis

        Os motores NGD 9,3l, são muito sensíveis a diesel de má qualidade ( que infelizmente ocorre muito no Brasil), por isto é muito importante trocar o óleo na metade do prazo do manual, usando o óleo recomendado pela MWM e principalmente trocar o filtro de óleo junto, o Filtro tem que ser de qualidade se fizer isto a durabilidade do motor aumenta bastante, é muito importante também usar diesel S10…você não vai acreditar mas já vi motores NGD com quase 1 milhão de kms.

  • ahsoliveira

    O interiorzinho fraco!

    • kdluciano

      Você é caminhoneiro?
      Deve entender bem de caminhões não é… ?

      • Robson

        kkkkkkk as perguntas são engraçadas as afirmações e as respostas !!!!!

      • ahsoliveira

        Eu não sou caminhoneiro, mas meu pai foi!, meu interesse sobre carros vem daí! e minha carteira é categoria AE (para deixar o velho orgulhoso), boa parte de minha infância, principalmente nas férias escolares passei dentro de caminhões, imagine passar horas, dias, semanas dentro de caminhão com interior como esse?! Aprendi a dirigir em um Volvo NL10 340 (inclusive já até comentei isso aqui no NA há bastante tempo), e para finalizar eu sou Engenheiro de Produção Mecânica ( não fiz Eng. Mecânica porque era mais liso, precisava de um curso noturno para trabalhar!) pode acreditar conheço caminhões bem mais do que você e digo que esse interior é fraco!
        #Chupa!

        • Davi8u

          POis eu dirigo e tenho essa mesma carteira e digo que concordo com vc nao so em relacao ao interior que em nada acrescentade outros Cargos e digo mais, lancar um Ford com motor Iveco em vez de ir com os ja confiaveis Cummins e um grande erro. Enquanto a Ford vem com motor de 420 a Volvo que ja tem motores 540 ja vai lanca com motores 600, 700 e 750 cavalos. Poristo lidera no quesito confiabilidade e preferencia entre os caminhoneiros.

          • Zetros

            Calma Davi, a Ford está entrando nesse segmento agora, então o foco dela são os extrapesados até 420 cv e em breve ela lançara um modelo com 460 cv.

            Não adianta ter motores de 540, 600 e 700 cv, se os modelos mais vendidos são os de menores potências. Atualmente o carro-chefe da Volvo é o modelo de 460 cv que é o mais vendido em sua linha de produtos.

          • CharlesAle

            Amigo,a Ford não tem interesse em bater de frente com marcas como Scania,Volvo e Mercedes,mas sim oferecer um caminhão apto para puxar cargas até 56 ton,por isso seu preço no mercado é bem abaixo dos mesmos……..

    • 3ic

      toma um bruto cheio de botoes no painel[youtube M2jOJHHZK44 http://www.youtube.com/watch?v=M2jOJHHZK44 youtube]

      • ahsoliveira

        E não é nem questão da quantidade de botões, é ergonomia, aparência dos materiais… afinal o motorista passa horas atrás do volante, entre o cargo e este:
        <img src="http://bimg2.mlstatic.com/volvo-fh-400-2010-i-shift-u-dono-bx-km-troca-124-420-440_MLB-F-4562998099_062013.jpg&quot; width="500">
        escolheria qual para ficar horas sentado?! e olha que este interior é simples, os espaços reservados, mas botões.

        • Zetros

          A cabine do Cargo é bem menor que essa do Volvo FH, realmente. Não tem nem comparação. Essa do FH, do Scania R, do Axor e do Actros principalmente com piso plano dão de 10 a zero nessa do cargo.

          Mas, pra Ford, é uma evolução pq aqui no Brasil, ela não tinha nenhum produto nesse segmento de extrapesados na faixa acima de 400 cv. Esse Cargo, foi feito com base no Cargo da Turquia, único país em que a Ford fabrica caminhões além do Brasil.

  • Andrex2501

    193,9 kgf.m??? :o ave maria, se amarrar o mundo nele, ele puxa!

    • Zetros

      Ele nem é dos mais fortes, por conta da baixa cilindrada do motor. O Mercedes Axor 2541 tem 204 kgfm, o Scania R-400 tem 214 kgfm, o FH-460 tem 234 kgfm e o Actros 2646 224 kgfm.

      Sem falar nos caminhoes com motor V8 como o Actros 2655 com 551 cv e 265 kgfm.

  • Asking Alexandria

    Painel mais bonito que do fetios!

    • ahsoliveira

      Nisso eu concordo!

    • thales_sr

      Novidade… Dificil é fazer um mais feio que aquele!!! rsss

  • Matheus_Ulisses_P

    Muito bonito por fora!
    Mas pensem comigo: apesar de serem bons, os caminhões da Ford sempre foram tachados como "caminhões genéricos".
    Se eu não me engano esse motor Iveco é muito bom mas usa óleo 5W30.
    Já trabalhei em oficina, sei como é o discurso dos caminhoneiros… imagino o tiozinho falando ao ver o preço alto da troca de óleo:
    "Será que não dá pra "ponhar" o Ursa que eu "ponhava" no jacarézão???"
    Não pensem que é preconceito não, mas é que quem está acostumado com essa linha e caminhões vai estranhar bastante.

    • PortoWF

      Eu vi fazerem isso com um Astra, com caminhão não duvido! kkkk

      • mjprio

        Fora os APzaum de umquililimei na turbina rsrsrssr. Muitos motores hoje em dia estão indo pro saco por causa de manutenção e isso está sendo usado como justificativa pras montadoras não trazerem motores do tipo TCe, Gdi, Ecoboost, etc

    • mjprio

      Caramba, 5w30 em motor diesel de alta litragem????!!!!! Ainda não tinha visto

      • AF1979

        O engraçado é que dei até uma procurada em lubrificantes para caminhões e o mais próximo que achei dessa especificação é 5W40. Será que é algum óleo que só se encontra na rede Iveco (e agora também na Ford)?

    • Zé Fini

      Esses novos motores eletrônicos Euro 5, tem mais restrições do que os motores antigos. Se usar diesel ruim e óleo ruim, o motor vai pro espaço.

  • HADS92

    193,88 kgfm ?????
    Santo Cristo!

    • Zé Fini

      Vcs estão olhando a quantidade de torque e analisando com "cabeça" de carro de passeio. Num caminhão o alto torque tem a finalidade de proporcionar força nas arrancadas com o caminhão carregado.

      É normal esse torque e o valor nem é dos mais altos.

  • Magnus

    Melhor comprar um destes do que um SUV de luxo . . . . se eu tivesse $$$$$ eu compraria , colocaria rodas Alloy , carenagem de formula truck e usaria pra dar role!!!!!!!!

    • RafaelPimenta

      huashuash bom é que tem lugar pra jogar as mulheres atras do banco.

  • Gustavo

    Tú é doido rapaiz… caminhão Ford.. é pra acabar !! 113 usadão é mais negocio !!

  • clayton pires

    motor FTP? achei q a ford ia por um motor CUMMINS nesse bruto, mas nao deixa de ser uma boa opção, embora q esse segmento já seja dominado pelas suecas SCANIA e VOLVO! nao vejo a hora de ver um desse de perto!

  • Oziel

    ficou bonito por fora…mas por dentro… poxaaa Ford, vacilou heim…. era só dah uma olhadinha nos Highline e Actros!

  • Diggo

    Este visual novo dos caminhões da Ford combinou bastante com este extra-pessado, pois para os menores ficou horrível.

  • Jeff Beck

    Será que os motores da FPT também substituirão outros Cummins na nova linha 2014?
    Os IVECO utilizam motores FPT (Fiat PowerTrain) que teem excelente relação custo x benefício e baixos custos de manutenção. É o início de uma nova parceria?

  • VAGNER PEREIRA

    Acredito que a FORD perdeu em escolher o motor FTP. nao pela qualdade do produto, mas sim pois acredito ue seria muito mais vantajoso manter os motores CUMMINS que ela usa ha muito tempo, e que ja tem uma grande rede de assistencia, e que ainda quipam os international/mwm,
    nos EUA a cummins tem muita moral e motores de ate 600cv

  • fabio

    gostei muito do dizaine da ford; mas achei o espaco interno um pouco apertado, somente , mas nada como um bom acessorio nao resouva.

  • Jair

    Os motores FTP são muito bons, este motor tem muita boa aceitação na Argentina…O preconceito contra o FTP é pelo passado da Fiat (e Iveco), mas atualmente eles fabricam produtos de muita qualidade, a prova disto é a liderança da Fiat nos automóveis…e o crescimento dos Ivecos nos caminhões…a própria Volvo demorou para se consolidar no mercado…

    • Roger

      Jair você tem razão, a Iveco fabrica excelentes motores, imagina um motor Cursor com comando no cabeçote OHC (menos atrito) este motor na versão de 13 litros chega fácil a 1 milhão de kms sem retífica, os concorrentes ainda usam o ultrapassado OHV, o OHV está com os dias contados, a Cummins já está colocando OHC em alguns dos seus motores…outra coisa o motor pequeno da Fiat de 2,8 cilindrada é OHC…com correia dentada este motor foi escolhido para ser usado por um monte de empresas estrangeiras tais como Hyunday, Peugeot, Renault etc…., o Iveco é um motor leve, usando o famoso common rail inventado pela Iveco e copiado pelos concorrentes…aliás a Iveco tem um sistema que consegue passar pela futura norma Euro sem recorrer ao EGR ele só usa SCR, a concorrência vai ter que copiar de novo? a concorrência para passar nas futuras normas tem que usar os 2 sistemas EGR e SCR, já o motor Iveco NEF é excelente (apesar de ser um OHV) é bem leve muito resistente, na realidade ele é muito parecido com o Cummins ISB, eu desmontei um NEF e é quase igual ao Cummins …será que os italianos copiaram da Cummins ou foi parceria…Não estou dizendo que a Iveco fabrica os melhores motores do mundo, mas esta entre os melhores a Iveco, Volvo, Mercedes e principalmente Cummins são autoridades quando o assunto é motor. Portanto mais respeito com a Iveco.

  • carlos b nascimento

    meu esti caminhao e tudo de bom velho gostaria mto de ter um2842 valeu ford acertou de cheio no mercado .,lindo espasozo nao tenho nem palavras velho ai rapaziada pode ir com fe e pisar fundo e nois…….galera

  • Creio eu que se a ford fizesse um cavalo mecanico 8×2 para puxar uma carreta ls venderia muito, vejam o G10 adaptando muita Scania para essa configuração leva o mesmo peso que o bitrem com 2 pneus a menos, um PBT menor, e um documento a menos que o bitrem, e ainda a vantagem de arraste muito menor que uma vanderléia.

  • Reginaldo

    O Cargo no momento que passou a usar o motor FPT 10,3l passou para outra categoria superior ao Contellation com seu Cummins ISL de 8,9l, mesmo ambos tendo 420 cavalos e torque parecidos, mas se o Cargo com FPT 10,3 l é inferior em durabilidade aos pesadões Scânia, Volvo, Mercedões, Man TGX e Iveco, para aguentar rodotrem só mesmo este caminhões com seus motores com cilindrada entre 12 a 13 litros e motores com mais de 1 tonelada de peso… mesmo assim com 600 ou 800 mil kms estes caminhões estão um caco, O International com Cummins ISM um motor de 10,8l vai bem com bitrem, mas a durabilidade deste motor não é tão boa nos Rodotrem, mas o ISM é um motor leve e barato perto dos concorrentes grandalhões citados, eu acho estranho a Ford não optar pelo Cummins ISM, este motor é ótimo para bitrem, ele é um pouco mais pesado que o FPT 10,3l, também é uns 10% mais caro, mas a marca Cummins tem ótima imagem no mundo inteiro, seria bom para exportação, já os FPT são motores que foram lançados na Itália em 1999 e são ótimos são OHC, turbo variável…e são bem resistentes desde que seja o peso que a Ford deseja que é o máximo 56 toneladas…. Os FPT 10,3l são motores que pesam mais de 900 kgs…duvido um ISL de 8,9l que pesa apenas 706 kgs, carregando a mesma coisa de um cargo durar a mesma coisa….é tudo questão de peso um FPT de 7,8l do Iveco cavalino pesava só 680 kgs e mesmo dando mais de 320 cavalos não eram muito resistente se botasse 45 toneladas nas costas..aliás isto também vale para o antigo Cuminns ISC ele era resistente com caminhões leves…mas numa carreta de 3 eixo dava manutenção alta…O FPT por ser moderno, provavelmente mais robusto que o ISL tem tem tudo para dar certo no Cargo…mas eu ainda acho que com o Cummins ISM 10,8l ele seria mais competitivo…não tenho dúvida o fator preço influenciou….

  • Nando

    Concordo com você um motor maior normalmente trabalha menos forçado que um menor…tem exemplo na própria Cummins na distribuidora que eu trabalhava os motores C de 8,3 litros com 220 cavalos eram bem mais duráveis que os B de 5,9 litros de 210 cavalos ambos fazendo serviço rodoviário com 23 toneladas de peso. O motor do C sempre girava mais baixo que o B. acredito que o mesmo ocorra com o FPT de 10,3 l ele além de ter virabrequim mais curso de 140 mm (o que favorece o giro do motor), tem rotação máxima de apenas 1900 rpm, já o Cummins 8,9 tem virabrequim mais longo de 144 mm e tem giro mais alto de 2100 rpm e o Cummins tem menos cilindrada eles tentam compensar com pressão do turbo bem mais elevada, teoricamente o FPT leva vantagem no quesito durabilidade.

  • Cláudio

    Finalmente a Ford fez um caminhão cheio de qualidades, os Ford sempre foram resistentes e baratos, mas na versão pesada eram duros, lentos e com cabine ruim, agora melhorou bastante….por ter bom preço pode ser competitivo… um amigo meu caminhoneiro comprou um e diz que está bom

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend